Maio 2011 - * Blog Elaine Gaspareto *

O autor é blogueiro: José Cláudio Adão, o Cacá

em 31/05/2011

Olá, queridos leitores!
Hoje eu apresento a você um amigo muito especial, cujo livro mais recente é meu destaque para o mês de maio. Sabe aquela pessoa que dá uma baita vontade da gente conhecer? E que além de autor e blogueiro ainda é cozinheiro? Coisa boa demais, uai…
Com você o autor deste livro:
CAPA DEFINITIVA SEM VERSO

1- Fale um pouco do José Cláudio…

Sou mineiro, conterrâneo do Drummond, lá de Itabira. Trabalhei metade de minha vida adulta em mineração, fui dirigente sindical, militante de movimentos comunitários, fiz História na UFOP (Ouro Preto) e hoje pretendo dedicar a outra metade que espero ter, à literatura e à culinária amadora, coisa que gosto demais além de escrever e ler. Tenho duas filhas e moro atualmente em Belo Horizonte. Como dizia o Belchior
“Um cidadão comum, como esses que se vê na rua, feito aquela gente honesta, boa e comovida”.
 

2- Em qual momento você se descobriu escritor?

Estou descobrindo ainda. É uma busca todos os dias. Mas tem um episódio muito engraçado e que gosto de contar como foi , digamos, o empurrão que eu precisava sem saber que precisava. Eu queria muito fazer um curso de cozinheiro, um longo curso de quase um ano oferecido por uma entidade grande do ramo de comércio. Tinha que participar de uma seleção, pois apesar de pago (e caro), o número de candidatos era muito superior ao de vagas. Um teste simples, com redação, entrevista coletiva e psicotécnico. Eu perdi justamente no psicotécnico e não me conformei. O psicólogo disse que quem se interessasse saber os motivos de sua eliminação poderia procurá-lo em seu escritório para uma explicação pessoal. Fui lá no dia seguinte, pois fiquei muito “revoltado”. Ele me disse que para um cozinheiro profissional, que precisa trabalhar com muita rapidez, o meu perfil não se encaixava. Aí, me perguntou se eu gostava de escrever e me disse que meu perfil estava mais próximo de jornalismo, relações públicas, algo ligado às letras. Já imaginou aonde deu vontade de mandá-lo, né? Rsrs. Eu ali, doidinho pra cozinhar e o cara vem me falar de escrever?
Bom, depois de uma semana remoendo a minha decepção, eu comecei a remexer nuns antigos guardados e achei muita coisa velha, mofada pelo tempo que eu ia anotando descompromissadamente ao longo da vida. Quando, navegando na net eu vi um convite do google para criar um blog gratuito, criei logo um e fiquei com ele uns bons dias sem ter coragem de postar nada. Timidez e falta de confiança interior. Um dia apelei e publiquei: “seja lá o que Deus quiser”. Quando vi que havia gente comentando, comecei a me entusiasmar, a “me achar”, como costuma dizer a minha filha.
Daí pra frente, (isso foi em 2008), um frenesi literário se apossou de mim e eu não consigo mais parar (exceto para correr e desligar o fogo de uma panela que sempre esqueço, entusiasmado com a escrita). Já são umas quase 500 crônicas, dois livros e mais um outro quase pronto, sobre brincadeiras com ditados populares e significados de palavras.
 

3- Como é sua disciplina para escrever?

A arte de escrever não permite disciplinas. Seria como ter disciplina para amar algo ou alguém. A escrita tem que fluir de acordo com a vontade, com a necessidade interior. Falo isso, inclusive, porque ocorre de ter que escrever nos momentos mais impróprios. No banheiro, no ônibus, na rua, parar o carro num canto qualquer quando se pensa ou se lembra de alguma coisa. Acho que até que dá para se ter uma disciplina, mas no meu caso, provavelmente a escrita ia sair burocrática, sem paixão, sem significar o que eu sinto. Isso de disciplina eu acho que funciona mais para jornalista que, querendo ou não tem que produzir uma matéria para ser publicada. E o conceito de ser produtivo combina com a literatura, eu acho.
Imagine se eu fosse poeta, por exemplo, e ficasse na obrigação de escrever poemas todos os dias ou ter uma rotina para a poesia. A crônica eu até diria que dá para a gente aproximar mais de uma rotina, mesmo assim, tem dias que vai sair uma crônica que fala de algum assunto do momento apenas e não necessariamente sobre o que a gente gostaria de escrever. Com o romance creio que é a mesma coisa. Ler e escrever literatura passa necessariamente pelo prazer, pela alegria do contato com a palavra, pelo encontro não marcado com ela.
 

4- Inspiração ou transpiração?

Ambos, sempre. Eu gosto muito de uma música do João Nogueira que fala da criação. Ele diz:
“Força no mundo nenhuma interfere sobre o poder da criação.
Não precisa ficar nem feliz nem aflito
Nem se refugiar no lugar mais bonito em busca da inspiração
Ela é uma luz que chega de repente
Com a rapidez de uma estrela cadente e acende a mente e o coração.”
Depois disso vem a transpiração. Correção, coerência, concisão, clareza e revisão.
 

5- Qual a parte mais trabalhosa e qual a parte mais prazerosa em escrever um livro?

Anteriormente eu ficava pensando em termos de escrever um livro. Isso é muito extenuante mentalmente, eu acho. Hoje penso em escrever. Se tiver um tema específico, vou desenvolvendo ao máximo sobre ele. Só depois gosto de pensar que o que saiu poder se transformar em um livro. Até mesmo para não ter que me submeter àquele negócio que falei anteriormente acerca de uma disciplina. O prazer está na escrita e se o resultado final for um livro, aí o prazer é multiplicado ao infinito.
Acredito que isso tem muito a ver com a forma como o pensamento se organiza. Tem gente que concebe uma ideia de um romance e cria personagens, ambienta a história e vai se concentrar naquilo dia e noite. Meu pensamento é muito disperso, difuso e eu associo dezenas de coisas e assuntos de uma vez. Acho que eu escrevendo um romance ia ser uma balbúrdia ou então ia demorar anos. Ou ainda, me trancaria num lugar e despejaria tudo de uma vez. Um dia ainda vou tentar algo assim.
Estou escrevendo minhas memórias de infância e já é desde 1992. Tudo começou com umas anotações de fatos diversos e esparsos, então fui juntando aquilo tudo sem pretensão nenhuma. Daqui a pouco, quem sabe não saia um livro? Escrevo, paro, revejo, acrescento, retiro, obtenho mais informações, converso e o texto final nunca considero pronto. Talvez isso tenha a ver como fato de que a minha infância foi tão boa que acabo achando que vou conseguir colocar toda ela no texto como forma de esgotar minhas saudades.
Quanto à parte mais trabalhosa ou menos prazerosa, eu acho que é a revisão, tanto gramatical como ortográfica e conceitual. Isso é uma maçada, minha amiga!
 

6- Como você divulga sua obra? Quais as maiores dificuldades que já encontrou?

Estou chegando à conclusão que a sorte ajuda muito para uma obra se tornar conhecida. Quem não possui “costas largas”, amigos na mídia tradicional, muito dinheiro e quer fazer uma divulgação massiva precisa da sorte de alguém influente no meio ter acesso, gostar e encaminhar o autor.
Depois do advento da internet, muita gente boa, ótima e também ruim ganhou visibilidade e é por esse meio o principal acesso ao mundo mercadológico para quem se aventura sozinho hoje. Já não há mais em quantidade como antes a figura do agente literário, as editoras quase não recebem trabalhos para tomarem conhecimento e dificilmente um autor estreante publica um livro hoje sem que tenha que bancar todos os custos de publicação (que não são caros). No entanto, o mais caro e desafiador é a divulgação e distribuição.
Esse é um trabalho gigantesco. A gente usa os blogs, os sites de literatura, participa de eventos literários quando pode, faz lançamentos em livrarias e festivais e no meu caso, vou “mineiramente” levando. Mineiramente é sem muito estardalhaço, devagar e numa espécie de trabalho de formiguinhas. Tudo está relacionado ao tamanho de seu desejo e de sua determinação. Eu não tenho grandes expectativas, mesmo porque acho a minha obra muito incipiente e precisando muito ainda de aprendizados. Vou publicando na medida de minhas possibilidades materiais. Ando mais preocupado com a consistência e longevidade do que escrevo.
Há textos de momento e há textos que eu gostaria que daqui a algum tempo ainda estivessem sendo alvo de leitura. Mesmo a crônica, quando fala do cotidiano, da rotina, desde que traga alguma reflexão acerca de comportamentos, de organização social, de conflitos existenciais, ela sempre será atual.
 

7- Muitos blogueiros acalentam o sonho de ter um livro publicado. Quais dicas você daria?

Persistência, persistência, persistência.
 

8- Para encerrar, há algo que queira dizer e que eu tenha esquecido de perguntar?

Há sim, mas você não esqueceu de perguntar, afinal eu vou falar é de e para você, Elaine. rsrs. Quero deixar aqui o meu agradecimento e uma homenagem especial pelo seu trabalho que tem um valor inestimável para quem gosta de blogs.
Além de tratar de assuntos sempre agradáveis em seu blog, a ajuda voluntária que você nos presta no manejo, no lay out e nas inumeráveis possibilidades que o blog oferece não podem ser esquecidos. Eu já lhe disse outras vezes que para mim você é um anjo da guarda cibernético. Nos rege, nos guarda, nos ilumina e nos protege de muitos males e micos e ameaças virtuais a que estamos sujeitos. Isso é de uma nobreza inesquecível. Nesse mundo atual do “eu sozinho”, iniciativas e dedicação com o outro como você tem, merecem ser louvados sempre.
 
E aí? Sentiu o que eu disse no começo? Uma vontade enorme de conhecer o Cacá e ler um de seus livros?
Então se prepare! Para conhecer o José Cláudio Adão, ou simplesmente o Cacá, visite Uai, mundo? O blog do Cacá. No blog você vai encontrar um link para adquirir um dos livros dele. Aliás, durante todo o mês de maio eu vou divulgar aqui no blog este livro dele:
CAPA DEFINITIVA SEM VERSO
Mas… como eu tenho amigos e leitores cultos e fofos, e o Cacá é de uma gentileza sem tamanho, vou também propor um sorteio bem legal.
Durante todo o mês de maio vou deixar um link na sidebar para esta entrevista. Todos os que comentarem este post da entrevista concorrerão a um exemplar do livro Arcanjo Isabelito Salustiano e outras crônicas.
O sorteio será pela extração da loteria federal de 01/06/2011. E para participar é só deixar seu comentário neste post até as 19 horas do dia 01/06/2011.

Bora lá conhecer o Cacá? E sijoga no sorteio! Esse blog dá sorte, hein!
tisperando! Falta pouco para o sorteio!!!
QUERO LER O POST COMPLETO

Toque de recolher

Desde o dia 22 de fevereiro de 2011 vigora aqui em minha cidade uma  determinação baixada pelo promotor da Infância e Juventude que diz, entre outras coisas, que menores não podem permanecer na rua, desacompanhados dos pais ou responsáveis legais após as 22 horas, salvo se em trânsito escolar ou indo e vindo de cursos e afins.

Até então houve pouco barulho a respeito. Mas na semana passada a coisa ferveu. E houve manifestação na porta do Fórum, cartazes e tudo, uma coisa inusitada por aqui. Adolescentes protestando contra a manutenção do "toque de recolher", houve até detenção dos mais exaltados. Inclusive pais. E aí reside minha surpresa.

 

Acontece que dia 25/05/2011 começou a Festa da soja. Trata-se de um evento muito esperado, que lota a cidade. Para você ter ideia dizem que no sábado o público ultrapassou os 40 mil espectadores. É um número absurdo, tendo em vista que a cidade conta com pouco mais de 50 mil habitantes. Imagina a confusão!

Eu, em minha eterna inocência, achei que os pais estariam todos felizes e satisfeitos com o apoio da lei. Afinal o recinto da festa (que tem entrada gratuita) conta com venda livre de bebida alcoólica, entre outros tantos riscos para a moçada. E o entorno é ermo, e todo mundo sabe o quanto o consumo e venda de drogas cresceu por aqui. Sem contar os assaltos, estupros e brigas seguidas de morte. Sim, facadas e tiros na noite.

Mas como eu disse, me enganei. Há pais que discordam da determinação legal. O promotor tem sofrido uma baita pressão. Até comitiva de reclamantes a prefeita Maria Helena recebeu. Mas a lei foi mantida. Ponto.

Fiquei pensando…

Por princípio eu costumo olhar com cuidado para as tentativas do Estado de praticar interferência nas famílias. Não sou de concordar com tudo, e ainda que a iniciativa seja boa (como a lei da palmada, por exemplo) acho que se não vier acompanhada de conscientização e envolvimento a família a coisa não vinga. Mas não entendo pais protestarem porque os filhos adolescentes precisam estar dentro de casa depois das 10 da noite…

Uma vez, há uns 3 anos atrás, eu estava trabalhando e o meu portão estava semi aberto. Em frente minha casa há um antigo centro comunitário, totalmente abandonado. No dia em questão eu vi quando, lá pelas 9 horas da manhã, chegaram uns meninos e meninas com idade entre 13 e 16 anos mais ou menos, todos de uniforme e mochila de escola. "Enforcaram" aula, e munidos de pedras derrubaram o que restava dos vidros do centro. Depois começaram a apedrejar as paredes. Liguei para a polícia. Em menos de 2 minutos 2 viaturas chegaram, nem deu tempo de guardar o telefone. Os policiais puseram os bagunceiros sentados no chão, e ligaram para os pais de um por um. Foi um tal de chegar gente, assinar papel e levar o aprendiz de arruaceiro pra casa…

Mas teve mãe dando piti. Reclamando que a polícia devia estar caçando bandido e não implicando com crianças. Pasma, eu olhei e via as "crianças" maiores que os pais…os mesmos que apedrejaram os vidros, apedrejaram o orelhão em frente, derrubaram a porta e fugiram da escola "porque hoje a aula tava chata"…

Lembrei disso ao saber das manifestações contra o toque de recolher. Para quem é pai ou mãe fica a reflexão: será que protestar quando a lei tenta impor limites onde os pais falharam é mesmo a melhor maneira de educar um filho? Será mesmo tão ruim assim um menor ser proibido de zanzar pela madrugada depois de um show em local que tem venda livre de bebida? E com todos os perigos que citei?

Depois ainda ouvimos um pai ou mãe desses dizer: "onde foi que eu errei?". Adianta se lamentar depois? Sei que temos sempre que estar atentos à toda e qualquer tentativa de cerceamento das liberdades individuais, mas neste caso a lei é boa, não é?

Sei lá… mas sou de uma época em que não era preciso lei para saber que lugar de criança é dentro de casa. Especialmente depois das 10… Os tempos mudaram, eu sei. E talvez por isso mesmo essa determinação da promotoria seja tão importante.

. Sei que é um assunto polêmico. Então diz aí:

Qual sua opinião?

Hein?

As fotos que ilustram este post pertencem ao site  MogianaOnline.

QUERO LER O POST COMPLETO

Pensamentos…

em 30/05/2011

Sabe aqueles dias em que a mente e o coração apenas divagam? Então… hoje é um dia assim.

Daí (re)encontrei este post em meus esboços e de repente ele me pareceu tão adequado que decidi tirá-lo dos esboços e fazê-lo vir à luz.

Reflexões… pensamentos dos outros que traduzem os meus…

 

 

Diante do olhar da vida, como você se sente? Admirado ou ameaçado?

 

“Tudo que você pensa e sofre, dentro de um abraço se dissolve”

 

Ter amigos, é como arvorear: lançar galhos, lançar raízes… Para que o outro quando olhar a árvore, saiba que nós estamos ali…Que nós permanecemos para fazer sombra, para trazer ao outro, um pouco de aconchego que ás vezes ele precisa na vida…

 

 

 

 

 

“Ninguém pode se sentir amado se sentindo culpado. Sentir arrependimento sim, mas culpado não”

“Um homem suporta qualquer sofrimento quando se tem esperança. Quando se perde a esperança é aí que se morre”

Pe. Fábio de Melo

 

” Pode-se viver uma vida inteira e no fim, saber mais dos outros do que de si mesmo”

Beryl Markham

 

“Não podemos escolher como vamos morrer, ou quando vamos morrer. Podemos somente decidir como devemos viver”

Joan Baez

 

 

“Nunca se ache demais, pois tudo o que é demais sobra, tudo o que sobra é resto e tudo o que é resto vai para o lixo”

 

 

E para agradecer aos comentários do post anterior:

“Um amigo é alguém que sabe a canção de seu coração e pode cantá-la quando você tiver esquecido a letra”

(Desculpe não responder a ninguém, mas não quero reviver a tristeza, e responder seria relembrar tudo. No momento eu quero esquecer. Desculpe…)

QUERO LER O POST COMPLETO

Tempo de luto

em 29/05/2011

Esta semana que terminou ontem não foi boa não… e para culminar, na madrugada de hoje, minha Gracinha morreu.

Ela começou a semana bem, mas na quarta-feira começou a não comer, e na quinta-feira notei que saía sangue das gengivas.

Dei uma limpada, dei vitamina à base de ferro, dei antiinflamatório. Na sexta chamei a veterinária, Doutora Larissa, muito meiga e gentil, fomos à clínica, fizemos exame de sangue e constatou-se que ela estava com a febre do carrapato, ou febre maculosa.  E com anemia em função da doença. E pneumonia por conta da baixa imunidade. A vet disse que a doença estava incubada há tempos, acredito que desde o nascimento dela. Não há vacinas, nem as mais completas tipo V12 cobrem essa doença.

Mediquei, ela mastigou na palma da minha mão os 2 primeiros comprimidos, tomava a vitamina sozinha, uma menina tão boazinha ela…

Sábado ela começou a nem se levantar. A veterinária voltou, aplicou anti-hemorrágico, continuei dando o remédio. Mas esta madrugada ela morreu. Nas mãos do marido, ele ficou com ela nos minutos finais e me chamou assim que ela partiu. Ele sabe… ele me conhece… fico grata por ele ter estado com ela. Morrer sozinho deve ser muito triste.

E muito triste estou eu. Curiosamente eu chorei o tempo todo em que ela agonizou, mas quando finalmente eu consegui cochilar e ela  morreu eu me acalmei. Agora restou uma tristeza imensa, uma dor enorme. E fico me perguntando se teria sido diferente se eu tivesse visto antes, se ela fosse menos forte(linda, enorme, pesava mais de 20 quilos, uma menina linda com coração de cachorrinho-bebê) e tivesse apresentado sinais antes, se…

Mas este é um jogo perigoso e inútil, o jogo do "…e se…". Mas me sinto triste. Ela estava sob a minha responsabilidade, e eu tinha que ter notado antes.

Quero agradecer à Val, do blog Sapato de gato. Disse a ela que estava passando por isso e ela imediatamente me ligou. Ela tem um sotaque delicioso, e ouvir alguém falar comigo em um momento ruim foi um bálsamo. Val, querida, obrigada por compartilhar meu sentimento e minha tristeza. Obrigada também a todas as queridas que souberam da Gracinha e me confortaram

Estou triste, claro. Estou de luto porque pra mim ela era como uma pessoa. Eu a criei desde pequenininha, vou sentir sua falta pra sempre…

Ah… tá fácil não…

QUERO LER O POST COMPLETO

Eu era estéril…

em 28/05/2011

O amor é mesmo um sentimento muito amplo e poderoso, né? A estória que vou te mostrar hoje chegou a mim através de um comentário em um post antigo meu. Já conhecia a Célia, do blog Semeando poesias e plantando fantasias, e por isso pedi a ela que me concedesse o privilégio de postar sua linda estória de amor aqui no blog, na série Um pouco de amor.

Agora deixo com você um dos mais lindos relatos que já recebi para esta série. Boa leitura!

barra1

A maioria das mulheres acalenta o sonho de ter um filho, e comigo não foi diferente. Porém eu sempre tive o pressentimento de que algo estava errado. Aos 17 anos, apaixonada pela primeira vez, claro que tinha o sonho de ter uma linda família. Mas o destino muitas vezes nos prega peças dolorosas.

Um belo dia, tive um abscesso, em um local meio, como vou dizer... meio inusitado. Fui levada ao hospital e passei por uma cirurgia desnecessária, devido a fins “ilícitos” do ginecologista de plantão. O que deveria ser uma simples drenagem foi transformado em cirurgia, com direito a hacker na espinha e tudo.

Lá no interior, onde eu morava, as fofocas corriam soltas, diziam que eu havia feito um aborto. Ironia do destino? E, enquanto isso, na enfermaria do Hospital onde eu estava, o médico que havia me operado me dava uma noticia horrível. Dizia ele:

- Querida, eu tenho uma noticia, não muito boa, para te dar. – do alto dos meu 17 anos, eu olhei abismada para o médico sem entender, e nada falei. E ele continuou:

- Você deverá passar por mais algumas cirurgias. – continuei boquiaberta... – No centro cirúrgico, ao operá-la, verifiquei que você tem uma anomalia. – eu continuava sem entender nada – você tem dois úteros, aliás, você tem o parelho reprodutor duplo.

- Mas o que isso significa doutor? Não estou entendendo nada, por que mais cirurgias?

- Bom, seu caso é para a medicina uma raridade e uma incógnita. Por isso não posso ser preciso, mas a probabilidade de você vir a ter um filho é muito pequena.

Isso bastou para clarear as palavras tão pouco familiares para mim. Eu estava ali, recebendo um diagnóstico fatal, ao menos para mim. O meu sonho de ter uma família acabara de se escoar pelo ralo do destino. Passei por uma série de médicos e exames, os quais constataram realmente minha “esterilidade”. Acabei deixando essa esterilidade fazer parte da minha vida pessoal também. O tempo passou e me casei, com outra pessoa, tinha uma vida opaca, sem motivações. Algo faltava... eu julgava que Deus havia deixado isso acontecer comigo, pelo fato de eu ter quase ficado cega, e assim, seria muito difícil de cuidar de um bebê. Eu tentei adotar um bebê, mas  esbarrei com a “burocracia”, será que teriam visto em mim uma incapacitada? Provavelmente  sim.

Era mês de agosto, me lembro bem, eu soube que havia uma mulher na rua depois da minha, que tinha um bebê de 2 meses, e que ia dá-lo para adoção. Não tive coragem de ir lá conhecer a criança, ou de pedi-lo para mim, tamanho era o medo que eu tinha de amá-lo. Não fui. E soube que o bebê havia sido internado com “bronquiolite”, estava bem mal. Pedia a Deus todas as noites por ele, me disseram que ele era um bebê lindo, mas que sofria maus tratos, soube que viram a “mãe” bater na mãozinha dele... chorei muito e adormeci... no outro dia, bem cedo, ouço alguém me chamando.

Era ela, a mãe biológica. Eu a conhecia, ela tinha sido casada com o meu cunhado, anos atrás. Ela chegou e foi falando:

- Célia, eu quero saber se você quer o Lucas? Eu já conversei com o Miguel (meu marido) e ele disse que quer. Se você quiser eu trago ele agora!

Eu estava atônita, mal conseguia falar, lembro que perguntei para ela se não ia se arrepender depois. E ela, rindo disse que não, pois estava se livrando de uma carga. Os sentimentos se misturaram dentro de mim, mas eu nem pestanejei:

- Pode trazê-lo, eu o quero!

E ela trouxe, aliás despejou-o em minha casa... o trouxe com as roupas, o berço, e tudo que ela tinha ganho da tia para ele.

E eu o amei, desde o primeiro olhar. Peguei-o, as pessoas ao meu redor, com medo que eu o derrubasse... vieram dar banho nele, algumas vezes. Depois eu disse: “eu mesma dou banho no meu filho!” com toda a convicção do mundo.

Sabe? Eu não senti as terríveis cólicas do parto. Mas eu senti a dor de me sentir árida, infértil, improdutiva... Eu não pude amamentar meu filho, mas a cada resmungo dele eu já estava com a mamadeira na mão... eu passei três meses em noites claras, pois ele chorava muito. Dormia dez a quinze minutos e acordava assustado... reflexo de uma gestação tumultuada, com direito a socos e xingos, além de várias tentativas de aborto. Reflexo de uma “mãe” atormentada e neurótica, doente...

E hoje eu sei por que Deus me fez estéril. Tenho certeza absoluta. Ele me fez assim para que eu pudesse ser mãe do Lucas! Pois o Lucas foi especialmente planejado por Deus para ser meu filho. Tenho certeza absoluta disso, tanto quanto sei que o sol nascerá amanhã e todos os dias.

Pois, meu filho, apesar de ser adotivo, é o meu maior tesouro! E é meu filho, muito meu!IMG_0172

barra1

Gostou? Visite Semeando poesias e plantando fantasias e conheça a mãe deste menininho lindo e abençoado!

Quer ver sua estória publicada aqui no blog? Envie pra mim: um-pouco-de-amor@hotmail.com

QUERO LER O POST COMPLETO

Olha que lindo!

em 27/05/2011

Olá, leitor! Tudo bem?

Hoje quero mostrar a você algumas coisas que andei fazendo. Veja:

Raquel Art Pintura

Este é o Raquel Art Pintura, blog da talentosa e divertida Raquel. Eu conheço essa menina faz tempo… e fazer as modificações no blog dela foi um prazer. Posso dizer que foi um trabalho feito a 4 mãos pois a Raquel já havia feito muitas coisas no blog. Esforçada e esperta, ela aprende facinho tudo que partilho aqui nas Dicas para blogs. Neste trabalho eu:

  1. Inseri e configurei  o menu horizontal com sub-abas igual ao que tenho aqui no blog;
  2. Inseri e configurei o menu Accordion na lateral do blog;
  3. Reorganizei o blog, para que ele ficasse mais "navegável".
  4. Criei a assinatura, que é meu xodó no blog;
  5. Numerei os comentários;
  6. Personalizei a caixa de pesquisa;
  7. Inseri os marcadores em forma de menu suspenso;
  8. Coloquei a lista de blogs da Turma do Pincel em scroll;
  9. Centralizei a data, que por padrão é na esquerda do título;
  10. Inseri o Top comentaristas;
  11. Coloquei borda nos títulos da sidebar e mudei a borda da coluna do post.

Clique Raquel Art Pintura e confira como ficou bonito. E de quebra você ainda conhece uma moça talentosa e especial.

 

Agora este, que aliás instalei ontem, tá fresquinho, fresquinho…

Lembranças Let

Lembranças Let é um dos blogs da Monalise Nogueira. Ela é uma artista, e no blog ela disponibiliza seus trabalhos para venda. Gente, tem cada caixa linda!!! E eu, que amo uma caixa, fiquei apaixonada por todas! Tem também outras lembranças e você pode conhecer (e quem sabe encomendar uma pra você) clicando Lembranças Let.

Neste blog eu:

  1. Coloquei o passarinho do Twitter voando. Muito fofo, né?
  2. Numerei os comentários;
  3. Inseri o gadget Top comentaristas;
  4. Coloquei o favicon;
  5. Criei a assinatura;
  6. Personalizei a caixa de pesquisa do blog;
  7. Criei o Link-me. Ficou fofo! Veja:
  8. Otimizei os títulos dos posts;
  9. Cadastrei o blog em mais de 300 mecanismos de pesquisa;
  10. Inseri o Addthis nas páginas internas do blog.

Bora lá visitar a Monalise? Acho que você vai gostar…

 

Falando em gostar, eu quero te mostrar a menina dos meus olhos. Veja:

Lala Linda

Este é o blog da minha Ana Laura, o Lala Linda. Ela criou o blog e eu personalizei. Fiz de acordo com o gosto dela, que é apaixonada pela Jollie. Eu, como blogueira, acho que ter um blog vai fazer bem à ela, vai melhorar a escrita e a leitura dela.

É um blog-bebê, e como eu já disse, gosto muito de acompanhar um blog-bebê e ver como ele cresce. Quer conhecer? Clique Lala Linda e diga oi para a minha querida.

lh6c

Gostou? Quer me contratar? Clique sobre a imagem abaixo e fale comigo!

 

QUERO LER O POST COMPLETO

Dicas de segurança para você e seu blog

em 25/05/2011

Há cerca de 2 meses atrás eu fechei o blog para comentários anônimos. Claro que não queria fazer isso pois tenho leitores que não possuem conta google, nem outra conta qualquer, e são leitores cujos comentários são importantes pra mim. Mas fechei por causa do que vou te contar agora.

Antes, porém, eu quero dizer que relutei muito em tocar no assunto. Não por minha causa, pois meu problema foi resolvido. Mas fiquei com receio de dar ideia pra gente desocupada e/ou maldosa. Lendo você vai entender. Então falei com 2 pessoas sensatas e decidi falar, até para servir de alerta.

 

Eu tenho uma leitora aqui do blog que é de muito tempo, desde o começo (cujo nome vou preservar), visitante assídua e sempre nos demos bem. Ela sempre foi gentil, e os comentários dela sempre foram muito educados, como aliás é a imensa maioria. Mas um dia eu recebi “dela” uma baita grosseria, com ofensa pessoal, palavrão e tudo. Fiquei chateada, chorei pelo inesperado do caso mas ainda estava na fase de não responder.

Então, no dia seguinte, ela comentou em outro post, com a mesma gentileza de sempre. Achei estranho, mas… resolvi perguntar. Ela disse que não havia enviado o comentário maldoso, e eu fui investigar. Rolou um stress, ela ficou chateada, eu também, ainda mais. Mas investigando e prestando mais atenção eu descobri. Aí vem o susto!

Nos comentários normais o email dela, assim como o meu, é visível. No comentário fake o email não aparecia. Nos comentários reais o perfil dela tem imagem, no comentário fake não.

Então o que houve?

Simples, amigo leitor. Algum desocupado achou um modo ainda mais perigoso de ser fake: comentar usando nome e link de outro perfil.

Pausa para refletir:

Sério, vivo 100 anos e não vejo de tudo… ainda me espanta a capacidade que algumas pessoas têm em serem más. Sério, tem dias que dá um baita desânimo… não consigo atinar com o motivo que leva alguém a agir assim… E tem horas que dá uma vontade ir brincar de outra coisa…

Mas voltando ao assunto:

Como isso é possível? Como proteger o seu blog de algo assim? E como proteger a si mesmo de ser “hackeado” assim?

Calma, vamos por partes. Por favor, entenda que não quero espalhar pânico. E muito menos ditar regras. Mas achei que seria legal partilhar, pois eu realmente sofri com o caso. Até chorei, veja só…e quero evitar, se puder, que pessoas inocentes sintam o que senti.

Antes de mais nada isso só me aconteceu porque eu tinha a opção de permitir comentários anônimos. E esta opção tem algo nela que nem todo mundo sabe o que é. Veja:

image

Onde você lê Nome/URL. Aí está o problema. Se alguém comentar em um blog que permite comentários anônimos e clicar em Nome/URL surge a opção de digitar qualquer nome no campo Nome e de colocar qualquer endereço da web no campo URL. Daí uma pessoa mal intencionada pode copiar o link do meu perfil e comentar em seu blog usando meu nome. Ou vice-versa. E o estrago tá feito!

Domingo de tarde fiz o teste em 2 blogs, do Viny e da Patrícia Pirota (eles toparam me ajudar, hein? Sou pobre mas sou moça honesta rsrsrs). E batata! Eu comentei, coloquei um nome qualquer e o link do perfil da minha sobrinha. Poderia ser qualquer um. Poderia ser o seu, e eu poderia ser um maluco querendo semear a discórdia. Ou sabe-se lá o que…

Então a 1ª dica é: cuidado ao permitir comentários anônimos no blog. Veja bem que isso é uma dica, e pode não servir de modo algum a você. Sei que muita gente diz que há leitores sem conta alguma para logar e poder comentar. Mas criar uma conta no Google, no Twitter ou Yahoo não demora nada. E protege um bocado.

A 2ª dica, e esta é para se proteger: libere seu email. Assim, cada vez que você deixar um comentário o dono do blog onde você comentou saberá com certeza que é você pois não é possível fraudar isso. Pelo menos por enquanto… pelo menos que eu saiba. Para saber como fazer isso leia:

Também é legal você ter uma imagem de perfil. E veja se seu blog tem a opção de mostrar essas imagens de perfil nos comentários. Não resolve, mas ajuda. Veja como fazer:

Clique em Configurações. Agora clique em Comentários. Role a página e encontre isso:

Salve. Pronto, agora os comentaristas de seu blog terão os perfis mostrados. Atente apenas para o fato de que alguns templates não mostram os avatares se a opção de formulário de comentários for Postagem abaixo incorporada. Mas este problema se resolve mudando para janela pop up ou página inteira.

Outra coisa: cuidado com contadores e outros gadgtes externos ao Blogger que adicionamos aos nossos blogs. Eu tinha um aqui no blog, que listava sites de referência e tirei depois de um alerta da Luma, do Luz de Luma, yes party! Ela percebeu que o site direcionava para uma página nada a ver, spam. E isso é muito perigos. Portanto, cuidado!

Certo? Espero ter ajudado. Bem queria ter sacado isso antes…

 

Outra dica que quero deixar aqui é sobre o Blogger. Alguns blogueiros reportaram no dia de hoje dificuldades para comentar em blogs e realizar postagens. Subir imagens é impossível, e este post só está sendo postado normalmente porque eu uso o Windows Live Writer; quem posta por ele não tem esses problemas! Quer aprender como instalar e usar, deixando seu blog ainda melhor? Clique:

Em relação aos erros BX que aparecem quando tentamos comentar a dica é: escreva seu comentário normalmente e antes de clicar em Publicar copie tudo o que escreveu. Se der erro basta colar e reenviar. Evita o stress de perder comentários feitos, né?

E não esqueça: qualquer dúvida que tiver sobre o Blogger nesses dias de mudanças acesse Fórum de ajuda do Blogger.

 

Agora, para encerrar: eu recebi outro dia um email de uma menina dizendo que estava magoada comigo porque sempre que eu postava algo novo e divulgava no Twitter ela me dizia oi e eu não respondia.

Acontece que meu blog, o Blog solidário e o Concurso Conto Vidas possuem uma configuração de feed que envia automáticamente para o Twitter as postagens quando são publicadas. Assim sendo, raramente calha de eu estar online, especialmente no Twitter. Não é descaso, é que tudo vai pra lá automáticamente.

Para saber como fazer isso em seu blog leia:

 

 

Espero realmente ter ajudado. Ah, não esqueça de fazer backup de seu blog, conteúdo e template. Com as alterações na plataforma Blogger prevenir sempre é bom…

Certo, querido leitor?

QUERO LER O POST COMPLETO

Quando tudo esbarra em nossas feridas

em 23/05/2011

coração feridoHoje, picando cheiro verde para o almoço, passei a faca na ponta do polegar esquerdo. Nada muito fundo, mas corte na ponta do dedo dói de verdade, né? E saiu sangue, muito. Detesto ver sangue, especialmente o meu fora de mim…

Daí, parecia que o dedo era muito maior, porque a todo momento eu esbarrava com ele em algum canto. Com outros 9 dedos e era justamente ele que levava topada, que esbarrava nas quinas, que batia nos objetos…. Parecia que todos estavam contra meu dedinho ferido… até a Menininha deu uma patada nele… daí sangrou outra vez…

Fiquei pensando…

Já pecebeu que na vida também somos assim? Quando temos alguma área ferida em nós parece que tudo, e especialmente todos, esbarram nela. Mas essa volta toda é pra falar de algo que tem enchido meus pensamentos há tempos, e como meu blog é minha terapia…

Tem gente que incomoda a gente, não é? Eu, quando percebo que certa pessoa me incomoda, logo olho pra dentro com mais atenção, para entender o motivo de tal incômodo. Já aconteceu de determinada pessoa ser educada comigo, até gentil, e eu não gostar dela, assim de graça mesmo. E quanto mais a convivência acontecia, menos eu gostava. E a pessoa lá, educada, na dela. E eu com aversão…

Também já aconteceu de uma pessoa ser mesmo desagradável, e aí é fácil identificar o motivo do desagrado. Mas e quando a pessoa é até legal, os outros até gostam, ela é popular e tal? E ainda assim surge aquele incomodozinho, aquele desgostar… sempre me pergunto o motivo…

Já pensou nisso? E o inverso também acontece, né? De alguém não gostar da gente, e ser inclusive agressivo/irônico/sarcástico/chato/maldoso assim do nada, aparentemente de graça…

Sempre me pergunto isso… Muitas vezes criticamos no outro aquilo que temos em nós. E ainda é mais comum desgotar no outro aquilo que quereríamos terer não temos, desejaríamos ser e não somos…

Não são só os outros que são injustos, né? A gente também é. Eu sou, talvez mais gente seja. Todos, em um momento ou outro, sentimos a picada do bichinho da inveja ou do ciúme. Em alguns a picada chega a arrancar pedaço…

E quando estamos feridos, parece que por conta da sensibilidade mais aguçada, ficamos ainda mais suscetíveis a esse esbarrar no outro… a se sentir ferido por coisas que talvez nem sejam intencionais…igual meu dedo cortado, que começou a achar que tudo e todos estavam contra ele…

Claro que algumas coisas podem sim ter a intenção de ferir… e eu sempre quero ter o discernimento e a sabedoria necessários para sempre saber o que é intencional e o que é resultado das minhas feridas pessoais.

Não é?

boa semana novaTenha uma linda e abençoada semana! Já pensou? Uma semana novinha, inteirinha pra você! Delícia!

QUERO LER O POST COMPLETO

MininaMá

em 22/05/2011

Companhia musical:
  Nem luxo, nem lixo, na voz de Marina Lima

No dia 13 de outubro de 2009 eu postei aqui no blog um meme que era na verdade uma comemoração de aniversário. A aniversariante em questão não era eu, mas sim uma moça que completava na ocasião 27 anos: Patrícia Pirota, que edita o delicioso Ainda MininaMá.
Foi assim que eu conheci o blog que hoje indico e recomendo. Veja:
mininama
Ainda MininaMá é um blog do qual eu duvido você não gostar: leve, extremamente bem escrito, com um toque de ironia que torna a leitura um exercício nada tedioso.
Os temas que a Patrícia abora são pessoais.
E isso significa que ela fala de tudo, pois pessoas são infinitas, né?
Ela tem opinião, ela tem postura, ela escreve bem, ela domina as palavras, ela sabe o que diz. Talvez nem ela perceba o quanto as suas palavras alcançam, o quanto os pensamentos dela muitas vezes podem ser os nossos.

Eu gosto muito de blogs pessoais, acho que conhecer alguém através das palavras é uma coisa fascinante.
E Ainda MininaMá possibilita muito isso: conhecer pessoas.
Sim, pessoas mesmo, no plural. Porque ler o que a Patrícia escreve me leva pra dentro. De mim.

Em relação ao blog:
Ele é leve, sem um pingo de excesso, claro, fácil de ler, fonte adequada, cabeçalho forte e significativo, marcadores e arquivo bem organizados. E existe, pelo que pude apurar, desde 2008.

Sim, apurar é bem o termo. Passei um tempo bom lendo o blog, conhecendo a autora. E quanto mais eu lia, mais sentia que esta indicação é mais que pertinente.
E estava eu “revirando” o baú do Ainda MininaMá quando ela retuitou um post meu. Levei um susto, “será que ela tá me vendo?” rsrsrs  e disse a ela que estava sentindo falta de posts novos pois fazia um tempinho que ela não postava. Do micro papo surgiu o post do retorno; mais um serviço do tuí… bom demais!

Assim, neste dia em que o mundo resolveu não acabar (#fica mundo, vai ser legal rsrsrs) eu convido você a cohecer um blog bom: Ainda MininaMá.
Porque “uma vez MininaMá, sempre MininaMá”…
"- Agora diga tchau, Lilica.
- Tchau Lilica!"
Um beijo cheio de uma maldade nem tão má assim...
Patrícia Pirota
Copiei dela. Serei denunciada?

QUERO LER O POST COMPLETO

Divulgação de aniversário, novidades e um botãozinho

em 21/05/2011

003Oi, leitor! Tudo bem?
O post de hoje é especial porque é basicamente um post de divulgação.
Como o final de semana costuma ser mais fora da rotina, achei que sexta-feira seria um bom dia pra recomendar algumas coisas importantes e legais. E falar um pouco do meu blog também.

Para começar eu quero te convidar para arriscar a sorte. Recentemente eu fiz uma brincadeira aqui no blog, o Sorteio sem motivo. E um dos presentes, a necessáire calcinha de vaquinha, é um produto com a marca Bichos de pano. É sobre esta loja que quero falar.

Ela está de aniversário, e promovendo um sorteio muito legal. Na verdade são 3 sorteios em 1: você decide de qual quer participar. Eu, claro, embarquei em todos! E os prêmios? Gente, tudo by Bichos de pano, e eu posso atestar que os produtos que a Patrícia Daltro faz são lindos e com qualidade e acabamentos perfeitos!
Visite Bichos de pano e participe da festa de aniversário. Eu dou sorte, hein!

Agora este convite é para todos os que, de uma forma ou de outra, ajudaram na realização da 2ª Campanha Solidária.
Está publicado no Blog Solidário o balancete final, com a prestação de contas da rifa. Por favor, se puder, leia atentamente o post que lá está. Você verá que houve um saldo negativo. E para que esse saldo seja positivado eu vou deixar aqui neste post o botão do PagSeguro. É o mesmo botão de doação que você encontrará no Blog Solidário.
Caso você sinta em seu coração o desejo de ajudar a minimizar o saldo negativo basta clicar no botão e doar qualquer quantia. Para isso é preciso ter cartão de crédito e possuir conta no PagSeguro. Se não tiver cadastro lá é só fazer, muito simples, prático e seguro, pode confiar.
Então… dá uma clicadinha aqui?
Clique sobre o botão e faça sua doação de modo seguro via PagSeguro. Até 1 real já ajuda, tá? E caso não possua cartão de crédito mas queira ajudar, me diz nos comentários e eu te passo a conta da Luci, conta esta que é usada para fins de depósito das campanhas.
Atualizando: de acordo com a Luci não é preciso ter cadastro no PagSeguro para doar. Tem opção prá quem tem e prá quem não tem. E pode pagar com cartão de crédito, de débito ou boleto bancário.Facilitou, né não?
Agora sobre meu blog:
Eu estou reestruturando a minha lista de blogs. Na verdade agora são minhas listas de blogs. E isso tem 1 motivo e uma motivação.
O motivo é que do jeito que estou fazendo ficará mais fácil pra você achar blogs que gosto de acordo com o conteúdo. Temos agora:
  • Blogs de variedades (assim quiném o meu)
  • Blogs culturais e literários
  • Blogs de receitinhas e arteirices
  • Blogs para ler e pensar
  • Blogs de dicas
Ainda está em construção, e faltam muitos blogs que leio e aprecio. Aos poucos chego lá. Assim, tal e qual uma estante, minhas listas de blogs vão refletindo Um pouco de mim, de meus gostos e lugares por onde ando.


Tem outras coisas que estou implantando aqui no blog, aos poucos eu mostro. Estou atualizando meu Portfólio e também vou reorganizar a minha página de Parcerias. Em breve teremos novidades!
Para encerrar:
Eu quero ressaltar entre os blogs que chegaram há pouco em minha lista o Mulheres na informática, blog que conheci recentemente e que será muito útil a nós, que ainda estamos aprendendo sobre informática. O blog tem linguagem simples e a dona dele, a Josi Passarelli, também é uma simpatia. Super recomendo! Bora lá visitar o blog-bebê?
Obrigada por ler até aqui. Não esqueça o botãozinho. Este:


A foto do começo do post? Minha, um lírio lindo que tem em meu mini jardim…

QUERO LER O POST COMPLETO

Meus trabalhos e os 100 melhores blogs em língua portuguesa

em 19/05/2011

Olá, leitor! Tudo bem?
Quero mostrar pra você uns trabalhos que andei realizando. Ispia:
 Meu lar
Este é o blog da Suzete: Meu lar Art & Cia. Coisa mais linda ficou este blog! Delícia de fazer, a Suzete é uma fofa, muito simples e fácil de lidar. Quando enviei os esboços a ela achei que ela escolheria mesmo este, e como ela disse: até tinha outros mais sóbrios, mas este é tão alegre que ela se sente feliz ao abrir o blog. Coisa boa, né?
Neste trabalho eu fiz bastante coisa: além de inserir alguns gadgets e definir o visual do blog eu também configurei o domínio próprio do blog. Fiz algumas otimizações para posicionar melhor o blog nas pesquisas, e também apliquei algumas técnicas de S.E.O.
E a assinatura ao final do post.
Também inseri o favicon, que ficou lindinho.
Visite Meu lar Art & Cia e confira ao vivo.

Agora este:
EmQuantos
Trata-se de um blog muito interessante, com uma proposta diferenciada. São vários autores que se propuseram escrever sobre os mais variados assuntos, que normalmente não são abordados em seus blogs pessoais.
EmQuantos é um blog de modelo simples e elegante pois tem autores meninos, então tive que deixar as florzinhas de lado… e o resultado foi um blog bem leve e simples. Amei fazer.
Neste blog eu inseri um menu vertical parecido com o que tenho aqui no blog, o Menu Accordion, além dos recursos habituais como favicon, tradutor, proteção anti-plágio, botões de compartilhar posts:
Também inseri o contador de posts e comentários, numerei os comentários e inseri os marcadores em forma de menu suspenso:
E muito do que você verá lá é fruto do aprendizado da Sônia, que acompanha minha série Dicas para blogs com bastante empenho. Visite EmQuantos e conheça um pouco de meu trabalho, além de um blog-bebê que promete!

Para encerrar, este:
Mãe é tudo igual
Coisa mais fofa, né? Este é o Mãe é tudo igual, blog da Vanessa. Um dos blogs dela, aliás.
A Vanessa encontrou as imagens que queria usar, e eu montei o blog. Neste também inseri o Menu Accordion, um tradutor semelhante ao que eu uso, personalizei a caixa de pesquisa nas cores do blog, fiz o banner do blog e inseri o top comentarista:
Visite Mãe é tudo igual e diga se não ficou lindinho demais!

Agora uma partilha muito legal:
Recebi recentemente um email deste site: Twingly. Nele eu fui informada que meu blog consta de uma lista elaborada pelo site que lista os 100 melhores blogs de língua portuguesa. Eles listam blogs de várias línguas, claro,e isso eu achei muito legal. Não faço ideia de como meu Um pouco de mim foi parar lá (cadastrei o blog em tantos agregadores, será que foi isso?) mas enfim… ter o trabalho reconhecido é sempre bom.
De acordo com o email, numa tradução livre:
Há um monte de blogs em todo o mundo, alguns deles são um pouco maiores do que outros. Nós pensamos que seria bom ver que  blogs pertencem ao segmento de topo em várias línguas. Lembre-se que a lista mostra a blogosfera a partir do ponto de vista do Twingly.
Eu não sei ao certo qual a relevância do site em termos de blogosfera, mas claro que fiquei envaidecida, especialmente porque na lista dos 100 melhores blogs de língua portuguesa figuram nomes de blogs que eu leio desde sempre e que considero muito relevantes mesmo, como por exemplo o Usuário Compulsivo,Dicas Blogger, o Templates Novo Blogger,  o Ferramentas Blog  e o nosso conhecido e já indicado aqui Luz de Luma, yes party!
Clique Twingly e confira a lista. Diz que concorda com o blog de número 72?
QUERO LER O POST COMPLETO

Como saber quem linkou seu blog?

em 17/05/2011

Quantos links para seu blog existem? Impossível saber? Não, não é impossível.


Descobri uma ferramenta muito legal, que lista os blogs que contém links para seu blog. E vou te mostrar! Veja:

Backlink Checker - Descubra quem te linka
Digite o endereço do seu blog/site no campo abaixo:
Backlink Checker – Descubra quem está te linkando

Basta digitar o endereço completo de seu blog e clicar em Checar domínio. Vai, digita aí!

O serviço mostra todos os seus links espalhados por aí, seja em posts ou comentários, seja na sidebar. No meu caso são mostrados primeiro os links da sidebar, seguidos pelos links meus em posts e depois links em comentários que fiz deixando o endereço do blog. Mas pode variar de blog para blog. Legal, né? E tem mais!

Se você quiser pode colocar este recurso em seu blog e dar aos seus leitores a chance de checar os próprios links.

Para fazer isso clique em Design, no seu painel do blog. A seguir clique em Adicionar um gadget. Na janela que abrir escolha a opção HTML/JAVASCRIPT e aí cole este código:
 
<form action="http://www.iwebtool.com/backlink_checker/" target="_blank" method="get"><table style="border-collapse: collapse;" border="0" cellpadding="0" bordercolor="#000"><tbody><tr><td><table style="border-collapse: collapse;" border="0" cellspacing="5"><tbody><tr><td><strong>Backlink Checker - Descubra quem te linkastrong>td>tr><tr><td>Digite o endereço do seu blog/site no campo abaixo:td>tr><tr><td><input name="domain" size="45" type="text" target="_blank" value="http://www.inforlogia.com/" />td>tr><tr><td><input type="submit" value="Checar Domínio!" />td>tr>tbody>table>td>tr><tr><td style="text-align: right;"><span style="font-size: x-small;"><a href="http://www.inforlogia.com/backlink-checker-descubra-quem-esta-te-linkando/" target="_blank">Backlink Checker – Descubra quem está te linkandoa>span>td>tr>tbody>table>form>

Agora salve. Arraste para onde desejar. Agora seus leitores poderão checar os próprios links através de seu blog. O widget não pesa nada, tá? E serve pra você também checar periódicamente quem linkou seu blog. O único porém é que o serviço lista apenas 350 resultados…

Agora para os usuários do Twitter:

Este site mostra quem linkou seu blog no Twitter: Backtweets. Basta digitar o endereço completo de seu blog e clicar em Analyse.

 

Agora para encerrar, a última dica:

Abra seu painel do blog e clique em Adicionar gadget (ou Adicionar elementos de página, é a mesma coisa). A seguir escolha a opção Feed e onde está escrito URL do feed cole este código:

http://www.google.com.br/blogsearch_feeds?hl=pt-BR&q=link:ENDEREÇO COMPLETO DE SEU BLOG&lr=&ie=utf-8

Agora clique em Continuar. Agora configure ao seu gosto. Veja:

image

Então clique em Salvar. Caso seu blog tenha os feeds ativados você verá uma lista com os nomes de quem linkou seu blog. Se precisar ativar os feeds do seu blog leia: Tudo sobre feeds em um só lugar.

Gostou? Estou me saindo uma boa aprendiz de James Bond?

Semana que vem tem mais…

Aproveitando que você está qui quero te convidar para acompanhar o blog Concurso Conto Vidas. Nele serão postados os contos selecionados, sendo que haverá um conto postado por dia, sempre às 21 horas. Passa lá…

QUERO LER O POST COMPLETO

Descobrindo o que é ser mulher

em 16/05/2011

Outro dia eu estava papeando com minha sobrinha de 11 anos. Ela me dizia que ia pedir à mãe para levá-la ao pediatra porque estava sentindo dor nas pernas. Disse que queria mesmo era ir ao hebiatra, mas como ela ainda não menstruou o jeito era ir ao pediatra mesmo. Fiquei pasma.

Não por ela querer ir ao médico, mas por ela saber a diferença entre pediatra e hebiatra. Mas o papo continuou, e eu disse a ela que não ficasse tão ansiosa pela menstruação. Falei que era um coisa normal mas nem por isso menos chata. Ela me respondeu que não vê a hora de acontecer com ela pois quanto antes chegar antes ela se livra. Perguntei: “Como assim, se livra?” Só então ela me explicou e eu compreendi que na cabeça dela a menstruação viria uma vez, ela estaria livra e pronto, problema resolvido.

Olhei bem pra ela, em toda a sua convicção dos 11 anos. E falei: “Ana Laura, é pra vida toda. Até pelo menos os 45 anos, fora o tempo em que você estiver grávida, caso tenha filhos. É pra vida toda, todo mês, sem falta. E se você puxar à mim, com cólicas, dores no corpo, sensibilidade e muitas outras coisas, todas ruins”.

E ela? Arregalou os olhos: “O quê?????”

Ah… a perda da inocência. E esse papo com minha sobrinha nem de longe retrata o pior de ser mulher. Se bem sentir dores e irritação por dias e na sequencia sangrar por 4 dias seguidos não seja lá a melhor coisa do mundo…

Muito se fala sobre a beleza e a maravilha que é ser mulher. Pois eu digo que ser mulher é uma coisa muito difícil. E nem me refiro à parte física. Ainda hoje, em pleno século 21, nós mulheres somos as maiores vítimas quando se fala em violência doméstica. Em países em guerra as mulheres são as mais sofridas, estupradas e mutiladas. Sempre vulneráveis, sempre o alvo mais próximo, sempre consideradas cidadãs de segunda classe. Quem não se recorda dos absurdos em forma de piada que ouvimos sobre as mulheres?

É… ser mulher “num é brinquedo não”… Embora tenha algumas (poucas) compensações.

Imagem by Google Imagens

QUERO LER O POST COMPLETO

Pré-sentimentos

Semana passada eu vivi uns dias muito ruins. Nada muito tangível, mas uma sensação ruim, uma angústia, um aperto no coração. Começou de madrugada, fui conseguir dormir perto das 3 da manhã. Acordei no outro dia, liguei pra minha irmã e lá estava tudo bem. Liguei para minha mãe, de tarde falei com meu irmão. E a sensação permanecia.

No dia seguinte, muito mais angustiada, liguei pra uma amiga querida. Ela atendeu o telefone e eu comecei a chorar, conversamos, eu me distraí, a tarde caiu e depois de conversar com ela eu me acalmei um pouco. Bem pouco.

No outro dia esta mesma amiga me ligou para compartilhar comigo algo muito ruim, mas muito ruim mesmo que aconteceu com uma amiga em comum nossa. Você não imagina o quão ruim é o que aconteceu, e durante a nossa conversa ela lembrou da minha aflição nos dias anteriores. E detalhe: a crise de aflição e angústia começou depois que enviei um email à amiga que está passando pelo momento muito ruim. E eu não sabia de nada, mas algo em meu subconsciente me avisou. E fui desabafar justamente com a pessoa que pode me ajudar a entender pois foi ela a saber o ocorrido… Espantoso demais.

Não é a primeira vez que acontece. Há um tempo atrás acordei com a mesma sensação, ainda mais premente. E passei o dia assim, perguntando a todo momento se meus sobrinhos estavam bem. Estavam.

Mas no fim do dia um fusca desceu a rua da casa da minha irmã e passou por cima de 3 crianças que brincavam na calçada. Um dos meninos é meu sobrinho de 9 anos (na época). Ele quase nada sofreu pois se abaixou e o fusca passou raspando. Mas o amiguinho dele ficou muito ferido, inclusive quebrou o bracinho. Foi pou menios de 5 centímetros…

Em 2009 eu fui com minha irmã na fábrica para a qual prestamos serviço. Fim de ano, fomos receber. Enquanto descíamos a rua eu tive uma sensação forte de que ia cair. Sério, eu me vi tropeçando e caindo, e como eu caio muito facilmente, prestei ainda mais atenção. Menos de 10 minutos depois dessa sensação a minha irmã tropeçou num desnível da calçada. Caiu, espatifou o celular, rompeu um tendão e quebrou o pé. Mais de 1 mês paralisada. E na ocasião ela estava grávida e não sabia…até raio x ela tirou!

Há quem possa dizer que isso é bom, essas sensações. Que é bom saber. Acontece que não é bom, é um pesadelo. Simplesmente eu não sei o que é. Sei que algo vai acontecer, mas tenho apenas um vislumbre de com quem será. E não desejo a ninguém a angústia que sinto. Uma coisa sem explicação, uma espécie de sexto sentido mesmo. Sei que a ciência explica muita coisa, talvez explique isso. E talvez não tenha explicação, talvez seja algo relacionado à ligação que temos com quem amamos… porque sempre é algo com quem eu amo… E nem sempre é ruim. Já aconteceu de ser coisa boa, como um bebê, por exemplo. Mas aí a sensação é de paz. Então eu sempre sei diferenciar.

E antes que alguém diga que isso é mediunidade eu quero dizer que não acredito nisso. Tenho formação cristã e embora viva uma crise grande não quero e nem preciso de teorias religiosas. Respeito quem acredita, mas não estou contando isso para receber doutrina religiosa alguma; é apenas um desabafo mesmo.

… e também a vontade de ouvir alguém dizer que sente a mesma coisa… que afinal eu não sou assim tão esquisita rsrsrs

QUERO LER O POST COMPLETO

Os selecionados do Concurso de contos Conto vidas

em 14/05/2011

conto1aQuando a ideia do concurso surgiu eu imaginei, a princípio, que receberia de uns 15 a 20 trabalhos, uma vez que optei por não divulgar massivamente e nem mesmo aos seguidores do blog eu enviei boletim de convite. Pois bem… Recebi exatos 69 trabalhos. Este foi um dos motivos da demora em divulgar a lista dos selecionados.

Outro motivo foi que tive que abandonar minha ideia original de ter todos os trabalhos enviados presentes no livro coletivo de contos. Depois de ouvir a opinião dos meus jurados e de fazer uma pesquisa sobre custos e como ficaria a diagramação compreendi que um livro com tantos trabalhos seria impossível pois o custo seria inviável e de certo modo proibitivo por se tratar de uma primeira experência.

Foi inexperiência minha, e quero pedir perdão por não poder manter a ideia original. Agradeço do fundo do coração a todos que enviaram seus trabalhos, e sinceramente gostaria que fosse mesmo possível ter todos em nosso livro coletivo de contos. Mas, depois de muito sofrimento, resolvi ser sensata. E peço desculpas novamente, esperando não magoar quem quer que seja. Na próxima edição de um possível futuro concurso esse aprendizado muito me será útil…

E esse fato também me fez, depois de muitos emails trocados com meus jurados (o que seria de mim se não fosse a sabedoria do Alexandre, a assertividade da Dama de Cinzas e o bom senso da Macá?) modificar o número inicial dos selecionados. Explico.

Minha intenção era cruzar as listas dos jurados e daí escolhermos os 10 contos que iriam à votação dos leitores. Mas decidi, amparada nas opiniões dos jurados, exibir a lista com todos os trabalhos que foram selecionados e que, com a devida concordância de seus respectivos autores, farão parte do livro coletivo de contos.

Assim, ao invés de uma lista com 10 temos a lista abaixo. E todos os que desta lista fazem parte são os que estarão presentes no livro coletivo de contos caso concordem.

Certo?

Então vamos à lista de selecionados para o livro coletivo de contos, lembrando que a ordem é aleatória e nada tem a ver com classificação:

  1. Boneca defeituosa, de Ana Beatriz Lacerda de Queirós
  2. Um dia, de Alexandra Cunha
  3. Júdice, de José Claudio Adão
  4. Oito anos, de Patrícia Daltro
  5. Ana Luiza, de Iara Gonçalves 
  6. O barulho do mundo, de Lúcia Milene G. Ramos   
  7. Uma nuvem de Jerusalém, de Hadasah Avraham
  8. História de um celular, de Iram Matias 
  9. Nina e o sonho, de Vanessa Anacleto
  10. Namoradeira, de  Lufe
  11. Aniversário, de  Teilor Soares
  12. Querendo se manter honesta, de Pandora
  13. A marinheirinha ( a autora não enviou nome completo) 
  14. A estação de trem, de Irene Moreira
  15. Sonâmbulos, de  Érika Freire
  16. O fim do mundo, de Valéria Russo
  17. O boné encantado, de Anne Lieri
  18. Milagres da vida e do mate, de Vítor Isidro da Silva Bielaski
  19. Barulhos, de Maurem K

Agora vamos à votação?

Ela acontecerá depois de postados todos os contos selecionados. Para isso eu criei um blog específico: Concurso Conto Vidas. Nele eu postarei um conto por dia, sempre às 21 horas. Será assim por 20 dias, até que todos os contos estejam no blog. Manterei os comentários abertos pois acredito que os autores gostarão do feedback que pode resultar dos comentários. Leia, comente, diga sinceramente o que achou. Vai ajudar e muito aos autores!

Após a postagem de todos os contos selecionados eu vou abrir a votação popular para escolhermos os 3 vencedores. A estes 3 mais votados será dada a oportunidade de ter mais 1 trabalho participando do livro coletivo, além de um presente-surpresa para cada um dos 3 mais votados.

Em relação ao livro vamos falar depois de concluída estas 2 etapas, de postagem dos trabalhos e subsequente votação. Mas adianto que até a capa será escolhida por você, meu leitor querido.

Falando nisso:

A diagramação e a capa do nosso livro será feita por esta editora:

digitexto

Ela pertence à Macá e ao marido dela, a quem agradeço imensamente a oferta generosa para a diagramação e capa de nosso livro. Também já temos uma profissional que fará a revisão final do livro. Assim que autorizada eu informo o nome dela. Mas digo que a moça é muitíssimo bem recomendada!

Vou deixar o logo da editora em minha sidebar, e ao clicar nele você será direcionado ao blog Agenda Ilustrada. Caso deseje contato com a editora deixe um comentário e a Macá retorna, certo?

 

Agora vamos conhecer o primeiro conto? Clique Concurso Conto Vidas e leia Boneca defeituosa, de Ana Beatriz Lacerda de Queirós.

Boa leitura.

Adendo: Os contos que foram enviados mas não foram selecionados estão à disposição de seus respectivos autores. Muito obrigada a todos pela participação.

QUERO LER O POST COMPLETO

Sobre a indisponibilidade de acessar o Blogger

Olá, amigos!

Há mais de 24 horas o Blogger encontra-se em manutenção. Trata-se de uma manutenção programada, mas algo deu errado e o serviço permaneceu indisponível por mais de 20 horas. Caso alguém deseje mais informações pode procurar o Fórum de Ajuda do Blogger. Mas de antemão eu digo que:

  • Não adianta perder a paciência. O problema afeta o mundo todo, basta ver no Fórum que blogs de todos os países reportam o mesmo problema.
  • Ir ao Fórum e deixar mensagens desesperadas também não resolve.
  • O Blogger é um serviço gratuito. Então estamos sim sujeitos à instabilidades na plataforma. Vi no Fórum até ameaças de acionar o Ministério Público. Vi pessoas desesperadas, agressivas…Calma, do meu ponto de vista não é pra tanto.

    Então, reforçando: comentários e novas postagens via painel do blog ficaram  indisponíveis. Acessar o Design também. Meu conselho é como sempre: paciência, calma e sobretudo bom senso quando essas coisas ocorrem.

    Para maiores informações acesse Fórum de ajuda do Blogger.

    Atualizando:

    Pronto, acabou o pior do problema. Aparentemente voltamos à nossa programação normal. Aproveite que o Blogger voltou e faça backup de seu template e do conteúdo de seu blog. Para aprender comofaz veja: Como fazer backup do blog

    O Fórum de ajuda informa que os posts e comentários provavelmente serão “devolvidos”. Como sempre a dica é: paciência. Repito: o serviço é gratuito, então sejamos pacientes e tudo se resolverá a contento.

    QUERO LER O POST COMPLETO

    Conheça tudo sobre seus visitantes do blog

    em 11/05/2011


    Dia 10 de maio de 2011, às 23h31mn  eu recebi uma visita no blog que permaneceu nele por quase 5 minutos.
    Esse visitante usa o Firefox 4.0, o computador dele tem resolução de tela de 1600x900, seu sistema operacional é o Windows 7, ele tem IP registrado em Fortaleza, seu servidor é a Velox e seu Ip começa com 201.
    Não vou dar o IP completo, claro. Mas se precisasse eu saberia.

    O quê??? A Elaine tem uma bola de cristal?
    Não, leitor querido, não é magia.É tecnologia.
    Sempre quis dizer isso rsrsrsrs
    Agora que já espantei você com meus conhecimentos daquilo-que-ninguém-vê eu vou ensinar como instalar a ferramenta em seu blog.

    Isso é muito útil para saber de onde chegam as visitas, o que elas leem, quanto tempo ficam no blog, etc. E isso ajuda na hora de melhorar o nosso blog.
    Tem também um outro aspecto, e este eu gostaria de nunca precisar usar:
    Sabendo detalhes sobre quem acessa nosso blog podemos nos proteger melhor de coisas indelicadas como algumas pessoas têm sofrido por conta de maldade e grosseria em forma de comentários.
    Mas o meu objetivo aqui é ajudar a melhorar nossos blogs, e para isso saber mais sobre os leitores é fundamental. Sem contar que sou mesmo curiosa, então…
    Chega de papo, vamos trabalhar?

    Para começar acesse este site: GetClicky. Você verá esta página:


    image

    Clique em Register now, o botão vermelho.
    Agora você vai preencher com seus dados e fazer um cadastro. Está em inglês, mas é muito fácil. Veja:

    Email address – endereço de email válido
    Real name  - seu nome
    Choose a username  - um username, ou apelido
    Choose a password – crie uma senha
    Language  -  escolha a língua, ou seja, portuguese

    A seguir coloque o endereço de seu blog e clique em Register.
    Espere até que seja concluído.
    Vai abrir outra página onde você pode ajustar a hora para nosso fuso horário. Depois de ajustar clique em Enviar.
    Vai abrir uma página com um código.
    Copie a parte em vermelho e reserve.
    Agora, estando logado com sua conta do blog clique em Design.
    A seguir clique em Editar HTML e a seguir encontre esta tag:

    </body>

    Cole o código copiado acima dela.
    Pode confiar em mim, vai dar certinho!
    Agora clique em Salvar.
    Pronto, só isso.
    Mas não esqueça de salvar a página do site em seus favoritos pois você vai precisar sempre que quiser ver os dados do monitoramento de seu blog.

    Após uns minutos os primeiros dados já estarão visíveis em sua página personalizada no site. Quando quiser ver os dados de seu blog acesse a página do site, faça login e clique sobre o nome de seu blog. Assim:

    image

    No alto da página você verá algumas opções, como por exemplo:
    Painel Visitantes Conteúdo Buscas Links Plataformas Localização Campanhas Metas Espiar Twitter Preferências Taxa de rejeição

    Se clicar em Visitantes você verá um monte de coisa legal como as que citei acima, no começo do artigo.
    Basta escolher um dos visitantes que aparecerem e tudo estará lá, diante dos seus olhos.
    Como eu disse, não é magia… é tecnologia!

    Bora lá fazer? Se fizer deixe um comentário pra mim dizendo que deu certo, tá?
    E divirta-se exercitando sua porção James Bond.


    QUERO LER O POST COMPLETO


    Visualizações

    Contando...

    Dias online
    Postagens
    comentários