O perigo dos perfis falsos na blogosfera

em 4 de abril de 2011

falso, perfil falso, lobo em pele de cordeiro Caso você seja um leitor pouco usual deste blog pode ser que não saiba que eu tenho uma irmã mais nova que eu. Mais nova e muito mais esperta. Tem algo que ela sempre me diz quando falo dos meus amigos virtuais: “Laine, nem tudo é o que parece. Tem muita gente que finge”. E quando acontece algo que mostra que determinado “amigo” era na verdade um fake ela, se referindo a mim, sempre me diz: “Como pode alguém tão inteligente ser tão ingênua?” Ela está errada. Não sou ingênua, sou inocente.

Sim, existe uma grande diferença. Inocente é a pessoa que não acha que as outras pessoas farão algo de feio e ruim. Inocente é a pessoa que não fica sempre com o pé atrás. Uma pessoa inocente abre o coração, acredita no que os outros dizem. Uma pessoa inocente abre o coração para o afeto. E, quebrando a cara ou não, ela, a pessoa inocente, sempre dá uma segunda chance. Ela acha que existem mais pessoas boas do que psicopatas atrás dos teclados. Fazendo blogs. Tuitando.

Opostamente a uma pessoa inocente, a pessoa ingênua não vê o perigo a menos que seja tarde demais. Ela não se resguarda. Ela posta até endereço. Ela tem mais fotos que textos, e todas fotos reais porque ela, ingenuamente, acha que todo mundo é bem intencionado. Ela dá o próprio endereço para blogueiras que nem conhece (nem ninguém, aliás) porque ganhou um prêmio de sorteio. Ela, a pessoa ingênua, marca encontros via internet sem se certificar da segurança e da identidade de seu interlocutor. Ela dá telefone de casa, ela dá endereço, ela dá senhas. Até cpf e senha de banco. Sério, sem brincadeira. Ela confia cega e ingênuamente.

A questão aqui não é manter o anonimato. Acho muito válido manter-se anônimo por questões de auto-preservação. Há uma enorme diferença entre perfil anônimo ou com pseudônimo e perfil falso.  O lance aqui é criar uma vida fake, contar estórias falsas, retirar fotos do Google e mostrar como se fossem pessoais. Fotos de viagens, de ambientes, de partes do corpo. De supostos filhos, que um dia a gente descobre ser um escandinavo… É traduzir textos de blogs russos (por exemplo) para dar suporte à vida fake que inventou. Tudo com o propósito de iludir. De preparar terreno. Psicopatia, sociopatia. Preste atenção…

Então hoje a dica não é sobre seu blog, não é sobre livros, não é sobre comida. A dica hoje é sobre vida. Pelo amor de Deus fique ligado/a. Confie sim, mas sabe? Desconfie também… Um ser humano adulto não surge de geração espontânea e não é alguém sem laços. Preste atenção aos detalhes, às expressões linguísticas. Há gente que some e reaparece com novo perfil. E quando surge parece já saber exatamente o caminho das pedras, sabe quais blogs seguir, quais blogueiros “seduzir”, quais tuiteiros perseguir…

E desconfie de casos muito dramáticos, especialmente as que envolvem crianças e saúde. Como contei para o Alexandre e para a Renata conheci gente que para seguir comovendo matou a família inteira…

Psicopatas… medo…

 

Mas para não encerrar o post assim de modo tão assustador eu quero contar uma coisa deliciosa que me aconteceu sábado de noite: falei com a Fernanda Reali. Sério, falei mesmo. Ela me ligou pra falar de um trabalho que vou fazer pra ela e conversamos. Sotaque delicioso, mistura de gaúcho(sem tchê) com carioca, voz de menina doce e meiga e muitas risadas. Ela existe, pode apostar. E assim como quando eu falo com a Luci(beijo-me-liga, quero ouvir a sua voz de mãe rsrsrs) tenho ainda mais certeza que há mais gente boa do que fakes.

Louvado seja Deus.

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

82 comentários , comente também!

  1. Elaine du céu !!
    Sabe que a vi, é bem assim como sua irmã, eu tendo a me jogar de cabeça e ela fala, vai com calma, que as coisas nem sempre são como parecem... e infelizmente geralmente ela tem razão...

    A gente tem que ficar muito de olho mesmo, e deixar a inocência de lado, pelo menos um pouco de lado...

    bjus 1000

    ResponderExcluir
  2. oi Elaine

    Entendi bem o recadinho, valeu!!!
    lembrar é sempre bom porque a gente é inocente..rs

    abraços

    ResponderExcluir
  3. "Inocente": é essa a palavra que minha mãe usa para me descrever, ela diz que sou inocente, queira Deus que eu continue assim, pq não quero me tornar uma pessoa desconfiada, acho isso tão triste! Tento me preserva nos caminhos da net, não sei até que ponto tenho sucesso nisso, mas sei, que a parte meus erros, deslizes, quebrações de cara (hum, como doem), encontrei muitas pesssoas incriveis... diferentes, com cores, vozes e jeitos tão incriveis que vale a pena quebrar a cara um pouquinho para reconstruir no amor que sinto e recebo dessas pessoas legais que conheci pelos caminhos e descaminhos da net.

    ResponderExcluir
  4. Tem cada um... confesso que fiquei curiosa pra saber quem foi que matou a família...

    ResponderExcluir
  5. Apavoradaaaaaa!

    Sou muito ingênua prá perceber...affff... ainda bem que ñ tenho como receber nada em casa, tudo via cx postal, senão já tinha distribuído prá meio mundo, hahaha

    Bjos e obrigada por dar essas dicas!

    Clau (real) Finotti

    ResponderExcluir
  6. Assino embaixo e sei de muitas histórias assim infelizmente.
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Elaine

    sabe, eu acho tão estranho ter que acreditar que existe gente que perde tempo vivendo uma vida de mentira dessa forma... Fico pensando que ninguém perderia tanto tempo e energia em uma coisa dessas... Enfim, tem muito mais coisa estranha do que se pode supor não é mesmo?
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  8. Elaine
    Sabe que sempre fui pé atrás? Estou nesta vida de blogueira faz quase 2 anos e só a pouco tempo marquei de conhecer algumas blogueiras... sempre pensei, alma de paulistana, desconfia de todo mundo. Mas não sei, tenho medo sim, medo de me expôr, medo usarem a minha imagem... mil coisas. Esses dias atrás estava conversando com uma amiga que me contou que roubaram a foto dela no facebook (ela com um amigo), colocaram no perfil e falaram: olha que lindo os meus pais... ela ficou doente! Entrou fez um barraco virtual e a menina tirou... sei lá se era menina. Podia ser muito bem um homem, adulto mal intencionado...
    Não sou de entrar no mundo das histórias da internet... sei que muitas pessoas fazem sim! Mas tem pessoas tão dignas da nossa confiança que faz isso tudo parecer pequeno. De qualquer forma, vale o alerta! Todo cuidado é pouco!
    Beijos
    lelê

    ResponderExcluir
  9. Olha não sou tão inocente, tenho um super pé atrás. Mas, já fui demais, e ingênua tbm, só que dei sorte, poderia não ter dado. Hj não me arrisco tanto.

    Nunca percebi blogs fakes, mas, já vi aqui e ali algumas conversas sobre suspeitas.

    Eu sou real, tá? Carne osso e gordura. kkkkkk

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Ah,
    confesso que fiquei curiosa pra saber quem foi que matou a família... (2)

    ResponderExcluir
  11. Eu acredito que existem mais boas pessoas do que más pessoas no mundo virtual. Mas, ainda assim, tomo algumas precauções, pois nunca se sabe com qual delas podemos nos deparar.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. ELAINE!!!
    Que post importante!
    Parece óbvio quando ficamos sabendo de "casos", mas depois o tempo passa e a gente cai de novo na conversa das pessoas e acaba se envolvendo nas histórias dramáticas, principalmente quando envolve família.
    Como essa situação é triste!
    É difícil entender como as pessoas gastam tempo em inventar coisas.
    Sério! Fico muito triste mesmo.
    Meu marido tá sempre falando: cuidado, essa história aí parece invenção! rs

    Ah, e como é bom conhecer as pessoas de verdade, reais em todo o tempo!

    Bjo,
    Ale

    ResponderExcluir
  13. Faz tempo que eu acompanho vc e gostei desses alertas ... eu já estou esperta faz tempo.... por vários motivos... eu li sobre vc como ´o seu perfil e vi tanta coisa ali que parece que sou eu... sobre filhos, sobre família, animais e livros!
    Eu tb convivo com muita gente que não lê.

    Adoro esses aviso pra gente se tocar!

    bjks

    ResponderExcluir
  14. É um perigo.Mas então não podemos participar de concursos, pois nosso endereço aparce... E depois rola na net... Que coisa!!!

    Bom, não vou me preocupar...o meu circulo de amigas bçlogueiras tenhop certeza que é gente boa! Se esntrar numa fria será surpresa mesmo...Nelas eu confio, algo que o coração fala...TOMARA acerte,srsr beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  15. Uau! Essa do endereço pra receber premios me surpreendeu. Não tinha pensado nessa possibilidade! Que coisa!

    ResponderExcluir
  16. Me deu um pavor agora...
    Meu blog é tão real, lá tem minhas preciosidades (as fotos)
    Mas eu acho que sou um pouco de tudo: ingênua e inocente, ainda acredito no ser-humano.

    ResponderExcluir
  17. Eu já te disse que adoro as dicas que vc dá.E sempre saio com alguma informação nova.Mas hoje saio chocaaaada.

    Me encaixo no perfil inocente, sei e já dei conta de uma série de situações, só que essa do endereço me pegou.Nunca pensei nada por esse lado.O legal é que agora já sei como proceder. P/ que perfil falso, vida falsa...a real já dá tanto o que fazer.

    Linda semana

    Beijinhos

    Ana

    ResponderExcluir
  18. Ah,
    confesso que fiquei curiosa pra saber quem foi que matou a família... (3)rsrsrs

    ResponderExcluir
  19. Oiê! Já enviei um e-mail agradecendo sua valiosa ajuda, mas fica aqui registrado tb! Muito obrigada por vir me dar o help... Tudo foi resolvido!

    Agora que li seu post, me apavorei sabe! Sempre tive medo, mas o convívio diário com as blogueiras me fez confiar cada dia mais que podia postar o que desse na telha, mas agora não mais! Esse post foi um divisor de águas,vou tomar muito cuidado de hoje em diante!...rs

    Bjs e obrigada

    ResponderExcluir
  20. Oi, Elaine
    Post muito bom e, com certeza, é um superalerta. Aconteceu com minha sobrinha, na época com onze anos, no orkut. Sorte eu e minha filha vigiarmos com muito cuidado. Uma pessoa (não sabemos o sexo, nem a idade, nada)fez amizade muito rápido. Matamos a charada e demos logo um jeito de excluí-lo. Foi rápido, pronto para seduzi-la. Minha irmã não gosta de computador, então é mais fácil isso acontecer. Não podemos mais ficar de fora do universo de nossos filhos. Fico sempre com o pé atrás, mas não estou livre de cair num golpe.
    Um beijão! Te adoro!

    ResponderExcluir
  21. Oi Fernanda!!!
    Muito bom esse post...meu marido diz que eu sou muito inocente,que nem tudo é,mas eu não sou inocente,sou mesmo é desconfiada,desde 2006 que eu tenho blog e eu não consigo me expor...até andei postando algumas fotos...depois me senti tão mal e retirei.Não gosto de mostrar minha casa e de participar de sorteios,justamente pra não precisar dar os meus dados...sempre me perguntei se não estava sendo muito desconfiada.Twitter eu tenho desde novembro passado e aqui eu tbm sinto um certo medo de me expor.Mas com certeza eu sou eu mesmo e sou mãe,mulher,faço croche,to aprendendo a fazer patch,gosto de quase todos os tipos de música,mas a sertaneja é a minha preferida.Afinal eu sou uma caipira,vim da roça e me orgulho muito disso e chega de blablabla que eu já falei demais...kkkk.
    Boa noite.
    Bjssss
    Marilú

    ResponderExcluir
  22. Noooossa...
    Não tinha pensado em nada disso.
    Valeu a msn.
    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Oi Elaine!!!!
    Me desculpe...kkk...vi no twitter da Fernada e comentei pensando que o texto era dela....não sou ingênua...sou lerdinha mesmo....veja ai se vc quiser postar assim mesmo vc é quem decide ok.Vou te seguir ta.
    Bjssss
    Marilú

    ResponderExcluir
  24. Muito interessante o post de hoje.

    Sabe sorteios onde pedem além do meu do meu e-mail não participo.

    Só envio por e-mail se eu ganhar rs.

    Eu desconfio de todo mundo!!!

    Internet é uma janela para o mundo, nem sempre doce.

    www.maniadesabrina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Olá, Elaine!

    Quando comecei a blogar queria muito cultivar amizade. Via em cada expressão amiga uma possibilidade enorme de amizade, mas sempre fui muito resguardada, tanto que nem "ao banco vou pela internet" coisa que hoje é normal. Nem compras pela Internet faço (sou das antigas).

    No dia que descobri que nem todos na Internet estavam para fazer amizade, foi o dia em que revisei meus pensamentos.

    Não tenho uma visão ampla sobre o que está acontecendo com você quanto aos perfis falsos, mas posso te dizer que nunca confio à primeira vista, pois é preciso de um tempo para que as pessoas se expressem e saibamos o que pretende.

    Sempre soube que não são as fotos, nem a assinatura que vai dizer que a pessoa é realmente o que se diz ser, mas por trás do teclado há um ser e de acordo com o modo de expressão desse ser é que passo a gostar.

    Para ilustrar a forma como vejo a Internet quero dizer que desconfio de pedidos de ajuda isolados, através de um ou dois blogs. Geralmente o pedido de ajuda, para mim, deve vir com referências de alguém que já conheço.

    Não sou de mandar endereço e nem de marcar encontro, pois você já viu que no cotidiano passo mais em casa e não sou de visitas, nem de encontros com amigos.

    Mas tenho skipe, você tem?

    Sou real e gosto de você. Uma pessoa tão especial que vê a beleza em tudo que encontra.

    Infelizmente não consigo ser assim, o mundo não me parece ser tão belo, mas no mundo existem pessoas com muita beleza interior.

    Um beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  26. Há mais uma coisa temos em comum: inocência! Pois essa arte de pés atrás, eu ainda, e infelizmente, não domino!
    Uma pena ter que dizer que, hoje em dia, se faz mais do que necessário ter e manter os dois pés bem atrás pra uma vasta gama de coisas, pessoas, situações...

    Uma pena, mas quem realmente perde com tudo isso é o "reflexo do fake"!

    E ó, nunca nos falamos, mas eu sou REAL!!! kkkkk

    Xêros
    Paty

    ResponderExcluir
  27. que nojo que dá nem me fale... sei bem o que é isso, acredita q tem gente q faz ate corrente de fakes?? Afff

    mas como vc disse, temos que acreditat q existem mais pessoas de bem, no mundo neh...

    beijo amiga e boa noite

    Fernanda

    ResponderExcluir
  28. que nojo que dá nem me fale... sei bem o que é isso, acredita q tem gente q faz ate corrente de fakes?? Afff

    mas como vc disse, temos que acreditat q existem mais pessoas de bem, no mundo neh...

    beijo amiga e boa noite

    Fernanda

    ResponderExcluir
  29. É verdade, danado é identificar tais perigos, eu tbm sou uma distraida, de cara todos sãos maravilhosos e confiaveis, depois do estrago me dou conta da faceta.


    Deus nos proteja.


    Bjos amada. Bom vir aqui.

    ResponderExcluir
  30. Enquadro-me , em relação à blogosfera, exatamente como você bem colocou Elaine, porque em outros aspectos da vida sempre tive um pouco o pé atrás. Aconteceu comigo, quando iniciei o Blog do Uol que ainda mantenho,sempre comentava no Blog de uma criatura, por sinal fabuloso, intelectualizado, cultural tudo que você imaginasse e a pessoa se dizia doente terminal , do nada sumiu...Ao fazer este Blog no Blogspot encontro por aí em blogs amigos a mesma pessoa , vivíssima, sabe não tive coragem de acessar o link , a esta altura não sei quem é o fake. Você está certíssima , mas fica dificil nos precavermos. Ah! tenho mantido contato com a Luci Cardinelli. Beijos.

    ResponderExcluir
  31. Nem gosto de lembrar de quando comecei na net, era ingênua, inocente, boba, burra...Acreditava em tudo, me expus demais. Mais graças a Deus não aconteceu nada demais, apesar de continuar um pouco ingênua, um pouco inocente, não me arriso tanto.


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  32. Elaine, não sou inocente, desconfio pra danar! rsrs
    Mas também acho que entrei num círculo bom de blogueiros. Só me deparei, até agora, com a moça que matou de câncer o namorado/noivo, que ela nem conhecia pessoalmente, mesmo com 2 anos de namoro...Mas até hoje quero saber dela, gostava da danadinha! rs
    Mas acredito muito no ser humano, até prova em contrário.
    beijos!

    ResponderExcluir
  33. Oi Elaine, gostei muito da definição de inocente e acredito que me encaixo nela. Na minha vida real sempre confio desconfiando,procuro ler nas entrelinhas e na blogsfera tento não ser diferente.
    Inclusive já levantei suspeitas sobre um rapaz que se dizia tímido e vítima de paixão platônica.
    Com a ajuda das seguidoras o romance evoluiu rapidamente, mas o jovem sumiu sem dar explicações.
    Tempos depois um suposto amigo disse que ele sofreu um seríssimo acidente e estava enternado entre a vida e a morte. Mas que a princesa estava ao lado dele, dando todo amor e carinho. Nunca mais soubemos do Tonto, como ele se intitulava.
    Para terminar, parabéns pelos 2000 seguidores, estou comemorando os meus 100 rsrs e desculpa por ter "roubado" o seu post !!!

    ResponderExcluir
  34. Oi Elaine! Certíssima você! Eu era um pouco crédula quando novinha, depois o tempo vai passando você vai vendo e ouvindo coisas e pára para pensar. A TV (jornais, filmes etc) está aí para mostrar quanta coisa enganadora, é a realidade.
    Sou muito desconfiada e quase sempre acerto! Li 60 livros da Ágatha Cristie e aprendi aí alguma coisa para a vida real. Já segui blog que pedia dinheiro para a noiva ir ao enterro do noivo, para ajudar criancinhas etc etc Depois descobri que era FAKE. Continuo aprendendo muito. Eu digo sempre que Internet é a esquina de nossa casa, tem de tudo, do bem e do mal. Não coloco foto, endereço, dados importantes em lugar nenhum, não participo de sorteios, prêmios, nada ... Não tenho twitter, facebook, nem orkut, não gosto de me expor. E também certas pessoas falam tantas bobagens que acho perda de tempo. Eu sou um Golfinho Azul, pronto. Mas sou real, não tem mentiras no meu Blog, sou sincera. Acho eu que não tenho seguidora Fake, mas se tiver vou descobrir, sempre há uma maneira.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  35. É garota!! A gente fica esperta com as bordoadas! A minha última foi uma moça de João Pessoa (se liga!), boazinha que uma coisa!! Fim da história: Tive que colocar o meu marido no meio porque a tal se dizia apaixonada e resolveu tumultuar a minha vida. Descobriu telefone do meu trabalho/casa e perturbava dia e noite!
    Não confie seus dados pessoais a ninguém! Beijus,

    ResponderExcluir
  36. Acho verdadeiramente que o pior não são os fake, mas sim os que se dizem reais, os que existem, mas fazem gênero. Que te cativam, que são meigos, gentis, que até realmente se afeiçoam e tem carinho por algumas pessoas, mas que vivem uma vida inventada tanto quanto os fake, que são uma coisa em público, mas que por trás das cortinas da blogosfera assumem outro padrão de comportamento, que são capazes de exibir praticamente uma dupla personalidade, que dançam entre dois pólos... esses do meu ponto de vista, é que são os mais perigosos, os que causam mais mal, que podem devastar com a vida e paz alheia... e eu falo por experiência própria, porque vivi e ainda vivo isso na pele. E a consequência maior disso é que talvez eu tenha perdido justamente essa inocência, isso de estar sempre de braços abertos... E te garanto, o fato de ter um nome real, RG, CPF, conhecer pessoalmente outras blogueiras, trocar endereço e ter contato por telefone, não é garantia de nada, não significa efetivamente nada. Infelizmente ainda existem pessoas que se ocupam mais de viver a vida alheia e inventar uma realidade prá si, do que fazer algo de bom, útil, de tentar ser feliz com o que se é, com o que se tem...
    Achei o tópico excelente e prá mim, mais oportuno do que nunca. Beijos querida e boa semana ♥

    ResponderExcluir
  37. sabe o que acho mais triste nisso? é que histórias reais de tristeza, de pedido de ajuda não tem chances de encontrar eco. Todo mundo fica tão escaldado com esses fakes que, qdo aparece alguém que REALMENTE precisa de ajuda, logo a gente olha com desconfiança e pode até julgar errado.

    Como isso é complicado...e assustador!

    tem graça viver uma vida que não existe? que é um peido (desculpe a palavra) pq desligou o computador, a vida some no ar, fica só o mau cheiro...

    em vez dessas pessoas canalizarem este talento criativo para fazer histórias, criar personagens de livros, blogs, sei lá... misturam tudo e dá nisso.

    triste demais, realmente triste demais.

    hj, se der tempo, ou amanhã, toco nesse assunto e vou linkar esse texto, que está perfeito.

    boa semana, Elaine...

    ResponderExcluir
  38. Definitivamente, sou inocente!!
    Belo texto! Lúcido e alerta...
    Parabéns!!
    Beijos inocentes!
    Helô

    ResponderExcluir
  39. Elaine,

    Não sei se sirvo para ingênua ou inocente, nunca parei para pensar, mas analisando, me exponho muito, se bem que morando em cidade pequena é só perguntar e todo mundo sabe onde mora, onde come, enfim, sem falar que hoje nossos dados estão a disposição de quem quiser saber, basta fazer um concurso público e lá na inscrição aparece RG e CPF, ainda tem o currículo lattes, que tem que estar sempre atualizado e com foto, aí, estou a mercê do pessoal do mal. Não acredito muito em casos onde a desgraça é demais, quando o caso é sério dificilmente a pessoa se expoe assim, a não ser que espere algo em troca, estou sendo malvada? Sei lá, agora não sei como agir. Fiquei com medo.
    Mas a minha dúvida não é em saber quem matou toda a família, rs, mas sim quem ou o quê te motivou a escrever esse post, rs.
    Grandes beijos e ótima semana, não me esquece viu?!

    ResponderExcluir
  40. Elaine,

    Realmente somos inocentes.
    Eu particularmente sou e tenho procurado ficar mais esperta.Adorei o alerta,é sempre muito útil essas dicas.

    Um beijo querida!

    Simone Souza

    ResponderExcluir
  41. Bela postagem... eu que sou inocente - e não ingênua - já caí em vários... OPS - mas o que é isso???? sempre me pergunto... e às vezes até presencialmente!

    Mas os fakes, os doentes de plantão, achema na net um prato delicioso de ser preparado e comido! Então todo cuidado é pouco! Bjo!

    ResponderExcluir
  42. Infelizmente encontramos muitos lobos em pele de cordeiro... A vida nos ensina a ficar mais atentos e a não cair em tantas armadilhas...

    Você está em minha nova postagem... Quando puder passe para ver!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  43. Oi Elaine. Obrigada pela chacoalhada, serviu para eu começar a prestar mais atenção.
    Eu sempre falei para meus filhos: Cuidado com as pessoas na net, muitos se passam por algo que não são.
    Pois é.... tantos conselhos para os filhotes, e eu aqui bela acreditando em tudo e em todos, affff vou começar a ser mais cuidadosa de agora em diante.
    Beijinho.

    ResponderExcluir
  44. Infelizmente a gente precisa desconfiar, afinal há realmente muitas pessoas inescrupulosas neste mundo. Vamos ficar atentas e de olhos bem abertos.
    Mas ainda assim me satisfaz saber q tbm existem pessoas boas e reais, como vc, q pra ticam o bem, q trazem uma palavra amiga, q torna o mundo virtual mais aconchegante e menos frio. Adoro o seu cantinho, viu?!
    Bju grande!

    ResponderExcluir
  45. Se isso te conforta, você não está sozinha! Eu tbm sou muito inocente!

    Só agora, depois de quase 30 anos, estou ficando mais esperta!

    ResponderExcluir
  46. Não conhecia nem o livro nem o filme. Vou procurar para ler.
    Beijos
    Adriana Balreira

    ResponderExcluir
  47. Elaine, que pena, eu não sou mais inocente na net. Não que eu seja uma cobra criada que descobre quem é fake na primeira leitura, também não é assim. Mas eu desconfio até conseguir fazer um apanhado geral da " criatura" Mas concordo que tem mais gente que vale a pena do que cordeiros falsificados. Consegui tantas coisas legais através dos meus contatos nos blogs. Tanta gente já me indicou para trabalhos, eventos , divulgou meu nome sem que eu tivesse sequer pedido, que é preciso acreditar no ser humano e continuar sendo eu mesma, ajudando quem eu posso ajudar.

    beijos

    ResponderExcluir
  48. Eu acho muito massa quando vejo fotos de família, pessoas que não tem medo de se expor. Mas tô ficando escaldada nisso e já não me sinto a vontade.
    Bj

    ResponderExcluir
  49. Eu sou inocente tambem. Acredito em gente decente, pelo menos quero acreditar.
    Mas deixa eu te contar uma coisa que descobri: tchê é como uma lenda. Fiquei uma semana na serra gaucha, e nao vi ninguem falar tche! Falam muito "daí" e uma outra expressão que não consigo mais me lembrar, mas com certeza ninguem fala tche!

    ResponderExcluir
  50. Eita que eu sou real viu, rs.

    Mas olha, hoje na TV daqui no jornal do meio dia se falou sobre isso o Fake, sobre o Facebook. Alguém que copiou fotos e todos os amigos da menina, usou o mesmo nome e detonou uma porcao de palavras feias para os amigos da verdadeira pessoa. Ela conseguiu com a ajuda do jornalista localizar a pessoa e telefone. Uma pessoa que mora em Londres...

    Eu sei que eu coloco no blog muitas fotos pessoais dos meus filhos, etc, sempre confiando que algo assim nao vai acontecer, mas vejo que a cada dia tudo isso está ficando cada vez mais perigoso. Uma pena!


    Boa semana


    Bjao

    ResponderExcluir
  51. Elaine
    Como sempre, um post pra lá de bom. Vou divulgar também.
    Olha, quando comecei o blog eu não falava de mim e não colocava fotos. Depois, por incentivo de algumas blogueiras com quem fiz mais contatos, comecei a .... me deixar levar. É melhor retomar um pouco e lembrar sempre dessas coisas não? Se bem que, as pessoas com quem eu falo até por e-mail, são as que estão sempre por aqui, nessa turminha. Então, tudo bem. Tudo gente boa.
    beijos

    ResponderExcluir
  52. Elaine,
    Voce tocou em um assunto muito importante...Lendo o post eu percebi que sou os dois...ingenua e inocente...e acrescento tambem tonta..rsrsrsrs... mas eu tive e tenho sorte ate hoje porque todos os que frequentam o meu blog sao pessoas boas e que com certeza querem o meu bem...Meu blog 'e tao simplezinho que acredita que ate hoje eu nunca nem recebi um recado malcriado de anonimo...Espero continuar assim porque la 'e onde eu faço meus desabafos e onde espero receber colo e bons conselhos e ficaria triste se alguem fosse mal educado por la.
    Ah.. eu sou real viu!!! Pode perguntar pra Jane do Mulheres (Im)possiveis...nos conhecemos pessoalmente e ela alem de real 'e aquilo que escreve mesmo..maravilhosa...
    Beijos e obg pelo toque..vou ficar esperta ok..
    Bjs carinhosos
    Marcia

    ResponderExcluir
  53. Elaine,

    Tem maluco de toda espécie né? Tanta criatividade desperdiçada criando perfil fake. Pessoas assim deveriam escrever livros.

    Também confio bastante nas pessoas, mas ´procuro não ser besta também. Por outro lado, tenho amigos do blogue que ja se tornaram até clientes, falo por telefone, email. Tem sim gente boa e veradeira por aí.

    Ah, fui no blog da Luci para avisar que participarei da Blogagem #Culpazero e ela esta deletando o blog e disse que a Bola (ops, blogagem) está com você.

    Pois bem, estou participando.Rsrsrs. Tá de pé ainda???

    Beijos

    ResponderExcluir
  54. Elaine, cada dia que passa fico mais besta com o comportamento das pessoas! E eu, que me achava a FODONA, descobri ontem que sou uma bela duma inocente e até ingênua! Falei até com a Fer que a gente até conhece a loucura, mas tem um limite de loucura que não faz parte da nossa cabeça! Tô passada!
    Mas teu post é excelente e acho que devíamos até discutir mais sobre esse assunto na net.

    Bjs

    ResponderExcluir
  55. Elaine,

    Acho triste e doentio, mas infelizmente é a realidade, eu tbm sou inocente, não quero crer na maldade alheia, mas infelizmente ela existe...
    Seus posts são esclarecedores e servem de alerta.

    Bjão

    ResponderExcluir
  56. Olá Elaine,

    Muito triste tudo isso!
    Concordo plenamente com tudo que Alexandre falou e termino com o que a Chica falou, RT ...{Bom, não vou me preocupar...o meu circulo de amigas blogueiras tenho certeza que é gente boa! Se entrar numa fria será surpresa mesmo...Nelas eu confio, algo que o coração fala...TOMARA acerte,rsrsrs...}


    Beijão para você e tenha uma ótima semana!!!!!

    ResponderExcluir
  57. Oi Elaine!
    Eu me considero um pouco dos dois: ingênua e inocente, e graças à você, às dicas que me deu, procuro ficar mais esperta. Sabe, é que acho tão chato desconfiar, ficar com pé atrás! Mas a vida é essa fazer o que? Nem todo mundo é como a gente.
    Mais uma vez obrigado.
    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  58. Elaine
    Eu tenho tido muita sorte com os meus amigos, mas aqui em casa els usam de terorismo para comigo pois sou inocente até.
    Não tenho como inventar pois não sei criar sei escrever sobre minha gente.
    Mas parei de falar em passeios, apesar de passear muito, de colocar fotos recentes. Mas ainda coloco.
    Só peço a Deus para ter discernimento.
    E espero que não consigam me enganar apesar de toda minha bobisse e ignorancia.
    Mas que fazer depois de ser assim?
    Meus , irmãos, cunhada e cunhado e primos me pedem pra não escrever sobre eles.
    Pra ter cuidado!
    Então muito obrigada!
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  59. Ai eu fiquei assustada agora. Acho que sou inocente mas também um pouco ingênua.
    A gente vai deixando as coisas correrem mais frouxas, esquecendo que ao mesmo tempo que tem um monte de amigas que nos querem bem, há outro tanto de gente torcendo contra, com inveja e querendo prejudicar.

    Ótimo texto, como sempre.
    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  60. Na inocência eu estou até hoje. Custei foi a sair da ingenuidade. Tomei tanto na cara e no lombo que (acho) aprendi.rsrs. Valeu, Elaine. Meu abraço. paz e bem.

    ResponderExcluir
  61. Elaine,

    Tanta informação e emoção já rolou sobre esse assunto que nem sei mais o que escrever.
    Amanhã meu post também irá tratar deste tema... mas, sabe que cada vez que tento entender o que motiva uma pessoa a criar um perfil falso, inventar uma história, enganar pessoas, menos eu consigo entender?

    Não sei se sou ingênua ou inocente, mas como escrevi no post, acho que somos simplesmente Humanos e por isso acreditamos (ou queremos sempre acreditar) nos outros. No meu caso, teve casos que desconfiei e teve outros que jamais imaginei. Como também já fui acusada de ser fake e outras vezes me falaram para ter cautela com fulano ou sicrano.

    Decidi também não participar mais de sorteios, existem outras razões para isso, mas essa exposição já me incomodava.

    Não falei ainda com Fernanda, a Luci ou você, mas conheci a Lelê (casadecatarina) pessoalmente e posso dizer que foi uma surpresa maravilhosa!

    Beijos ;)

    ResponderExcluir
  62. É de realidade incrível isso que você diz, e com o tempo que navego sempre aconselho que fique de olhos e ouvidos abertos. Não vá se jogando de vez em tudo ou todos que querem um pouquinho de atenção sua.
    Muito bem mandado.
    Abraço

    ResponderExcluir
  63. Oi Elaine,boa noite !!!
    Não sou blogueira mas fico muito com os dois pés atrás...qdo visito blogs,leio comentários...enfim isso me entristece mais ainda,pq na vida real mesmo existem PESSOAS FAKES...e posso dizer que cai em cada uma...
    Outro dia coloquei meu nome no google e fiquei arrepiada,muitos comentários expostos,inclusive email,que m...!!
    Infelizmente a vida nem sempre é cor de rosa...as vezes cinza até demais!!
    Gostria de pedir que fizesse tbm um post falando sobre isso tbm para aas leitoras sem blog...que participamos de sorteios que depois o patrocionador entrará em contato através do nosso email...essas coisas todas,pode ser Elaine?
    Obrigada pela a atençao e desculpe o tamanho do comentário q aliás virou até uns pdisos...rs.
    Tenha uma linda semana.
    beijo.

    ResponderExcluir
  64. Eu não sou fake viu?
    Eu sou real!

    Tenho pena de quem se acha que resgurda e acaba esquecido no anonimato!
    Bom é falar a verdade!

    Bela semana!

    bjo

    ResponderExcluir
  65. ELAINE QUERIDA...
    nossa quando vc descreve essas coisa dá um frio na barriga, credo, eu ainda não sei se sou inocente ou ingenua...sou é babacona mesmo..kkkkkk
    bom, ainda bem que existem pessoas lindas por de trás dos teclados, que existem, são reais, tem vida real e se dão pra nós com suas verdades, seus medos, seus defeitos e amizade.
    graças a Deus.
    querida...batizei a bhasinha ontem ,( as fotos ficaram uma porcaria) mas arranjarei outras dos padrinhos ,pois quero que veja que ela estava com as fivelas jeans que vc deu de presente,...
    muio charmosa, precisa ver...
    foi muito bonito...
    fique com Deus e tenha uma doce semana.
    ah! vou participar do concurso de cronicas, não resisti...kkkk

    ResponderExcluir
  66. Infelizmente é verdade tudo isso. Tem cada doente neste mundo que até Deus duvida. bjsssss

    ResponderExcluir
  67. Me identifico com pessoas que gostam de escrever,e a idéia é de que sejam todas honesta, porque a escrita tende a tirar as pessoas da escuridão(penso eu)que pena que usam de talentos para enganar os outros.Poderiam estar construindo verdadeiras pontes de amizade.Mas vc está certa.O cuidado é sempre uma obrigação.Recado aceito.Abraço

    ResponderExcluir
  68. Nossa! Hoje falei com meu marido sobre isso, uma amiga virtual me ofereceu a casa dela para ficar em São Paulo, ela estará viajando e a empregada estará só...claro que não aceitei mas pessoas boas acabam caindo nesses golpes todos, talvez por carencia ou inocência mesmo. Foi bom o seu alerta. Bj

    ResponderExcluir
  69. Como sempre, um ótimo post que nos faz pensar. Adoro!

    Eu sou meio tonta para essas coisas, pois como eu não faria certas coisas, jamais passa pela minha cabeça que alguém pudesse fazê-las...

    Até hoje tive a sorte de conhecer ao vivo e em cores pessoas muito boas, divertidas, engajadas em projetos legais. Ainda não convivi com pessoas assim e morro de medo que um dia possa acontecer.

    Amei falar contigo, simpática, acolhedora, divertida. Valeu as risadaaaaaas

    beijoooo

    ResponderExcluir
  70. sou cética. e tbm desconfio qdo as pessoas se apregoam mto inocentes, ingênuas e certinhas. ng é 100%. temos momentos, na gde maioria do bem.
    alguém falou da menina q matou o noivo de cancer. eu acompanhei o final da estoria e desde o começo desconfiei. agora ela se superou, falando q o noivo " se matou " para fugir dela. mas confesso q a sigo o twitter p ver se ela escorrega e esquece alguma mentira q contou. ja li outro q a garota dizia q a filha morreu aos 6 anos e duas semanas depois nasceram gemeos e ela " esqueceu " da filha morta.

    ResponderExcluir
  71. Oi Elaine

    Seu artigo é muito importante pra alertar as pessoas.

    Acredito que pra não haver decepções o melhor caminho é não criar muitas expectativas sobre as pessoas e esperar que a relação amadureça pra estreirar mais os laços.

    A internet é um lugar que propicia muitos conhecimentos e contatos que sem ela seria impossível, não precisamos ser radicais demais, devemos sim fazer amizades mas com a consciência de elas podem não durar e podem nos decepcionar.

    Um Abraço
    @anakint

    ResponderExcluir
  72. Outro dia li que na net, até que se prove o contrário, todos são culpados...rs

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  73. Palavras mais do que reais. E todas elas, aplicam-se a mim mesma... Quando entrei na net, mergulhei de cabeça e até hoje, mesmo tendo apanhado, chorado amargamente, sofrido alguns golpes (inclusive financeiros), continuo acreditando! Mas isso é horrivel, porque é estar incorrendo nos mesmos erros!!! É como se nunca aprendessemos a enxergar a realidade das coisas... Achar que todo mundo é bonzinho e o mundo é livre de sociopatas e psicopatas, é mais do que irreal. O pior é que, sabemos disso e por que, continuamos CONFIANDO? Eu mesma não tenho resposta para a pergunta...

    Mas, a minha filosofia é: Não estou errada em confiar, errado é quem não merece a minha confiança! Mas isso não ameniza os tormentos que já passei nos 5 anos de internet!

    O bom de tudo é que, já encontrei poucas e boas pessoas na internet. Isso prova que, o mundo näo está de todo perdido!

    ResponderExcluir
  74. Eliane, sou um pouco assim tb...
    Mas temos que ter mais atenção não é??

    Daqui a pouco para continuarmos a fazer sorteios teremos que ter algum tipo de certificação das editoras... Medo!!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  75. Ai meu Deus, eu acho que sou das ingênuas!!! Tenho que me policiar mais!

    ResponderExcluir
  76. Sei que acontece mesmo assim Elaine,pessoas que são falsas e ate muito maldosas mas é verdade também que encontramos aqui muita gente maravilhosa e humana .
    Também sou inocente porque falo tudo e sempre a verdade.Exponho fotos e esse texto leva-me a refletir e tomar uma atitude ,talvez de tirar as fotos de meus queridos da net.
    Creio que não custa ser um pouco menos inocente.
    Bjs
    Teca

    ResponderExcluir
  77. Elaine,
    foi bom esse texto!
    Preciso me policiar tb, mas não quero viver com medo...
    Fiz muitas amizades no blog e alguns conheci pessoalmente já, prefiro me apegar a eles!
    Mas vc e a Patricia falaram hj tudo que eu poderia ter falado quando aconteceu comigo... Mas deixei pra lá!
    Só ficou aqui a lição aprendida e bola pra frente!
    Grande beijo!
    ^^

    ResponderExcluir
  78. Amiga, entendi NADA, dá pra mandar um e-mail explicando as entrelinhas que não consegui ler??? Passei esses dias ausente da blogosfera, por conta da dissertação, e qdo vejo tá todo mundo falando de um determinado caso, mas ninguém fala TUDO mesmo. Nem precisa publicar este comentário, só me esclarece por e-mail, por favor. Vou passar o dia na rua, mas posso ler e-mail no celular.

    Bjo

    Bel

    ResponderExcluir
  79. Eu tomo algumas (boas) precaucoes... so' nao consigo entender uma coisinha... se nao e' 171, golpista, o que a pessoa ganha fazendo aqueles Blogs falsos?
    Alguem pode me explicar?
    Bjs!

    ResponderExcluir
  80. Elaine, deixa eu te falar uma coisa: EM SEIS ANOS DE BLOGOSFERA, eu já vi de tudo.

    Eu já vi de tudo e te afirmo que,


    QUANDO MEU CORACAO COMECA A NAO ACETIAR UM BLOGUEIRO, É HORA DE CAIR FORA. É SINAL DE QUE ELE, OU ELA, NAO É CONFIÁVEL.

    Eu sou muito sensitiva e percebo as mensagens da minha vida m, nas entrelinhas.

    Se um amigo que criou um nome _ afirmando que é para se proteger - comeca a me questionar, a me dar raiva, desisto dele por que, definitivamente, algo está errado com ele que, protedgido por nicks, passa a me assustar.

    Nao acredito em BLOGUEIROS QUE MARCAM ENCONTROS COM OUTROS E NUNCA APARECE. CONHECO DUAS QUE SAO ASSIM, DESDE QUE A ENCONTREI NA NET.
    Nao confio em blogueiras que NINGUÉM NUNCA A VIU;
    NAO CONFIO EM BLOGUEIROS QUE COLOCAM NO PERFIL DESENHOS E FOTOS QUE NAO SAO DELAS E, AO SER INQUIRIDA, FICAM CHATEADAS.

    Tem uma blogueira famosa que eu fiquei 3 anos, cismada com ela. Até que, ano passado, a máscara caiu: ela usava uma foto no perfil dela e eu tinha certeza, Elaine , de que tinha visto aquela mesma foto num site americano. Ela nunca disse a ninguém quea foto era ela mas, tbm, NUNCA NEGOU.

    Até que, ano passado, Elaine, ela trocou a foto do perfil e eu cai de costas. A mulher era, literalmente, ums er estranho. E eu falei: ué, quem é essa mulher no seu perfil?


    ela, secamente, falou: EU!


    E eu disse: Ih, eu pensei que vc fosse diferente....

    Ela cortou relacoes comigo e pediu a outras blogueiras para retirarem meu blog da lista dela e elas tiraram...

    Até que, meses depois, ela voltou, Elaine, a usar a mesma foto fake...

    Sei que muita gente desconfia de quem pede ajuda. Eu abracei uma causa: da crianca refugiada em Mocambique..:mas, sempre que lá fui, mostrei fotos e tudo o mais... E, na internet, Elaine, se vc cola meu nome, vc vai saber quem eu sou, o que faco, e tem meu telefone, fotos de meu perfil, etc.
    nao exponho tanto minha familia, mas, quem ler meu blog, sabe quem é meu marido, e filhos e genros por que em datas especiais eu falo e mostro fotos deles.


    Mas...

    ufa!!! já vi de tudo..até blogueira que disse ter morrido para nao aparecer para o futuro marido, já que ela era gorda e mentia; já vi moca cancerosa e anuncio da morte..Bloogueiros foram atrás e viram que ela nunca existiu...

    Assim, nao confio mais como antes...

    MAS,CONFIO MUITO MENOS EM QUEM USA NICKS...

    EU AINDA PREFIRO OS BLOGS CUJOS DONOS MOSTRAM UMA VIDA NORMAL...E VIDA NORMAL, PARA MIM, TEM QUE SER REGADA À TRANSPARENCIA.

    DIAS FELIZES


    graceolsson.com/blog

    ResponderExcluir
  81. Boa tarde Elaine, concordo com o Alexandre Mauj, quando diz que o pior disaso tudo é a falta de confiança nas pessoas que realmente merecem. depois de tantos fakes. Eu acredito que sou inocente também. Sou bastante desconfiada e já quase fiquei paranóica, achando qu me persegiam, que sabiam minha senha etc... Sempre estou lendo sobre segurança na net, e tenho um pouco de medo de expôr minha família, pessoas que amo. Por ser muito sincera acabo muitas vezes, falando de mais de minha vida. Porém sou assim e não vou mudar (acho), mas tento tomar cuidados básicos sim. Existem pessoas horríveis, mas prefiro, como a maioria, acreditar que existem mais bons que ruins.
    Fico feliz que tenha melhorado Elaine. Bjs

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…