Das coisas incompreensíveis

em 22 de abril de 2011

tristeHá muitas coisas que eu não entendo nesta vida. Muitas mesmo.

Tenho uma vizinha de pouco mais de 30 anos, que mora há 4 casas da minha. Uma moça muito alegre e trabalhadeira, com um filho de cerca de 12 anos para criar sozinha. Ela costura camisetas, ela vende Avon, ela vende lingerie, ela se desdobra. Ela está com câncer no cérebro.

Sou muito caseira, e nesses mais de 10 anos que vivo neste bairro, jamais entrei na casa de vizinho algum, nunca. Nem eles na minha… sou assim, fico semanas sem botar o pé na sarjeta. Mas ontem eu a vi. Saí para atender o carteiro e a vi. Ela, que tinha cabelos escuros cacheados, está completamente careca. Extremamente magra, pálida e já sem enxergar.

Senti um choque, meu coração falhou. Ela não me viu, ela quase não vê ninguém. Em pouco mais de 2 meses a doença evoluiu de modo assustador. O filho quase não fica em casa porque é impossível a ela cuidar dele como sempre fez. O cachorrinho dela vive o tempo todo na rua, alimentado por vizinhos. E eu entrei em casa e chorei.

Chorei por ela, chorei porque não entendo. Ela é metodista, apaixonada pela igreja que frequenta. Eu me pergunto por que… por que com ela, enquanto tanto bandido, estuprador e assassino vive a vida numa boa, gozando de saúde perfeita, fazendo o mal e servindo ao mau. Sei que muita gente vai me dizer um monte de coisas, mas adianto que nada me convence. Não entendo como Deus pode deixar isso acontecer, olhar e não fazer nada.

Sim, é um desabafo. Sim, nessas questões está a base da minha crise de fé. Perdi a fé que sempre me moveu porque cansei de ver gente boa morrer e ver bandido corado e saudável. Cansei de ver, cansei de esperar e de acreditar.

Sei, como tantas vezes me diseram, que a recompensa aos bons está guardada. Tem dias que me parece que está é escondida….

Amanhã vou levar bolo de chocolate que fiz pra ela. Claro que bolo de chocolate não resolve, mas se um dia eu estiver com uma doença assim eu vou gostar se alguém fizer bolo de chocolate pra mim. Nem sei o que vou dizer, acho que não direi nada.

Mas vou. Com o coração partido, mas vou. Queria poder fazer mais do que um bolo…

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

85 comentários , comente também!

  1. Oi Elaine!!!
    Eu creio muito em Deus...mas tem umas coisas que eu tbm sinceramente não entendo e fico me perguntando...Porque Deus?
    Bjssss
    Marilú

    ResponderExcluir
  2. Às vezes ficamos pasmas, semm entender mesmo...
    Triste isso.

    Mas uma coisa tenho certeza: ela vai adorar o bolo.

    Sabes, por vários anos,fiz bolos pra levar às amigas smepre que tinhasm problemas: elas adoravam e nem sabiam o "tempero, ingrediente que eu colocava neles. COR

    Se tinham problemas de saúde: o bolo era verde, se estavam com problemas amorosoa, :Rosa...

    Sempre gostei disso.Um bolinho simples, mas com amor. Tenho certeeeeeeeeeza que ela vai adorar.Vai firme!

    FELIZ Páscoa! beijos,tuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Faça!..além do seu bolo de chocolate...visite-as mais vezes..e saía da sua redoma como vc propria diz...e vá ate´ela mais vezes na semana...e apenas a ouça.

    ResponderExcluir
  4. Elaine,

    Torne a vida dela mais doce e a sua também. Se é pouco? Sinceramente, acho que não.

    Nós todos sabemos que um bolo de chocolate pode fazer toda a diferença.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Rezo todos os dias pra que tudo melhore,peço todos os dias por
    um mundo melhor,pra que nimguém
    mais sofra,peço pra que sejamos
    mais solidários,mais tolerantes,
    mais piedosos e corajosos.
    Mas acima de tudo pra que não
    percamos a fé.
    Teu bolo a ela é um ato de fé,e
    coragem.
    Meus cumprimentos e boa Páscoa.

    ResponderExcluir
  6. É Elaine, o bolo de chocolate não resolve o câncer dela , mas deve ajudar um pouco com a parte que os remédios não curam. E isso é muito importante. Eu tb ia gostar de receber.

    ResponderExcluir
  7. Elaine,

    ...também não consigo entender?
    Dê um abraço nela por mim.
    Nem sei o dizer, estou chorando...porque não sei o que será o amanhã.
    Ninguém sabe o que vai acontecer no próximo segundo...
    Feliz Páscoa! e um Carpe Diem (Aproveite o dia - e viva intensamente).
    Um grande abraço,
    Marise.

    ResponderExcluir
  8. Minha crença espiritual é reencarnatória, sou espiritualista, mas mesmo acreditando nas leis de causa e efeito, em retornos, ainda assim me pego muitas vezes na mesma situação de questionamentos como você, até mesmo com relação à minha fé.

    Com certeza, um ombro amigo, palavras doces e gentis como só vc sabe dizer e um belo bolo de chocolate fazem maravilhas ao ânimo de qualquer pessoa, ainda mais em alguém com esse tipo de fragilidade!

    Xerinhos, frô!
    Paty

    ResponderExcluir
  9. Eu te dou um bem vindo ao barco dos que estão em crise existencial ou é vc que me da Elaine???

    Essa semana uma das irmãs da minha igreja, gente boa, cristã de verdade(coisa rara hoje em dia), mãe, pessoa de firmeza e carater, batalhadeira que já havia lutado com o cance antes perdeu um dos seios e seguil a vida, mas agora se percebeu novamente tendo que enfrentar o mesmo mal...

    A gente fica sem saber o que dizer... Repito de mim para mim mesma que "Deus tem plano"... mas por dentro essas histórias doem!

    ResponderExcluir
  10. Elaine,
    Que história triste. Vc tem toda razão, porque tantas pessoas maravilhosas sofrem tanto e pessoas más estão aí só se dando bem. Dá uma dor no coração também.
    Boa sorte na hora de dar o bolo. Força e bençãos para vc e sua vizinha.
    Feliz Páscoa!
    Adriana Balreira

    ResponderExcluir
  11. Elaine querida, entendo muito bem sua indignação. Realmente é dificil de entender como uma doença tão terrível e avassaladora entra na vida das pessoas e se perguntar porque Deus "deixou" que acontecesse. Leve sim seu bolo de chocolate, tenho certeza de que fará a diferença no dia de sua vizinha.

    Beijos Edi

    ResponderExcluir
  12. Deus estã no bolo de chocolate.Este mesmo que você preparou.

    Boa Páscoa.

    ResponderExcluir
  13. Também não entendo porque coisas ruins acontecem a pessoas boas... Talvez nós as vejamos assim, talvez para Deus a morte tenha um significado totalmente diferente, seja um renascimento, o final do ciclo de sofrimento neste planeta onde existimos como carne corruptível, só assim pode haver alguma explicação.
    Parabéns pela sua atitude em relação a ela!
    Beijo
    Adri

    ResponderExcluir
  14. Elaine,
    Quando vc levar o bolo, se você falar alguma coisa, diz para ela que eu estou mandando um beijo,um abraço, o meu carinho.
    Eu também não sei o que dizer nessas situacões, sei apenas que, apesar de não poder fazer de efetivamente útil, o afeto ajuda muito.
    Um beijo grande e muita luz.... ela vai gostar muito de te receber na casa dela.
    PAola

    ResponderExcluir
  15. Oi Elaine!

    Não tem mesmo o que dizer a ela, mas tenho certeza que seu bolo de chocolate fará toda a diferença no dia dela.

    Tem dias que não nos conformamos mesmo com aquilo que achamos injustiça... não se culpe por isso.

    Mas não deixe de levar seu carinho lá, viu?

    Bjos.

    Clau Finotti

    ResponderExcluir
  16. Oh Elaine, que horrível isso. Não pude evitar as lágrimas aqui. E não entendo também essas coisas. E, porque Deus deixou seu próprio Filho ter uma morte tão terrivel? Infelizmente são incognitas que nunca poderemos responder. Conheço o rapaz que passou pelo mesmo problema, morreu já. E ele tinha uma espantosa esperança de ficar curado. Sabé, eu acredito, ou procuro acreditar, que Deus tem algo maravilhoso preparado para essas pessoas, algo que elas só conseguirão obter passando por essa "cruz". É dificil aceitar, eu sei, porém pensando assim, fica mais fácil. E, creio que precisamos acreditar em algo, em alguém, não é? Se é assim, melhor acreditar nessa hipotese, de que além do sofrimento intenso, existe um paraiso eterno e maravilhoso. Além do bolo de chocolate, dê um abraço por mim nela (se não te constranger), e estarei em sintonia com Deus por ela e pelo filho, que no final da contas, será quem mais sofrerá (na minha opinião). Boa noite e grande abraço.

    ResponderExcluir
  17. Te dou todo o apoio!!!
    É tempo de reflexão, e Deus sempre tem um propósito para nossos pensamentos.
    Fica com Deus e ótima páscoa para vc e para sua familia!!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Perder a fé? Jamais.
    Mas também me pergunto todos os dias: por que?
    Nunca vamos saber, apenas temos que lutar para sobreviver dignamente e ajudar o máximo de pessoas que precisam e merecem.
    Esta é a minha vida
    e acredito que de milhões de pessoas em todo o mundo .........
    Leve o bolo sim, é um carinho e você vai se sentir bem.
    Saúde e paz.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Concordo que há situações que nos toma de forma automática a optar por uma reação desta de perder a fé,e achar que Deus é injusto e até cruel algumas vezes. Mas,devemos lembrar das palavras do Divino Mensageiro: "Pegue sua Cruz e Siga-me". Com frase Ele está nos dizendo que não devemos desanimar, mas seguir à diante. Ele não enganou ninguém e nos mostrou que aqui seria mais lágrimas que alegrias mesmo.Mas,também deixou que parte do Caminho da Via Cruzes carregassem a sua Cruz.
    Neste momento ajude à ela carregar à dela. Leve seu bolo,leve alegria. Esta é a parte até onde você pode ir. Ore e peça por ela,porque o mundo não necessita dos desanimados,mas dos perseverantes e fortes. Beijos,Elaine.

    ResponderExcluir
  20. A minha fé já não é mais a mesma há 3 anos atrás quando Deus resolveu levar o meu pai de 45 anos após um câncer no pâncreas. A minha indgnação é tamanha que acho que nem eu mesma sei dimensionar o quanto.

    sem mais palavras Elaine, me cairam lágrimas agora....

    Bom fim de semana, beijo.

    ResponderExcluir
  21. Elaine
    Sem palavras, só te lendo, te entendendo, sentindo com você.
    "Queria fazer mais que um bolo" só de ir e levá-lo já fez tudo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oi Elaine

    Tem dias que não entendemos o sentido da vida, tem coisas que são incompreensíveis mesmo.
    que bom que vc vai la dar um carinho pra ela!!!

    grande bjooo

    ResponderExcluir
  23. Linda atitude Elaine. Mais linda seria se você não falasse sobre o bolo que fez. Desnecessário... Bjo

    ResponderExcluir
  24. Eu de novo, rsrs... é que tá "escrito", né? Uma mão não precisa saber que a outra faz...

    ResponderExcluir
  25. Fernanda Iasi, boa noite
    Bem, eu não considero desnecessário falar de minhas coisas, falar exatamente aquilo que quero. Mas, claro, esta é minha opinião e francamente, desnecessária é sua critica. Até porque neste momento não me passa pela cabeça querer aparecer. É apenas um dasabafo mesmo, com lágrimas de frustração e tudo. E sua crítica foi injusta, dando a entender que quero me exibir.
    Boa noite

    ResponderExcluir
  26. Elaine, amiga, eu acho que o bolo, uma garrafa térmica de chá, um cd com músicas para ela ouvir por algumas horas, já que não pode ver, são atos enormes de amor. Só os corações generosos são capazes de perceber isso.

    E se não tivesses nada material para oferecer, nem o bol, bastaria ir lá e fazer uma massagem nas m~çaos dela, aquecendo um pouco o coração.

    Ser generoso é precioso e DIVULGAR ISSO é essencial para nos confortar, para nós que te amamos e te lemos saber que alguém fez algo bom por esta vizinha.

    Obrigada por mencinar o bolo e por compartilhar conosco um gesto de amor.

    Uma pena o comentário INFELIZ da fernanda, moça que sempre admirei. Que decepção.

    Um beijo, Elaine, e muito obrigada pelo post.

    ResponderExcluir
  27. Querida Elaine, leve o bolo sim e porque não falar dele?
    Sou uma admiradora de tudo que escreves apesar de nem sempre comentar.
    Infeliz esse comentário da Fernanda.
    Estou aqui aos prantos e orgulhosa de ter você pertinho dela para levar um bolo.
    Acho que não seia uma boa visita para ela pois ao vê-la começaria a chorar e tudo qu ela não precisa nesse momento é de lágrimas.
    Teria que falar com esse Deus que na minha opinião as vezes entrega a uma cruz tão pesada à alguém que certamente não merece, e pediria que me desse coragem,força e muito carinho para chegar até ela.
    Mas já que irás até lá te agradeço por ter essa força que está me faltando para ir ali a 4 casas da tua junto contigo.
    Dá um abraço nela por mim e aqui ficarei orando por ela e por todo(a)s nós.
    Que Deus te ilumine e te abençoe.
    Feliz Páscoa.

    ResponderExcluir
  28. Ai Elaine, como entendo vc...
    A minha tia morreu de câncer ha 2 anos, começou no cerebro e ocorreu metastase em vários órgãos, principalmente no pulmão.
    Ela ia completar 40 anos, era jovem, linda e batalhadora.
    Depois que ela operou o cerebro, descobriu os outros tumores, inoperaveis. Fez quimio, sofreu um avc que paralisou o lado esquerdo. Mandaram pra casa, passou ainda uns 8 meses sofrendo.
    Li sua postagem com lagrimas correndo...
    Entendo o que vc sente, entendo seus questionamentos, mas se ela em meio a toda essa dor me ensinou algo, foi que Deus é fiel, não que precisemos compreender, mas apenas sentir...
    Não busque compreender, apenas sinta o amor de Deus a te envolver e viva da melhor forma que puder.
    Tenha certeza que seu bolo fará grande diferença, não importa o que vc diga.
    Amo passar por aqui.
    xero.

    ResponderExcluir
  29. Olá, acabei de chegar em seu blog mas não tem como não compartilhar o seu sentimento de desgosto, de abandono... nem sei como definir, na verdade. Venha contar como foi a visita! Com certeza sua atitude tão singela será muito bem-vinda. Eu fiquei 40 dias sem enxergar quando meu filho tinha 11 meses. Foi a fase mais difícil da minha vida e passei exatamente o que aconteceu comigo: precisava ficar na casa da minha mãe, porque não conseguia cuidar dele! Era muito reconfortante quando as pessoas vinham estar comigo! Beijos

    ResponderExcluir
  30. Lembrei do meu irmão mais velho, quando criança, minha mãe quando ficava doente, ele perguntava se ela não queria farofa para a doença passar...

    Elaine, não te aflijas cada pessoa tem a sua missão... O importante é o que vc esta fazendo, não ignorar e compartilhar o seu amor com ela, este tempero com certeza vai estar no seu bolo...

    Boa Páscoa p/ vc e sua família!
    Grata pela força na minha pequena "encrenca".

    Beijoooooooooooo

    ResponderExcluir
  31. Olá Elaine,eu estava perdida procurando informações,foi quando encontrei seu blog,adorei,você demontra muito carisma,eu te agradeço por me ajudar,meu blog ainda precisa de ajustes mas aos poucos chego lá.
    Fique com Deus.
    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Sinceramente chorei com seu post. Sei que tudo isso que você falou, é verdade. Os bons sofrem mais. Isso parece óbvio, não sei porque.Estava lembrando o que minha nora disse ontem, quando falamos para ela ir á igreja, pedir a Deus saúde e prosperidade. Ela disse: Os que vão a igreja não ficam doente e nem morrem?
    Fiquei sem saber o q dizer.

    Bjos Luzia Lira

    ResponderExcluir
  33. Oi Elaine, eu também muitas vezes fico assim, sem acreditar e meio revoltada com desgraças que vejo em minha volta e eu... impotente pra fazer algo que realmente faça diferença na vida de alguém que esteja em piores condições do que eu.Acho que um bolo, um suco, uma torta...ou mesmo um bom dia, às vezes é tudo que a pessoa que receber qdo se encontra no fundo do poço... Bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  34. Por essas e outras que me tornei Espírita kardecista. No início da minha adolescência até a entrar na vida adulta, era revoltadíssima com o mundo e com Deus, porque achava injusto, umas pessoas legais serem pobres, feias, doentes e outros safados cheios de possibilidades. Se só existia essa vida, que Deus justo era esse?

    Aí quando comecei a ler sobre a Lei das Reencarnações, me consolou acreditar que o que passamos aqui vem de erros de outras encarnações e que poderemos mudar nosso futuro.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  35. Elaine essas historias tambem mexem comigo, profundamente.
    Mas tambem mexem comigo, mais profundamente ainda, as historias que ouco e leio de pessoas como voce, que se incomodou com a dor alheia e ainda por cima, veio aqui nos ajudar a olharmos para o proximo e principalmente para nos.
    Por que e' que eu tava reclamando mesmo, cansaco? dor de cabeca? dor nas costas?
    Tenho certeza que seu ato de amor dira muito para essa mulher, e acredito que voce acreditando ou nao, Deus esta ai presente em voce.
    Boa Pascoa!
    Abracos
    Gra

    ResponderExcluir
  36. Chorei tbm...

    Sou espirita, e tbm muitas vezes questionei a minha fé, mas prefiro acreditar que tudo aquilo que a gente passa em vida tem um motivo, e o que a gente tem que passar vai passar.

    Vou mentalizar energias para ela e para ti, que sempre me encanta com esse coração...

    ResponderExcluir
  37. Eu lhe digo, com a experiência de quem já passou por um momento assim, faça o bolo e vá visitar sua vizinha, as palavras não são necessárias, só o fato de você saber que alguém se importa com vc, já é um grande balsamo nessa dor.

    ResponderExcluir
  38. Li, porque não ouço mas leio legenda, ontem mesmo em uma palestra da Canção Nova que a pergunta não deve ser "por quê" mas "para quê". Não sei se muda muito nosso conflito... Mas eu apenas aprendi a confiar, pois minha mente humana é limitada para compreender por completo os caminhos do Senhor. E quem sou eu para julgar Aquele que até a vida deu por meu amor?
    Beijo na alma, querida, e saiba que a compreendo inteiramente, pois suas questões também já foram as minhas. Reze que o Senhor ilumina, é só o que posso dizer.

    ResponderExcluir
  39. é isso mesmo.Leve o melhor de vc com o bolo de chocolate.Quando passamos por momentos deficeis,nada como um abraço de alguém que realmente se importe.A solidão torna nossos problemas ainda maiores,dividir com palavras,risos e abraços,alimenta nossa força.Acredite,ela não está só,Deus tem atitudes incompreensiveis pelos homens que pensam como mortais,portanto limitados,ele tem uma visão grandiosa e sabe o porque.Acredite, ele não a abandonou,pelo contrario está dando a ela mais força e capacidade de vida e aprendizado.Sua amizade vai ser importante e seu carinho inesquecivel.
    Que seu sabado quanto o dela sejam de paz

    ResponderExcluir
  40. Que linda atitude Elaine!!!
    Tenha a certeza que estará levando muito mais que um bolo de chocolate,estará levando seu coração!
    Quanto a fé,acho que Deus não é um ser vingativo, que gosta de ver este ou aquele sofrendo, para purgar seus pecados... Mas também não entendo porque tanta gente que não merece,sofre.
    Quantos bolos de chocolate seriam necessários...

    Obrigada por mais essa belíssima reflexão.
    Bjks
    Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
  41. Oi Elaine, eu entendo muito bem o que vc está sentindo, por motivos parecidos eu fiquei descrente em muita coisa. Às vezes me pego pensando onde está a justiça divina, o "Pai" que não deixa seu filho perecer aqui na terra, as desgraças que assolam o mundo com criaturas inocentes. Quase nunca comento por aqui, adoro as coisas que vc escreve mas o tempo é curto, lei e saio rapidinho, mas hj depois das lágrimas tinha que compartilhar com vc a mesma dor.

    ResponderExcluir
  42. Olá Elaine...

    Acho que todos tem esses momentos na vida...de incredulidade!Falta de fé e esperança...isso não faz de ti uma pessoa pior nem melhor!Apenas HUMANA!
    é muito triste ver uma pessoa boa passando por momentos assim...mas sabe, tenho certesa de que quando vc for falar com ela,verá que ela acredita em Deus,apesar de tudo!Sempre aprendemos algo em momentos como esse!
    E sabe amiga...eu acredito SIM na existência de um Deus poderoso e justo...e sabe como eu tenho essa certesa?Quando apesar de tudo,de toda maldade e coisas ruins do mundo...ainda encontro alguém assim,como VOCÊ, capaz de um gesto de carinho,amor,desinteressado.Por alguém que você mal conhece.
    Através do teu carinho, ela poderá sentir o carinho de Deus para com ela...pois através de você ELE estará dizendo: Filha você não está só...não te sintas desamparada!
    Amiga Elaine,vá sim levar seu bolo...mas sei que levará muito mais.E vá de coração aberto,pois eu não duvido de quem vai voltar com ele transbordando de amor...
    Amiga, nem sempre entendemos o que acontece,mas Deus usa situações e pessoas diferentes para dizer que nos ama,e para mostrar coisas que muitas vezes não enxergamos...
    Fique em paz...receba meu carinho, e saiba que se eu morasse ai pertinho de você te levaria um bolo de chocolate...te contaria umas histórias engraçadas e faria de tudo para te ver sorrir!Mas como moro longe,espero que possa sentir esse carinho,através das palavras!
    Não esqueça de nos contar o que ela achou do seu mimo!!!
    Fica com Deus!
    Um super beijo no seu coração,
    Nel

    ResponderExcluir
  43. Oi Elaine,

    Às vezes, o que achamos ser pouco a oferecer, é que a pessoa espera ganhar. Com toda sua delicadeza, com seu gesto carinhoso, não será necessário palavras, sua presença irá bastar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  44. oi elaine!
    que coisa dificil que a tua vizinha esta passando neh,ofereça o bolo e sua amizade.mostre para ela que nao esta sozinha..bjs
    diriodeumaangolaninha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  45. Acho que ela vai adorar seu bolo, amiga! Que Deus abençoe as duas... coisas assim também me são incompreensíveis. Lembra do assalto comigo? Depois desse dia, vira e mexe filhote pergunta: "Mamãe, pq Deus deixou o bandido chegar perto da gente? Onde Ele estava naquele dia?" E eu não tenho as respostas para essas perguntas... Triste, apenas isso! Imagino como vc se sentiu quando a viu... conheço essa "sensação" de "por que(?)"
    Fique bem... faça o bem como sempre... apenas isso! Grande beijo e uma excelente páscoa!

    P.S.: AMEI o novo layout. Há quanto tempo não escrevo aqui???? rsrsrs

    ResponderExcluir
  46. Ola querida...Passei pra desejar uma Páscoa Abençoada pra vc e toda sua família...uma abração.

    ResponderExcluir
  47. Olá Elaine,
    Entendo sua dor, mas agora ela precisa de seu carinho e não de suas lágrimas...
    Para nosso mundo se tornar um lugar melhor, é necessário sair de casa e enfrentar as adversidades e dar o seu melhor.
    Beijos no seu coração

    ResponderExcluir
  48. Algumas coisas não conseguimos entender mesmo. Esta (uma doença deste porte) é uma delas. Muito emocionante o seu relato. Faça um carinho nela por nós. Só podemos orar! Bjks. Neli

    ResponderExcluir
  49. Oi Elaine,boa tarde !!!
    Já é a segunda vez q leio este post,e tbm a segunda vez q choro...por vc...por ela...e por todos os meus queridos amigos q perdi no ano q se passou pela mesma doença...cancer no cérebro !!!
    DÓI PRÁ CARAMBA,em nós e principalmente em quem está doente e sabe q o fim está próximo...
    Vc fez muito bem em falar sobre o bolo de chocolate...me fez refletir...e muito...tbm gostaria de receber "o bolo de chocolate",ainda mais se fosse de uma pessoa de pouca convivência,ou melhor...de nenhuma...
    Os seus questionamentos são os meus tbm aliás,da maioria.Só que poucas assumem,esta é a diferença...!!
    Elaine,vá lá na casa dela amanhã mesmo,antes q seja tarde,e sei q voltará com surpreendentes relatos sobre a visita.
    Um abraço e beijo no teu coração,q com certeza estará mais leve...

    ResponderExcluir
  50. Elaine,
    Faça o bolo, sente com ela e a escute...deixe ela falar e abrir o coraçao... tenho certeza que voce saira de la com uma paz muito grande e tera deixado pra ela essa mesma paz... Deus a estara usando nesse momento e creia...um dia ...la na frente entendera os designios DELE....
    Amiga ainda da tempo de enviar o conto... eu tenho outro amigo que conheceu seu blog porque eu falei a respeito e quer enviar um dos contos dele... se puder me da um alo ok...
    Bjs e linda e abençoada pascoa pra vc e sua familia
    Marcia

    ResponderExcluir
  51. Elaine, vc não imagina o bem q me fez ler o texto q vc me indicou, juntamente com a consulta ao pediatra, que reforçou tdo o q eu li no blog indicado! Obrigada mesmo!

    ResponderExcluir
  52. achei um belo gesto voce fazer um bolo para levar a sua vizinha com certeza ela se sentira amada por voce! minha mãe sempre leva um bolo,uma sopa, um doce para alguem que tá doente triste enfim alguem que precisa de nosso carinho! agora entender oque ou os porques da doenças é algo dificil para nós mas vá de afeto a sua vizinha voce fará o dia dela melhor e o seu também! depois se quiser conte prá nós aqui um abraço sissi

    ResponderExcluir
  53. Meu anjo lindo que eu adoro e que assino embaixo de tudo o que você escreve (digo isso porque passei rapidinho e nem li seu post, ainda, mas li de relance alguns comentários)
    Passei na correria (estou sem net novamente, aqui na casa de minha cundada) porque não posso deixar de lhe dizer isso:
    FELIZ PÁSCOA MEU AMOR!

    Bjs
    Tudo de bom
    Mah

    ResponderExcluir
  54. oi li o que vc escreveu e nao posso deixar de dar a minha opiniao .Deus nao tem culpa das coisas ruim que acomtece neste mundo .quando ele fez o mundo era para nos vivermos no praraiso mas adao e eva pecou .entrou o pecado no mundo .se vc ler na biblia a hitoria de jo vai entender .melhor .nos criamos nossos filhos e nao queremos que nada de ruim acomteça a eles mas as atitudes deles os leva ao sofrimento mesmo que nos nao queremos e mais ou menos assim beijos

    ResponderExcluir
  55. Elaine!
    É muita dor, não é amiga?
    Hoje entendo porque essas acontecem ou nos acontece...
    Em outra morada, nós escolhemos como voltar a essa existência para uma evolução espiritual e aqui, temos o livre arbítrio de tomar decisões que podem ou não nos ajudar nessa evolução.
    O seu bolo de chocolate é uma forma de demonstrar seu carinho, de fazer a caridade, de ajudá-la em momento tão difícil! Não deixe de levá-lo e lá, ao lado dela, faça uma prece a Deus, agradecendo por sua vida, família e até por sua vizinha... Ela tem seu papel na evolução mútua. Não se revolte, pois Deus é perfeito e sempre faz tudo para nosso bem, mesmo que não entendamos naquele momento...
    Abrande seu coração!
    Luz e paz!
    cheirinhos
    RUDY

    ResponderExcluir
  56. Elaine!
    Esqueci apenas de dizer: estamos em oração por ela e por vocÊ, por todos que tem sua fá abalada... Deus nos coloca as provações e as privações para ter a certeza que nossa fé e crença é inabalável!
    Luz e paz!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  57. Elaine querida! Compartilho desse seu sentimento! Eu tenho me sentido assim ultimamente... O ceticismo ganha força a cada dia. Como posso acreditar que tem alguém no controle de tudo e nada faz diante de tantas catástrofes, barbárie, toda espécie de atrocidades? Mas como você mesma disse, não estou aqui pra debater essa questão. Foi só um desabafo! E quanto às críticas não ligue! Quem conhece o seu trabalho sabe que você é um ser humano lindo!
    Bjusss

    ResponderExcluir
  58. Eh triste... muito triste. Ainda mais alguem que precisava tanto viver mais para cuidar do filho. Da muito o que pensar e eu estou em crise com a fe, faz algum tempo.
    Prefiro nao pensar ou revolto com tudo e sei que Deus é que nem o velho ditado do marido: "ruim com ele pior sem ele". Nem sei se é verdade mas nao ando com tempo, coragem ou paciencia pra me meter em combates com "Ele". Entao eu finjo que acredito e ele finge que me ajuda...

    ResponderExcluir
  59. Eh triste... muito triste. Ainda mais alguem que precisava tanto viver mais para cuidar do filho. Da muito o que pensar e eu estou em crise com a fe, faz algum tempo.
    Prefiro nao pensar ou revolto com tudo e sei que Deus é que nem o velho ditado do marido: "ruim com ele pior sem ele". Nem sei se é verdade mas nao ando com tempo, coragem ou paciencia pra me meter em combates com "Ele". Entao eu finjo que acredito e ele finge que me ajuda...

    ResponderExcluir
  60. Em frente a casa da minha irma tem um rapaz que está só esperando o dia da morte. Tem AIDS. Está na cama, imóvel e magro.
    Minha irmã nunca foi na casa dele, somente o cumprimentava quando se encontravam nos portões.
    Quando soube que estava doente fez uma sopa e levou pra ele.
    Uma atitude que com certeza aliviou a dor dele.
    Faça o bolo e leve junto com ele o teu sorriso e a tua amizade.

    ResponderExcluir
  61. Elaine, por estas e por outras que sou ateísta.

    Pobrezinha!! Vou ficar mandando minhas vibrações e torcida para que o sofrimento dela seja breve.

    beijos no teu coração e força para enfrentar o que vc vai presenciar amanhã!!

    ResponderExcluir
  62. Caramaba, tbém não entendo certas coisas!

    beijos

    ResponderExcluir
  63. A gente queria, simplesmente, poder dar a cura, né? É triste, sim, Elaine... E é difícil compreender tanta coisa que Deus coloca no caminho das pessoas... Leva o bolo, sim. Pq vai fazer um carinho no coração dela.
    Beijo

    ResponderExcluir
  64. olha...eu desisti de tentar entender os designios...minha tia sofreu 2 anos com um cancer de mama e morreu de uma topada no dedão...diabetes...fez um ano ontem...por isso me emocionei com este post...por favor, não a deixe só...talvez estando perto vc possa mais que um bolo...pergunte o que ela precisa, se lance de cabeça...vou orar por vcs duas...talvez Deus ouça..

    ResponderExcluir
  65. Elaine, eu costumo dizer que se cada um fizesse pelos seus vizinhos, nós não precisariamos de instituições de caridade, nem assoaciações nem ONGs, nada. Acredito que esse gesto lindo ir visitar levar um agrado simples e por vezes apenas escutar....quanta gente precisa falar e não consegue quem as ouça...sim ouvir...quanto ao seu questionamento eu também já me fiz a mesma pergunta, me revoltei, e briguei verbalmente com Deus...aí parece que cada vez ele mandava mais e mais coisas para me testar...até o dia em que eu decidi ver a vida como algo maior e hoje a "minha" verdade é que injusto seria irmos todos para o emsmo lugar enfrentar a mesma fila pra entrar nos céus (imagina bons e maus na mesma fila....)quero crer que os bons tem sua compensação. Talves a doença dela te ajude a amadurecer para essa que é a "tua" verdade no momento: Que Deus está vendo e não faz nada... não adiantará ninguém falar será só o seu momento que na hora certa se modificará.
    Fica com Deus.
    Abraços

    ResponderExcluir
  66. Leve este bolo e quantos seu coração sentir. Não tente entender, pq nunca conseguiremos, viva o hoje, esqueça o ontem e o amanhã deixe para Deus. Fale com Deus, desabafe como assim fez com este desabafo aos amigos da net Ele há de responder na hora certa. Leia se puder o livro A Cabana, eu li e muitas coisas entendi. Mistérios de Deus aos quais Ele revela para quem quer e na hora Dele. Entendo seu conflito, não tenho enfermidade em minha carne e em ninguém dos meus amados, porém tenho um câncer espiritual, sentimental, que me anula e me prende há um mundo somente meu e de Deus, não peço para Deus retirar, apenas para dar-me forças para passar por esta provação. Te entendo e sei o quanto esta sofrendo, mas somente Deus poderá te dar as respostas em seu coração. Abraços.

    Debora Rocha

    ResponderExcluir
  67. Tenha certeza que nao sera' "apenas um bolinho" que estara' entregando a sua vizinha!
    BOA PASCOA!
    ;-)

    ResponderExcluir
  68. Realmente querida, algumas coisas são dificeis de entender e de aceitar... Mas estas são as verdades e os mistérios da vida. Cada religião vê de um jeito, porém só Deus pode responder seus questionamentos...
    Quem sabe um dia isso não acontece?

    O pouco que você faz é muito perto do que ninguém faz.

    bjkas

    ResponderExcluir
  69. Elaine, além do bolo, vai o seu conforto, a sua consideração.
    Passar o que esta moça está passando não é fácil, nem um pouco. Nem há explicação.
    Mas acredito que o que você menos tem é falta de fé.
    Suas dúvidas são as de milhões de fiéis, que não entendem, mas aceitam os Seus desígnios.
    Só podemos aceitar, sem entender...Porque não há o que entender. Assim é. Um dia teremos as respostas.
    Quando for levar o bolo pra moça, leve meu abraço também.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  70. Boa Noite!
    Hoje pela manhã quando li seu artigo,
    me emocionei muito. Não soube o que dizer...
    Continuo sem saber o que dizer...
    Tento me "preparar" para aceitar e compreender algumas situações como esta, principalmente quando há
    completa fragilidade do "outro" no caso da sua vizinha. Perder a visão
    é algo que me "mete medo"...
    Complicado também a situação do filho...Puxa! Eu não sei muito ainda o que dizer...
    Lidar com tudo isso é algo difícil...
    Mas rogo a Deus que dê "serenidade" aceitação e compreensão...E à família muita generosidade... Que Deus o dono da vida ilumine a todos.
    Amo o seu blog...Vc ensina tanto!
    Tem uma simplicidade ao falar embora uma riqueza de expressão
    e entendimento...
    Não tenho muita experiência em BLOG, apenas escrevo...
    Já tentei mudar alguma coisa mas
    tenho muita dificuldades...
    Nem mesmo um reloginho eu consegui colocar no meu blog...
    Beijos e Parabéns por vc ser esse ser humano lindo!
    Também sou casada com um gentleman, simpático leal e companheiro há 27 anos,
    tenho três filhos, Paula, 25, Thiago 23, Thales 19, sou bancária de prifissão e educadora de coração...
    Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
  71. A propósito, levou o bolo pra sua vinha?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  72. Boa Noite Elaine! Obrigada por aceitar meu comentário; fiquei tão comovida com o que escreveu pois na quitafeira fui visitar uma vizinha do bloco A (moro no B) que está desenganada pelos médicos também (câncer no fígado) e tive uma grande lição em ver as filhas cuidando dela, tanto amor e carinho, tanta força que elas me disserm já não saber de onde vem, a mãe com 69 anos enferma desenganada dos médicos piorou desde meados de janeiro hj já não reconhece nem as filhas. Então ao ler seu artigo eu me deixo levar pela leitura e quando vejo estou escrevendo tudo o que vem no coração e quer transbordar, quero que saiba que consigo sentir a sua dor em ver o sofrimento alheio... e escrevo o que vem vindo, espero ter conseguido mesmo que confuso expressar meus sentimentos e ter dado alguma ajuda. Amei seu blog pq é espontâneo e verdadeiro, sinto que usa da mais verdadeira das emoções e isso me agrada muito, sou Crafter (tento ao menos) mas além de tudo isso tenho uma grande necessidade em expressar meus sentimentos e acho que assim podemos fazer seja de qq forma, palavras, fotos, músicas, vídeos, flores, animais, olhares, enfim tudo que existe dependendo do modo em que vê vc consegue decifrar.. sabe o tudo misturado e junto mas se começar a olhar detalhadamente cada pedacinho consegue desvendar grandes mistérios...
    Como sempre, inspirada escrevo demais perdoe-me mas amei tudo por aqui e amei a sua visita, quanto ao texto vivo uma frustante situação, faz 2 meses que parei de tomar anfetaminas, engordei acho que uns 18 kg, mas não pretendo mais voltar a tomar, pq não quero agradar gregos e troianos a não ser a mim mesma e a meus filhos... Quero viver eu como sou... sem drogas que nos secam externamente e interiormente, tirando mesmo até nosso bom humor e nos deixando sem rumo. Obrigada uma ótima semana!
    Beijos...

    Debora

    ResponderExcluir
  73. Existem coisas nessa vida que jamais iremos compreender. Nem adianta tentar. Já me convenci, porém não perdi a Fé. Seu depoimento foi tão singelo quando citou o bolo que me comoveu. Já passei por uma situação parecida, mas nem tive tempo de me refazer da surpresa de ver alguém em total definhamento. Fui à casa da minha vizinha cumprimentá-la pela passagem de seu aniversário. Ela nem me deixou falar e perguntou se eu não ia ver sua filha que estava acamada. Três meses antes as duas hasviam batido na minha porta para pedir um martelo emprestado. Mais tarde fiquei sabendo que a filha havia adoecido, mas não dei muita importância. Daí, naquele momento em que a mãe me puxou pela mão e me levou até o quarto, senti o chão me faltar. A moça (30 anos) estava só pele e osso. O pior foi escutar a mãe dizer convicta que a moça ia ficar boa. Eu sabia que não porque foi assim que aconteceu com minha mãe que morreu de câncer. A moça também faleceu 20 dias após minha visita. Muito triste. Agora, para quebrar o clima cinzento que permeia a morte, vamos falar de coisas alegres como a nova roupagem do blog? Adorei, principalmente porque lilás é minha cor preferida. Ficou lindo como tudo o que vc faz. Uma ótima semana, viu? Bjs.

    ResponderExcluir
  74. Eu também me revolto, questiono, me pergunto o porquê de tantas coisas, mas logo eu me calo. Deus é Deus e ponto.

    "Deus está no bolo de chocolate. Este mesmo que você preparou."

    Esse Amigão disse tudo.

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  75. É triste, mais creio e confio em Deus. Tem coisas que fogem do nosso entendimento. Só nos resta orar por ela e pedir por ela.

    ResponderExcluir
  76. ...entendí teu desabafo,
    Elaine querida,

    mas não é uma pena este bolo
    de chocolate ser compartilhado
    somente agora onde reina a
    tristeza.

    não é assim que agimos
    sem pensar?

    por favor não encare como
    crítica, e sim como uma
    profunda reflexão a
    todos nós!

    bj

    ResponderExcluir
  77. Elaine obrigada pela linda mensagem, não irei me prolongar no comentário visto que todas nossas amigas ja o fizeram e ja relataram situações proximas...
    So desejo que você tenha fortaleza para sempre visita-la e dar aqui em vida seus carinhos e os nossos que estamos distantes

    Bjs

    ResponderExcluir
  78. Sabe Elaine, trabalho no judiciário e muitas vezes me pego fazendo a mesma pergunta: porque é que com tanto bandido no mundo pessoas boas, honestas e trabalhadoras têm de passar por isso?

    ResponderExcluir
  79. Elaine querida, sei q para td deve haver uma explicação, mas em situações como estas minha fé tb fica abalada. Como aceitar??
    Vc está certíssima em desabafar dessa forma.
    está certíssima tb em ter feito o bolo e levar à ela. Tenho certeza q fez bem para a alma e para a mente. Tanto para vc qto para ela. ;D
    Pessoas como vc deveriam ser multiplicadas nesse mundãoo de Deus. ;D
    Bjs no coração e visite a moça sempre q sentir isso em seu coração e tb saia mais para ver o Sol. Te gosto mto. ;D

    ResponderExcluir
  80. Oi querida Elaine...
    Não sei porque estas coisas acotecem. Sou médica, e você não faz idéia de quantas vezes por dia fico inconformada com o acaso, com o destino. Mas ainda assim, gosto de acreditar que de qualquer forma,estamos de passagem. Quem pode encontrar outro destino que não seja o da sua vizinha? Seria bonito se não houvessem doienças, violencia, pobreza, mas o fato de existirem esses elementos no nosso tabuleiro da vida faça com que a partida, cedo, ou tarde, mas a partida certa, possa ser na verdade uma grande libertação...quem sabe aonde iremos nos encontrar? ´Lembrando que a dor de quem fica no vazio, não é a mesma de quem parte para outra aventura. E sempre existe gente com um coração gigante que torna essa viagem e essa partida, menos desconfortável, como você.

    ResponderExcluir
  81. Oi querida Elaine...
    Não sei porque estas coisas acotecem. Sou médica, e você não faz idéia de quantas vezes por dia fico inconformada com o acaso, com o destino. Mas ainda assim, gosto de acreditar que de qualquer forma,estamos de passagem. Quem pode encontrar outro destino que não seja o da sua vizinha? Seria bonito se não houvessem doienças, violencia, pobreza, mas o fato de existirem esses elementos no nosso tabuleiro da vida faça com que a partida, cedo, ou tarde, mas a partida certa, possa ser na verdade uma grande libertação...quem sabe aonde iremos nos encontrar? ´Lembrando que a dor de quem fica no vazio, não é a mesma de quem parte para outra aventura. E sempre existe gente com um coração gigante que torna essa viagem e essa partida, menos desconfortável, como você.

    ResponderExcluir
  82. Eliane.....adoro passear pelo seu Blog pois sempre me deparo com coisas lindas e interessantes, mas meu comentário vai para este caso em especial.
    Você não está levando para sua vizinha um bolo de chocolate. Você está levando dentro, o carinho que vc tem no coração, que te garanto é bem mais gostoso do que o chocolate.
    Admiro vc e também seu carinho e respeito pelos animais.Também tenho paixão pelos bichos, em especial pelos maltratados por monstros insensíveis.
    beijos no coração

    ResponderExcluir
  83. Sabe que ja senti muitos sentimentos mas assim que terminei de ler comecei a arrepiar por várias vezes indo e voltando, não chorei ja perdi 4 pessoas na família com câncer sem bem de todos os sintomas e sofrimento passado pela pessoa e familiares,mas não consegui entender meus arrepios como se me indignasse como vc por vir na minha mente momentos passados com uma pessoa assim ,ou pelo fato dela estar só,o que é bom é saber que existe pessoas como vc.

    ResponderExcluir
  84. Eu já estive mal de saúde e sempre que alguém vinha para tentar me alegrar de alguma forma, me sentia feliz por alguns momentos, me faziam esquecer da dor. Lógico que as pessoas que gostam de você choram ao te ver numa situação difícil mas quando isso acontecia, eu me sentia pior ainda, porque me sentia culpada pelo sofrimento alheio. Se eu tivesse no lugar dela e uma pessoa com quem eu não tinha muito contato, viesse me visitar para me alegrar, para conversar, para distrair, eu ficaria muito feliz.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…