Um pouco de amor: Alessandra e seu amor de fotonovela

em 5 de março de 2011

Conforme eu prometi este mês será de algumas novidades por aqui.

E para começar eu lanço a 2ª temporada da coluna Um pouco de amor.

São estórias reais, enviadas por meus leitores. Estórias de amor, lindas, envoventes e que mostram que sim, o amor vale a pena.

E por ser tão amplo esse sentimento, teremos estórias de amor nas suas mais variadas formas de expressão: entre casais, amor materno/paterno, amor filial, amor fraternal, amor entre amigos, amor animal…

E para marcar a 2ª temporada da série eu apresento a você a divertida Alessandra. Que chutou o balde da insatisfação e da infelicidade e foi à luta: trocou o certo pelo desconhecido e encontrou o pai da linda Camila.

Leia, se divirta, e se inspire. Ser feliz vale a pena, sabe?

 

Imagem 017 Talvez não seja do seu tempo, quando eu era criança tinham umas revistas que a mulherada adorava ler (fotonovelas). Era como um gibi só para mulheres, então lá tinha uma coluna em que as pessoas escreviam e trocavam correspondências, como os sites de namoro da net hoje em dia... Então quando eu era criança disse a uma namorada de meu irmão (bem mais velho que eu) que conheceria meu futuro marido daquela forma, por correspondência.


O tempo passou, eu cresci e namorei, muuuuiito, muito mesmo; mas sempre tive a certeza que não encontrava a pessoa ideal em lugar nenhum e olha que até que eu conhecia uns caras legais, mas nunca me tocavam no coração (acho que era por isso que eu namorava tanto). Com uns 25 anos conheci um cara que trabalhava comigo na CEF: ele era funcionário e eu prestadora de serviços. Eu, já cansada de procurar, ele gente muito boa, inteligente, bonito até (nunca gostei de homens bonitos) resolvi tentar, namoramos por quase 8 anos. Já estava noiva quando resolvi que não queria mais, meu pai passou mal, minha mãe surtou… afinal eu estava jogando um vidão na lata do lixo, eu já conhecia a famíllia inteira dele e ele a minha... Todo mundo abençoando... O povo quase se reuniu para acabar com minha raça, onde já se viu? Oito anos jogados no lixo? E com um cara maravilhoso daqueles?

Caramba, eu precisava me internar.... Só que eles não sabiam como eu era infeliz... Lá no meu cantinho, a noite em meu quarto eu chorava igual uma bezerra, sempre infeliz e me sentindo perdida. Até resolver "enloucar" e chutar o balde!!!

Nooossa foi a coisa mas gostosa que eu fiz na vida! Eu me senti poderosa!! Mas o povo falando, torturando...
Pois então, o que era ruim para eles ficou ainda pior, um mês depois (pela net) conheci um japa mirradinho, desconhecido que morava a uns 250km de minha cidade, eu entrei num site desses de paquera e ele me mandou um "beijo virtual" na hora eu gostei, mas não pude responder porque meu cadastro era gratuito... Aí ficou umas semanas aquilo em aberto até que ele resolveu tentar de outra forma e me mandou um e-mail...

 
A gente então se falou algumas vezes; ele até me ligou, mas morreu na casca e eu resolvi ir embora para Portugal. Nesse meio tempo fiz passaporte, tentei no consulado cidadânia dupla, etc, etc... Tudo errado, não deu certo, nisso já tinha se passado um ano. Então recebi uma piada legal por e-mail e sem querer acabei mandando essa piada para o dito Japa, sem querer mesmo, sério!!! Na hora ele me respondeu, me passou msn, ficamos uns meses nos falando todo dia, até de madrugada nos finais de semana!

Até que resolvemos nos ver pessoalmente; eu fui até Cascavel, pois ele tinha feito cirurgia no joelho e não podia viajar. Eu tomei coragem pois pensava que de joelho cortado ele não podia correr atrás de mim kkkk

Então eu fui a primeira vez, ele me hospedou num hotel, muito cavalheiro, fui a segunda vez, fiquei na casa dele, fui na terceira... Fiquei grávida!!!Smiley envergonhado kkkkk


Três meses "de namoro" nos vendo uma vez por mês... tivemos que marcar casamento, 3 meses depois eu estava casada...
Pode isso? Fazem 6 anos já que nos casamos, bem menos que meu tempo de noivado com o outro lá, e a cada dia que passa tenho certeza que Deus tinha reservado ele para ser meu, depois de eu já ter decidido que não queria mais casar, nem ser mãe, Deus colocou ele no meu caminho, exatamente do jeito que eu disse que seria quando era criança, lembra? Através de correio da revista? Correio moderno, mas o espírito é o mesmo não é? Eu fiz uma profecia será?

Por isso que eu sempre digo que não adianta a gente ficar se matando, sofrendo, deprimindo... no final tudo acontece como tem de ser. A gente tem dificuldades como todo mundo, mas para mim ele é o cheio de defeitos mais perfeito que apareceu em minha vida!

E a Camila então? Foi de susto, mas se tivesse sido programada, estudada, não seria tão maravilhosa e abençoada como é em nossa vida e na vida de todos que com quem ela convive!!
Minha vida louca... às vezes eu chuto o balde, é muito bom,  recomendo!!!

Conheça o blog da Alessandra: Meu pequeno doce. E veja as coisas lindas que ela faz. alessandra



 Gostou? Quer ver sua estória publicada aqui e lida pelos meus amigos leitores? Envia pra mim: elainegaspareto@hotmail.com

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

29 comentários , comente também!

  1. Que legal Alessandra sua história de amor, realmente as vezes vale a pena chutar o balde e não adianta mesmo deixar que a pressão, que o que os "outros" acham ser perfeito quando sabemos que não, mude nossa vida.
    Nosso destino é a gente que faz.

    ResponderExcluir
  2. Elaine do céu, eu ri e eu me emocionei também!!! Porque sabe aquela coisa que parece que foi escrita pra você, foran várias partes dessa história, especialmente a que a Alessandra disse: "não adianta a gente ficar se matando, sofrendo, deprimindo... no final tudo acontece como tem de ser."

    As vezes fico tão assim com minha solterice prolongada, achando que tenho um defeito de fabrica... Mas ai a gente encontra gente boa que conta uma história e relembra pra gente que tudo tem sua hora debaixo do sol!!!!

    Agora fiquei sonhando com o meu dia \o/ Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  3. Aiii que romântico!
    Estou voando aqui na imaginação.
    Histórias de amor, são boas demais, reais então... hum!!

    Beijos sonhadores kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Que história linda!!!!
    A minha também era muito improvável, mas estamos aqui até hoje, já se vão 13 anos e juntos e muito bem, obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Uma linda história de amor, digna de telenovela, novela e um bom filme com certeza.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, mas a Alessandra é corajosa! Valeu a estoria, sempre alguma coisa a gente tira de bom! Bjs

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, Elaine!!!

    Adorei mesmo a história! Quanta novela da vida real perdida por aí que a gente nem conhece, né?

    Eu também conheci meu marido na NET, e já são quase seis anos de um casamento de muito AMOR, companheirismo, na alegria e na tristeza.

    Não temos filhos ainda, mas se isso não acontecer, adotaremos.


    Não te mando meu conto de fadas moderno pq já "vendi" prá Fernanda Reali, hahaha

    Em breve ela publicará e vc poderá, se quiser, ler.

    Bjos.

    Clau

    ResponderExcluir
  8. Oi Elaine!
    que delícia de estória! É tão lindo ver esse tipo de amor! Que continuem felizes por muitos anos!
    Tem selinho pra você lá no blog!
    Beijos, Renata
    Palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  9. Muito legal a historia da Alessandra.
    A vida é mesmo uma foto novela, quando decidimos ser dela o protagonista.
    Muito bom esse novo quadro, vamos ler muitas outras historias tão interessantes quanto estas.

    bjo

    ResponderExcluir
  10. Oi Elaine...bom dia!
    Muita chuva por aí?
    Linda a história da Alessandra.
    Ainda te mando a minha...
    Beijos doces e perfumados.

    ResponderExcluir
  11. Oi Elaine...
    Nossa eu sumi uns dias, meu marido com umas crises de enxaqueca e eu sem voz por causa de uma gripe louca... Mas qdo volto, essa grata surpresa, minha vida ficou tão mais bonita aos olhos de outros!!! Rsss
    Sério, para mim parecia simples, mas por outro ângulo, foi legal... Gostei disso, eu tenho uma história! Foi muito bom isso!! Mito bom seu trabalho.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  12. Que legal a história da Alessandra! Muitas vezes a gente tem que abandonar algumas coisas mesmo pra poder ser feliz! Minha irmã terminou um namoro de 6 anos. Depois de um tempo conheceu um cara e foi morar com ele com 3 meses de namoro. Ficaram um ou dois anos juntos e depois casaram. Vai fazer dois anos agora, em maio.
    Ai, ai... histórias de amor são sempre uma delícia!!! rs

    ResponderExcluir
  13. Agora que vocês me avisam que fotonovela era só para mulheres!
    Lindo post e história!

    ResponderExcluir
  14. Gostei, Elaine.
    Principalmente do humor dela.
    Agora vou conhecê-la.
    Uma história de amor anima a todos.
    Acredito que podemos "profetizar" muita coisa em nossa vida.
    Por isso temos que acordar todos os dias e dizer algo como "hoje vou ser mais feliz que ontem", por ex.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Que lindo!
    Elaine vc é cheia das grande iniciativas e te admiro por isso.
    Apaixonei com a história de vida da Alessandra.
    A minha vida também daria um livro, mas o final não foi feliz!
    :(
    Ou foi?
    Bjokas

    ResponderExcluir
  16. Muito legal esta história! Linda!!!

    Que bom que deu certo!!

    Reparou como a internet tem ajudado o destino? rs

    bj

    ResponderExcluir
  17. Ahaha, amei! A gente escolhe ser feliz, né? E Ale escolheu!
    beijooo

    ResponderExcluir
  18. Fiquei muito feliz de ver a história da minha amiga aqui ;o) Obrigada Elaine por nos dar essa oportunidade, por nos fazer continuar acreditando que o amor se manifesta e vale à pena das mais diversas formas. Ale querida, amei ler um pedacinho da tua vida, sempre te achei tão quietinha e certinha, enquanto eu, uma doida de pedra... não imaginava que em meio à tanta docilidade houvesse tanta coragem e te digo sinceramente, te admiro muito, isso é prá poucos, linda história com final feliz! Beijos nas duas e bom feriado ♥

    ResponderExcluir
  19. Que linda história, Elaine.
    vou preparar a minha e te mandar.
    É pouco comum, ou nada comum.
    bjs e bom domingo

    ResponderExcluir
  20. Elaine e Alessandra, que bom ver histórias assim! A vida é muito curta para perder tempo com o que não nos completa.

    abraço e bom domingo de carnaval

    ResponderExcluir
  21. Linda história Elaine, me emocionou e me inspirou tbm, o amor sempre vale a pena e temos que lutar para ser felizes mesmo que os outros ao redor não entendam.
    bjs

    ResponderExcluir
  22. ELAINE QUERIDA...
    amei a história de amor da alessandra..
    ri demais com " na terceira vez fiquei grávida"...kkkk
    muito bom sim, vale a pena chutar o balde se não se está feliz numa determinada situação.
    ela o fez e valeu a pena...
    parabéns a alessandra por sua história verdadeira e que sejam sempre muito felizes .
    que bom que voltou com a histórias de amor..
    eu amo essa coluna.
    tenha um lindo domingo querida.
    bjuivos no seu coração e em todos ai.

    ResponderExcluir
  23. Elaine,

    Mostrei o seu blog para a minha irmã e ela adorou, e qdo li a história da picada do escorpião, ela logo associou a história à minha mãe...
    Saudades de vc...
    Depois do Carnaval, eu escrevo para vc...
    bjo

    ResponderExcluir
  24. Elaine querida,adorei ler a história da minha amiga Alessandra aqui.Você sempre cheia de grandes iniciativas,adoro isso em vc!

    Ale minha querida,não conhecia essa história da sua vida,ri,me emocionei,não sabia que vc era tão sapequinha...Me parecia tímida..kkkk.Me orgulho da mulher de coragem que vc foi.Parabéns pelo final feliz!Vc merece!

    Um beijoooo no seu coração!

    Simone Souza

    ResponderExcluir
  25. Linda a história Elaine!
    Mais linda ainda por ser verdadeira.E você conta de forma poética de modo a deixa a gente assim emocionada.
    Valeu.
    Acho que o amor sempre vale a pena.
    Beijos
    Teca

    ResponderExcluir
  26. LInda a história da Alessandra!

    Sempre achei que noivado prolongado não dá Ibope e quantos que conheço que não chegaram as vias de fato.

    A Alessandra é que estava certa e encarou tudo com a cara e a coragem e terminou seu noivado. É isso aí mulher de fibra.

    Parabéns pela linda história e pela linda família.

    Quando menos esperamos o amor aparece e olha que a gente nem dá muita bola! Um dia quem sabe escrevo a minha história e envio para você.

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Achei muito bonita essa história. E gostei da coragem da Alessandra, chutou o balde, fez o que sentiu que tinha que fazer. Mtas vezes temos esses ímpetos na vida, de raiva, rancor, vontade de jogar tudo pro alto. é a nossa força de mudança que se manifesta. qdo a gente aprende a trabalhar com ela, aliado e não contra, ela faz milagres em nossa vida. e é uma força sempre necessária

    bom dia Elaine

    ResponderExcluir
  28. Elaine
    Muito boa a história de amor da Alessandra. Eu, assim como ela, também arrisquei e estou casada há 23 anos. Bom demais.
    beijos
    Ah! Vou enviar uma das minhas histórias pra você, ok?

    ResponderExcluir
  29. Gente eu amei essa história. Amor e bom humor, tudo haver rs


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…