Inominável

em 3 de janeiro de 2011

A gente pode viver com uma pessoa por anos a fio e jamais chegar a conhecê-la de fato. Já pensou nisso?

Vou te contar uma coisa estarrecedora. Para estômagos fortes.

Há cerca de 3 anos a irmã de uma amiga minha separou-se do marido. Eles tinham 4 filhos, sendo 3 meninas. Depois de muitas tentativas de retomar o casamento o pai das crianças amarrou uma mangueira de jardim no pescoço e morreu enforcado. Em menos de 1 mês a viúva estava namorando. Em mais algumas semanas ela estava vivendo com o rapaz.

Aliás esse rapaz é primo do meu marido, afilhado de minha sogra. Menino sofrido, criado pela avó, sozinho no mundo e podendo contar apenas consigo, ele parecia uma pessoa das melhores. O casal e as crianças começaram a frequentar o grupo de oração na época em que eu ainda estava lá. Apesar das pesadas críticas sofridas pela moça tudo ia bem.

Ontem minha sogra nos telefonou, muito alterada. Para resumir uma estória chocante: o rapaz vinha, sabe Deus desde quando, abusando das duas meninas maiores da companheira.

Eu não sei os detalhes, nem quero. Sei apenas que no meio da confusão que o flagrante causou ele roubou o cartão de banco dela, sacou todo o dinheiro e se mandou, dizem que para o Rio de Janeiro.

A polícia está na captura dele. Os tios das meninas também. Eles dizem que caso o encontrem antes da polícia ele pode ficar tranquilo pois para a cadeia ele não vai…

Ele merece a sorte que o espera caso caia nas mãos dos tios das meninas? Sim. Eu o conheço há 18 anos, desde menino. Não era próximo de mim, mas o conhecia. E me dá um aperto ao pensar nas meninas. Elas são lindas, moreninhas com os cabelos bem compridos e cacheados, meigas e carinhosas. Lembro quando eu ficava com as crianças no grupo de oração e elas me abraçavam e diziam que me amavam. Lembro delas rezando pelo papai que morrera, eu inclusive ensinei. Lembro do sorriso, lembro dos cabelos bonitos.

Sinto tanto, mas tanto, que nem sei expressar. Escrevo chorando…

Pelo amor de Deus: se você é mãe preste muita atenção às pessoas que mantém contato com sua criança. E colocar um homem dentro de casa precisa ser muito bem pensado. Eu disse isso à minha irmã quando do casamento dela, eu digo isso a você que me lê. Pelo amor de Deus, seja mulher mas não esqueça que há uma criança que depende de sua proteção. E que só pode contar com você.

Claro que nem todo mundo é bandido, mas quem vê cara não enxerga o coração. Ou a falta dele…

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

71 comentários , comente também!

  1. Nossa amiga, acho que só hj, so esse post eu gostaria de não ter lido...não agora na hora de ir dormir...

    Caramba num sei se vc ja leu alguns posts meus sobre filhos...eu so das mais preocupada com isso...e sempre que posso oriento mães....meus filhos vao para casa dos avós, mas eu fico que ai ai...ligo de 2 a 4 vezes por dia...porque sei que se hoiver algo errado eu detectarei no geitinho deles falarem....porque eu conheço os avós, mas não conheço todos que frequentam a casa deles nao é mesmo?

    Beijos amiga...ja respondi o e-mail
    Tchau, boa noite!
    Joana Campos

    ResponderExcluir
  2. Elaine neste momento só digo sinta-se abraçada por mim carinhosamente, este é um daqueles momentos que palavras são difíceis de ser encontradas, mas quero te dar os parabéns por tua sinceridade e caráter de contar este fato para servir de alerta para tantas pessoas.Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Elaine, que triste história... abusos deixam marcas para sempre, principalmente em nós mulheres. Somente Deus para ter piedade dessas meninas. Meus pais são separados há 15 anos, e minha mãe nunca se relacionou com outra pessoa, pois sempre pensou em mim e na minha irmã que éramos mocinhas na época. E bem ao nosso lado, havia um vizinho que abusava das enteadas e a mãe delas era conivente com o fato com medo de perder o marido, que era bem mais jovem do que ela. Muito triste mesmo. Que a justiça ache esse moço que tem perfil psicopata para ter feito isso tudo.

    ResponderExcluir
  4. Ai Elaine...

    Não imagino a dor da mãe e a desorientação das meninas. Como vc mesma colocou, é inominável.
    Espero q as três tenham o conforto da família e o auxílio, se possível, de um profissional para que a infância das meninas não seja roubada.
    Daqui fico rezando por elas, por vc e que o criminoso seja preso, julgado e de lá jamais saia.

    ResponderExcluir
  5. Elaine.
    Caso estarrecedor.
    A gente fica sem palavras....
    Mas a gente tambem sabe que o ser humano é passivel de cometer estes atos vís, ignóbeis.
    Tem mesmo que ter muito cuidado com quem põe dentro de casa. Infelizmente nem sempre é assim.
    Ja vi mãe acobertando estes abusoa, você tambem ja deve ter relatos disso. É inominável.Causa profunda revolta contra estes individuos, que na verdade nem podem ser classiuficados como "seres humanos". Se os tios não cuidarem dele, na cadeia cuidam, tambem essa é a triste realidade. Nem os bandidos coadunam com esse comportamento.

    Abraços sentidos.

    ResponderExcluir
  6. Nossa,que horror.
    Tomara que peguem o infeliz rápido e que mandem ele pra o lugar merecido.
    Essa mãe tem culpa tbm.
    Deveria estar mais atenta,outra infeliz.
    Bom,vou me calar porque eu tô na TPM e ando muito decepcionada com o ser humano,hoje eu não sou a pessoa mais adequada para ficar comentando.
    Se me deixassem uns cinco minutos com ele o problema estaria resolvido.
    Mudando de assunto,feliz 2011 querida.
    Gosto muito de vc.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Elaine sabe o que me assusta,a gente pensa por ignorância,ou falta de malícia,não sei que essas coisas só acontecem com pessoas menos cultas,rústicas...enfim e na verdade pode acontecer em qualquer lugar
    Minha vizinha tem uma menina de uns 3 aninhos e o tio mora no mesmo quintal sempre ficava brincando com a menininha,levava para comprar bala,irmão do pai da menina
    Esses dias atrás a mãe estava desesperada pq a menininha veio contando a ela que o tio fulano pediu a ela que fizesses coisas que prefiro nem mencionar aqui uma menininha que nem sabe dizer direito o nome dos orgãos intimos falando para a mãe as barbaridades que o tio pediu q ela fizesse
    Agora a noticia vai se espalhando e estão querendo encontrar esse tio
    A gente se horroriza,se assusta,mas temos que nos colocar no lugar dela
    E se fosse com nossa filha(o)???
    Assusta o mundo em que vivemos
    As pessoas se escondem em mascaras do que não são...dificil...
    Que Deus possa de alguma forma orientar essa mãe e ajudar essas meninas a superar esse trauma

    ResponderExcluir
  8. É minha querida, realmente nao conhecemos as pessoas, pode passar o tempo que for, algumas delas vão nos decepcionar mesmo. Essa história é muito triste, rezemos para que essas crianças não cresçam com problemas. Bj carinhoso!!

    ResponderExcluir
  9. Jesus amado!
    Tenho uma filha de dez anos e esse medo eu carrego.
    que triste isso.

    Uma boa noite e uma semana de paz..

    Andreya.

    ResponderExcluir
  10. Oi,

    Passeando por esse mundo blogueiro, passei por aqui e gostei muito.

    Tô de queixo caído com a história que vc acabou de contar.

    Que as meninas fiquem bem e que a justiça dos homens ou de Deus possa dar um jeito nesse "monstro".

    Beijos e fique com Deus também.

    ResponderExcluir
  11. Que história triste!!! Não sei o que escrever ou dizer!!! Só por Deus...

    ResponderExcluir
  12. Olá Elaine.
    Uma história triste e que está se repetindo com muita frequência nos últimos tempos.
    Acho que a família não deve se vingar pois um crime não compensa o outro.
    Cuidem das crianças para o trauma não ser muito grande, e que essa mãe saiba escolher, se ainda pretende ter um outro companheiro.
    Que Deus as abençoi.
    Beijo.
    Maria luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  13. Nossa, que horror essa história. Desde o suicídio até a questão do abuso! Meu Deus...

    Apesar da história tão triste, o post em si é muito bom, pelo alerta feito: o povo se ilude muito, já dão carta para qualquer sujeito só porque frequenta grupo de oração, é simpático, etc. Se simpatia e grupo de oração, ajuda comunitária, etc, fosse garantia de alguma coisa, não teríamos políticos corruptos, não é? O povo acha que criminoso tem que ter cara de mau, ser grosso, feio, ateu, etc - mente guiada por estereótipos.

    Uma coisa é a gente ser enganado e lesado - a gente sofre, mas dá a volta por cima e tenta se refazer.
    Outra é quando temos seres sob a nossa responsabilidade e nos deixamos descuidar. O descuido custará sempre muito caro às crianças.
    Cada lar tem que ser respeitado como um templo, não é qualquer um que deve entrar. E filhos são preciosos, é preciso averiguar quem entra em contato com eles. Muitas mães agem irresponsáveis demais, cada mês tem homem novo na casa, vai saber o que cada um deles pode fazer.

    é muito triste tudo isso, Elaine... sinto muito, muito mesmo.

    ResponderExcluir
  14. Elaine,

    Que horror!
    O quê dizer de uma coisa dessas!
    Espero, de coração, que essas crianças consigam se recuperarar!
    O quê falar de uma criatura que abusa de crianças?

    Beijinhossss

    ResponderExcluir
  15. Poxa! Acabei de fazer um comentário, mas não sei se foi com o meu perfil correto...

    Espero que sim!

    Se não foi, apaga tá?

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. A escolha por uma pessoa afligia muito minha mãe, apesar de eu e meu irmão sermos grandes quando ela se casou novamente, mas meu padrasto sempre nos respeitou muito, não sei se é pq ele tem bastante idade, pela índole...
    Nem sem camiseta perto de nós ele fica, e me ama mais e me respeita muito mais do que as próprias filhas dele, de sangue...
    É muito triste ouvirmos histórias assim...
    Me corta o coração...
    Estarei orando por essas meninas...
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Oi Elaine!

    Depois de vários anos em ambiente forense, 5 deles em vara criminal, já vi de tudo, mas nada me deixava tão enojada quanto abuso sexual contra crianças.

    Vi o caso de um pai que abusou tanto do filho quanto da filha, desde bem pequenos, até ser pego em flagrante e preso.

    E também não tenho orgulho das pessoas que fazem justiça com as próprias mãos. Daí vão dizer: ahhh, vc fala isso porque não tem filhos, nunca aconteceu com você.

    É... tô falando sob a ótica de quem não tem filhos, mas essa é a única ótic que conheço.

    De qualquer forma repudio, me revolta, me deixa desconcertada, qualquer tipo de violência, desde gritos, opressão psicológica, humilhaçao, até o extremo de espancamento e violência sexual, contra as crianças indefesas.

    Boa noite! Que tudo se resolva e a justiça seja feita, com a prisão do foragido.

    Clau

    ResponderExcluir
  18. Parece que quanto mais escutamos ainda não nos é suficiente como o ponto final, a última estória. Sempre vem algo que nos choca de forma diferente. Uma estória triste, amarga e com sérias conseqüência desde o suicídio do pai até o abuso do padrasto. Como sofre uma criança...como isso vai somar quando esta criança se tornar adulta. Sinto muito pelas meninas e por você..beijos e boa terça-feira.

    ResponderExcluir
  19. Nossa Elaine...
    Sabe que sou super encanada com isso. É muito grande o número dess fato triste. E nem mesmo nos próprios pais podemos confiar, quanto mais em um completo estranho.
    Que Deus abençoe essas meninas e a mãe, e que justiça seja feita. Se meu filho passa por isso, ah nem sei, viu?

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Elaine, ainda bem que acabou, que as meninas não sofrerão mais! Quantos desses casos não acontecem por anos e anos, sem que a criança conte.
    Que Deus as abençoe e as façam esquecer essa monstruosidade.
    Bj

    ResponderExcluir
  21. Oh, meu Deus. Que terrível... :( Nem há o que dizer diante de uma história dessas, há?

    ResponderExcluir
  22. Eu li chorando.
    Tenho dois filhos e nada, nada nesse mundo, paixão por maior que seje, me fará colocar outro homem (que não seje o pai deles) dentro de nossa casa para conviver com eles. E são casos assim que me faz desconfiar de TODOS (até do próprio pai)infelizmente.

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  23. Elaine, eu sofri isso na pele e posso dizer que as marcas são profundas e eternas. Isso muda tudo na nossa vida.
    Mas, ó, apesar de ter um monte de limitação social em decorrência disso, sou uma pessoa normal, dentro do possível.

    O que todo mundo esquece de pensar é que o abusador já foi abusado um dia. Ninguém faz isso por achar divertido. Infelizmente isso é um efeito dominó, que um dia fizeram com ele e hoje ele faz com outros.

    Não estou defendendo o agressor - nem o delas, nem o meu -, mas as terapias, os estudos e as orações me fizeram entender isso. TODO agressor tem uma história de ter sido agredido. Acontece que a maioria das pessoas não consegue lutar contra seus próprios demônios e, quando se vêem numa situação de poder, fazem as mesmas coisas horríveis que um dia sofreram.

    Lamento demais pelas meninas. Lamento mesmo. Elas precisam entender que não são culpadas de nada, pq vão se culpar por muito tempo. E essa mãe.. que dó que tenho. Pq também vai viver se culpando pelo que aconteceu. Ore muito por elas, pq oração ajuda muito. Aliás, farei isso também.

    Bjs,
    D.

    ResponderExcluir
  24. ELAINE QUERIDA...
    que triste e lamentável o que vc relatou, infelizmente nos ultimos tempos é só o que se escuta falar, abuso, abuso e abuso de todas as formas e maneiras...
    acho sim que a justiça deve ser feita e que se a familia encontra-lo antes que o castrem pra que nunca mais pratique tais atos com essas ou outras meninas.
    sou radical nisso, sou mãe e nem posso pensar em algo assim com minha rainha...
    me dá calafrios ...
    sabe não tenho quem me ajude com a bhasinha, é duro ter que me virar nos trinta pra poder dar conta de tudo, mas eu não a deixo com ninguém, absolutamente ninguém...
    naõ confio..
    pode ser parente, amigo, amiga, não deixo, não dou e não empresto...
    ela já está mocinha desde os dez anos e além de tudo não sabe falar, é um bebe de treze anos...se fazem essas coisas com crinças saudáveis imagina com a minha...Deus é mais...
    só confio nas meninas pra ficar com a bhasinha( tete e clarice) pois sei que jamais lhe farão mal algum pois a amam...e é verdadeiro.
    fiquei muito triste querida...
    sinto muitissimo principalmente por ser um aparentado seu e as meninas serem tão próximas...
    mas elas ficarão bem pois o maldito já se foi e agora Deus fará a obra de limpar toda essa tragédia das vida delas..elas irão superar e vencer..serão meninas maravilhosas, lindas e com um futuro, sim um futuro grandioso pela frente.
    acredite, tenha fé e força.
    minha solidariedade, carinho, e força neste momento tão dificil.
    vc tem razão quando diz que as mães devem se preocupar com quem elas poem dentro de suas casas, seja com filhas mulheres ou meninos...a violencia é igual.
    bjuivos no seu coração.

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  26. Puxa Elaine, triste mesmo! Ore por dias melhores e a superação dos traumas pelos envolvidos

    As meninas precisam de muito apoio e a família também. Não devem fazer justiça pelas próprias mãos sob pena de sofrerem o decorrente processo penal pelo crime praticado o que seria um outro sofrimento e tormento.

    Deve-se estar alerta sempre para proteção dos vulneráveis, pois os abusos muitas vezes ocorrem por pessoas próximas, agregados, vizinhos ,sócios, professores , treinadores e as vezes até parentes e naõ só com meninas, mas também com meninos.

    Devemos estimular que as crianças nos contem tudo o tempo todo sem medo de consequências.

    Fica com Deus

    ResponderExcluir
  27. História triste e infelizmente tão comum ... Lamento pelas meninas, pela família, pela mãe. Que eles superem essa tragédia, é o que desejo sinceramente. Beijoca carinhosa!

    ResponderExcluir
  28. Elaine, se for pra alertar, gritar e ajudar, chore, chore muito mas nunca fique calada, conheço casos parecidos com pessoas que amo e convivo e sei o sofrimento que isso causa, mulheres que crescem sendo obrigadas a entender, perdoar e se amar, mulheres que quuando crianças passam pela cretinisse de uma pessoa monstra que não é capaz de pensar com um ser racional que deve ser, nada nesse mundo justifica NADA nem a demencia...Sofro por essas crianças e sinto que esse mundo, por mais lindo que seja, esta sempre nos testando, pra ver até onde vai nosso limite...Que Deus ajude essa familia, infelizmente mais uma que sofre, por um doente que não pensa, nas vidas que prejudica... Tenho 4 filhos, e mesmo sendo 2 casais sofro tenho medo, terror que a vida nao seja tão boa como parece as vezes...Adoro vir aqui, me faz pensar sempre, vim pra te avisar q entro na blogagem retro, mas amanha volto e faço novo comentario...
    Um beijo

    Fernanda

    ResponderExcluir
  29. È muito difícil encontrar palavras para exprimir sentimento diante de uma história como essa. O pior é que existem muitas histórias assim pelo mundo afora :( E com certeza dói ainda mais qdo acontece no nosso meio.
    Conheci uma mulher q tinha uma filha de a5 anos e ela dizia que namorava sim, mas homem dentro da casa dela só qdo a filha não estivesse mais.
    Se pai estupra filha, imagina um ser q não tem nenhuma ligação.

    beijos e fica bem.

    ResponderExcluir
  30. É terrível e infelizmente tem se repetido. Conheço diversos casos, fora os que vemos na tv. Eu mesma tenho um caso de pessoas bem próximas. E o abusador era uma abusadora, pasmem. De dentro da casa, muito, mas muito "confiável". Deus nos livre dessas pessoas.
    Consolo para essa família e para você. Muita paz. Bjks

    ResponderExcluir
  31. Nossa amiga, que coisa difícil de ler... imagino de escrever! Fico pensando nessas meninas e em tantas outras... isso deve gerar um trauma absurdo! E vou te dizer, tenho 2 meninos, mas me preocupo também... Coleguinhas? Prefiro que venham brincar na minha casa... não gosto de deixar o mais velho (7 anos) brincando na casa de ninguém. Conheço as famílias vizinhas, mas sou suuuuuuuper desconfiada de todo mundo... é meu jeito! A gente as vezes acha que conhece, e de repente, se decepciona!!! É melhor previnir, com certeza! Bjs

    ResponderExcluir
  32. É Elaine, deu também vontade de chorar aqui...Tenho uma irmã separada, linda! com duas princesas na pré adolescência, ela morre de medo de se relacionar com alguém por conta das meninas... Por conta dessas histórias. Pior é que está se banalizando,sempre ouço algo na TV...Temos que orar por estás almas perturbadas.

    Ah! Grata pela atenção, recebi seu e-mail, vou responde-lo à noite.

    Um dia de luz para você.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  33. Muito triste mesmo essa história, Elaine. Fico indignada com esses casos, é uma tremenda covardia.
    Penso como você, as mulheres deviam pensar mais em seus filhos, e filhas, quando da escolha de seus relacionamentos. É uma falta de responsabilidade sem tamanho, o descuido e o descaso com as crianças.
    Infelizmente, é tão comun situações como essas, nos dias de hoje. As pessoas perderam o senso, o juízo e a vergonha.

    Grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  34. @Anônimo
    Querida, eu já imaginava algo assim, por conta de umas coisinhas escritas por você, bem de leve, ao longo do tempo. Sou muito observadora, e imaginava que algo ruim de verdade houvesse acontecido.
    Sabe, de cabeça fria, eu concordo com você. Concordo em tudo, não sou vingativa e lamento muito mesmo por ele, que foi deixado pela mãe, sem pai, e teve uma vida dura mesmo.
    Também não estou justificando, mas apenas dizendo que concordo com você.
    Sabe? Você venceu, em condições que afetariam qualquer um, você venceu, louvado seja Deus!
    Beijossss

    ResponderExcluir
  35. Querida Elaine, essa triste e cruel estória me toca de forma muito especial, não quero entrar em detalhes, mas quero fazer coro contigo.
    Por favor mães prestem atenção nas suas crianças sim, pois o perigo pode vir disfarçado de familiar o que torna tudo mais difícil, pois normalmente pensamos em atitudes assim de estranhos, mas nem sempre é o que acontece...
    Que Deus ajude essas crianças a vencerem esse trauma tão difícil...
    Beijo, beijo minha querida!
    She

    ResponderExcluir
  36. Eu acredito. Todo cuidado é pouco até com familiares. Sei do que estou falando, sei muito bem...
    Beijo na alma, querida.

    ResponderExcluir
  37. Bom dia, Elaine! Eu tenho duas filhas e uma ainda é menor, 13 anos. Acho que se me acontecesse uma coisa dessas eu ia ter que me submeter a muita terapia espiritual para poder continuar vivo ou deixar o malfeitor continuar.

    De longe as pessoas parecem tão normais...

    Eu não sou de ficar pedindo a Deus muitas coisas, acho que já tenho demais, mas isso eu peço, que proteja os meus dessas monstruosidades.

    Um abraço solidário. paz e bem.

    ResponderExcluir
  38. Poxa Elaine que história triste!!! Tenho uma sobrinha que tem 5 filhos, as 3 mais velhas moram com a mãe dela e os dois mais novos com ela, e vivo muito preocupada, pois ela vive levando namorado para casa...
    Penso eu, que se ficar sozinha não tenho coragem de por outro homem em casa por causa da Sofhia, talvez depois que ela cresça. Isso tá ficando comum, infelizmente, beijos

    ResponderExcluir
  39. Pedofilia é o abuso de um adulto sobre uma criança e não de um homem sobre uma criança.

    Babás, professores, funcionários e parentes, HOMENS E MULHERES, podem ser pedófilos.

    Escreva, conte, divulgue, tu estás certa em nos lembrar!

    ResponderExcluir
  40. Ai amiga que coisa horrível..sou mãe e se um dia eu me separar não vou conseguir colocar ninguém dentro da minha casa para morar conosco...imagino o trauma dessas meninas e são coisas assim que nos fazem pensar para onde caminha a humanidade..beijos e paz de cristo

    ResponderExcluir
  41. Ai, Elaine... sofro tbm com notícias assim! Nós podemos errar na escolha, mas pra que isso não seja tão trágico, devemos estar mais atentos aos nossos filhos! Por mais que eles (companheiros) queiram mais atenção, devemos dá-las aos filhos.
    Eu procuro dosar atenção aos dois, mas presto atenção às reações da minha pequena. Tomo muito cuidado com a sexualidade dela. Confio DEMAIS no meu namorado, mas se algum dia eu desconfiar de algo com relação à minha filha... já era mesmo!
    Pq ainda tem mulheres que deixam acontecer pq 'amam' mais os companheiros do que os filhos...

    Espero que essas meninas consigam superar isso... a mágoa que fica é grande! Imagino pq qndo a gente passa uma decepção pouca com um homem já marca, imagina abuso? O psicológico tem q ser mto bem trabalhado... Fiquem bem...
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  42. Nossa Elaine, triste e terrível. Já teve caso semelhante na minha família e os traumas são para sempre.
    Estas crianças precisam mais do que nunca de muito amor e atenção.
    Sinto muito mesmo.

    ResponderExcluir
  43. Elaine querida, já li alguns dos seus posts, gosto muito do jeito que escreve, porém nunca comentei, pela falta de tempo, mas hj fiquei em pânico com tudo isso. Sinto muito por esta história tão trágica e o que é pior tão perto de vc, pessoa que vejo ser tão querida. Sofro tbm pois quem é mãe sabe o quanto dói uma maldade dessas com uma filha. Deus me livre!
    Que Deus te abençõe e te traga a paz.
    Beijos.
    Simone

    ResponderExcluir
  44. Que mundo é esse em que vivemos??
    E o pior é que nos deparamos todos os dias nos noticiários com casos semelhantes e até piores!
    Mas também acredito que a justiça será feita, mesmo que não seja pela polícia ou pelos familiares das meninas.
    Muito triste esta história, amiga.
    Muito triste mesmo!
    Beijinhos
    Li

    ResponderExcluir
  45. isso é abominável mesmo!
    Não vivo uma situação dessas, mas temo pelas minhas enteadas que tem uma mãe sem juízo, e que coloca homens e mais homens dentro de casa!
    Se isso acontecer a elas, eu nem sei o que o marido faz!
    Esse cara merece sim, cair nas mãos dos tios delas... Mas tem q pensar tb na justiça de Deus!

    Tomara que as crianças estejam bem na medida do possível!

    bjo

    ResponderExcluir
  46. Nossa fiquei chocada!!!! me dói o coração imaginando a dor e o trauma dessas meninas!!!!que loucura...

    ResponderExcluir
  47. O abuso sexual já é hediondo, mas em crianças ainda pior! Sinto que algo assim tenha acontecido perto de você... O conselho é mais do que válido, porque nunca se conhece totalmente alguém.
    Bj
    Adri

    ResponderExcluir
  48. Elaine
    Que história triste! Nem sei o que te dizer...
    Parece coisa de novela, ou de noticiário do tipo 'Ratinho'.
    As crianças são inocentes, não conhecem a vida e, quanto menos pessoas como esse cidadão (infelizmente). E agora, o que podemos desejar? Cobranças, justiça, solidariedade, mas como? O que nos passa na cabeça, primeiramente, é o 'olho por olho, dente por dente'.
    Mas quem somos nós para julgar?
    Confio na justiça DIVINA.
    Confio no 'aqui se faz, aqui se paga'
    Força e saiba que pode contar comigo.
    Bjs
    Deborah

    www.delicias1001.com.br

    ResponderExcluir
  49. Poxa, meu olhos se encheram de lagrimas como é triste saber que algo tão terrivel assim acontece, sinto profunda dor pelas crianças e pena dessa mãe que de alguma maneira não protegeu suas filhas e raiva desse homem que mais parece monstro mas peço a Deus para que os tios não o encontre e sim a policia pois não vale manchar a mão com este sangue imundo e sei que o que ele fez Deus cobrará e com certeza quando a mão de Deus descer sobre ele aff.

    ResponderExcluir
  50. Boa tarde Elaine,

    Nossa, confesso que fiquei chocada com o post, é realmente muito triste esse caso.

    Elaine, claro que eu te ensino a fazer o chinelo customizado, mas eu não achei seu email em lugar nenhum (repara não, sou tança mesmo). Passa ele que te dou o passo a passo e vai ver que é super fácil...

    Beijos,

    ResponderExcluir
  51. Elaine,

    Não sei nem o que escrever, li vários posts ontem antes de dormir, via Reader, e o seu foi o último. Nem dormi bem.

    Ler coisas assim me revoltam! Outro dia comentei com meu marido, a nossa sociedade - não só a brasileira - está cada dia mais doente.
    Claro que existem pessoas boas e encontrei bastante na minha vida, mas alguns casos que ando lendo, algumas histórias que me contam e outras onde conheço as pessoas, me fazem perder um pouco da fé na humanidade.

    Você retratou bem a história - Inominável!

    Beijos

    ResponderExcluir
  52. Oi, Elaine,
    Cheguei aqui por uma dessas razões fortuitas, que só mesmo Deus poderia explicar. E fiquei de cabelo em pé com esta estória. Mas, para ser sincera, eu não deveria me surpreender com mais nada, já que há anos venho refletindo na, digamos, 'questão humana' e sei que o ser humano é capaz de tudo, do sublime ao repugnante.
    E, sim, ninguém conhece ninguém. E são pouquíssimos os seres humanos que conhecem a si mesmos. Há muito o que aprender numa estória dessas.

    Gostei do blog, vou me incluir entre os seguidores.
    Feliz 2011!

    ResponderExcluir
  53. Elaine,

    Esse tipo de história real mexem tanto comigo, não consigo entender o porque de cometerem uma atrocidade desse tamanho contra pessoas indefesas. Não consigo aceitar!

    O pior é que é uma situação que acontece mais do que temos conhecimento. É de partir o coração. Chocante e aterrorizante, pois chega a um momento em que não podemos confiar em ninguém.

    É por essas e outras razões que minha mãe após a separação do meu pai, optou por não colocar homem algum dentro de casa, e assim é faz 15 anos. E eu agradeço de coração por ela ter aberto mão de viver o seu lado mulher dentro da sua casa.

    Temos que observar e divulgar, para que casos como esses possam ser evitados.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  54. Frô, li ontem à noite e fiquei tão triste que não consegui comentar. triste pelo fato do suicídio, e ainda mais pelo abuso.
    É terrivel a gente imaginar a q ponto chega a baixeza do ser humano, mas é surreal admitir tamanha podridão humana quando vemos a coisa assim, tãor eal e tão próxima a nós.

    Sinto muitíssimo, amiga!
    E espero que o final dessa história seja o mais justo pra todos!

    Xerinhos
    paty

    ResponderExcluir
  55. Esse, com certeza, é daqueles post que a gente não quer ler, mas tem que ser lido e divulgado, para que todas nós, mães ou parentes de crianças, tenhamos sempre o alerta ligado.
    Eu chego a ser paranóica com isso, sempre desconfio de tudo e de todos, a máxima: "quem vê cara, não vê coração" é o meu lema em relação ao meu filho e parentes próximos.
    Minha ex-cunhada quando se separou do marido e arrumou novo namorado, teve por parte de toda família, uma pressão extrema para que não o levasse para casa, afinal, tinha uma filha (sobrinha do meu marido) ainda criança em casa.
    Só depois de anos de namoro e com toda a família conhecendo o cidadão, eles se casaram e mesmo assim, semper converso com minha sobrinha postiça (como a chamo) e procuro saber se está tudo ok.
    Realmente é um caso inominável, peço a Deus para que este homem seja encontrado - por que esses monstros só param de destruir crianças se são parados - seja pela justiça, seja pelos seus parentes...
    Força para toda sua família e principalmente para essas meninas que precisaram demais de apoio, psicológico e afetuoso.

    ResponderExcluir
  56. Oi Elaine, sabe o que realmente me entristece numa história dessa? É que há mães que são desatentas, as crianças dão indícios do que está acontecendo...
    Concordo que a maior preocupação de uma mulher com filhos deveria ser sobre aqueles que estão em sua responsabilidade, mas infelizmente nem sempre acontece assim e os inocentes sofrem... é uma pena!

    ResponderExcluir
  57. è infelizmente vivemos isso a todo momento! foi-se o tempo em que podiamos confiar nas pessoas! imagina a dor dessas meninas? o pai morre e quem poderia protege-las faz isso? Deus tenha misericórdia dessa família e que o "bandido, marginal" seja achado e haja justiça!! sissi

    ResponderExcluir
  58. Primeira vez que venho aqui e carambaaa que texto forte..que relato triste.
    Essas coisas acontecem mesmo e vc fez muito bem de divulgar, de espalhar essa utilidade pública.
    Existe muito lobo em pele de cordeiro e muita gente que finge que não vê o que se passa bem na frente do nariz.
    Parabéns pela iniciativa e até mesmo coragem de expôr isso aqui!

    Sinta-se abraçada!

    ResponderExcluir
  59. Do blog da mulher pensante veio te visitar e ler alguns dos seus posts.Aproveito para te desejar um feliz 2011!

    ResponderExcluir
  60. Oi Elaine, certa vez um conhecido da família foi preso por praticar pedofília, um senhor idoso e ainda por cima advogado.
    Tenho uma ex-cunhada que diz que jamais se casará, pois teme pela minha sobrinha.
    Infelizmente muitas mães preferem dar mais crédito ao parceiro do que aos filhos e tapam os olhos para o que esta bem a vista.
    Sou madrasta de uma criança pequena e sempre evitei ficar sozinha com ela, assim como infelizmente existem muitos casos verídicos, existem também pessoas maldosas que querem ver o outro cair em desgraça.
    Bjs

    ResponderExcluir
  61. Elaine, é muito triste tudo isso que você relatou. Sinto muito. Cada vez que fico sabendo de uma notícia dessa, tão comum nos noticiários da TV, sinto desânimo, tristeza e chego a quase me desesperar por ver que o ser humano está se tornando tão frio e animalesco. Não quero generalizar porque tem muita gente boa por aí que se importa com o próximo, que tem caráter, postura, princípios, bondade, um coração puro e é cristão. Apesar disso o panorama é assustador. Acredito que só com muita oração poderemos passar imunes a tanta violência. Que essas meninas, inclusive a mãe delas, possam seguir suas vidas sem traumas e sem revolta. Que Deus possa abençoá-las, guiá-las e protegê-las.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  62. Olá Elaine, passando para te desejar um feliz 2011.
    Que história triste, realmente quem vê cara não vê coração.
    bjs

    ResponderExcluir
  63. Tá aí o tema que mais me dói sendo mais de três criancas, Elaine. Nossa, nao consigo nem pensar nesse assunto, de tao horrível e triste que é pra mim.
    Ao separar do meu marido, essa era uma das minhas preocupacoes, o homem certo. Nao poderia nunca pensar somente no homem certo, ele tinha que ser o pai certo.

    Dei sorte, gracas a Deus, mas tantas mulheres nao dao. Que coisa terrível meu Deus... nojo nojo nojo de histórias assim! Que Deus abencoe as meninas, que retire de suas mentes essas nojentas lembrancas...

    ResponderExcluir
  64. Oi Elaine, Triste esta história mas infelizmente é a realidade para muitas criânças que por serem tão frageis são sempre as vitimas.

    Desejo que o seu ano seja marcado
    de forma positiva na sua vida e todos os seus sonhos se realizem. Jinhos.

    ResponderExcluir
  65. Elaine amiga,
    que loucura...
    você sabe minha história, e todo mundo fala pra mim:
    "Sõnia, você é tão bonita, jovem alegre, blá, blá, blá...precisa se csar novamente, até pro Santhiago ter uma referência masculina, eu não quero Elaine, e o motivo é esse aí do seu post, me gela a espinha só de pensar nessa possibilidade, por isso vou seguindo assim...
    Sem palavras, comovida e chorando também.

    beijo Elaine.

    ResponderExcluir
  66. Que triste e chocante bom Deus!
    Crianças sendo abusadas por quem deveria defende-las. Onde vamos parar?
    Concordo plenamente com voce ELaine,a mulher que fica sozinha com filhos tem que ter mesmo muito cuidado em colocar uma pessoa dentro de casa.
    A segurança de nossas crianças tem que vir em primeiro lugar.
    Beijos
    Teca

    ResponderExcluir
  67. Muito triste , muito triste mesmo. Seres humanos que agem dessa forma será que podemos considerar que são.

    Sem palavras, prefiro neste momento me manter em silêncio e rezar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  68. Profundamente lamentável o que vem acontecendo com nossas crianças,e ainda tem mãe que facilita.Triste mesmo!!!Saúde e paz pra vc.

    ResponderExcluir
  69. Isso para mim é doença... uma maldade absurda...

    Mas parece que as pessoas estão cada vez piores... Sinceramente, é difícil confiar...
    Coitadas destas meninas...

    bj

    ResponderExcluir
  70. Sempre fico chocada com esse tipo de coisa. A monstruosidade de quem se intitula "ser humano" é ilimitada e imcompreensível.
    Peço à Deus que me livre de passar por isso com qualquer criança que eu conheço, porque não sei não...
    Tenho rezado por essas meninas, para que encontrem conforto, paz e dias melhores. E tenho rezado por esse monstro também, para que mofe na cadeia e tenha o castigo que merece.

    ResponderExcluir
  71. Eu fico revoltada quando leio ou escuto uma história desta, nem sei o que eu faria com um monstro (pois até os animais são melhores que ele) destes. É muito difícil falar, mas quando ele for preso e espero que logo, os prór
    prios presos vão mostrar o que é bom para tosse, pois nem eles toleram isso. E sempre fico esperta com meus filhos, seja em casa ou na rua. Bjs, Rose:D

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…