O preconceito, a presidenta e o fim do conto (do vigário) de fadas

em 1 de novembro de 2010

image Qual a pior coisa que alguém pode fazer?

Matar? Roubar? Mentir? Instigar outros a fazerem tudo isso? Enganar?

Ontem, em meio ao trabalho com o projeto Me chama que eu vou! (esta semana vou mostrar uns blogs lindooosss!) vi uns tuítes indignados a respeito de uma menina que postou impropérios contar os migrantes nordestinos que vivem em São Paulo. Veja:

 image Por curiosidade acessei o blog dela. Vi mais de 70 comentários. Sinceramente? A maioria em um tom tão agressivo quanto o tuíte infeliz dela.

As pessoas, indignadas, comentaram no blog de uma forma tão grosseira, violenta, cruel e baixa que se igualaram a ela. Criticaram tanto o preconceito xenófobo dela e incorreram no mesmíssimo erro. Ela foi chamada de vadia, vaca, puta, patricinha, branquela, piranha (sim, porque xingamentos sexuais sempre são dirigidos às mulheres) e mais um monte de coisas. Belo modo de se posicionar contra o preconceito: sendo tão preconceituoso quanto…

Ela escreveu uma idiotice. E deveria ser punida por incitamento à violência. Sim, mas falou aquilo que está na cabeça de muita gente “de bem”, gente que se refere aos nordestinos como “aqueles piauís”, “aquela paraíba”. Gente que evita sentar em um ônibus ao lado de um negro, “aquele negrinho ali”. Gente que se refere a um gay como se ele fosse a encarnação do diabo. Gente que tem horror à pessoas gordas. Ou com necessidades especiais. Gente que pensa e age exatamente como a menina do tuí… Mas não comete o “erro” de expor publicamente o que traz no íntimo…

Moro em uma cidade que é rota de migração devido ao corte da cana. Vejo de perto como é. Mesmo as pessoas mais “boazinhas” têm um preconceito rançoso. Chega a doer nos ouvidos os termos que usam para se referir aos nordestinos, as piadas sobre os baianos… e por aí vai.

Tenho uma amiga querida, a Joana do blog Doces Verdades, que uma vez comentou sobre o fato de sentir na pele o preconceito. Ela baiana e portanto sabe do que fala. Vivemos sim em um país racista, e racista do pior tipo: preconceituosos contra seu próprio povo. Ser negro, nordestino fora do nordeste, gay, gordo, evangélico, ateu, comunista, branco demais, oriental, etc não é sinônimo de vida fácil. Não mesmo…

barra31

Falando em vida dura eu estou ouvindo agora um trecho do pronunciamento da presidenta eleita Dilma Roussef. Ela diz aos pais para olharem nos olhos de suas filhas e dizerem a si mesmos: “Sim, uma mulher pode” Emocionante, eu me rendo fácil a essas frases… sou boba?

Sim, nós podemos. Independente de paixões temos agora uma mulher na presidência. Rezo por ela, pelo seu sucesso.

Ela precisa acertar sempre. Qualquer erro e logo dirão: “Ah, ela é mulher…” Uma vez Margaret Thatcher disse: “A diferença entre um homem e uma mulher no poder é que a ela não darão segunda chance.” A eles dão, mas a nós não darão. Acertaí, presidenta!

 

Como eu disse: vivemos em um mundo repleto de preconceito, e as mulheres sabem bem como é ser considerada inferior pelo simples fato de não ter pinto.

 

E para terminar vou copiar algo que a Fernanda Reali disse em um comentário aqui no blog:

“Mentir é ruim, mas não é o pior. Pior é mentir sucessivamente, uma mentira maior para embasar a anterior e assim sucessivamente.
Triste é quando as pessoas compram mentiras sem refletir e sem pesquisar, sem usar o seu senso crítico.”

Vale para preconceitos em geral, vale para paixões eleitorais, vale para contos de fada que deixam os envolvidos, digamos… amarelos…. de raiva ou vergonha alheia…

*Crédito do printbarra31

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

74 comentários , comente também!

  1. Parabéns pelo texto. Realmente temos que nos unir e colocar sempre os problemas em pauta. A solução, creio estar longe, mas o caminho já existe.
    Beijinhos
    Li

    ResponderExcluir
  2. Esse post é contundente e necessário para sacudir umas cabeças ocas que andam por aí.

    Obrigada por lembrar de mim e por me citar.

    beijoooo

    ResponderExcluir
  3. Também me rendo a frases bonitas e essa da Dilma me emocionou muito. Eu que nunca fui fã de discursos presidenciais, ouvi o dela do inicio ao fim e quase fui às lágrimas.
    Não conhecia essa frase de Tatcher, mas um dia ouvi de uma conhecida, uma bem similar: as mulheres não podem fazer bem feito, elas são condenadas a fazerem sempre o excelente, porque senão, serão tachadas de incompetentes.
    Que nossa presidente consiga fazer sempre o excelente!
    Fiquei horrorizada com as manifestações preconceituosas que surgiram no 2º turno e se acentuaram horrores de ontem para hoje, de ambas as partes, de quem agredia e de quem "teoricamente" defendia.
    O que fica é a impressão que vivemos todos mascarados e que em momentos assim, a máscara cai e podemos ver a verdadeira face, e, cá entre nós, me deu medo!

    ResponderExcluir
  4. Perfeito seu post! Coerente, sensato, na medida como é bem característica sua ao abordar assuntos delicados.

    Sobre Dilma, eu não votei nela, nem no Serra. Mas senti um imenso orgulho, ao ver uma mulher sendo eleita presidente num país ainda tão machista como o Brasil.

    Espero sinceramente que ela acerte, que faça um excelente governo e quem sabe com isso se resgate um pouco da autoestima feminina, tão em baixa nesse país.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. Eu não gosto de mentiras, mesmo quando a desculpa para usá-la é o "bem" de outrem. Sempre achei que mentir é muito fácil, por isso o povo se esbanja com ela, mas manter a mentira dá muito trabalho, e é aí que a gente sempre desenrola o fio da meada podre!
    Eu fico enojada com preconceito, porque pra mim ele advém do medo de tudo que é desconhecido. Eu devo ser mesmo meio doida, pq sempre que sinto um estranhamento, que me deparo com o desconhecido, aí q eu meto a cara, pra deixar de sentir como estranho e ver logo o lado bonito que sei que "lá" também terá.
    E que essa Mulher brasileira não erre e que possamos crescer ainda mais com ela!

    Xerinhos, minha querida!
    Paty

    ResponderExcluir
  6. Elaine, ontem estive twittando algumas coisas sobre esses acontecimentos, falei que tudo isso era odioso e de extremo mau gosto, errado criminoso. Não ofendi ninguém, nem em suas ideologias politicas, o estado onde moram, nem nada, na verdade minha tentaiva era somente acalmara animos que se encontravam acirrados pelos acontecimentos que nada deveriam ter com politica. Cheguei a dizer que as vezes é melhor usar as sábia frase aquela "Aos idiotas, meu silêncio". Ok, de uma hora para outra também me senti ofendida, quando alguém através do twitter disse que todo o Sul e o Sudeste, deveriam pedir desculpas aos nordestinos. Falei que um estado inteiro não deveria ser julgado por alguns idiotas. Dai falaram que todo munddo que é azul, leva o 45 no peito e é Serra, é facista, ignorante e agressivo. Respondi novamente dizendo que sou tudo isso, mas isso não pode ser generalizado, assim como entendo quem tem motivos para votar na Dilma, acho que também posso ter meus motivos para votar no Serra. Ouvi mais alguns absurdos como ser elite e coisas do genero e desisiti. Mas afinal de que adianta tudo isso, é claro que entendo e respeito todos aqueles que se sentiram ofendidos, e não concordo com este tipo de acusações, mas por favor, de um instante para outro, o ofendido também passou a ofender, também se encheu de preconceitos e conceitos elaborados nem sei onde por um Estado e uma ideologia politica. Amo meu Estado (RS), acredito que somos um estado hospitaleiro e acolhemos e recebemos bem os que vem de fora, mas ser rotulado de facista ou intimado a pedir desculpas por alguns pouco idiotas também é preconceito não é não?
    Então o resumo disto tudo realmente deve ser, "Aos idiotas, meu silêncio", só voltei a falar nisto aqui porque teu post mostrou que eu não era uma louca twittando sem sentido. Só queria que não pagassem preconceito retribuindo com preconceito e ainda achando ser preconceituoso errado.
    Um abraço e desculpe o desabafo.
    Iara

    ResponderExcluir
  7. Elaine,
    Fiz um texto falando do "fantoche" do Lula, lá no Ideias... Sim pq por mais q ela tenha ganhado a vaga de Presidente da República, por mais q ela seja a 1ª mulher a assumir esse cargo, ela ainda é e continuará sendo o "fantoche" do Lula...

    Qto aos preconceitos, eu os odeio... Esse povo tem preconceito de si mesmo!
    Eu tenho uma amiga q odeia ser negra... Ela queria ser branca! Pode?

    Prova de não gosto desses rótulos: Marido é negão, meus melhores amigos são gays...
    A pessoa não deixa de ser o que ela é por causa de cor de pele, de gostar de outra pessoa de memo sexo ou ser de outro estado...
    Preconceito é pura besteira...

    bjinhos!

    ResponderExcluir
  8. Elaine, mais uma vez, vc coberta de razão!
    Somos todos preconceituosos, e apedrejamos os outros sem olhar para o nosso próprio rabo. Tão comum isso... Eu, sendo do norte, já sofri de olhares tortos por ser "lá de cima", ou "paraíba". Minha "sorte" é que sou loura e me misturo com esse povo daqui. Sim, porque eles acham que no Norte todo mundo é índio e anda de cocar!
    Quanto a este caso Amarelo, morri de vergonha por ela ser de lá do meu Pará... Poxa vida!
    Quanto a nossa presidenta, impossível mesmo não ter uma pitada de orgulho! Sim! Mulher pode!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  9. Bah Elaine fiz um baita comentária, baita mesmo, mas na hora de publicar deu erro, acho que era muito grande, se aparcer só um pedaço e não ficar claro me avisa tá? Eu completo ele.
    So nova nessas coisas ainda, mas um dia aprendo.
    Beijos
    Iara

    ResponderExcluir
  10. Texto irreparável, Elaine. Vc é muito lúcida para uma mulher :-P . Brincadeiras a parte, a onda de xenofobia me fez iniciar um texto que não consigo terminar pq está me dando engulhos, é nojento demais. Não me emocionei exatamente por Dilma ser a primeira mulher presidente, mas por que ultrapassamos uma barreira um cadinho mais interessante. Uma mulher que foge a estereótipos femininos, acostumada a exercer papeis antes exclusivamente masculinos foi aceita para ser presidente. Torço muito para que ela não nos faça perder a segunda chance. E muito para que ela segure a ala gulosa do PT. Vejamos o quanto ela manda efetivamente e que possamos seguir em frente.

    bjs

    ResponderExcluir
  11. P....que p.... eu até chorei com a história do amarelo, e é mentira????? Me deixa a par dessa história por favor!!!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. NASCI EM SÃO PAULO, FILHA DE MIGRANTES BAIANOS, MAS COM 8 MESES VOLTAMOS PARA A BAHIA. AOS 22 ANOS CASEI E FUI MORAR EM BRASÍLIA, ONDE VIVENCIEI ESSE PRECONCEITO MUITAS VEZES. NO CURSINHO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS, RIAM ABERTAMENTE DO MEU SOTAQUE, QUANDO FAZIA UMA PERGUNTA AO PROFESSOR. PASSEI A OUVIR PIADAS CONSTANTES SOBRE BAIANOS, COMO AQUELA DO ESCORPIÃO E DA REDE, OU COMENTÁRIOS FALANDO DA " PREGUIÇA BAIANA". FIQUEI INDIGNADA, NUNCA ME CALEI E "BATI BOCA" MUITAS VEZES, MAS CHEGUEI A TRISTE CONCLUSÃO DE QUE O CORAÇÃO DESSAS PESSOAS É PODRE. NADA DO QUE EU, OU QUALQUER OUTRO DISSER VAI LIMPAR ESSA NÓDEA RANÇOSA DE QUEM É PREICONCEITUOSO. DE QUEM TEM ÓDIO POR TER, ESSA É A VERDADEIRA POBREZA DE ESPÍRITO! SÃO DIGNOS DE MINHA PENA, POIS SEI QUE O MEU DEUS, EM QUEM CONFIO, NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS. MAS JULGARÁ ASSIM COMO JULGAMOS, ENTÃO TRISTE FIM RESTA AOS PRECONCEITUOSOS!

    ResponderExcluir
  13. uau Elaine- falou tudo-
    sabe que eu vivo constantemente com o racismo, aqui onde moro predomina o negro e eles mesmo não gostam de ser negros, eles falam para mim que queriam ser como eu - e como eu sou? branca? pois quero os direitos tb de ser chamada de euro descedente- porque- porque esta de afro brasileiro - é o pior racismo que tem- e imitação barata americanizada- e quando querem me ofender - branquela azeda, branquela aguada, loira burra... mas isto não e racismo???
    e há pouco soubemos que maridex foi tranferido para Salvador(meu sonho) e quando falo para algumas pessoas- resposta - ah se era isto que tu queria!
    - Nossaaa Lúcia tu tão branquinha láaa?
    lá aonde?
    tem gente que pensa que na Bahia so tem negros e aquelas baianas vestidas de branco , é o mesmo que chegando no RS pensar que só vai encontrar loiros de olhos azuis e gauchos pilchados-
    eu fico admirada com o preconceito e o racismo em pleno sec 21 -
    e eu morei em sampa e vi de perto o preconceito contra "os paraiba" como muitos os chamavam - eu amo o nordeste, os nordestinos o jeitnho de falar...
    e quanto aquela novela - é um bom enredo para um filme psico drama´tico - esta moça é doente - e agora a descupa da descula ficou mais enrolada ainda -
    eu não ajudei - porque nem sabia, eu fui algumas vezes neste blog mais falado da semana, e achei um porre aquela historinha que nunca ia pra frente - e me pergunto cadê o rapaz da foto?
    bj

    ResponderExcluir
  14. Concordo com tudo que você disse e eu presenciei esse desmando dessa menina do Twitter.
    Enfim, o ser humano é o mesmo no atravessar de anos e décadas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Clap Clap Clap do começo ao fim!
    Falando nisso, (eu peço licença) se puder, acesse esse site e já clique na barra superior para denunciar. é um manifesto separatista paulista, que repudia nordestinos em SP.
    http://www.manifesto.rg3.net/

    O twitter estava nojento, de TANTAS mensagens contra nordestinos. Eu não sou nordestino nem tenho origem nordestina. Mas sou brasileiro assim como o nordestino tb é. Então estar contra o nordestino é estar contra si mesmo.

    O preconceito é a arma de quem se sente menos. Se faz preciso diminuir alguém para se sentir menos lixo. Pobre dessas pessoas, que não conseguem aceitar uma diferença que NADA tem a ver coa vida delas. Se o outro é negro, gay, gordinho, a vida dela não muda.

    Sabe...tem gente que ainda acredita no caso citado. Eu até entendo, pq é mais fácil acreditar (pq um dia já se acreditou) do que dizer "fui enganado". Ser humano...sustenta uma mentira só para não ferir o orgulho próprio!
    afff


    e a Dilma? Acabou a eleição. Agora é presidenta. Então temos que torcer por ela, pq é torcer pelo país.

    Amo vc, Elaine, minha amiga do coração

    ResponderExcluir
  16. Oi, gostei do post. Muito bom, eu fiquei chocada com o que eu li ontem no twitter, e eu nem tinha visto o comentário desta moça sobre os nordestinos.
    Fiquei triste com pessoas que eu gosto postando coisas do tipo quem é inteligente vota psdb, quem não é vota Dilma, que tipo de política é essa?

    Cadê a democracia e a diversidade?
    Socorro!!!
    Um beijo e boa semana!
    http://apenasumpontoesportivo.blogspot.com/
    http://www.apenasumponto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Elaine,
    Você é simplesmente magnífica. Concordo com tudo que escreveste. Parabéns pelo senso crítico e de cidadania. Afinal Brasil é democrático e não deve haver xenofobia.
    Deus abenções suas sábias palavras e ilumine sempre sua mente sempre aberta.
    bjs grandes.
    Até tinha feito uma postagem em meu blog sobre isso

    ResponderExcluir
  18. Affffff, Elaine... vc não tem noção de como eu estou lendo esse post! ESTOU TOTALMENTE ARREPIADA E COM O ROSTO RUBRO (meu marido até percebeu!)
    Esse texto me tocou, fortaleceu as minhas convicções. É bem fácil mesmo supervalorizar o erro alheio e cometê-lo na esquina. Temos REALMENTE que reformar-nos intimamente. Nos colocar no lugar do outro antes de falar ou agir é indispensável, seja qual for a situação.
    Quanto aos preconceitos, penso que as pessoas que prejulgam, comungam da ignorância, da completa falta de conhecimento de determinado assunto. Na maioria das vezes, são aculturadas, falam o que lhes foi imposto, repetem o que ouviu durante a vida, são verdadeiros papagaios de pirata. Isso independe da condição financeira ou grau de instrução, viu!
    Tenho muita pena delas, de verdade!
    Eu mesma, amiga, sou ignorante em tantos aspectos da vida... afff... "sei que nada sei!"rsrs.. E por não ter embasamento, não abro a minha bocarra sobre certas coisas.
    Acho que a menina aí perdeu a oportunidade de ficar calada e os "comentaristas infames" do seu blog também!
    Em relação aos contos de fadas, eu ri, viu? E também aplaudi o seu comentário e o da Fernanda!!!
    É preciso parar de dar ibope para as mentiras amarelas, deixar de lado meeesmo, "simples assim", né? rsrs...
    Fui, acreditando que nós, mulheres, geradoras da vida, podemos fazer a diferença, sempre!
    Beijim, Liu!

    ResponderExcluir
  19. Oi Elaine,

    Todos sabemos que o preconceito não é lenda. Ele existe e é um monstrinho forte e bem nutrido. Esse monstrinho é um criminoso, e por isso tem que se disfarçar. Ele vive se alimentando das piadinhas, ditos populares e gozações que muitos simplesmente acham engraçado e repassam.

    Eu não tenho esperanças que este monstrinho morra, não nesta geração. Talvez, nas próximas, com uma mudança cultural ele possa perder força.

    Abraços!!

    Lei 9.459
    Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

    Está aí mais uma lei que existe no papel, mas na prática... Pensando bem, essa lei nem deveria existir, ou melhor, nem deveria ser necessária.

    ResponderExcluir
  20. Um detalhe: essa Mayara Petruzo é estudante de...direito! Caramba, e ela não sabe que esse tipo de preconceito dá cadeia. Eita...
    mas acho q não demora pra ela ser uma nova Geisy, vai sair pelada, vai faturar em cima, vc vai ver rs.

    ResponderExcluir
  21. Eu sinto muito mas discordo. A muiher não pode. Quem pode é o ser humano, quem precisa se despir dos preconceitos é a humanidade. Não é a mulher que é discriminada é todo aquele QUE É DIFERENTE DE MIM! Enquanto acharmos que mulher é melhor ou pior, que mãe é santa, que político é corrupto e outros mitos a humanidade engessa. Tem tanta mulher ordinária de envergonhar cafajeste, mães que jogam seus filhos na lagoa para morrerem não são o exemplo de santidade e políticos desonestos sao filhos de uma sociedade extremamente desonesta.
    Não creio na Dilma, não porque ela é mulher mas pelo seu passado de bandidagem e pelo seu presente de hipocrisia

    ResponderExcluir
  22. Perfeito Elaine! Sou nordestina,olha só kkkk Fui uma das muitas que ficaram chocadas com tamanho preconceito e incitação a violência. Como você diz o preconceito está em toda parte,essas pessoas apenas usaram a eleição para expor o delas,que triste situação. Bem,escrevi no meu bloguinho sobre isso e lá faço uma proposta,foi bom saber que a Joana do Doces Verdades é baiana,talvez ela possa me ajudar e aderir a proposta que faço por lá ;) Dá uma passadinha por lá quando puder. Cheiro! Vivi Oliveira

    ResponderExcluir
  23. Não tenho o que falar sobre preconceitos, acho que tudo já foi dito e o ser humano enquanto grupo, pouco vai mudar...
    E sim, estou muito feliz por ver uma mulher presidente, embora não tenha votado nela (convicções políticas), torço para um governo decente pra calar a boca dos machistas (e das machistas)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Mesmo votando contra, também me emocionei com o discurso de Dilma, falou bonito a presidenta do Brasil.
    Agora é todo mundo junto, orando, torcendo pra que tudo der certo. E que Deus tenha misericórdia do nosso país e de nós.


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  25. Elaine
    Que mais dizer para isso tudo. . .
    Sentar e calar minha boca seria como estar aceitando esse tipo de coisa.

    O que falta neste país são pessoas com cultura e educação elementar "meu caro Watson", pois o que deveria ter em todas as escolas seria a obrigação de se ler a "Constituição da República Federativa do Brasil".

    Estudando para concurso público tomei conehciemnto a fundo dos direitos, de veres e obrigações e está bem claro no Art. 3º - Item IV um dos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
    "promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação".

    E apesar disso tudo ainda se encontra essa ignorância, mas isso se vê até nos ônibus aqui no rio quanto aos idosos e deficientes. É uma vergonha.

    Poderia continuar a falar sobre os gays onde em Portugal a Associação dos GLS promoveu uma campanha publicitária como título "Pelo direito a indiferença"
    e aqui no Brasil ainda temos que convivefr com a chacota, a violência e muito mais.

    Vamos torcer pelo sucesso da nossa nova presidente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Elaine,

    Meu marido dormindo... e eu lendo seu texto! rs
    Quero lhe parabenizar pelo post! Amanhã eu retorno para comentar...

    Como não quero mais tocar nesse assunto dos amarelos, pois para mim as pessoas que se envolveram devem ter mais cautela daqui pra frente e mais, colocar um ponto final naquele blog e não dar mais audiência a autora ou autores; vou apenas repetir o que disse no twitter:
    O único amarelo que eu conheço é o Homer Simpson!

    Beijos ;) Amanhã falo dos outros dois assuntos!

    ResponderExcluir
  27. Hi! friend, Could you exchange link with my site? it is new, do hope you do not mind to exchange link
    Here's mine
    http://khdoc.blogspot.com/

    http://khmergay.nibblebit.com/
    http://amangay.blogspot.com/
    cheer,

    Khdoc news

    ResponderExcluir
  28. Oi amiga, qto tempo nã o comento por aqui... mais hoje madruguei então consegui comentar... hehehehe.

    Mais qto ao twiter super mega blaster preconceituoso, fato lamentavél e lamentável tbm a atitude dos comentarista; com esses xingamentos o que eles conseguiram?
    Mais isso só nos alerta que o preconceito ainda existe(infelizmente), mais tá aí e tem que ser encarado como uma falta de conhecimento, humanidade, de um super hiper mega ego infeliz por parte do preconceituoso...
    Agora qto a presidenta, desejo tbm a ela muito boa sorte. E que Deus esteja sempre ao seu lado pra guia-la em suas decisões. Ela tem que arrasar, deixar a homarada com medo das mulhereada no poder. rs

    Bom feriado amiga,

    beijos EDI :)

    ResponderExcluir
  29. O pior dos preconceitos não deve ser combalido no mesmo tom.
    Lamentável a idiotice da menina,mas nada justifica a violência mesmo que em palavras como vc contou!
    Lamentável tudo isso...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  30. Estou me interando do assunto ainda e vim aqui ler o que vc tinha a dizer.
    volto de novo.
    bj.

    ResponderExcluir
  31. Sou nordestina, muito orgulhosa do que sou e muito consiente que o preconceito existe forte e constante e é incitado pela televisão, pelos livros didáticos pela vida, quantas vezes não vi em livros de geografia que o "Nordeste é a região problema do Brasil"? Como se em outras regiões não houvessem problemas! Nas novelas a nordestina sempre aparece como a empregada domestica ou como seres folcloricos com a Maria do Carmo e de coisas do gênero vem a visão extremamente esteriotipada e preconceituosa que os "sulistas" tem de todos nós!!!

    Enfim, talvez isso mude um dia talvez não, mas é sempre bom observar que há quem tente dar sua colaboração para que isso mude... Seu blog vira a cada dia um espaço pedagogico onde vc debate temas complicados e faz todo mundo pensar sobre a realidade e se manifestar \o/ Um trabalho lindo, sem duvida!!!

    ResponderExcluir
  32. Bom dia Elaine! Sempre a beleza prevalecendo no seu trabalho. Um beijo de luz!

    ResponderExcluir
  33. Elaine
    Quero ver o que você já fez... deve ter ficado lindo!
    Comentei em alguns blogs já sobre o preconceito... uma loucura total, acho que as pessoas perderam totalmente o fio da razão! Racismo é crime e deveria ser punido. As pessoas só vão mudar a postura quando começarem a pagar as contas pelos próprios atos.
    Beijos
    lelê

    ResponderExcluir
  34. Transformar a democracia em um festival de preconceito e mau gosto é absolutamente deprimente.

    ResponderExcluir
  35. Oi Elaine!

    Não acompanhei esse episódio...pois não tenho twitter. Mas opino pelo post que você fez. É ridículo esse tipo de preconceito, aliás qualquer tipo de preconceito! Acho que a garota falou o que queria querendo "causar", como eles dizem hoje.
    Penso um pouco como a Ronda, ai acima...o preconceito é um monstrinho que acabamos por alimentar com piadinhas e gozações "inocentes".
    beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  36. Oi Elaine, vim para te aplaudir. Grande texto! Eu também estou me rendendo à nova presidenta. Votei nela não por convicção, mas por ser 100% contra o Serra. Agora, estou alimentando minha confiança de que pode sim ser bom para nós! Vamos aguardar, e ajudar. Se nos educarmos, se educarmos nossos filhos, se conversarmos com amigos... Tudo isso pode ajudar nosso país a crescer. Ele não cresce apenas com um presidente-salvador-da-pátria, ele cresce com cidadãos. E para ser cidadão é preciso respeito: pelo próximo, por si mesmo, por sua terra! Parabéns pelo texto.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  37. É necessário serenidade, pois preconceitos há em todos os lados.

    Até eu, que sou português e vivo em Portugal, apanhei por tabela no Facebook, de alguém apressado que sem pensar duas vezes escreveu que eu era «um nordestino sem massa encefálica».

    :))))

    Que fazer, né?

    ResponderExcluir
  38. Nosso povo tem terríveis discrepâncias. A pluralidade é tanta, que abrange também os preconceitos. Êta vida essa... Beijo guria.

    ResponderExcluir
  39. Você sempre vai "ao ponto!"
    Adorei essa postagem.
    Beijão

    ResponderExcluir
  40. Olá Elaine,

    Não esqueci de você não viu? Só estava sem tempo de comentar!

    Olha, como falei lá no blog de Alexandre, SOU NORDESTINA com muito orgulho e esse tipo de coisa não me abala nem um pouco, e sinceramente tenho muita pena de gente que pensa assim, vive com preconceitos e falando mal dos outros por aí, no final só quem sai perdendo são eles mesmo, os preconceituosos!!

    AMO MEU NORDESTE
    AMO MINHA CULTURA
    AMO UM BOM FORRÓ!

    E mudando de assunto...

    Que DEUS abençoe a nossa nova Presidenta e que tudo ocorra bem para todos os brasileiros!

    Fica em paz e bom feriado para você!!

    Beijos...

    ResponderExcluir
  41. Oi Elaine,
    Realmente o preconceito 'e um lamentavel defeito do ser humano.Eu mesma passo por isso em minha familia por causa da minha religiao, mas o meu botao " F " esta ligado 24 horas e eu sempre digo, que se eles soubessem a importancia que dou a opiniao deles, nao perderiam tanto o precioso tempo. Quanto a Dilma, eu continuo dizendo que nao estou contente e tao pouco orgulhosa por ser uma mulher na presidencia, a menos que fosse uma mulher que governasse por ela mesma e nao fosse marionete e pau mandado de um HOMEM (Lula). Espero que ela mude a postura quanto a isso e me prove o contrario, quem sabe eu ainda me surpreenda n'e? De verdade que eu gostaria que isso acontecesse. De resto 'e esperar pra ver como vai ficar.
    Desculpa a escrita sem acento, mas to usando o lap top do filho. O meu ta quebrado..affeeee..
    Bjs e bom feriado
    Marcia

    ResponderExcluir
  42. Parabéns, Elaine.
    Sim, a Mulher pode!

    E o Brasil é um só!
    Somos todos discriminados nos países mais ricos.

    Torço pela Dilma.
    Creio que a Mulher vai ocupar o seu lugar no mundo e o mundo ficará melhor.

    ResponderExcluir
  43. Oi Elaine,
    li essa matéria no jornal de hoje e na mesma hora comentei com meu marido que essa mulher deve ser da mesma família de Hitler.
    O que acontece com essas pessoas para ter tanto ódio no coração!?
    Por que não conseguem tolerar a diferença e querem eliminar negros, gordos, homossexuais, nordestinos, pobres, índíos, prostitutas...
    Quanto a Dilma, não votei nela, mas é claro que espero que faço um ótimo governo, pena que a figura do Lula impediu que conhecessemos a verdadeira Dilma. Mas temos 4 anos para isto.
    bjs

    ResponderExcluir
  44. Olá Elaine!

    Cheguei aqui, por indicação do amigo Alexandre do Blog "Lost in Japan".

    Parabéns pelo post. Perfeito!

    Sempre demonstrei meu voto, que foi para a Dilma, até troquei a foto do meu orkut pela propaganda dela. E, obviamente, estou radiante com a eleição, mas, sinceramente, estou indignada e envergonhada com o baixo nível da campanha eleitoral.

    Sou paranaense, moro em Curitiba, nasci e fui criada no sul, e fiquei indignada quando ouvi, no debate, o candidato Nosferato da Mooca dizer, “eu não tenho culpa se um baiano vem assaltar aqui em São Paulo”!

    Isso demonstra a diferença entre os políticos e como a população, enfurecida, entra no jogo sórdido e preconceituoso, às vezes, sem perceber.

    Pra mim, foi muito decepcionante ver pessoas, que tinha em alta conta, “metralhando” e-maisl ofensivos, caluniosos e preconceituosos.

    Afinal que tipo de “gente” somos nos brasileiros?

    Prepotentes, difamadores e preconceituosos?
    Ou somente uma legião de cabeças ocas, que não refletem sobre seu comportamento?

    Não sei...

    O fato é que, os brasileiros exigem lisura dos políticos, mas esquecem de dar o exemplo.
    Vão cobrar o quê?

    Estou indignada e me solidarizo com meus irmãos nordestinos!

    Beijos,

    Lia

    Blog Reticências....

    ResponderExcluir
  45. Muito boa sua reflexão!
    Fico indignadíssima com o preconceito, e percebo que ele não diminui nunca...infelizmente!
    Ótima semana,

    ResponderExcluir
  46. Tenho andado perdido, minha cara
    Daí esta ausência
    Mas cá estou...
    Julgo que a denúncia destas situações é necessária e talvez desencadeie um movimento em cadeia
    contra essa coisa tão feia

    Quanto a Dilma, minha cara, estou preocupado com o facto de ela ter sido eleita contramuitos interesses. Será dificil manter-se, nomeadamente pela força que a imprensa golpistaa detém no Brasil. Mas vamos ver!

    Parabéns pelo seu post!

    Beijo

    ResponderExcluir
  47. Elaine, vc sabe que essas coisas ainda me impressionam e chocam? Porque não adianta que nunca vou achar que seja uma coisa normal. Como pode um igual falar tanta bobagem?! Igual sim, pq o que nos difere? A cor da pele? o dinheiro no banco ou os trocados no porquinho? As viagens internacionais ou as viagens cansativas diariamente no busão? Isso não nos torna diferentes. Diferença teria se a terra não comesse um ou outro depois de morto, se existisses dois céus...mas não existe. E o espaço no chão é igual pra todo mundo.
    Lamentável tudo isso. Me choca, me envergonha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  48. Oi Elaine, Belíssimo post. Daqueles que nos faz pensar. E em meio a tantos preconceitos o que venho percebendo, e me preocupando, é como os jovens ando preconceituosos ! Será que é impressão minha??

    Dizem que após uma geração mais liberal, a outra tende a vir mais, digamos, careta. O que percebo observando os jovens de 20, 30 anos em minha família, é que eles têm posturas extremamente reacionárias para muitos assuntos.

    Não é à toa que vemos uma moça como essa, estudante de Direito, achar que é bacana escrever palavras tão agressivas em seu twitter.

    Isto ainda me lembra o episódio da estudante que foi de micro saia para a faculdade e foi insultada pelos colegas. Não vou entrar no mérito da questão, mas a agressividade dos demais alunos é de arrepiar.

    O assunto não se esgota. Vou levar para outra rodas de amigos e mais uma vez obrigada por abordar o tema e maneira tão clara e objetiva.

    Bjs

    ResponderExcluir
  49. Um dia sem você. Ai que saudade rs


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  50. Oi Elaine,

    Que pena ser citada num episódio tão ruim, um episódio que quero esquecer momentaneamente, mas que sou obrigada a conviver;
    Infelizmente, porque a Dilma teve votação grande no Nordeste, culparam os nordestinos pela derrota do Serra, mesmo que se eliminando os votos da região, ela ganhasse do mesmo jeito.
    A reação preconceituosas e cruel da Mayra foi seguida por centenas de pessoas. Foram mensagens iguais a dela - recheadas de idéias e pré - conceitos - que irritaram e que me deixaram muito revoltada.
    Mas descer o nível jamais, jamais atacarei quem me ataca. Eu tento desarmar a pessoa de outra forma. Sou superior a isso.

    Mas é difícil, difícil ouvir que não sou baiana porque sou branca e não falo super arrastado. Que pareço ser do Paraná.
    Difícil ver que tudo que é errado, mal feito ou barbeiragem, é baianagem.
    Difícil ouvir piadas de baiano, piadas "do bem", sem o mínimo de graça, mas que estão revestidas de um humor que machuca.
    Difícil ouvir que o povo de determinada região sustenta a outra, que não faz nada e só gosta de descansar e festa, e na verdade saber que todos trabalham tanto quanto os da outra região, que pagam impostos também, que ralam, produzem e ajudam no crescimento do país.
    Difícil ser classificado como apenas nordestino, ou todos do nordeste apenas como Baianos ou Paraíbas. Mas que na verdade cada estado tem sua cultura e particularidade própria, e que o nos iguala é que somos todos Brasileiros.
    Todos nós que acreditamos que podemos mudar o país.

    E o "engraçado" é que quando vamos para fora do país, os estrangeiros não diferenciam São Paulo de Recife de Manaus de Porto Alegre de Salvador. Sabem muito pouco, talvez conheçam o Rio ou pensem que Buenos Aires é a capital do Brasil. Quando estamos no exterior temos o mesmo tratamento, não há diferenças, independente do estado que você nasceu!

    E esse tipo de preconceito,como qualquer outro que existe, é um ranço que a pessoa carrega. Provavelmente vinda de uma educação assim, ou fruto do meio. Mesmo assim condenável.
    Pois somos todos iguais, brancos, pretos, amarelos, ricos,pobres, nordestinos e sulistas, brasileiros e americanos, homens e mulheres, todos somos seres humanos, habitantes da Terra. E todos nós teremos o mesmo fim.

    Então para que viver os anos que nos são concedidos com sentimentos tão pequenos?

    ResponderExcluir
  51. Elaine
    Estou atrasadinha por aqui e já entrei duas vezes aqui, li, reli e ainda não consigo acreditar em tudo isso.
    Juro que é demais para o meu pobre entendimento. O que se passa na cabeça dessa juventude? E onde estão os pais? Já fiquei indignada com o acontecimento lá da Universidade semana passada, agora mais esta?
    Seu post como sempre ficou sensacional e quanto às eleições, também estou pedindo muito a Deus por todos nós, e principalmente que Ele ilumine os que agora vão lutar o futuro do Brasil.
    Que tudo corra muito bem.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  52. Cheguei aqui através do blog do Alexandre. Fiquei com um nó na garganta com a citação sobre a Margaret, foi exatamente o que eu disse ao meu marido. Deus abençoe nossa Presidente eleita e que também façamos nossa parte, a começar por banir o preconceito explícito ou velado em nosso país. Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  53. Você descreveu exatamente como é, e tem preconceito pra tudo eu por exemplo apesar de ser faado mais de preconceito sobre negros eu sou branca de doer e sofri muito tanto na escola quanto no prédio que morei, na verdade desde pequena as pessoas aprendem que só o "bonito" é que é bom então mesmo que não digam abertamente todo mundo que foge do estereotipo de beleza sofre e sei como é ruim.

    ResponderExcluir
  54. Menina, o que é isso?? Estamos voltando para a idade da pedra????

    bj

    ResponderExcluir
  55. venho aqui hoje para te convidar para participar do amigo secreto do Mix.
    Passa lá:
    http://www.mixculturainformacaoearte.com/2010/11/amigo-oculto-de-livros-segundo-ano.html

    ResponderExcluir
  56. Elaine, parabéns por expressar tão bem a sua indignação. eu sou mestiça e neta de nordestinos, meu marido é pardo, e vejo que o preconceio é velado e que pessoas preconceituosas são pequenas, pois não se permitem conhecer e aprender com o novo. Quanto a Dilma, devemos parabenizá-la por chegar a um lugar que nenhuma outra mulher chegou, e trocer para que ela faça por merecer o cargo que possui. Não sou sua fã, mas ja q ela esta lá é necessário aguardar e evitar o preconceito.

    Bjão

    ResponderExcluir
  57. Cintia
    Estou chegando do Rio. E este post foi o mais bonito que li até agora.

    Falando em vida dura eu estou ouvindo agora um trecho do pronunciamento da presidenta eleita Dilma Roussef. Ela diz aos pais para olharem nos olhos de suas filhas e dizerem a si mesmos: “Sim, uma mulher pode” Emocionante, eu me rendo fácil a essas frases… sou boba
    Eu vi ela contando na TV Globo. Fiquei arrepiada.

    Mas a discriminação é geral no Brasil, dependendo da pessoa.
    Eu sempre fui muito magrinha e horrorosa. Dificilmente me chamavam pra sair. Ainda bem que minha familia me mostrava o outro lado da história.
    Mas nem bem é assim
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  58. NÃO TENHO PALAVRAS PARA DEFINIR "RACISMO", POR CÔR DE PELE, ESTATUTO SOCIAL,CRENÇAS,...QUANTO MAIS HAVER RACISMO NO MESMO PAÍS!
    QUANDO O SOL NASCE É PARA TODOS!
    BEIJOS PAZ NO MUNDO

    ResponderExcluir
  59. Ai ai... É complicado esse preconceito viu. Até parece que nasceu cada um num planeta diferente. Até parece que não temos todos o sangue da mesma cor, que não temos todos, defeitos e qualidades.
    Violência gera violência. FATO!
    Xingar a garota só igualou-os à ela. Infelizmente, nossa sociedade está contaminada por tais atitudes.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  60. Elaine,
    SENSACIONAL esse post, parabéns e concordo com TUDO q escreveu...
    Tudo! Pois tb fiquei 'amarela' de indignação!!!
    Bjão
    da Li

    ResponderExcluir
  61. Só vou dizer uma coisa: tenho muita pena de pessoas com esta garota. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  62. Falou mt bem Elaine! Sabe?? eu detesto, detesto com toda a forca, essa hipocrisia no Brasil. Sim, a menina é uma idiotinha, talvez queira fazer graca, e nem tem nocao da imbecilidade da sua frase engracadinha,mas é SIM o que mt gente pensa e depois bate no peito dizendo que nao é racista. Odeio hipocrisia, gente do céu, como odeio isso...
    Agora a frase da Dilma heim?? oohh amei...

    ResponderExcluir
  63. Ola Elaine,
    Pelo menos esta moca do twitter nao passara impune, viste a noticia do uol?
    A OAB e o ministerio publico ja estao em cima dela.
    bjo

    ResponderExcluir
  64. Olá Elaine,

    Passando para te dizer que postei hoje em meu blog um texto falando sobre o trabalho das meninas do Adote um focinho carente e da sua parceria com elas!

    Foi uma forma que encontrei de divulgar o belíssimo trabalho delas e da sua ótima parceria!

    Boa noite, fique em paz!

    Beijos......

    ResponderExcluir
  65. Esse post foi muito bom. Concordo totalmente.

    ResponderExcluir
  66. ELAINE QUERIDA..
    que post maravilhoso e triste.
    triste pois o erro de uma, leva outros a verborragia critica do mal e da ignorancia que vai dentro da alma do ser humano, que ve pessoas de outros estados e países como inferiores, menos do que elas e esqueçem que foram os nordestinos e estrangeiros que fizeram deste país o que ele é hoje.
    conheço muito amigos e tenho muitos conhecidos de todos os cantos do mundo e deste país, e posso garantir que a grande maioria deles é composta de pessoas de bem, trabalhadora, guerreira que tiveram o infortunio de nascer numa terra árida sem condiçoes de sobrevivencia não por escolherem, mas amam essa terra que lhes pariu.
    essas pessoas não tem culpa do destino cruel que lhes foi designado sabe-se por que , mas eu garanto que a falta de condições de suas terras deve-se a politicos inescrupulosos que só fazem encher seus bolsos ao invéz de dar condições dessas pessoas poderem viver em seus lares e não precisarem se submeter a humilhação de serem considerados intrusos num país que tb é seu por nascimento ou por direito.
    concordo com vc querida, a hipocrisia é o pior dos preconceitos.
    sou brasileira, adotada, mulher, nasci pobre, a sorte me deu condição...sou mãe de criança retardada no sentido literal da palavra e sofro e sofri muito preconceito...fui adotada por portugueses, então era a portuguesinha ...
    sei o que vc quer dizer, já senti todo o tipo de preconceito, luto e brigo pelos meus amigos negros, japas, alemães, judeus, muculmanos, gays, nordestinos,etc pelo simples fato deles serem humanos e terem direito ao principio fundamental de qualquer constituição de país livre.
    igualdade, liberdade e freternidade.
    nunca fui dilma, mas torço de coração pra que ela faça o melhor e principalmente por que torço pro meu país dar certo.
    que ela consiga vencer antes de tudo o preconceito.
    esse assunto é por demais doloroso e cruel.
    que a moça em questão repense seus valores pois sentir na pele o desprezo e o preconceito ela sentiu... provou do pr´pio veneno, infelizmente.
    tristes dias esses em que vivemos.
    bjuivos no seu coração

    ResponderExcluir
  67. ELAINE QUERIDA..
    que post maravilhoso e triste.
    triste pois o erro de uma, leva outros a verborragia critica do mal e da ignorancia que vai dentro da alma do ser humano, que ve pessoas de outros estados e países como inferiores, menos do que elas e esqueçem que foram os nordestinos e estrangeiros que fizeram deste país o que ele é hoje.
    conheço muito amigos e tenho muitos conhecidos de todos os cantos do mundo e deste país, e posso garantir que a grande maioria deles é composta de pessoas de bem, trabalhadora, guerreira que tiveram o infortunio de nascer numa terra árida sem condiçoes de sobrevivencia não por escolherem, mas amam essa terra que lhes pariu.
    essas pessoas não tem culpa do destino cruel que lhes foi designado sabe-se por que , mas eu garanto que a falta de condições de suas terras deve-se a politicos inescrupulosos que só fazem encher seus bolsos ao invéz de dar condições dessas pessoas poderem viver em seus lares e não precisarem se submeter a humilhação de serem considerados intrusos num país que tb é seu por nascimento ou por direito.
    concordo com vc querida, a hipocrisia é o pior dos preconceitos.
    sou brasileira, adotada, mulher, nasci pobre, a sorte me deu condição...sou mãe de criança retardada no sentido literal da palavra e sofro e sofri muito preconceito...fui adotada por portugueses, então era a portuguesinha ...
    sei o que vc quer dizer, já senti todo o tipo de preconceito, luto e brigo pelos meus amigos negros, japas, alemães, judeus, muculmanos, gays, nordestinos,etc pelo simples fato deles serem humanos e terem direito ao principio fundamental de qualquer constituição de país livre.
    igualdade, liberdade e freternidade.
    nunca fui dilma, mas torço de coração pra que ela faça o melhor e principalmente por que torço pro meu país dar certo.
    que ela consiga vencer antes de tudo o preconceito.
    esse assunto é por demais doloroso e cruel.
    que a moça em questão repense seus valores pois sentir na pele o desprezo e o preconceito ela sentiu... provou do pr´pio veneno, infelizmente.
    tristes dias esses em que vivemos.
    bjuivos no seu coração

    ResponderExcluir
  68. Oi Elaine,
    Preconceito, discriminação seja ela qual for, desrespeito, isso tudo é lamentável e ainda vir da boca e cabeça de uma estudante de Direito...o que nos reserva o futuro não? Ainda bem que ainda tem pessoas que são o oposto e lutam e embelezam esse nosso mundão de Deus. caso contrário, pediria para parar o trem que eu desceria. Muito bem passar por aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
  69. Nossa to em choque com essa jumenta mandando afogar um nordestino...que gente affffffffff!!!
    Nojenta !

    Eu to seguinfdo novamente pq o blog e o perfil sao novos...o Mesa vai ficar inativo !!!

    Beijooooos

    ResponderExcluir
  70. Meu Deus!!!!!!

    Em que século nós estamos????
    No séc XXII?
    Talvez antes no séc II a.c.?

    Como será possível em uma era em que tudo evolui de forma tão rápida, ainda haver mentalidades que não conseguiram evoluir absolutamente nada, que estagnaram na era da estupidez?
    Como será possível que ainda haja quem se julgue de uma casta superior da raça humana(?)?

    O melhor a fazer, com certeza, é ignorar, pois como diria minha avó: " palavras de tolo, não chegam aos céus"
    É isso aí.

    Qto a você, meu amor, te amei, e amo CADA VEZ MAIS, PELA GENTE DE VERDADE QUE É!!!!
    É consolador saber que neste mundo-cão ainda se encontra Gente por aí ;)))

    ResponderExcluir
  71. Laine, incrível. Eu sempre digo que nós brasileiros somos por demais preconceituosso e mentimos dizendo que nao somos.
    Ainda nao amadurecemos...

    E qto à Presidenta é isso mesmo, homens podem tudo, o mundo é machista demais ou seria preconceituoso demais???

    Já escrevi sobre isso tb.

    Bjao

    ResponderExcluir
  72. Muito lúcidas as tuas colocações. Li num outro blog esses dias uma coisa muito certa: A menina pode ser condenada por incitar a violência contra nordestinos pois isso é um crime. Mas não pode ser condenada por não gostar de nordestinos, isso é só idiotice. Precisamos parar de confundir tudo com preconceito e levantar bandeiras e esbravejar sobre qualquer coisa, ou nos tornaremos também igualmente preconceituosos contra as pessoas que são preconceituosas. Preconceito é algo tão idiota que nem merece esse ibope todo. O que merece destaque e até prisão é agredir, maltratar ou negar direitos a qualquer pessoa só por ela ser nordestina, negra, judia ou mulher.
    Quanto à nossa presidenta, não votei nela, mas rezo para que ela se saia muito bem. Tenho orgulho sim de ter uma mulher no comando do nosso país e quero que ela seja a melhor, pois como vc disse, à ela não darão outra chance.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…