A hora da virada

em 29 de novembro de 2010

Desde que começaram as notícias sobre a ação policial no Rio eu pensei algo que depois li aqui e ali: É a hora da virada. Se a polícia e o governo firmarem as decisões e não voltarem atrás é agora que o Rio será devolvido aos cariocas.
E pensando nisso, eu pensei na vida…

Já percebeu que tem mesmo uma hora em que a gente precisa dar uma virada na vida?
Às vezes pode ser o trabalho, ou a família, ou o amor… tem coisas que vão se somando, se juntando, se tornando uma máfia na vida da gente, e quando vemos estamos sufocadas e atoladas. De trabalho, de tristeza, de culpa, de dor. Um buraco sem fim e sem fundo… Quem nunca esteve, ou está, assim?

Mas… enquanto não tem terra por cima ainda é tempo de dar aquela virada! Vou te contar uma coisa:
Eu, quando tinha uns 32 anos, tive uma crise séria. Atolada de trabalho, com problemas financeiros, grupo de oração para coordenar e mais um tanto de coisas, como mãe, irmã, e por aí vai… Eu chorava a todo momento, escondida, claro. Eu rangia os dentes enquanto dormia, quando dormia. Acordava no meio da noite agoniada, sufocada. Quanto mais trabalhava mais dívida tinha, mais agoniada ficava. Isso durou anos…

Até que um dia, em função da coordenação do grupo de oração, eu fui participar de um encontro com profissionais da saúde. Houve um workshop e o tema era qualidade de vida. A terapeuta era muito boa, e eu aprendi algo para a vida!
Todos nós precisamos de um momento no dia para nós, para estarmos conosco. Fazendo algo para nós, ou fazendo nada.

Eu aprendi isso, e faço até hoje: pode cair o mundo, pode ter pressão de todo lado, mas das 11:30hs. até o meio dia e meia eu sou minha, todos os dias. Eu entro em meu quarto, apago tudo, e fico comigo. Eu cochilo, eu leio, eu penso. Eu me dou pra mim.

Marido já se acostumou. Pode tocar telefone, pode tocar campainha, pode cair a casa.
Depois volto à luta. Feliz, renovada. Esta foi a minha virada em um período muito ruim. Pode parecer pouco mas foi definitivo.
Voltei a ler, voltei a pensar. Decidi viver melhor. Deixei a fábrica, passei a trabalhar só em casa.
Faço almoço, cuido de casa, fico com meus cachorros. Ganho menos, mas sou mais feliz.

E falando sério:
Tem coisa mais urgente do que ser feliz?
sflow2a

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

48 comentários , comente também!

  1. Concordo plenamente com você!
    E como esse ano foi tudo tão sufocante pra mim, está na hora da virada pra mim também.
    Preciso encontrar meu equilíbrio.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Não tem não amiga Elaine!
    Estou contigo e não abro e só preciso largar o meu trabalho e trabalhar em casa.
    Ainda não dei essa virada, mas vou fazer isso . O meu dia vai chegar.
    Preciso muito.

    Rio de Janeiro vai ser nosso novamente. Será que vou poder voltar a passear na orla da praia a noite sem ter medo de ser assaltada?

    Beijos e uma linda semana para você também

    ResponderExcluir
  3. Que bom que deu tempo de perceber o nocivo e ir em busca do saudável! Nos livros de auto-ajuda que costumo ler (que ensinam comer melhor, como viver melhor, do Dr. Içami Tiba, da Sonia Hirsc, do Roberto Shinyashiki) há este ponto em comum: ensinam a gente a tirar alguns minutos por dia só para nós, sossegar num canto e respirar. Eu faço isso quando faço algum artesanato. Meia hora, uma hora por dia, pintando, costurando ou colando, minha mente voa e eu relaxo.

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  4. Vc falou tudo, resumiu tudo com sua última frase!!!

    Ser feliz é o essencial.

    bj

    ResponderExcluir
  5. É verdade, viu? Nada como tirar um tempo para si mesma... nem sempre eu consigo. Parabéns a vc por conseguir se dar esse presente todo dia!

    E não, não tem nada mais urgente do que ser feliz. A teoria, eu sei. Só falat aprender a colocar em prática. ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi Elaine, eu tive uma virada dessas no início de 2008, com 27 anos. Olha, eu estava bem sucedida aos olhos dos outros: namoro "firme" de 5 anos, Professora de Psicologia na universidade federal, consultório lotado, terminando o mestrado...aí veio uma forte crise de stress, estava já no grau da exaustão quando o corpo adoece, prestes a desenvolver qualquer doença auto-imune. Quando o médico disse: ou vc deixa tudo, ou vai padecer. Como mta dor e sofrimento optei por mim. Acabei com tudo: pedi demissão da UFU, não fui defender o mestrado com tudo pronto, terminei o namoro e fechei o consultório. Fiquei 2 meses e meio comigo mesma, repensando a minha vida. Melhor lição que tive até hoje, foi o jeito que Deus encontrou para me ensinar a ir mais devagar e viver mais a vida. Hoje tudo vai bem. Estou noiva de outro rapaz, coordeno uma unidade de saúde, tenho meu consultório, mas não deixo lotar (rsrsrs), não trabalho sábado nem morta, e defendi o meu mestrado em outubro de 2008 mesmo. Sou muito mais feliz e farei quantas viradas forem necessárias. Bjuss e seja sempre feliz.

    ResponderExcluir
  7. Oi Elaine, sabe na boa, gosto de vir aqui, sempre que passo aqui, consigo refletir em algo muito interessante, tambem tive essa virada aos 32 anos, na minha além de ter problemas financeiros e ser muito triste, não cuidava de mim, e nem dos meus, era doente, mas a minha maior doença era a cabeça, meus pensamentos bobos e inúteis.Hoje sei que muita coisa deve mudar ainda, mas já aprendi a me respeitar e a exigir respeito, creio que isso é fundamental tambem. Graças a Deus, tudo fluiu naturalmente, aprendi fazer do limão uma limonada, e quando estou tensa e louca, faço uma caipirinha e jogo as pernas pro ar...Comecei a amar mais as crianças, animais e idosos, e isso me deu muita paz interior...Obrigada por fazer com que eu lembre disso, e tenha orgulho...

    Um abraço forte, e nao esquece que te admiro de montão...
    Fernanda Sahira

    ResponderExcluir
  8. Realmente muito bom!!
    Virada necessária pra que a vida siga não é mesmo?
    E as vezes é muito difícil tomar esta decisão e virar o jogo.
    Parabéns!

    Grande abraço

    Neo
    Todos os Sentidos

    ResponderExcluir
  9. Oi!!Meu domingo foi ótimo, em casa, navegando na blogosfera,uma maravilha,terminei aqui.
    Sabe que eu fiz que nem você? larguei tudo e fui cuidar do marido,casa e cachorros, dura, mais feliz. Fiquei um bom tempo ociosa, inventei o blog, comecei devagarinho, e ainda estou. Sem saber muito como lidar com o conteúdo dele, mas chego lá, motivada por ter encontrado amizades que completaram meu dia. Estou muito feliz com este novo movimento.
    Enfim, dei uma virada, trabalhava desde mocinha, fiz minha escolha e não me arrependo, pois sou FELIZ.
    Bjos e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  10. A hora da virada tem que ser assim mesmo, diária. É preciso todos os dias estarmos nos renovando e tirar um tempinho só para isso, com certeza é uma feliz idéia.

    Ser feliz é prioridade.


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  11. Eu amo os seus textos.
    São pra mim,quase todo dia é?
    Mas eu tenho feito isso sim,meus paninhos e meu tricô são meus momentos de reflexão.
    Por isso que quando me perguntam se eu não quero vender,eu digo sempre que não.
    Só faço se for com o coração,pensando na pessoa que vai receber.
    Fiz isso com os sapatinhos para dormir que te enviei.
    Mas mudando de assunto,preciso dos seus préstimos querida.
    Ontem rolou a idéia de fazermos um dia destinado aos quadradinhos em tricô para doação.
    Faremos mantas com eles.
    Esse dia será sempre no aniversário da minha Rosinha.
    Aí eu pensei.
    Isso precisa de um selinho para colocar no blog e assim conseguir mais gente participando.
    Logo pensei em vc.
    Faz pra mim um selinho bem lindo,com rosinhas ao fundo e os seguintes dizeres: 23 de Novembro-Dia Anual do Quadradinho da Rosinha.
    Me mande os dados para eu mandar o dinheiro do papá dos caninos.
    Obrigada chérie.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Elaine,

    A grande dificuldade dessa virada é o saber parar.
    A gente tem mania de achar que tem super poderes e da conta de tudo.
    Ate que um dia o corpo grita e ai a gente tem que parar na marra.Seu post é mais um alerta pra que todos pensem nisso.

    bjo

    ResponderExcluir
  13. Com certeza devemos estar sempre atentos para nossas viradas.
    Elas são importantes e não deixam tudo azedar. Estou sempre virando ...

    Boa semana

    bjs

    ResponderExcluir
  14. Preciso tomar uma atitude como a sua. Urgente! É mais importante ser feliz...
    Ótima semana!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Elaine, boa noite!

    Dica muito importante e tento fazer isto mas ainda não tinha pensado em ter um horário fixo, vou escolher um horário para mim. Terrível é o telefone sempre trazendo pessoas e assuntos inoportunos, detesto telefone.

    Hora de mudança, já!
    Ótima semana, beijo,

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Elaine!!!
    Uma das palestras - foram nove - que participei semana passada, a palestrante - excelente - disse que o que importa é a felicidade...se vc é feliz, tudo o mais se resolve.
    Tenha uma linda, produtiva e muito muito feliz semana.
    Beijos doces e perfumados.

    ResponderExcluir
  17. Realmente sempre tem a hora da virada, em que tudo fica tão sufocante que precisamos dar um basta!

    Eu tive algumas viradas na minha vida, bem desse jeito que está acontecendo com o RJ, na marra, reunindo todas as forças...

    E tb tenho meus períodos no dia dedicados a mim somente, senão enlouqueço de verdade. Fico vendo TV, um programa ameno, isso me descansa demais... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  18. Tens toda razão...Sabes que eu, tenho que seguir o tranco o dia todo...Sabes por que?
    Se deito durante o dia, fico AZEDA, nem eu me aguento depois...insuportável.Coisa mais estranha isso!

    Assim, acordo e toco adicnate, mas à noite, antes de dormir, dou uma relaxadinha...beijos,linda semana( hoje posso dizer que na semana que vem chega o filhão, que não vejo há 3 anos e meio ...isso significa qu estarei beeeeeeeeeeeeeeeeeem menos aqui...mas vai ser legal! ) beijs,chica

    ResponderExcluir
  19. Oi Elaine!
    Eu estou num momento mais ou menos assim, absorvendo tudo e sem escape. Acho que estou precisando de um canto meu, um momento meu. Minha cabeça anda super agitada, e eu que sempre fui ansiosa ando "girando' agora! obrigado pela dica, vou arranjar "a minha meia hora" e o mundo que espere!
    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  20. Elaine, esse momentos (preciosos momentos) de virada, são tudo na vida da gente!
    Que bom quando a gente consegue percebê-los e aproveitar a oportunidade, que não costuma voltar...
    Seu texto me remeteu a alguns desses momentos de minha vida. Sim, teve mais de um..rs
    Virei a página total!
    E me senti renascendo das cinzas...
    Às vezes eu penso que seria bom já nascer sabendo pra não ter que passar por esses puxões de orelha da vida.
    Mas...aluna traquinas que sempre fui, tive (e tenho) mesmo que aprender na marra.
    Estou tentando. E de página em página, acho que até comecei a entender um pouco mais desse longo caminho chamado vida. ;)
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  21. Elaine, bom dia!

    Otimo post, pois vc da dicas e se cita como exemplo, o que ajuda a motivar alguém que precise de um empurrão.
    Eu ja dei varias viradas na minha vida, uma delas foi qdo larguei marido e familia no Japão para viver aq, sem ganhar 1/5 do que ganhava lá, mas feliz por estar no pais em que nasci...a outra virada veio com a separação..era iminente qdo deixei o Japão,mas por insistência de todos cedi e continuei por mais um tempo,m tantando remendar o que não podia ser remendado...mas o tempo passou e me separei (Graças a Deus), conheci meu atual marido, casei, tive meu filho Gustavo e a outra virada, foi largar o emprego para cuidar mais e melhor dos meus filhos, a grana ficou curta, mas não me arrependo, tenho qualidade de vida para dar aos meus filhos, e hoje tenho um tempo meu, meu espaço onde faço o que gosto e quero. Tem dias que pinto, outros eu bordo, e tem outros que só navego..mas o tempo é meu e eu decidi dar qualidade a ele.

    Bjão

    ResponderExcluir
  22. Estas viradas são ciclicas. De tempos em tempos as coisas se embolam e se você não tomar a rédea e virar as consequencias são as piores

    ResponderExcluir
  23. Parabéns! Mais um texto útil e perfeito! Eu acho que todo mundo devia ter o seu "cantinho da paz".Um lugar escolhido para se encontrar e conversar um pouco. Receber a visita de si mesmo. Tratar com carinho, abraçar, dizer "eu me amo". Bjks e mais uma vez parabéns por seus textos lindos.

    ResponderExcluir
  24. Oi Elaine, essa minha hora é a noite ... quando tudo está quieto, eu coloco o gato pradentro do quarto e fecho a porta ... leio, faço ginastica, ou olho para o teto (que está sendo pintado hoje...).
    Estou achando que nasceu um novo Rio de Janeiro, assisti tudo sobre tudo ... estou acompanhando de perto, e na maior torcida para que tudo isso tenha continuidade. A situação não poderia piorar, então que melhore né ??
    Beijokas
    meumundocordeabóbora

    ResponderExcluir
  25. Não,Elaine!
    Nada é mais importante que ser feliz!
    Já passei por muitas e boas e descobri que o sucesso da gente não é medido pelo que temos,mas pelo que somos!
    E felicidade é fundamental!
    Um beijo
    Afrodite

    ResponderExcluir
  26. Oi querida, muito bom, estar com a gente mesma é importante para poder seguir renovada, exatamente, como vc descreveu tão bem, ando num momento que tô precisando muito olhar para mim e mudar algumas coisas, adorei o post, obrigada por compartilhar! ;)
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  27. Eu concordo com vc.

    Mesmo pq quem tá precisando de um tempo só prá mim sou eu...
    As vezes eu queria sumir...
    Me enterrar num buraco e ficar lá pelo menos um, dois dias, longe de tudo...
    Mas quem diz q dá tempo?

    bjo

    ResponderExcluir
  28. Devemos ter e estabelecer prioridades na nossa vida.
    Adorei seu post! Estou ainda tentando fazer isso com minha vida.
    Um dia eu consigo...
    Bjm

    ResponderExcluir
  29. Fico feliz que esteja feliz.
    Já passei várias vezes por isso... e confesso que agora estou de novo nessa fase onde quero virar tudo de pernas pro ar, como diz um amigo do meu marido: "estou com o botão dane-se acionado". (desculpe-me o termo usado)
    Hoje, o que me interessa sou eu, depois eu, depois meu marido, minha casa, familia, etc... mas primeiro EU.

    Se eu não estiver bem, não conseguirei dar assistencia às pessoas a minha volta e nem deixá-las felizes...

    Estou revendo tudo, principalmente a área profissional. Sempre fui muito ativa, mas tenho certos valores que são mais importantes que qualquer outra coisa, e hoje isso está um pouco abalado...

    Ai ai, mas acredtio que o ano de 2011 promete muitas reviravoltas e surpresas gostosas. Estou com aquela sensação que será o ano de realizações.

    Depois te conto como foi.

    Uma beijoca, linda.
    Fique com Deus.

    Gilmara
    feminina2010@gmail.com
    Blog Encontro das Lobas
    http://encontrodaslobas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Elaine preciso fazer isso também, preiso ter um tempo somente meu, sem ser mãe, sem ser esposa, sendo apenas eu. Estou a ponto de entrar em ebulição, grande idéia essa sua.

    BJS!

    ResponderExcluir
  31. Faço minhas as suas palavras e acrescento que além da virada e preciso que nos possicionemos de forma a tomar as rédeas da vida, é bem verdade que o creador nos dá tudo, desde que sigamos na direção certa e para isso é preciso que tenhamos nas mão as rédeas, nossa vida não pode ser uma charrete ou trem desgovernado, seguindo os trilhos sempre querendo chegar mais longe.... eu fiz isso em 2004 (momento em que eu e o marido nos encontravamos desempregados)depois de longa depre, e contas vencendo... decidi visitar amigos, empresa que já trabalhei, só para me distrair, saia sempre sorrindo falava de coisas boas e num retorno ao lar tive 3 propostas de trabalho em uma mesma semana... até hoje só precisei agradecer a Deus por ter iluminado no momento certo, quem não é visto não é lembrado.... não adianta se trancar em casa pra chorar, temos que sair pra vida.
    Muita luz e Paz!

    ResponderExcluir
  32. A primeira coisa para uma virada digna é ter consciência que ninguém é insubstituível...,pronto...!!!
    O corpo não grita,ele berra mesmo, e muitas das vezes nem nos damos conta disso...questão de estarmos surdas,cegas e muitas das vezes...loucas...porque não...só no piloto automático...
    Linda semana para vc.

    ResponderExcluir
  33. eu espero que seja uma virada e ao contrario de muitos sou muito a favor da olimpiada e da copa no Rio, isso traz evolução para cidade, por mais que muitos nao queiram ver. Qto a virada interna eu acho que ela as vezes acontece e olhar para gente e descobrir o que nos faz felizes é uma conquista e que deve ser feita sempre. Beijos

    ResponderExcluir
  34. Elaine,

    Esse seu post caiu como luva para mim e o meu momento atual.

    Incrível como deixamos as coisas acontecerem e acumulares, ao ponto de abrir os olhos e ver que tudo aquilo está te esgotando, estressando, fazendo com que adoeça. Estou prestes a parar de empurrar uma fase com a barriga e dar a volta por cima. E sinceramente, estou contando os dias para anunciar minha decisão. Sei que dificuldade virão, sacrifícios também, mas antes assim do que tarde demais.

    Também procuro tirar algum tempo para mim por dia, quando estou lendo os blogs, ou um livro, ou apenas deitada e assistindo tv, até mesmo quando resolvo me dar um banho de hidratação..rs

    É um momento de reencontro diário. =]

    Beijos.

    ResponderExcluir
  35. Nada é mesmo mais urgente...

    Preciso dar essa virada, no meu caso, é meio contrário, preciso mesmo arrumar o que fazer, e permanecer fazendo. Tenho minhas responsabilidades, umas por escolhas outras não... Mas, preciso de um objetivo e me levar mais a sério..

    Desculpe a reflexão interna aqui kkk ultimamente meus comentários andam bem introspectivos, estou muito chata...


    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  36. Olá! Sempre é tempo de mudança! Carioca que sou, torço pra que minha cidade possa respirar liberdade. Pena terem demorado tanto para tomar uma atitude, mas sempre é tempo de mudança! Que seja agora!
    Há muito me "resgatei" da loucura da vida. Entendi que precisava de mais atenção, de mais cuidado e passei a dedicar mais tempo para mim. Filhos criados, ficou mais fácil. E dou menos atenção a coisas que antes me enlouqueciam, como poeira na casa, empregada que não vinha, bagunça no quarto dos "meninos" ... Eu "desligo" a neura!
    A vida fica mais fácil, mais gostosa de levar.
    Boa atitude!
    Beijinho!

    ResponderExcluir
  37. Não existe nada mais urgente do que ser feliz, Elaine.
    Muitas vezes nossa vida fica tão atolada até quando não temos o que fazer e não arrumamos tempo para nós mesmos. Acho que preciso de uma boa virada.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  38. Oi Elaine!

    É isso aí! Dar um "basta", mudar, renovar, enfim, buscar o que nos deixará melhor, é algo básico, mas tão complicado né? É que a gente tem medo da mudança e se acomoda! Mas quando ela é inevitável, percebemos o quanto ela foi benéfica!

    Bjs

    ResponderExcluir
  39. Oi...
    Que seja a virada do bem sobre todo o mal que está nesse mundo!

    Não sou de deixar recados colados em blog, mas esse é por uma boa causa.
    Fiz parcerias com amigos e gostaria de saber a sua opinião sobre o trabalho.
    Aproveito para te deixar um beijo carinhoso e o desejo de uma semana muito especial!

    ResponderExcluir
  40. Realmente não existe nada mais importante que ser feliz.
    Amiga,já passei por cada uma que me jogou abaixo do fundo do poço,se existe uma região mais abaixo que o fundo,foi lá que estive.E foi há bem pouco tempo que começou acabar.Digo então que estou ressurgindo para a vida,reaprendendo andar ,literalmente.Com ajuda de minha Psicóloga estou fazendo limpeza no armário....
    Estou como você disse, tirando um tempo para mim e creio que dará certo.
    Beijos
    Teca

    ResponderExcluir
  41. Olá!
    Dar uma passadinha em seu blog se tornou uma mania gostosa, além das dicas úteis e maravilhosas você coloca muita emoção no que escreve, transmitido assim, aquilo que todos buscam de maneira consciente ou inconscientemente: carinho, segurança e uma palavra amiga entre outos mil motivos.
    Uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  42. Muito bom esse post, Elaine, um dos melhores que vc fez até hj. Muita gente se sente culpada, extremamente mal, se tirar um tempinho pra si. Acham que é egoísmo, que viraram hedonistas, pesa um festival de culpas na cabeça.

    Eu tb faço isso sempre, tenho o tempo pra mim. Senão a vida não anda, o dia fica pura obrigação, né?

    tomara que o pessoal capte o valor desse post e coloque em prática já esta dica.
    bjs

    ResponderExcluir
  43. Eu escrevi lá no BLOG, respondendo a uma amiga Blogueira, e pensando tb nas suas palavras:... vamos torcer para que este tenha sido o estopim não de bombas e guerrilha, mas de fogos de artificio afim de comemorar a HORA DA VIRADA!

    No mais, te digo, tb houve uma época qque eu era workholick, e trabalhava sabado e domingo. Num final-de-anno eu pensei: ´´ta tudo errado; não posso ser escrava de mim mesma, nao trabalho mais nem sabado nem domingo!´´ E sabe o que aconteceu? Nunca mais trabalhei sabaddo e domingo e nada se alterou no escritorio, os prazos e os processos continuaram os mesmos... quer saber? não mudou nada para o trabalho e para mim... me gahei de volta!

    O mesmo fiz quando tive a segunda e o terceiro filho: simplesmente quando estava exausta, entrava no quarto e dizia (sim, tinha quem me ajudasse, minha eterna baba): finge que eu sai, volto daqui a pouco!rsrsrsr!

    Mil bjs!

    ResponderExcluir
  44. Elaine, acho que passo hoje pelo que você passou aos 32. Crise financeira, familiar, muita coisa para fazer e sobre meus ombros.
    Gostei da sua sugestão, de ter uma hora por dia pra você. Quem sabe consiga assim, fazer a minha hora da virada.

    ResponderExcluir
  45. É impressionante como pequenos gestos fazem uma enorme diferença em nossa vida, precisamos apenas colocá-los em prática. Fico feliz que voc~e tenha conseguido. Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  46. ELAINE QUERIDA..
    nossa teu texto me caiu como uma luva..
    estou me sentindo sufocada nesses ultimos meses, um acumulo de funções, desgaste, doença com o benzuco que insiste em ser rebelde e eu quero mata-lo por não se cuidar, a bhasinha que não dorme durante a noite, trabalho, contas, minha casa de pernas pro ar...
    ando esgotada, fraca, sem forças sabe...
    ontem e hoje só tenho feito trabalhar como uma bugra limpando a sujeira da reforma.... durmo 4 horas por noite, resultado to com minha resistencia no pé ...
    vc tem razão quando diz que devemos tirar um tempo só nosso, é um fato pois senão conseguimos "render" nas coisas entramos em desespero, acho que é coisa de mulher isso, então se não tá dando melhor parar...
    eu resolvi que semana que vem será só pra descanso e dar uma espairecida senão amiga vou `a pique.
    obrigada por esse texto perfeito.
    bjuivos no seu coração.
    loba.

    ResponderExcluir
  47. Very good information. Lucky me I reach on your internet site by accident, I bookmarked it.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…