Das coisas que ninguém diz…

em 9 de novembro de 2010

image

Trocando ideias com uma amiga querida via email sobre coisas que acontecem comigo e que me fazem sentir pouco normal ela me falou algo muito interessante: tem coisas que acontecem com todo mundo, mas as pessoas, pelas mais variadas razões, não dizem.

Fiquei pensando…

Sofrer de solidão, desejar outra pessoa, estar atolado em dívidas, ficar com raiva dos pais, demorar a se apaixonar por um filho, perder um bebê, ter problemas para relaxar e gozar, ter fantasias loucas, sentir raiva e medo… são coisas que podem acontecer com todo mundo. E muitas vezes acontecem. Mas as pessoas nunca dizem. Ou quase nunca…

Assim é na vida, e blog é mesmo reflexo da vida…

Leio muitos blogs, e às vezes vejo vidas perfeitas. Daí eu penso: a pessoa não tem dívidas como eu? É assim, sem problemas? Tudo perfeito e bonito?

Então me dava uma tristezazinha e eu pensava: é só comigo… só eu sinto essas coisas, só eu trabalho feito uma doida e vivo na corda bamba, só eu tenho esse ou aquele sentimento… só eu sofro essas perdas… só eu… ai que dó de mim…

Que boba!

Não há nada perfeito, né? Nem ninguém. As pessoas escondem, por motivos que não vêm ao caso, e vira tudo um tabu. E isso faz com que, quando a gente sofre, ache que é só a gente… que a gente tem defeito de fábrica…

Temos defeito não… é que viemos para este mundo com um acessório difícil de regular:

Nossa humanidade…

 

Atualização: não deixe de ler os comentários! Como sempre eles são melhores que o post em si…

Atualização 2: veja que coisa surpreendente! Um texto despretensioso, mais uma partilha mesmo, daquilo que passa em minha cabeça, e olha o quanto proporcionou de abertura e participação nos comentários… coisa incrível e muito legal, né não?

barra8

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

65 comentários , comente também!

  1. Às vezes fico lendo blogs que e tenho sempre a impressão de o povo estar escrevendo de um outro planeta...rs... imagino casas perfumadas e crianças educadas. Maridos lindos e românticos. Mas muitas vezes somos nós que queremos ver isso...

    Eu, por exemplo, não tenho uma vida perfeita, mas também não curto muito destilar problemas e indagações filosóficas 24 horas. Mas tem coisas que me tiram do sério e isso tem até nome no meu blog: burka day.... rs...Daí eu esculacho mesmo, com metáforas, porque não sou louca de perder emprego, amigos, família... kkkkk

    Bjos. Adoro o jeito simples que vc escreve.

    Clau

    ResponderExcluir
  2. Oi, minha querida!
    Hoje, vou ter que concordar discordando de você! rsrs

    Eu sou uma pessoa normal e de vez em quando, eu até conto umas coisas "estranhas" que me acontecem. Mas, eu criei o blog pra esquecer meus problemas, para falar de coisas boas, pra inspirar pessoas... não gosto de ficar falando dos meus problemas, não por medo de mostrá-los, mas porque acho que eles pareceriam maiores. Prefiro esquecê-los e mostrar as coisas boas que me acontecem. Isso me ajuda, e sinto que ajudo por tabela outras pessoas a terem um bom dia.

    Beijoquinha!

    ResponderExcluir
  3. Elaine...acheii muitoo interessante a postagem de hj, assim como todas as suas postagens...Hoje mesmo eu estava olhando um blog q sigo,daí pensei, essa pessoa não tem problemas na vida,é tudo um mar de rosas...mas é claro q não, apenas algumas pessoas n gosta de se expôr dessa maneira,outras querem parecer q são felizes e sem problemas e pior outras MENTEM< fantasiam coisas,que ainda não entendo porq...enfim,seu post me serviu para refletir sobre isso.Beijos,ótima semana.

    ResponderExcluir
  4. Que post mais "cabeça"!!!
    Refleti com vc...
    bjs,

    ResponderExcluir
  5. Ótimo post, Elaine! Também estou num momento assim meio questionador.
    Acho que muita gente finge ser família de propaganda de margarina.
    A minha vida não é a que escolhi, gostaria muuuito de ter uma casa própria , não termos dívidas, estar trabalhando e ser bem remunerada. Que meus filhos fossem saudávei. Mas, decidi ser feliz apesar de tudo. Ouvi um dia que felicidade é uma tomada de posição, você escolhe ou não ser feliz, apesar de tudo, porque problemas todo mundo tem, até mesmo escondidos embaixo do tapete!
    Concordo com vc, às vezes o mar de problemas nos arrebata, mas é só esperar a maré se acalmar e confiar nÉle que tudo passa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Concordo! Os blogs que mais me atraem são das pessoas que se desnudam. Acho que pra isso criei o meu, para contar sobre minha fraquezas, tristeza, medos, aborrecimentos e também pra falar de alegria e coisas divertidas. Afinal isso é ser humano. É ser chato num dia, muito chato no outro e muito legal no dia seguinte!

    Devo confessar que blogs com textos felizes e perfeitos sempre, me dão um certo tédio, não porque eu fique chateada com a felicidade alheia. Mas quero saber do todo e não só de parte. Nessa mesma linha, blog de quem só reclama, me chateia também... ehehe

    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Elaine

    Para sobreviver e manter um padrão de vida razoável temos que correr atrás. Claro que muitas vezes não conseguimos chegar aquilo que almejamos ou até conseguimos e recebemos uma puxada de tapete e temos que começar tudo de novo.

    Leio muitos desabafos de pessoas em dificuldades emocionais, financeiras como eu também tenho os meus momentos de deprê.

    Quem não tem preocupações, dívidas, compromisso? A maioris ou quase todos e uns trabalhando menos e outro se lascando de trabalhar para ganhar uns míseros tostões.

    Sempre que vejo alguém bem de vida e que tudo são flores eu digo que este nasceu com a bunda virada para a lua porque a minha nasceu para o sol mesmo amiga. Ainda bem que sempre consigo uma sombra senão a situação estava "red".

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Elaine, sábias e verdadeiras palavras.
    Dizem por ai, o gramado do vizinho é sempre mais verde que o nosso.
    E é bem assim mesmo, mas também imagina se a gente saisse por ai, colocando os podrinho da gente nos blogs da vida, meu Deus.
    Eu até coloco alguns dos meus, mas podrinho em forma de poesia é meiguinho né, e o que está por trás só eu sei mesmo.
    Beijos amiga

    ResponderExcluir
  9. Elaine,

    Acho que todas as blogueiras que comentaram até agora tem a sua parcela de razão.
    E também não acredito em perfeição, mas de cada " limão"que me dão, tô me esforçando pra fazer limonada bem doce, mas confesso que tem hora que não dá não. A coisa fica igual um fel, então desço do salto e penso....lasque-se, acontece com todo mundo, todo mundo briga, chora, se frustra, recebe ligação de cobrança, porque não eu?!??!?
    Gostei do post!!
    bjs
    Edna Santos

    ResponderExcluir
  10. AS pessoas se expõem menos porque temem os julgamentos.

    É importante a gente se preservar e não mostrar fraquezas o tempo todo, só uma ou outra de vez em quando, para não ficarmos vulneráveis aos vampiros sugadores que existem por aí. Lembre-se que há os que se nutrem da desgraça alheia, na vida real, nos noticiários, na internet.

    depoimento:

    Eu vivi um período muito infeliz, sem nenhum problema enorme, mas com uma lista de pequenos problemas que se sobrepunham e acabaram criando uma crosta de depressão. Depois de um tempo, fui buscando soluções e me desvenciliando de tudo o que pesava.

    Foi uma decisão, uma escolha de vida, a escolha de sentir o problema sem naufragar nele. Muitas vezes, o problema é tão pesado que não há como escapar. Outras vezes, basta a gente querer.

    http://fernandareali.blogspot.com/2009/10/gente-decide-ser-feliz.html

    Sugiro:

    Mostre sempre o seu melhor e tente contagiar os outros para o lado positivo, pois para o lado pesado e negativo já há muita gente nos empurrando.

    Beijoooooo

    ResponderExcluir
  11. Ah, esqueci de dizer: @lilahleitora fez um post baseado no teu sobre a imagem que transparecemos. Muito bom, espia lá no Tramas, Tranças e Bobagens.

    beijooo

    ResponderExcluir
  12. Oi Elaine, adorei seu post de hoje! As primeiras vezes que me mostrei com falhas e problemas, fiquei temerosa. Fui percebendo, aos poucos, e pelos comentários, que dava oportunidade das pessoas desabafarem, diziam: Comigo também é/foi assim, também me sinto desse jeito... Aos poucos fui tomando mais coragem de mostrar. E acho que muitas vezes não escrevemos sobre isso, não por que não sentimos, mas por que achamos que vamos entupir a cabeça dos outros com nossos problemas, e isso é chato à beça. Todo mundo tem, né?
    Esta semana liguei aos prantos para minha melhor amiga. Pedi desculpas por alugá-la, mas eu sei que com ela eu posso, por que ela também tem meus ombros e ouvidos a hora que quiser... Sei lá, acho que é isso. Vou encerrar antes que vire post! hehe Beijos.

    ResponderExcluir
  13. @Rita VieiraPois é... tb concordo nisso com você: procuro com o Blog encorajar as pessoas... mas nunca deixo de ser verdadeira (ui! nem consigo ser diferente! ai!)!
    já falei sobre dividas, sim; já falei sobre as dificuldades de adaptação como Expatriada, sim, e por ai vai! mas como me ennsinou (sem saber) um chefe (que nem valia a pena): ´´me traga soluções, não problemas´´!
    E... assim eu vivo e escrevo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Elaine!
    bingo!
    Mais uma vezjuntas nos pensamentos!
    Que bom!
    As vezes - muitas vezes - me senti um ET no mundo! ´´Sera que só eu vejo isso?´´eu costumava me perguntar!
    Mas gosto de passar sim, HUMANIDADE & VERDADE nos POSTS, entao... eles trazem as minhas coisas, os meus alfarrabios...
    mas gosto de encorrajar quem le minha letrinhas... sei lá!
    Foi um dos motivos pelos quais eu publiquei aquele POST sobre a minha idade... para amenizar quem pensa mais ou quem pensa menos...
    não me idealizar... e (ai!) não me crucificar!
    ´´O Caminho do Meio´´ dizia Buda...

    Bjs!
    Ah! Em tempo: ADOREI O NOVO FORMATO DO BLOG E ESSA POSSIBILIDADE DA GENTE RESPONDER AOS COMENTÁRIOS TAMBÉM!
    MIL BJS!

    ResponderExcluir
  15. ELAINE QUERIDA..
    verdade amiga, eu as vezes penso isso tb, será que a vida das pessoas é tão perfeita, tudo tão no lugar, suas casas ideais, com maridos perfeitos, filhos inteligentes, tudo arrumadinho feito novela das 8??
    não acho que não, é que a maioria das pessoas esconde esses fatos por vergonha ou por simplesmente gostar de varrer a sujeira pra debaixo do tapete..
    claro que ninguém é obrigado a ficar expondo suas mazelas, mas fingir que a vida é um comercial de margarina na praia tb é demais.
    como disse a dama das cinzas, adoro o todo, mas gente que só sabe se lamentar tb dá na bolinha, pois se tá tão ruim vai a luta, grita, poe pra fora e modifica.
    não gosto dos fracassados nem dos perfeitos demais...gosto de gente de verdade que paga suas contas com sacrificio, trabalha , faz coco e tem dias que se acha medonho no espelho...
    mas tb nos mata de rir com suas histórias alegres e partilha os momentos felizes.
    certo dia escutei de minha maior amiga o seguinte:
    quero amigos que partilhem comigo a minha alegria, pois gente que só tá ali quando as coisas estão péssimas, quando eu estou no buraco tb não me serve.
    refleti sobre isso muito tempo e entendi o que ela quiz dizer..
    tb entendi a velha frase de otto lara rezende: o mineiro só é solidario no cancer.
    precisamos de quem seja inteiro , amigo que chore mas também ria junto com a gente.
    vc sabia que eu já fui pra rua vender carne louca pra poder pagar as prestações do meu carro??
    pois é amiga fui ambulante durante um tempo, ia pra santana junto com o benzuco, abria o porta malas do meu gol que na época era zero e com prestações atrazadas e esticava uma toalhinha da ilha da madeira( sou chique, benhee) e alí eu vendia meus lanches , no centro, onde amigas de infancia, pessoas que estudaram comigo, advogado que trabalharam pra minha mãe passam sempre e sem medo de ser feliz.
    teve gente que me perguntou, poxa sua mãe era tão rica vc já delapidou a herança dela???
    mal sabiam estes que depois de dez anos ainda estou na justiça brigando pra reaver aquilo que um dia foi meu..
    mas voltando ao caso, com cabeça erguida e muita alegria paguei meu carro, ganhei uns trocos pra sair do vermelho e do cheque especial e reergui minha vida as minhas custas.só não estou mais lá por causa da prefeitura e dos onibus que hoje passam bem no lugar onde ficáva-mos , a rua mudou de mão e acabou com minha alegria.....rsr
    muito orgulhosa de mim e sem vergonha de dar a cara pra bater..
    então amiga a vida de ninguém é perfeita não.
    adorei o tema.
    bjuivos no seu coração.
    loba.
    que sua semana seja a melhor dos ultimos tempos.

    ResponderExcluir
  16. Oi Elaine,
    Problemas todos temos, não é? Seja na vida profissional ou pessoal, sempre aparece algo para nos incomodar.
    Gosto de manter um bom astral no meu blog, e quando alguma coisa errada acontece, procuro utilizar um ponto de vista bem humorado, afinal não existe mal que dure para sempre.
    Ah, mas não dá para comparar a nossa vida com a vida apresentada nos blogs. Afinal, existe mesmo uma infinidade de coisas que não são publicadas.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  17. Quando te vi falar sobre ser normal, eu pensei: - Ah se ela soubesse, conhecesse meu íntimo, veria o quanto ela é normal.
    Todos nós temos um pouco de loucos e santos e no meu blog eu mostro isso.


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  18. Bom Dia,
    Tem coisas que só comentamos com grandes amigas, mas fique certa de que é muito bom encontrar pessoas normais como vc.
    Hoje comentei comigo mesma , poxa encontrei um Blog prá lá de bom, queria ser assim criativa e bem humorada e ainda por cima normal.( o único ítem que temos em comum).
    abraços
    Mariza

    ResponderExcluir
  19. Tudo é bom senso. Nem muito sal, nem muito açúcar. Nem sempre tudo é alegria, mas tb não é um mar de tristezas. Salvo momentos que passamos por grandes dificuldades.

    O segredo é o jeito que se fala: por mais que um assunto seja triste ou pesado, a abordagem do assunto pode ser feita sem pesar muito para quem lê. Vc sabe o que falo, nunca vejo vc transferir um momento triste para seus leitores, mesmo a gente sendo receptivo à sua alegria e tristeza. Mas a hora que apertar, pode pesar mais na "caneta virtual", Elaine, aqui o pessoal tá pra te apoiar tb.

    E a dosagem, pq tem blogs que a pessoa sai deprimida, de tanto assunto ruim abordado, em série.

    Mas no fundo, eu não ligo muito não, acho que o dono do blog fale do que achar melhor, né. Se incomodar (coisa que é mto rara, só me incomodo com blog daqueles preconceituosos), dai não leio e tá bom...

    As princesas soltam pum, ou seja... a vida de todo mundo tem momentos bons e ruins... ilusão quem pensa que a vida do outro é um mar de alegrias.

    bjs

    ResponderExcluir
  20. ah, o que acho MUITO ERRADO são os blogs que enrolam leitores, tipo os amarelos da vida.
    isso não pode mesmo, fazer de besta um leitor que perde o tempo e emoção em histórias fajutas. Isso sim, é um crime bloguístico!
    bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi
    É como diz meu marido.... o papel aceita tudo! E a net tbm! Rss
    Lembra daquela música? O que vc faz qdo não tem ninguém olhando? É mais ou menos por aí...Tem tantas frases que traduzem isso, defeitos, verrugas e manchas só a bailarina que não tem... será? Rss
    E se ela tirar a sapatilha? Eita, acho que estou confundindo mais ainda, mas eu acho assim, tudo que é perfeito demais é falso! Problemas todos temos, defeitos tbm, então a gente tem que levar a vida da melhor forma possível ajudar muito e não se comparar a niguém. Falo isso para minha filha que tem 5 anos e minha mãe já me dizia tbm, acho que é o melhor conselho que se pode dar para uma pessoa. Não se compare a ninguém. A gente sempre vai encontrar alguém "mais" e alguém "menos" mas tudo em equilibrio, uns são mais bonitos, mas são burros, malvados, etc. Outros são feios, ricos, inteligentes, malvados e por aí vai.... credo! Acho que dei nó na minha cabeça e levei seu post para a lua... rsss
    Beijos menina. Te mandei mais um e-mail para o "me chama que eu vou"

    ResponderExcluir
  22. Olha, isso de esconder, ou fingir uma vida não acontece só nos blogs. Convivo de perto com pessoas que vive alheia a realidade, inventando um mundo cor de rosa. Não suporto mentiras, de qualquer sentido.

    Minha vida está longe de ser perfeita, mas, vejo de perto problemas muito maiores que os meus.
    Ultimamente ( a Dama que me perdoe, pois adoro as visitas dela), ando muito reclamona... Talvez, mais internamente que postando (será?.

    Acho legal ter o equilíbrio, tem dias que não tenho vontade de fazer aquela limpeza na casa, sequer tenho vontade de sair da cama, e outros que a energia me consome. Sou de lua. Perco a paciência com quem amo, peço desculpas mil vezes por dia. O peito fica apertado de arrependimento. Desisti de querer ser perfeita.
    Também me sinto, muitas vezes, rejeitadas por aqueles de quem eu gosto. Coisa da minha cabeça? Talvez, não sei.

    Por isso, me refugio no blog, onde nem sempre consigo escrever,algo que agrade, ou mesmo, escrever. Muitas vezes só ler, me alivia a alma. Aqui por exemplo.
    No mundo dos blogs, muitas vezes me sinto "rejeitada" também.
    É como se aqui, não pudessemos errar, ou ter "ataque de pelanca", como diz a linda madrasta.

    Acho que se tudo fosse perfeito, os blogs seriam desnecessários!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Ahhhh... vc sabe muito bem o quão longe de uma vidinha perfeita estou... e o quanto não estou nem aí para isso! huahuahua!!!
    Mas me sinto nua demais expondo isso no blog... de vez em quando (e por culpa sua, na maioria das vezes) falo uma coisinha ou outra... mas me sinto pelada!!!!
    Bjks
    Alê

    ResponderExcluir
  24. Laine, é claro que todo mundo tem problemas, é claro que todo mundo sofre de solidao e outras coisas...
    Imagina vc eu aqui nesta terra fria de doer, eu que sempre amei praia e sol e vivo 5 meses de inverno. Eu que amo falar e tive que me calar por anos e anos porque nao sabia falar alemao?

    Mas tb nao fiz da minha vida um tonel de problemas. Também nao fiquei num canto lamentando como muita gente faz. Eu fui a luta como uma leoa para nao morrer de tristeza.

    Nao quero dizer com isso que seja o teu caso. Quero só deixar claro que tb sofro muitas coisas, mas nao sei tenho algo ou alguém dentro de mim que mesmo que eu esteja pequena e me encolhendo levanto.

    Eu tb divido muita coisa no meu blog. As dificuldades que passei e passo. Agora mesmo acabei de programar para sábado algo que passei e me deixou frustrada...

    Mas, eu nao gosto muito de ficar contando o meu lado triste nao, exatamente por causa dos comentario que vao vir como uma mao passando pelos meus cabelos me acalentando...eu sou meio como porco espinho, sabe. Quando isso me acontece me encolho mais ainda.

    É como vc já escreveu aqui: cada pessoa é de um jeito. O que eu aprendi ao longo dessa vida que nao é fácil, é que um dia vai passar, vai curar ou vamos esquecer. A maneira como tudo isso vai se resolver é que é o ÓH, da questao.

    Um beijao em você

    ResponderExcluir
  25. Todos nós temos problemas, isso é claro. Uns são mais transparentes que os outros,né?

    Um lindo dia,beijos,chica

    ResponderExcluir
  26. Bem Elaine, meu blog é o paraíso da cultura :-) E como não é pessoal, conto pouco , muito pouco da minha vida. Aliás conto pouco normalmente, na chamada 'vida real" por escrito então é que eu não conto nada , mesmo. Cada um tem seu jeito de ser e é isso o bonito da vida.

    ResponderExcluir
  27. Nem todo mundo gosta de se abrir!
    Mesmo sem se identifocar nos blogs,algumas pessoas preferem falar sobre outras coisas de sua vida!
    Seu post nos faz refletir e repensar algumas coisas...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  28. Elaine sempre tentamos mostrar o melhor, um casamento perfeito, filhos perfeitos, casa perfeita e por ai vai. Mas se olhar bem atentamente veremos que alguns probleminhas se escondem pelos cantos, já visitei muitos blogs em que tudo era maravilhoso, tudo cor de rosa, e acabei não visitando mais, pois me dava um sentimento de insegurança, eu também pensava que só a minha vida era cheia de problemas e acabava ficando um pouco melancolica. Afinal sempre achamos que a grama do vizinho é mais verde, mas se olhar atentamente verá algumas ervas daninhas escondidas.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  29. Elaine

    Vim através do Blog da Luci, pelo comentário dela. Tenho que concordar em parte com você, muitos de nós as vezes deixamos de comentar nossa vida pessoal, isso é uma opção mas usam o blog para compartilhar sua opinião sobre vários temas que gostaria de dividir e ouvir opiniões, meu caso por exemplo. Existem outros blogs que dão show de poesia, culinária, artesanato, cinema e etc.
    Ter um blog contando sua vida pessoal é uma opção dentre tantas outras.
    Não desanime, vá em frente, exponha-se um pouco mais, caso queira, mas lembre-se que muitas das pessoas que te seguem, sempre vão ter uma palavra solidária num momento difícil seu, vão estar vindo aqui ler seus posts e vibrar com eles.
    Todos aqui, sem exceção tem problemas, alguns até dividem como em muitos blogs que participo.

    Vim aqui ler seu post e gostei de estar aqui, vou te seguir e tenho certeza que você e a Luci irão dar um caminho pleno ao blog.

    Abs

    ResponderExcluir
  30. Será que realmente as pessoas "se escondem" ?
    Ou realmente elas são assim...comedidas...equilibradas...as vezes até incomodadas?
    Aí chega uma amiga virtual e expõe seus problemas e suas aflições e nós aqui deste mundo virtual e interessante,começamos a querer a ajudar e derrepente estamos a nos ajudar ?
    Já falei que ultimamente ando preferindo amigas virtuais e isto é verdade mesmo...
    Veja bem,é realmente a única hora que paramos para lermos até um desabafo sem interromper...e a única hora q a pessoa irá parar para ler e ser apoiada...
    Acredito sinceramente, em pessoas sem problemas,casas e lares(quase perfeitos),família sem problemas financeiros ou emocionais,porque não?
    Existem blogs que leio de pessoas tão sensíveis que as vezes chego a pensar "...ah,fala sério,isto só deve ser uma tese para mestrado e doutorado...estas coisas tão perfeitas ou tão problemáticas...só pode ser por aí"...e com isso estou tentando até hj "pegar" no ar...rs.
    Já até passou pela minha cabeça de que são pessoas que querem tbm se divertirem as nossas custas...mas aí já é demais mesmo...!!!
    Paisagens lindas,palavras bonitas...nossa...isso é muito bom...faz um bem danado,pelo menos prá mim, é a minha hora "zen".
    Um maravilhoso dia !!
    beijo.

    ResponderExcluir
  31. Adorei seu post sabia?
    Afinal somos todos humanos! E tem mesmo gente que fantasia uma vida perfeita demais!
    Eu sou mto sincera em minhas coisas, minha vida!
    Eu gosto de compartilhar minhas frustrações, meus medos e tb minhas alegrias...
    No Dama e tb em meus outros blogs, eu falo sempre de mim, dos meus anseios, dos medos, alegrias, enfim sobre mim mesma!
    Estamos no mesmo barco amiga!
    Te adoro!
    Bela terça!
    bjo

    ResponderExcluir
  32. Oi Elaine! eu (como vc mesmo definiu) sou colorida, e mesmo estando em péssimos momentos, procuro não estar tãaaao desfalcada de cor....uma corzinha vai bem, até mesmo para mostrar a alegria, que agente confia que ela vem, e que o proximo ponto de parada dela é nossa casa, nosso blog e nosso peito....eu mesma já expus muito minhas crises, dores, duvidas, e acho que até dívidas KKKK embora essa ultima acho difícil alguém me ajudar KKKK, eu costumo dizer, que mesmo com a conta bancára no vermelho, eu vivo um vidão! mas é como te falei, não devemos deixar que os problemas nos tire a cor...a alegria de viver....devemos dizer aos nossos problemas, (que aliaz eu não tenho nenhum, mas eles insistem em vir até mim) que o nosso DEUS é muito maior....há 2 anos e pouco atráz passei pelo deserto, e até hj isso ainda reflete, mas procuro exorcizar sempre, e passar para as pessoas que ser feliz é muito fácil, basta querer!

    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  33. Ah que pena! Pensei que eram outras coisas que só aconteciam com vc, porque aí sim eu teria companhia!
    Não é só os problemas que aparecem pra todo mundo, a grama do vizinho sempre é mais verde que a minha, a sua, a do meu filho, e até a do vizinho tambem.
    Mas sabe que isto tem um lado positivo? Se eu não visse outros gramados brilhantes nunca tentaria cuidar do meu que parece feioso e assim ele realmente seria um capinzal ressecado. Pra melhorar é preciso haver parametros de comparação.

    ResponderExcluir
  34. Essa utopia de que a vida pode ser perfeita muitas vezes é levada a séria demais. Não há perfeição, mas algumas muitas vezes, é mais fácil meio que fugir um pouco, por algumas horas, talvez da realidade.

    Eu comecei meu primeiro blog como um diário, numa das piores fases da minha vida, e ele era mesmo o meu descarrego completo. Aprendi com ele a usar do bom humor, mesmo o negro, pra falar das minahs mazelas sem pesar tanto, mas é estranho porque dois sentimentos surgem nas pessoas: elas acham que fazemos isso pra nos promover e com isso angariarmos fundos de pena e compaixão. E outros acham que tem a obrigação de nos jogar um balde de água fria e nos colocar pra cima a todo custo, nem que seja na porrada. rs

    Eu bem que tentei, no Dona Amélia, a não falar muito de mim e mto menos das minhas mazelas, que são taaantas, mas taantas, afe, que já até brinco de pique-esconde com elas e me divirto! rs Mas acontece que eu não sou perfeita, e há dias em que tudo que eu quero é exteriorizar, pra não correr o risco de gostar da dor e ficar aqui, lambendo ferida!

    O sofrimento é condição do ser humano, agora a forma como cada um lida com ele é que é o grande lance de se saber viver! ;oD

    Xêros minha querida, que tudo de ruim passe logo e deixe só o aprendizado e novos sorrisos!

    Paty

    ResponderExcluir
  35. Oi querida...

    Adorei esse post e os comentários estão maravilhosos...
    Acho que quando a gente fica pensando e remoendo as tristezas da nossa vida, essas coisas puxam a gente ainda mais pra baixo...
    De vez em quando acho que a gente precisa dar vazão a essa deprê, desabafar... sei lá... mas não podemos tornar isso um hábito...
    Minha mãe sempre cita uma frase que diz: "Sorria, mesmo quando estiver triste... para não dar aos que te odeiam, o prazer de te ver triste; e para dar aos que te amam, impressão de que és feliz."
    Nesses momentos de deprê sempre escuto aquela musica "Volta por cima" - Levanta, sacode a poeira
    E dá a volta por cima...
    Até agora deu certo...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  36. Elaine,

    Não tenho uma vida de margarina nem sou feliz o tempo todo, tenho problemas sim e questinamentos,mas eu tento sempre ver o melhor nas coisas, mesmo nas dificuldades, tem dias que são dificeis sim, mas mesmo assim, agradeço à Deus (não estou falando de religião), as dificuldades, pois elas nos tornam mais fortes, e através delas podemos nos tornar pessoas melhores, eu agradeço sempre, pois tenho saúde, meus filhos tem saúde, a comida na minha mesa (com tantas pessoas passando fome por ai), enfim, os dias dificeis, servem como um exemplo para os dias felizes...para me mostrar que tudo passa...menos motorista e cobrador...rsrsrsrs

    Bjão

    ResponderExcluir
  37. Olá o Magazine da Dê está fazendo sua primeira Blogagem Coletiva, não precisa ser seguidora, basta participar, fazer novos amigos e dividir conosco um pouco de você. Passa lá, estamos a sua espera!
    magazinedade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  38. Pombas! Terecira vez nesse POST! Me desculpe! Mas, sabe, achei uma coisa (relendo meus proprios alfarrabios) que imediatamente me remeteu a você... então... pra ti, depois de tudo...


    "AQUELES QUE PASSAM POR NÓS, NÃO VÃO SÓS, NÃO NOS DEIXAM SÓS, DEIXAM UM POUCO DE SI, LEVAM UM POUCO DE NÓS." (A. Saint-Exupery)

    Bjka!

    ResponderExcluir
  39. Oi Elaine!
    Concordo quando que você diz que não só o post é interessante, mas os comentários também...Gosto muito de lê-los, é uma maneira de nos sentirmos mais próximos, de nos identificarmos. Acho que com o blog também ocorre isso, a gente se identifica com alguns e com outros não. Eu já pensei em "escrever" mais coisas no meu blog, mas não me senti à vontade, até tentei, mas não ficou legal. Foi como se eu estivesse forçando a barra. Sinto-me bem postando sobre coisas legais, leves, sem comprometimento, porque fazendo isso eu me sinto bem, me sinto mais leve. Sinto como uma coisa agradável, não quero empunhar uma bandeira. Também penso um pouco como a Fernanda Reali, existem pessoas que te sugam e te põe pra baixo e não estão nem aí com a sua vontade de se expressar.
    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  40. Elaine minha amiga muitas vezes as pessoas fantasiam talvez pra não pensarem em seus problemas, mas problemas todos nós temos, imagine como seria perfeito se ng tivesse?
    Só que tem coisas que contamos pros amigos mais íntimos, não preciso estar levando meus conflitos pra vc que já tem os seus, certo?
    O ser humano é passível de erros e acertos, e sentimentos como ódio, ciúme raíva, etc eu pelo menos procuro descartar pq não me trará benefício algum...
    Mas este post é bem pra ser pensado, sobre como somos, bjsss minha amiga Elaine.

    ResponderExcluir
  41. Olha, Elaine, te dizer a verdade: muitas vezes eu até penso em escrever sobre essas coisas no meu blog, pq são coisas que me incomodam muito. Mas ae vejo que meus textos do último ano são sempre mal humorados e reclamões e desisto. rsrsrs
    Mas, ó, eu tenho raiva da minha mãe sim (e muita), tô cheia de dívidas (q minha ex parceira de apto me deixou), me sinto atraída por um cara que é casado.... então não se sinta sozinha, bonita. Tem muita gente maluca no mundo que sente da mesma forma que você e eu.

    Beijas

    ResponderExcluir
  42. Oi querida!

    Todo mundo tem problemas, pode ter certeza! E o problema é do tamanho do sentimento de quem o tem, ou seja, não existe probleminha para quem está passando por ele! Mas tapar o sol com a peneira, no fundo, é melhor e mais gostoso né? A realidade é tão dura, Elaine, que é mais fácil fugir dela! rs
    Bjs amiga!

    ResponderExcluir
  43. Elaine, amada, não fique desanimada, pq
    ninguém tem uma vida perfeita. A diferença é que algumas pessoas têm facilidade de expor seus "fantasmas" e outras nem tanto. Eu me incluo na segunda opção.
    Não sou de falar muito dos meus sentimentos, dos meus problemas.
    E não é por vergonha ou medo de críticas. Simplesmente é porque sou assim.
    Tenho algumas pessoas com quem desabafo, mas prefiro colocar tudo diante de Deus. Falo com Ele o tempo todo e busco respostas na Palavra.
    Também acredito que tudo o que passamos na vida serve para nos fazer crescer, amadurecer, mudar, corrigir. Então, dá pra tirar proveito de toda e qualquer situação.
    A palavra de Deus diz que é no tempo de luta que o Senhor nos capacita e nos lapida. Eu acredito nisso!
    Prefiro sorrir, extrair o meu melhor e fazer (ou tentar fazer) as pessoas ao meu redor felizes, apoiá-las, batalhar com elas...e assim me fortaleço e espero a tempestade passar.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  44. Oi Elaine,
    Somos humanos e claro cheios de problemas. Eu mesma apesar de não poder reclamar muito, passo por um momento pessoal complicado, tenso mas vou levando. Não agnoro. Até comento algumas coisas em meu blog. O importante é isso. A gente se mostrar não escancarando a porta mas também, não a cerrando na cara do leitor. Gostei muito de sua reflexão.
    Bjs

    ResponderExcluir
  45. Oi,

    Já pensei assim também, mas, entendo que algumas pessoas, como eu, não gostam de se expor muito, daí, normalmente, só falam das coisas boas. Então fica a impressão de que a vida é um mar de rosas, mas, não é, é igualzinha pra todo mundo, às vezes, com muito mais dificuldades.

    Gd. abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  46. Pois é Elaine,as coisas acontecem com todos mas muita gente não fala nada.
    Eu também já pensei muitas vezes que só eu me endividava,só eu sofria e só eu,etc,etc.
    Hoje sei ou pelo menos tento ver que todos caminhamos entre tropeços e quedas,entre cair e levantar,adoecer e sarar e vamos por ai afora vivendo um dia de cada vez que pelo menos em meu caso é o melhor.
    As pessoas especiais são aquelas que mesmo passando por tudo na vida seguem sem desistirem.
    Porque com tudo que pode acontecer de ruim e as vezes acontece,a vida vale a pena.
    Se não por nós,pelos nossos queridos,não é verdade?
    Beijos
    Teca

    ResponderExcluir
  47. ELAINE QUERIDA..
    deixa eu te fazer uma pergunta..
    eu fiz backup do meu blog já faz um tempo...hoje fiz novamente e acabou que salvou tudo de novo, eu passei pra um cd e guardei, mas o que não entendo é que se toda a vez que eu fizer backup ele salvará tudo??
    não há como salvar somente os ultimos posts desde o ultimo backup??tipo dar continuidade somente...pois senão haja cd pra gravar o blog inteiro toda vez...

    deu pra entender...sou um pouco topeira nesses assuntos, vc sabe..
    rsr
    me explica quando vc puder???
    obrigada querida.
    linda tarde pra vc.
    bjuivos no coração.

    ResponderExcluir
  48. Oi Elaine,

    Seus posts são verdadeira dádivas, cada dia que venho aqui e os leio, fico refletindo depois.

    Na maioria dos blogs que frequentamos talvez nos passe uma imagem de "perfeição", mas não pelo fato de mascarar sofrimentos, problemas, sentimentos e emoções, mas por fazer deste espaço um lugar de descontração.

    Muitas vezes, nem no contato olho no olho consegue-se perceber os fardos que as pessoas carregam. Eu, por exemplo, não sou de expor meus problemas, nem no virtual, e nem sempre no real, geralmente os carrego na discrição e no silêncio.

    Se expor é algo delicado e requer bom senso. Mas não expor não significa que somos livres de insatisfações, somos seres humanos em toda a sua essência.

    beijos.

    ResponderExcluir
  49. Querida Elaine! Estou pedindo ajuda para que meu blog consiga vencer o Prêmio Top Blog 2010. Classifiquei-me na primeira fase entre os 100 mais votados da categoria mais concorrida, variedades. São os últimos dois dias de votação. Preciso muito de sua ajuda. São dois anos de intenso trabalho no blog, onde retratei pessoas, lugares, fatos através de minhas crônicas, contos, e poemas. Conto com o seu apoio. Neste momento, preciso de mais que seu apoio; preciso do apoio do seu amigo, parente, cachorro, inimigo... Estou naquela de que só com a ajuda do amigo do amigo do amigo a coisa vai rolar.
    Para votar em meu blog você precisa clicar sobre o selo TopBlog, logo abaixo do meu perfil. Abrirá uma janela com as lacunas nome e email. Preencha e depois confirme o seu voto na sua própria caixa de email. Obrigado!

    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  50. Olá Elaine,

    Ninguém é perfeito, todos temos algum tipo de problema. Só que alguns acham melhor expor aos demais e outros preferem se reservar!
    Sou do tipo que gosto de expor, não publicamente, e sim para as pessoas que estão sempre perto de mim.
    Cada um vive e se expõe da forma que achar melhor, da forma que lhe fará bem!!
    Fica em paz, Elaine!
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  51. Oi Elaine, a minha idéia de fazer o blog sempre foi exatamente esta. Expor meus medos, anseios, alegrias, expctativas e por que não problemas.
    E compartilhando as dores e alegrias, parece que fica mais fácil encontrar a saída.
    bjs

    ResponderExcluir
  52. Olááááá,,, desculpe-me a longa ausência do seu blogue, mas estive fora sem acesso bom à net!
    Realmente os comentários fazem parte do "todo" que é cada post, e o seu de tão intenso gerou esse comentários tão expressivos e realistas!!!
    Claro que todos nós temos problemas na vida, ninguém fica isento deles, e não é por se escreverem só coisas boas nos blogues que deitamos os problemas pela janela!! Só que por vezes, pensar, falar, escrever sobre os problemas em si, além de ser bom pelo desabafo, poderá atrair muitos outros problemas, daí a maioria se calar e deixa-los apenas para serem discutidos na intimidade, não será????
    Você é corajosa, isso sim, em deixar sair o que lhe vai na alma e expressar esses seus sentimentos aqui, parabéns, pela coragem e pela maneira brilhante em como você escreve e transmite seus sentimentos aos outros!!!
    Abraço, Zé Maria

    ResponderExcluir
  53. Adorei esse post! Às vezes percebo isso em meu prórprio blog, tenho uma tendência a falar só sobre o que é bom ou funciona, não gosto de ficar falando sobre meus problemas. Depois leio e parece que não sou eu. Mas sou eu sim, o melhor de mim.
    Muitas vezes tenho vontade de desabafar minhas neuras e grilos pra valer, mas fico com medinho de ferir suscetibilidades alheias. Acho que vou parar com isso,mas ainda estou criando coragem. Parabéns à você que já conseguiu!

    Abraços

    ResponderExcluir
  54. elaine
    EU fico pensando mesma coisa e ainda acrescento: como dão conta de tudo além dos afazeres tem blogs?
    Tem dia que não dou conta.
    Só se for dormir tarde!
    Com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  55. Pois, é Elaine, eu entrei no "Me Chama Que Eu Vou" mas já me arrependi de colocar, alguns desabafos, pq tudo nos blogs é certinho. Logo em seguida, vc ficou dodói e eu fiquei com dó pq vc trabalha tanto. Qdo vc encontrar o meu desabafo, me entenda, por favor e já nem quero mudar nada. A sinceridade é como a coragem: tem sempre alguém que não fica em cima do muro, mas penso que só aviões grandes, prateados e reluzentes podem voar de cá prá lá e de lá prá cá. Abração!

    ResponderExcluir
  56. Sabe, Elaine, sou uma pessoa muito aberta que gosta de conversar; falo de qualquer coisa com os meus amigos, naqueles em quem posso confiar, mas há alguns que me irritam. Muitas vezes saio para jantar con 2 casais muito amigos e depois vamos para casa de um deles tomar café e conversar; pois, Elaine só eu falo e só eu tenho probleminhas; elas não. Os filhos delas estão sempre super bem, tudo na vida delas é cor de rosa. Conheço-as bem, sei que levam uma vida tão boa quanto a minha, mas também sei que os probleminhas do dia a dia toda a gente tem, inclusive essas minhas amigas; o que elas gostam é de contar anedotas e de rir de bobagens; claro que isso também é preciso, mas eu sei que o que elas querem é fazer parecer que tudo é rosa.Sei também que não falam, não porque não confiem, mas sim porque acham que a vida delas só a elas diz respeito. Bem...talvez seja eu que tenha de aprender a ficar mais calada; aliás com elas já faço isso...também não há qualquer probleminha em minha vida...tudo é maravilhoso...tudo é cor de rosa. Como se costuma dizer" deve-se dançar conforme a música". Um beijinho, Elaine e...adorei o tema
    Emília

    ResponderExcluir
  57. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  58. Oi Elaine!
    Recebo teus posts por e-mail e adorei a sua abordagem sobre a transparência (ou não) nos blogs.
    Então...
    Todos sabemos que todos têm problemas, é surreal alguém que consiga viver num mar de rosas 24 horas por dia, 7 dias por semana. O que acontece é que existem problemas que nem sempre queremos levar pra frente, pois talvez ele vire uma bola de neve.
    Eu penso assim, se eu estiver p... da vida com alguma coisa, isto estará me gerando uma energia ruim e minha sintonia vai estar negativa e as coisas boas não se aproximam, sabe. Pq vc vai estar tão entretida, amargando aquela coisa ruim dentro de vc que acaba deixando escapar momentos bons que poderiam ser bem vividos, entende?
    Aqui em casa, por exemplo, estamos numa maré de horror que contando ninguém acredita. Mudamos de cidade em janeiro, para viver uma vida diferente e tentar melhorar, mas sabe quando o universo conspira contra? Pois é, ABSOLUTAMENTE NADA tem dado certo e acredito até que as coisas pioraram em vez de melhorar. Mas aí se eu for escrever sobre isso num blog, vai chegar uma hora que ninguém mais vai ler, pq vai ser só coisa chata e que não acrescenta nenhuma beleza à vida de ninguém.
    Acredito que a net e a blogosfera seja uma forma de fugir de coisas chatas da vida sabe, pq aqui a gente pode conversar sobre coisas boas. Pode desabafar sim, mas não precisa falar sempre de coisas ruins. precisamos é nos libertar das coisas que nos fazem mal. Escrever sobre elas como umaforma de expurgá-las do nosso interior é ótimo, mas o espaço pra escrever coisas "coloridas e enfeitadas" (porém verdadeiras!) deve ser maior, sempre!
    Nossa isso é post pra um livro hein. Comentar em poucas linhas é meio que impossível!
    Adorei o assunto.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  59. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  60. Impossivel ter uma vida perfeita. Todos tem problemas em todos os aspectos, a única diferença é que alguns são mais discretos do que os outros, ou tem até aqueles que gostam de viver de aparências. Não sou de comentar muito sobre a minha vida, mas se me perguntarem, não tenho porque ocultar ou mentir, pois também sou ser humano, propensa a falhas e acredito que estamos nessa vida para aprendermos com nossos erros e evoluir nosso espírito.
    Me identifiquei muito com essa postagem. Você sempre me surpreende e toca muito no meu íntimo.
    Bjs e linda semana!!

    ResponderExcluir
  61. Jesuuuussss!!
    Pq ficou repetindo meu comentário??
    kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Pelamordideus, apaga os repetecos, Elaine, ou o povo vai me achar narcisista, repetitiva e chata.
    Viu como nem tudo dá certo??
    kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  62. ah, boba, se eu despejo tudo no blog, vão mandar me internar! rsrsrs

    ResponderExcluir
  63. Estou lendo um livro que ganhei (FEIOS) onde todos quando fazem 16 anos tem que fazer uma operação para ficarem lindos (no livro tem uma descrição do que eles acham lindo), estou no começo do livro, não sei como vai desenrolar esta história, mas fico imaginando como seriam se todos nós fossemos lindos e sem problemas, com certeza seria uma M. Temos vidas diferentes, mas em algum momento dela, nossos problemas com certeza ficam bem parecidos. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  64. Elaine, vc pode me dar a dica de como colocar esse ´´comentar o coomentario´´? Tentei fazer sozinho, mas nao cnsegui... snif snif... me manda a conta, ta?
    Bjka!

    ResponderExcluir
  65. Cara, que post legal. Eu ainda não tinha lido. É tão verdade, isso que vc falou!

    Quem acompanha a vida 'virtual' dos outros com certeza já deve ter pensado essas coisas.

    Tinha horas que chegava a me irritar, na internet todo mundo parecia ser tão feliz, ter tantos amigos, viajar tanto, ser tão bem amado. Parecia que ninguém tinha problemas, nem nada. E, aí, tbm me batia uma depressãozinha: eu não tenho tantos amigos assim. Não passeio tanto. Não posso entrar na comunidade 'Eu tenho o melhor namorado do mundo'. E por aí vai.

    Mas é uma bobagem, né? Eu aprendi isso, felizmente, e parei de acreditar nessa ilusão de que todos moram num mundo de fotos sorridentes, piadinhas internas só para os especiais, melhores amigos e tudo o mais.

    Não dá pra 'invejar' a vida perfeita que se mostra na internet, pq, na verdade, não é bem assim... e tudo bem. É o normal.

    E sabe o que é mais engraçado? É que, provavelmente, enquanto a gente olha a vida do Fulano pela internet e pensa 'que vida boa que ele tem, nada a ver com a minha!', é possível que o Fulano esteja olhando a sua vida 'virtual' e pensando a mesma coisa.

    Somos seres estranhos, hehe...

    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…