Primeiro amor

em 9 de outubro de 2010

Você se lembra do seu primeiro amor?

Senta, que vou te contar do meu… enquanto isso ouça a canção e lembre do seu primeiro beijo…

Eu tinha 14 anos e ele tinha 23. Engraçado como o tempo não apaga essas coisas, né? Eu realmente fui apaixonada por esse rapaz. Namoramos por um tempo, mas claro que não deu em nada. Eu era uma criança e ele já pensava em casar…

Penso que o primeiro amor a gente jamais esquece.

Era um amor tão doce, tão meigo, tão delicioso! Hoje em dia isso parece que não existe mais. Imagine um rapaz de 23 anos namorando uma menina de 14! Mas era tão, sei lá, puro. Ele era um doce, tão bonitinho… Lembra do Terence Hill? Tirando os olhos azuis eles eram parecidos…

Anos depois eu soube que ele havia casado com uma menina que foi minha vizinha. Eu o revi há uns 17 anos atrás, no dia da missa de formatura do meu marido (na época namorado) no Tiro de Guerra. Igreja lotada, e eu decidi esperar na praça. Coincidentemente ele também estava por ali. Conversamos. Ele me elogiou (sempre foi muito gentil) e disse que lamentou por muito tempo não termos ficado juntos. Disse que gostara muito de mim. Foi bom ouvir, pois pelo fora que levei achava que só eu tinha gostado e portanto, sofrido. Disse isso a ele, ele riu. Foi bom conversar, saber que fui amada como amei…

Por muito tempo fiquei com uma certa saudade daquilo que não foi… mas embora na ocasião eu fosse solteira ele já estava casado… a vida seguiu, eu me casei e mesmo morando em uma cidade tão pequena nunca mais o vi. Hoje ele deve ter uns 47 anos… talvez filhos… espero que seja feliz.

Eu guardei a recordação de um amor inocente, doce… meu primeiro amor. Não o maior, não o melhor, mas sim o primeiro amor.

E o primeiro amor, aquele que primeiro fez nosso coração disparar, ah! Esse a gente não esquece…

Conta prá mim do seu?

amorbar

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

36 comentários , comente também!

  1. Nossa que delícia relembrar do primeiro amor...que saudade me deu em relembrar uma época maravilhosa, a juventude, as expectativas de menina. Meu primeiro amor foi um professor que tive, eu estava no início do ensino médio, e foi um amor desesperado. Eu tinha 15 anos e ele tinha 23. Chegamos a namorar durante um ano e meio. Com ele descobri sobre o amor, a paixão...Com ele vivi meu primneiro nmomento como mulher...Nos separamos, mas isso marcou muito, foi o primeiro amor...Uma dupla de músicos que marcou muito nossa relação foi Simon and Garfunkel, um show que fizeram no Central Park e gerou um álbum duplo. Ouvia isso 24 horas, e me lembro das reclamações de minha mãe por ter que ouvir as mesmas músicas todos os dias kkkk Obrigada, querida por me fazer recordadr disso...beijos

    ResponderExcluir
  2. elaineee!!

    acabei de passar na rua e ver o cara por quem me apaixonei pela primeira vez. daí, entro aqui e vejo esse post... puxa!!

    O meu amor tb oi aos 14 anos, mas eu nunca soube se fui correspondida.

    ResponderExcluir
  3. Elaine....Tenho muito que te agradecer,verdade...Descobri agora lendo teu texto que meu primeiro amor não foi meu primeiro namorado, rs, foi o que fez meu coração disparar e esperar chegar a hora de dormir para construir meus castelos de sonhos,rs, puxa era muito "encantada" mesmo...Ate fiz uma poesia em 2007 que foi selecionada no Projeto Coração de Poeta do Marcelo Puglia, cujo tema foi: "Dificil te esquecer" e claro "ele " esteve o tempo todo lá na minha poesia. Beijos no coração e obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, meu primeiro amor de verdade foi um amigo. Quando a gente se conheceu eu tinha 15 anos e ele 14. Sim, ele era mais novo, rsrsrs. Tivemos uma amizade muito bacana e quando eu estava com 17, prestando vestibular, recém-terminada com um namoradinho que eu tinha esse amigo me supreendeu com um beijo. Só então percebi o quanto era apaixonada por ele e negava este sentimento em nome da amizade. Mas como sempre tenho a cabeça muito "focada" (Tô parando com isso), eu queria passar no vestibular para psicologia e não vivi este romance, não do jeito convencional. Nunca namoramos, mas sempre nos encontrávamos entre indas e vindas de outros relacionamentos que tivémos. Hoje ele é casado, tem 2 filhos e não temos contato. Eu estou noiva e me caso ano que vem. Mas o que tenho a dizer do meu primeiro amor é o seguinte:

    " Saudade é o amor que fica"
    Sempre que escuto aquela música do Roberto Carlos "outra vez" eu lembro dele e do que vivemos.

    Adorei o post. Bjus, tive que ter coragem pra postar. Mas tá aí.

    ResponderExcluir
  5. Elaine,

    Adorei ler as história, a sua, a da Dê, muito bacana mesmo. eu, infelizmente, não me recordo do meu primeiro amor, não lembro de absolutamente nada, vou fazer um esforço e ver se sobraram alguma recordação, mas vai ser difícil, rs.
    A única coisa que lembrei é da música do Tim Maia: "paixão antiga sempre mexe com a gente, é tão difícil esquecer..."
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oie Elaine!!! Sempre passo por aqui dar uma espiadinha,mas nunca deixo recadinhos,nao por falta de vontade, mas por falta de tempo mesmo, sempre td tao corrido...
    Aiaiaiaiia primeiro amor, como é bom lembrar, lendo seu post, veio tantas lembranças a tona.... aiaiaiaiiaia, primeiro amor, primeira decepçao, primeiro, primeiro....iaiaia
    Bjossss apareça me visitar.

    ResponderExcluir
  7. Vim aqui bisbilhotar os amores dos outros, hehe

    Amei a historinha que contaste. Parece um livro de antigamente, Olhai Os Lírios do Campo, do Erico Verissimo, que eu adoooro.

    Meu primeiro e único amor de verdade é este delicinha que me atura até hojeee, ahahah

    beijooo

    ResponderExcluir
  8. Ai... meu primeiro amor... não faz tanto tempo, só uns dez anos!!! Era um menino loirinho, magrinho de oculos e muitissimo inteligente... foi um amor intelectual também. Uma das minhas amigas disse que eu pensava em Ivanhoé(um personagem de um romance de cavalaria que eu amava na época) e não nele quando me apaixonei, não dúvido, do jeito que eu era estranha aos 12 anos!!! Foi também um amor puro, docinho, levinho, bobinho!!!

    Enfim... o primeiro amor!!!

    ResponderExcluir
  9. Ai, Elaine, sabe que já pensei em falar sobre o "meu primeiro amor" no blogue, mas fiquei constrangida e meio que com medo. rsrs
    Mas acho que meu primeiro amor não foi meu primeiro namorado.
    Eu era bem mais nova e ele também. Éramos vizinhos e nunca aconteceu nada. Eu só adorava vê-lo andar de bicicleta na rua depois da aula.
    Ficava lá babando.
    "Vermelhei".
    Ui, outra hora eu conto mais.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  10. Querida Elaine,

    Vou comentar como anônimo porque se alguém no mundo real descobrir o que eu escrevi aqui, eu me jogo debaixo da cama e não saio nunca mais. Tudo bem?

    Bom, quando somos crianças, os meninos acreditam que as meninas são inimigas, elas com suas brincadeiras e manias diferentes.

    Depois, quando a gente vai crescendo vai descobrindo que aquelas 'inimigas' acabam se tornando um enigma que aos poucos a gente vai tentando decifrar e com isso vem o fascínio.

    Meu primeiro amor foi uma garota da escola.

    Ela que me fazia comprar e beber meia dúzia de caixinhas de achocolatado só para ajudá-la a trocar pelo bichinho de pelúcia.

    Ela que me fazia copiar caprichosamente toda a matéria da escola para que quando ela faltasse, eu pudesse levar na casa dela dizendo que aquilo não tinha sido nada.

    Ela que me fazia escrever cartinhas de admiração, ir no correio central comprar um selo bonito e mandar pelo correio, mesmo nos encontrando quase todos os dias na escola.

    Bom, foi ela também que partiu meu coração ao me apresentar o vizinho namorado.

    Obrigado pela sua postagem. Foi bom para lembrar disso tudo.

    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhh entao os rapazes tambem se lembram dos seus primeiros amores .... eu sabia!!!! Nao somos romanticas sozinhas...
      Essa coisa de primeiro amor eh bem engracado! A gente ta la, brincando de boneca e de repente PLIM passa um garoto que ate aquele momento era so um garoto, mas a partir dali passa a ser O garoto.... a gente fica vermelha, sente a perna tremer e morre de vergonha de falar qualquer bobagem na frente.... Eu sabia todos os horarios dele, passava perto da casa dele so pra ver se o encontrava, e dei muita mas muita bandeira mesmo rs... Nunca namoramos.... nunca nem trocamos um beijinho... Tinhamos quase a mesma idade (eu com 15 e ele com16 eu acho), mas eu sempre achei que ele me achava meio boboca, meio criancona, sei la!
      O primeiro amor eh cheio de misterio e de aventura... e na cabeca das meninas eh cheio de encantamento tambem....
      Lindo post!

      Excluir
  11. Olá Elaine,vc hoje me fez lembrar meu primeiro amor...Ah,como foi bom!!!
    Eu tinha meus 14 anos e ele seus 24 anos.
    Ele morava na mesma rua,e como eu gostava de ficar na janela no horário que ele chegava do serviço,só para receber seu aceno de mão,seu oi,ou um sorriso
    que me deixava com o dia ganho rsrsrsrs...Nunca namoramos, acredito que ele me achava novinha
    pra namorar,mais ele foi meu primeiro amor.
    Muito bom essas lembranças não é?
    Adorei sua postagem!
    Beijos querida e ótimo final de
    semana pra ti.
    Simone Souza

    ResponderExcluir
  12. Q amor...
    Adorei!
    :*
    _____________
    http://extensaosaladeartes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Nossa! Agora você me pegou! Me lembro bem do primeiro beijo e da primeira transa válida, mas o primeiro amor... huuuummm...

    É que na época de adolescência, quando acontece essas coisas. minha vida tava toda virada, um lixo!

    Vou puxar pela memória aqui...

    tum

    tum

    tum

    Bem... do que me lembro, aos 13 anos me apaixonei por uma garoto da mesma idade. Mas ele só queria ser meu amigo... Muitos anos mais tarde foi quando me apaixonei mesmo, aos 19 anos. Uma paixão correspondida e legal. E foi o namorado mais bonito que tive, todas as meninas davam em cima dele...

    Uffa... Consegui... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  14. Elaine,

    Essa é uma história que nem gosto mto de falar pq dá um brigão por aqui... puro ciúmes, verdade... Mas, o meu primeiro amor... Amei ele por 19 anos da minha vida... namoramos, e ele me trocou por outra por ela estar grávida e eles são casados até hj... fiquei com ele, algumas vezes, mesmo ele sendo casado...
    Mas não passou disso...
    O que ele sempre sentiu por mim?
    CARINHO... Nada mais do que isso!
    A gente ainda se vê, se cumprimenta
    mas o marido morre de ciúmes dele...
    Ele lembra um pouco o Tom Hanks!

    Pois é, amiga... Esse foi o meu primeiro amor!

    ResponderExcluir
  15. Qdo me apaixonei pela primeira vez, eu tinha 15 anos e ele uns 18. Foi um amor unilateral, meio platônico, que nem rolou namoro, só uns beijinhos e uns abracinhos. Pra mim foi o suficiente pra ficar loucamente apaixonada, pra ele, não passei de mais uma que babava por ele, rs.
    Ainda hoje, o vejo às vezes. Está casado pela 3ª vez e tem 2 filhos c a 1ª esposa (não é q eu queira saber da vida dele, rs, mas minha cidade é bem pequena e todos se conhecem!). Eu me casei quase ao mesmo tempo que ele (ao mesmo tempo do 1º casamento dele, rs), mas nunca mais nos falamos, nem nos cumprimentamos, acho que não tem nada a ver...
    Bom, minha história é essa, não tão emocionante quanto a sua, mas foi assim que aconteceu ^^

    ResponderExcluir
  16. Olá Elaine,

    Que bom é lembrar do nosso primeiro AMOR... O meu ainda está comigo até hoje( e espero até o fim da minha vida), meu primeiro grande amor...Meu marido!

    P.S. (Meu livro já está disponível, estou muito feliz! Dá uma passadinha lá em meu blog... Ficarei muito feliz com sua visita!)

    Beijos e fica em paz...

    ResponderExcluir
  17. Marcas de um tempo que ficam como uma tatuagem em nossa memória.

    Boas lembranças, gostei disto

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  18. Marcas de um tempo que ficam como uma tatuagem em nossa memória.

    Boas lembranças, gostei disto

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  19. Que gracinha sua história Elaine,eu me lembro sim do meu 1º Love, rsrsrs, eu tinha uns 12 anos e ele tinha uns 15 pros 16anos, ele morava na minha rua e namoramos escondido por pouco tempo, mas foi um feliz curto tempo, por que quando minha mãe descobriu eu levei um surra e não pudemos mais ficar juntos.Aí ele arrumou outra e eu fiquei sofrendo mais que cão sem dono. é issso...rsrsrrs.
    Mas não esqueço o que sentia quando ele passava em frente minha casa, era bom demais!!!!!!!

    Mas hoje tenho em minha companhia um homem, que me faz muito feliz e me faz ser uma pessoa melhor. E o que ele me faz sentir hoje é ainda melhor!!!!!!
    BJKS de Karla******

    ResponderExcluir
  20. Adorei saber sua história, Elaine!

    Eu sempre fui uma menina tímida, por isso demorei a entregar meu coração, tive algumas paixões adolescentes e posso dizer que também beijei e conheci pessoas legais quando finalmente saí do casulo. Mas amor, amor mesmo, demorou a aparecer.

    Foi num momento difícil da minha vida (no momento mais difícil dela).
    Demoramos a ficar juntos de verdade, mas as conversas, os pensamentos, tudo se encaixava. Morávamos em cidades diferentes...
    Foi a primeira pessoa que eu disse "Eu te Amo" e a primeira que me disse o mesmo. Tínhamos planos, para o futuro, e eram tão reais na época.
    Mas da mesma forma que foi o primeiro para quem abri meu coração, foi o primeiro que me machucou.
    Terminou tudo e de uma maneira tão tão péssima, que risquei ele da minha vida.
    Foi decepcionante!

    Depois conheci outros, me apaixonei... até conhecer meu marido.
    Mais madura, com alguns arranhões, mas com o coração renovado, construí uma nova e linda relação de amor com ele.

    E não é que o antigo, resolveu aparecer quando estava no início do namoro (com meu marido)? Eu fui fria, e ele disse que me amou, que fez planos, e que nunca me esqueceu.
    Bem, não sei se foi verdade. Sei que o senti foi, mas não levei o papo adiante e nunca mais ouvi falar nele depois que dei a resposta que estava engasgada tinha tempo.

    Hoje sou muito feliz e tenho certeza absoluta que estou com a pessoa certa para mim!

    ;) Beijos

    ResponderExcluir
  21. Elaine,

    Contar eu não conto.....rs
    Mas é inesquecivel!

    bjo

    ResponderExcluir
  22. Foi o primeiro amor e se eu pudesse voltar no tempo, gostaria que tivesse sido o primeiro tudo.
    O primeiro agente não esquece mesmo e é até aconselhável não ficarmos reencontrando...rs
    Perdi contato e não o vejo a quase 20 anos, mais não desisto de o procurar no google rs


    P.S
    Música fofa. Eterna romântica, amei o post.


    Bjinhos em ti
    Mah

    ResponderExcluir
  23. Ai, nem me lembro. Estou casada há 40 anos! kkk Já foi há tanto tempo que não consigo recordar. Acho que estou ficando gagá!! Também, fui tão namoradeira que já misturei tudo.
    Mas seu post está muito lindo, cheio de emoção. Bjks. Neli

    ResponderExcluir
  24. ELAINE QUERIDA...
    relembrar o primeiro amor sempre é doce e amargo...rsr
    o meu mora perto de mim, foi o márcio eu tinha 11 e ele 14 anos, eu era apaixonada por ele e ele não me dava bola..
    estudavamos juntos e assim foi por mais uns dois anos....quando eu estava com 13 pra 14 anos começamos a namorar, mas o encanto já havia se perdido e eu desisti dele pra viver o meu grande amor de fato que foi o nene...tb mora perto de casa, socorro!!!
    foram quase quatro anos de amor, loucuras, minha mãe o odiava e até a policia atrás da gente ela pos....a história é longa...
    um dia desisti desse amor por que ele era muito galinha e me traia descaradamente com qquer rabo de saia..
    fui embora chorei mais que a chuva, emagreci de 49 para 45 kls e achei que ia morrer...mas como tudo passa eu me casei uns dois anos depois, ele foi trancado em casa pela mãe ( medo que eu fugisse da igreja com ele) e passados algun tempo nos reencontramos( ele já casado) e eu me separando, saimos juntos e no meio da noite eu pedi pra que ele me levasse embora, o amor que eu sentia havia acabado. ele chorou, eu chorei, ele me disse que havia se arrependido de tudo e principalmente de ter se casado... que me amava e iria amar pra sempre.até hoje o nenê me procura e eu fujo dele...
    temos muito amigos em comum e ele mora perto de mim, mas não nos vemos( eu não o vejo) mas ele sempre me ve...
    é engraçado como as coisas mudam .
    eu amei muito e não me arrependo, mas como tudo na vida acabou, ficou uma doce e amarga lembrança daqueles dias loucos onde era maravilhoso ser jovem e se ter 17 anos e onde eu achava que "tudo era pra sempre, sem saber que o pra sempre sempre acaba".
    pronto escrevi um livro...perguntou eu conto...
    kkkk espero que goste.
    bjuivos no seu coração.
    adorei falar sobre isso.
    ótimo sabadão.

    ResponderExcluir
  25. Ah, Elaine... fiquei aqui pensando qual teria sido o meu primeiro amor... Meu primeiro amor aconteceu ainda mais nova que vc, rs Até pouco tempo eu ainda achava que era um grande amor, mesmo depois de outros amorecos que passaram na minha vida. Hoje eu tenho um amorzão!!! rs
    Mas meu primeiro amor... foi coisa de criança, a gente se escondia no guarda roupa pra dar selinho!!! É meu primo, sabe? hihihihi
    Hoje ele é do mundo e eu nem o vejo mais direito! Mas é mto especial pra mim. Um primo queridão!
    Obrigada por me fazer lembrar... rs
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
  26. Não resito a um convite seu!
    Acabei de escrever um post contando meu pimeiro amor. Passsa lá em casa pra ver!

    ResponderExcluir
  27. Oi amiga
    Meu primeiro amor de verdade, não foi, ainda é, meu marido. Ele foi meu primeiro tudo e espero ficar velhinha ao lado dele. Ele é tudo pra mim, é um anjo que Deus colocou na minha vida!
    Ai, me emocionei, mas é que nunca fui namoradeira e quando nos encontramos, já deu certo e já estamos há 16 anos juntos, somos realmente almas gêmeas, não tem outra explicação!
    Bj

    ResponderExcluir
  28. Elaine
    Que lindo o seu primeiro amor e como é inesquecível.

    O meu primeiro amor conheci numa festa Junina. Eu tinha 16 anos e ele 21 e como era bonito, fazia me lembrar o Dr. Kildare de um seriado que tinha na TV com Richard Chamberlain. Foi um amor a primeira vista e fiquei tão boba como um rapaz bonito podia estar me dando bola.
    Na festa JUnina acabamos passeando de mãos dadas sem trocar um beijo, mas marcamos um encontro no dia seguinte. Foi lindo passeamos na praia , nos beijamos e conversarmos sobre tanta bobeira. E assim ficamos namorando. Durou pouco, mas foi meu primeiro amor. Levei algum tempo para deixar de pensar nele, mas logo já estava paquerando novamente. Nunca mais o encontrei e claro que numa cidade como o Rio de Janeiro fica um pouco difícil de se esbarrar, mas nunca impossível porque esse mundo é pequeno.
    Bem essa é a minha história pequenina, mas única e inesquecível.

    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Meu primeiro amor não se concretizou, embora tenhamos "ficado" muitas vezes, mas é uma lembrança boa, pq ele foi criança comigo, soltávamos pipa e jogávamos bola de gude juntos!!
    Que linda história a sua!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Nossa! Meu primeiro amor foi algo bem infantil mesmo. eu era uma criança. Tinha uns 9 anos e ele tb. Nosso namora era sentarmos juntos depois das brincadeiras , andar de maos dadas, essas coisas...rs

    Linda, tem mais recados p vc lá...rs

    Vc é poderosa mesmo! Olha quanta gente passou por lá.

    bj

    ResponderExcluir
  31. Eu tinha 14 anos, ele 15 quando nos apaixonamos, o primeiro beijo só aconteceu depois de quase um ano, eu chorei de emoção e tremia como uma vara verde foi muito lindo e emocionante. Mas ele teve que voltar pro Maranhão (era de menor e o pai chamou de volta pra cuidar das terras da família), ficamos namorando de longe, numa época que nem se sabia o que era e-mail, nos desencontramos, depois de 4 anos nos falamos numa ligação. Em dezembro de 2001, quando decidimos ficar juntos definitivamente ele veio do Maranhão pra me buscar, infelizmente por um acidente fatal ele não chegou. Foi, é e sempre será o meu amor eterno, doce, meigo e puro, meu amor de menina e de mulher.

    ResponderExcluir
  32. Será que alguém consegue esquecer do primeiro amor? Lembro até hj do meu, embora não tenhamos namorado. Mas também guardo as lembranças do primeiro namorado.

    ResponderExcluir
  33. saiu meu comentário? esse blogger anda doidinha!

    ResponderExcluir
  34. Aah o meu Primeiro amor *o* ... Bem antes dele eu ja tinha tido várias "Paixonites" e uma durou até um bom tempo,mas amor de Verdade sabe foi ah algum tempinho atras Foi tão Natural&Perfeito, eu gostava dele ja fazia 1 ano e ele me via apenas como uma amiga, ele acabou namorando uma amiga minha e eu fiquei mal Demais mas não esqueci dele, e como nós estudávamos juntos e saiamos muitooo junto eu ainda gostava dele, com o tempo eles terminaram e depois de alguns meses ele começou a me olhar diferente foi mudando o jeito de me tratar e com o tempo acabamos ficando *-*, Ficamos umas 3 vezes apenas e eu acabei namorando e ele ficou tão mal, mas eu namorei pela emoção e por que minha mãe queria e com o meu primeiro amor ela não deixava por nada, mas foi bom eu até hoje estou namorando, mas primeiro amor seja onde for não da pra esquecer :((

    ResponderExcluir
  35. Meu primeiro amor foi bem inocente eu tinha uns 11 anos e ele 12, moravamos em cidade diferente, agente só se via nas férias escolares quando eu ia pra cidade dele, trocavamos cartinhas de amor e nunca passou disso. Sentia um frio na barriga tão grando quando o via.. nossa!! Enfim perdemos o contato, tive outros relacionamentos.. e 14 anos depois nos reecontramos e foi dificil resistir pa todo amor que sentiamos quando criança se despertou a partir daí nunca mais nos separamos faz 1 ano que estamos juntos e 2 meses que ficamos noivos, estamos nos preparando para o próximo passo: O NOSSO CASAMENTO. estou muito, muito FELIZ!!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…