Sobre a vida e sobre a morte

em 12 de agosto de 2010

7274depressao Eu não entendo a morte. Nem aceito passivamente que mortes aconteçam como sendo “vontade de Deus”.

Não é vontade de Deus que um jovem morra assassinado. Não é vontade de Deus que uma criança morra baleada. Ou uma esposa ser assassinada pelo marido. Nada disso é vontade de Deus.

Não é vontade de Deus que uma mãe vele o corpo do filho; não, ninguém deveria passar por esta dor. Tenho uma tia que enterrou 2 filhos e isso não foi vontade de Deus.

Não é vontade de Deus que o Alcides, amigo do meu marido, tenha descoberto que seria pai de uma menininha aos 42 anos e em seguida descubra que tem câncer e que  sua esposa vá, aos 40 anos, criar uma filha sozinha.E certamente não é vontade de Deus que ele tenha morrido.

Sim, é isso mesmo! Neste fim de semana ele morreu. Aos 42 anos, apenas 3 meses depois de descobrir a doença por acaso. Foi rápido demais, injusto demais pois logo agora ele seria pai de uma menininha como sempre sonharam ele e a Rose.

Na verdade, se você tem alguma familiaridade com a doutrina cristã legítima sabe que nem mesmo a morte natural estava nos planos de Deus. Tanto isso é verdade que a Bíblia diz que no final dos tempos o último inimigo a ser derrotado pelos méritos de Jesus será a morte.

Então a morte não é vontade Deus. A vontade de Deus é a vida, sempre e para sempre. Fomos feitos para viver eternamente.

Não me refiro à reencarnação. Embora respeite o direito de quem acredita, eu não acredito. Reencarnação é incompatível com a fé cristã tal e qiual eu a conheço.

Não creio em vidas passadas, nem em terapias que usam essa doutrina. Não estou dizendo que a verdade está toda comigo pois não sou a dona dela, mas a minha fé é esta. E embora tenha perdido muito das coisas nas quais acreditava o essencial não mudou.

Fazia tempo que queria falar disso aqui. Como este blog é lido por pessoas de muitas crenças diferentes eu aprendi a respeitar profundamente toda diversidade. Mas respeitar não é o mesmo que concordar. E mesmo em meio a muitas crises eu jamais adotaria a reencarnação como doutrina a ser seguida.
Repito: respeito quem assim crê, mas não concordo.
E não posso concordar com quem diz que coisas como esta que aconteceu com o Alcides e a Rose seja vontade de Deus. Não do Deus que me ama…

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

32 comentários , comente também!

  1. Creio que Deus é vida, é energia viva....sinto muito mesmo pelo seu amigo e a familia toda, a morte é algo que tenho que aprender a aceitar, pois tenho uma imensa dificuldade de lidar com ela...beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Elaine,

    Concordo plenamente com tudo que você falou... Morte não é vontade de Deus!

    Fiquei muito triste com a história que contou... Pena que não deu nem tempo dele ver a filhinha nascer!

    Desejo que a mãe tenha muita força nesse momento!

    Beijos e até mais...

    ResponderExcluir
  3. Elaine...
    Que triste isso, existem coisas que explicação nenhuma é suficiente para aquietar o pensamento e o coração,principalmente, de quem sofre com situações assim... Revoltante, e aparentemente, até injusto.

    Ah, adorei seu ponto de vista, respeito sempre...

    (Quem é dono da verdade, não é dono de ninguém) C.I.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente com vc amiga.

    Deus é amor, é vida.

    A morte é um enigma.

    Meus sentimentos!

    ResponderExcluir
  5. Elaine,
    Respeito sua opinião e indignação, alias, normal e natural do ser humano, mas penso que tudo nessa vida tem um porquê e que nada acontece sem que ELE permita.Concordo 100% com você quando diz que Deus não quer ver um filho seu sofrer, porém isso durante o nosso tempo aqui nessa terra. Estamos aqui de passagem, tá ai a morte que não me deixa mentir. Acredito também na vida eterna..eu acredito que a vida não termina com a morte..só passa para um estágio diferente.
    Bjs carinhosos
    Márcia

    ResponderExcluir
  6. eu to tentando acreditar na reencarnação. uma coisa eu entendi: antes de encarnarmos novamente, nós mesmos escolhemos como será a conclusão do nosso novo ciclo na terra. mas a nossa decisão passa por um crivo divino. portanto, é impossível escolher ser "assassinado", porque isto significaria que Deus contribui para o fomento da violência e criminalidade. é exatamente por isso que agora digo para você que acredito que o alcides tenha escolhido a doença antes de vir pra terra. e se ele deixou mulher e uma criança ainda para nascer, é porque ele tinha dívidas com essas duas pessoas. e, de comum acordo, decidiram lá do outro lado, como as dívidas seriam pagas. ele executou com primazia a função que lhe cabia e se retirou. é dolorido? lógico que é! dolorido pra quem vive, pra quem acompanha, pra quem fica sabendo da notícia. mas são situações pré-definidas por nós.

    Laine, indique um blog para sua amiga: http://parafranciso.blogspot.com. O marido da dona do blog teve um ataque cardíaco dois meses antes do filho deles nascer. lá ela coloca todas as emoções confusas e contradizentes da perda de alguém que se ama e do nascimento de alguém que faz o coração pulsar fora do corpo. do blog nasceu o livro. Se puder, presenteie sua amiga com o livro também.

    beijo!
    te adoro!

    ResponderExcluir
  7. É engraçado com as pessoas procuram um culpado pra tudo né, e quando não acham dizem que é porque Deus quis assim. Infelizmente estou ficando especialista em não entender mortes inesperadas e repentinas, confesso que estou a ponto de achar que não encontrarei uma resposta plausível...por enquanto fico com minha indignação e sofrimento. beijos

    ResponderExcluir
  8. Sabe, Elaine, se não me engano, eu já comentei aqui certa vez crer na reencarnação, mas acho que no fundo eu não criou raiz, pois sempre volta em mim tudo que aprendi como católica praticante e carismática. Sei bem o que você quer dizer com "reencarnação é incompatível com a fé cristã tal e qual eu a conheço". Concordo que Deus não quer o mal, o sofrimento, muito menos a morte. Dizer que é da vontade de Deus as dores da vida só mostra a pouca experiência espiritual da pessoa. Eu estou voltando à minha fé cristã católica, tal qual aprendi e vivenciei. Hoje deixo esse testemunho aqui. Deus é Amor! E apesar de permitir a dor, Ele não a quer e nem criou, e se permite é em vista de um bem maior que ainda não compreendemos. Por isso devemos confiar ao invés de culpar Deus disso e daquilo.
    Deus abençoe essa mãe grandemente e dê a paz a alma do Alcides.
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  9. ELAINE QUERIDA..
    eu também não acho que Deus nos fez para sofrer...nem para morrer e ter esse sentimento terrível da perda...
    mas ela acontece alheia a nossa vontade, não posso afirmar que alheia a dele já que 'NÃO CAI UMA FOLHA DE UMA ÁRVORE SEM QUE DEUS QUEIRA'
    acho que essas perdas acontecem por que estão em nosso destino, precisamos passar por elas para o crescimento e um aprendizado e evolução...
    é terrível eu sei e também não entendo...
    o edsinho diz que quando morrer quer ter uma conversa séria com ELE e perguntar o por que dessas coisas acontecerem..l
    mas amiga só nos resta pedir forças a Deus para continuar a jornada apesar de tantas dores...
    respeito sua opinião a respeito da reencarnação e admiro vc por expressa-la de maneira tão clara e tão desprovida de preconceitos.
    é por este motivo que lhe tenho tanto carinho e respeito.
    meus profundos sentimentos pela perda de seu amigo e meus respeitos a familia.
    força e fé sempre pois a caminhada continua.
    bjuivos no seu coração.

    ResponderExcluir
  10. Não, com certeza não é da vontade de Deus, que seus filhos sofram, mais ele PERMITE que aconteça. Deus é mistério e existem coisas que jamais compreenderemos. Na biblía diz que "o salário do pecado é a morte" o pecado anteciparia a morte...(?)


    P.S
    Faço minhas suas palavras sobre reencarnação.

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  11. Elaine,

    Sinto muito pelo seu amigo e pela esposa que agora está sem o grande companheiro.
    Também não sei lidar com a morte, muito menos nessas situações, e é uma coisa que ainda não consigo aceitar.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  12. ôh amiga, que post triste, porém verdadeiro em sua essência, sinto muito pelo seu amigo e pela Rose! Vou te contar uma coisa, houve uma época que acreditei em vidas passadas, daí minha irmã mais nova ficou muito doente, aí que acreditei mesmo, procurei cirurgias espirituais e nada adiantou ela morreu...Mas eu não conhecia Jesus e nem seu testamento, ou melhor a BíBlia, como hj eu conheço...E SEI QUE DEUS É VIDA, e uma só vida...A morte e a doença são coisas do Diabo, Pois pelas pisaduras de Jesus fomos SARADOS...depois dessa vida, reinaremos com ele, pois somos Co-Herdeiros com ele do reino de Deus...porém tanto quanto vc, acho que devemos sim respeitar todas as crenças e credos, assim como gostariamos de ser respeitados não é mesmo? Como sempre vc escreveu muito bonito...

    Beijos e força pra sua amiga! Q Deus a abençoe.

    Joana Campos

    ResponderExcluir
  13. Passei por isso há poucos dias ao perder minha mãe.
    Mas me conforme que agora ela já não sofre mais as dores que estava sofrendo e que não ficará presa a uma cama sem reconhecer ninguém e na dependência para tudo.
    Sim, eu creio em Deus que sabe todas as coisas, então Deus sabe o que é melhor, mas que nem sempre é o que queremos, ou seja, não podemos ser egoístas jamais.
    Gostei do seu ponto de vista e que Deus nos ilumine sempre.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Pois é Elaine, essa inimiga do homem realmente não é da vontade de Deus, eu e milhares de pessoas já passaram por essa dor e o que me confortou foi saber que Deus com todo o seu amor não está cego diante disto e que nos promete que um dia podemos ver nossos entes queridos novamente com base no sacrifício de seu filho Jesus (até Deus sentiu a morte de um ente querido), que proporciona redenção de nossos pecados e a ressurreição dos mortos num futuro bem próximo, nisso que creio, com base no que aprendi na bíblia e independente de religião a bíblia é exata e clara quando diz que Deus é amor e o seu amor não permite que ele sinta a vontade da morte do ser humano. Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Pois é,difícil pra caramba uma mãe enterrar um filho ou um pai não ter o direito de conhecer a filha.
    Eu muitas vezes questiono o esquema que Deus elaborou pra gente.
    Sou kardecista,portanto,na teoria, eu deveria entender que cada pessoa passa por aquilo que lhe estava reservado e que somos nós mesmos que escolhemos,na hora da reencarnação,passar por todos os desafios.
    Mas mesmo assim eu fico confusa.
    Caraca,o cara escolheu ter um câncer e morrer sem ver a filha?
    Tbm acho muito complicado e às vezes não aceito.
    Mas fique calma,essa turbulência toda vai passar e daqui alguns dias vc vai estar mais calma.
    Eu acredito que só o tempo resolve as coisas,ou se não resolve,pelo menos ameniza.
    Muita força pra Rose,ela vai precisar.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  16. Longe de mim querer debater o assunto religião ou te convencer de algo. Acho que cada um acredita no que quer. Respeito até os Ateus. Não os compreeendo, mas respeito. O que falta no mundo é respeito pela opinião alheia, todos temos uma e não quer dizer que seja a que corresponde a verdade total...

    Eu acredito em reencarnação, acredito em outras vidas e acredito em carma. Só acreditando nisso pra aceitar um pouco tudo que você listou nesse post, porque aceitar totalmente a morte de um filho, acho que mãe nenhuma aceita e tantas outras situações angustiantes de morte... Mas não tenho medo da minha morte...

    E como dizia o Clodovil... Se eu morrer e nada disso existir, pelo menos terá servido pra eu ter uma vida melhor...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  17. Oi. Deus criou o homem para que vivesse eternamente com Ele, tanto que eu acredito que todo aquele que Nele crer e buscar viver conforme Sua palavra será salvo e viverá sim para sempre. Deus nos deu o livre arbitrio e coisas que acontecem em nossas vidas são resultados de nossas escolhas. Agora também acho que essas coisas tristes que acontecem não sejam vontade de Deus, e que esse homem não tenha errado a ponto de morrer justamente quando ia ser pai, deixando uma esposa sozinha. Estas e outras coisas podem não ser da vontade de Deus, mas só acontecem porque Ele permite com um propósito que podemos não ver ou entender agora mas que no tempo certo, entenderemos. É nisso que eu acredito, também respeito aqueles que discordem de mim, mas só sei que a vontade de Deus é boa , perfeita e agradável embora aos nossos olhos não pareça. bj

    ResponderExcluir
  18. Olá Elaine!!
    Também concordo com você, pois Deus é amor e ele nunca permitiria que um filho seu morresse de modo violento ou brutal, como esses que vemos todos os dias pela TV. Ele também não é a favor da dor de uma mãe ao perder seu filho atropelado ou assassinado. Por isso acho que ele fez a gente nascer, crescer, envelhecer e depois de cumprir a nossa missão, vir a falecer. Deveria ser assim, filhos enterrando os avós e depois os pais e tudo pela doença chamada velhice. Seria a lei da vida. Mas infelizmente o mundo se virou de cabeça para baixo. Os homens se auto destroem cada dia mais.
    Bjs no coração.

    ResponderExcluir
  19. Elaine,
    Já pensou se não houvesse a Morte no mundo? Se não morresse ninguém? Onde caberia tanta gente?
    A vida da gente é um ciclo constante! Os que morrem dão lugar a outros e assim por diante...
    A morte, para vcs cristãos, é uma perda mto dolorosa...
    Mas vc se contradiz em seu texto...
    Olhe a frase: "Fomos feitos para viver eternamente."
    E não acredita em Reencarnação?
    A Ressureição em si no mesmo corpo, é de todo impossível, pq os cristãos enterram seus mortos...
    As pessoas não morrem por si sós, mas pelas missões que cumprem na Terra. Se um jovem não morrer assassinado, não terá cumprido o tempo pré-determinado na Terra.
    É a lei de Deus... E por te amar tanto é que Ele fez o mundo dessa forma...

    bjo

    ResponderExcluir
  20. Elaine,você está certíssima querida!
    Não pode ser mesmo vontade de Deus tanto sofrimento.
    Uma mãe jamais deveria ver seu filho ser enterrado.
    Esse é um sofrimento inexplicável e cruel demais.
    O que dizer então de uma mulher enterrar o pai de seu bebê?
    Tudo que se diga ou escreva jamais explicará ou consolará essa mulher ou qualquer pessoa que perde um de seus queridos.
    Sou católica, amo minha religião e embora não tenha preconceito algum contra nenhuma outra doutrina,sei que nenhuma pode dar a real e verdadeira razão para a morte,essa certeza única e angustiante da vida.
    Abraço carinhoso
    Teca

    ResponderExcluir
  21. Pois é... assunto polêmico. A morte e todas as outras coisas ruins que existem, como o pecado, é culpa do homem mesmo. Seria tudo tão diferente... E por isso todos pagamos.

    Eu apesar de ser cristã, acredito sim em reencarnação e vidas passadas. Na verdade, eu acredito em Deus mas frequento a igreja católica. E isso não me impede de pensar em outras possibilidades.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Pois amiga é injusto quando morre alguém que gostamos, ou da família ou amigos ou outras pessoas conhecidas até da tv e que gostamos também,enfim até é triste também o que vemos nas noticias de pessoas que morrem,como é o caso agora de bombeiros que tem morrido a ter que apagar fogos que muitas vezes foram postos por criminosos.
    E muitas vezes parece que são as boas pessoas que vão primeiro e é muito injusto partirem muitas vezes muito novos,mas é a vida,a morte é única coisa certa e que não tem remédio e para acontecer basta que se esteja vivo claro.
    Pode ser dificil de aceitar assim como a velhice,mas tem que aceitar infelizmente ainda não somos eternos e tem que se dar lugar a outros habitantes que vão surgindo no planeta.É triste mas faz parte da vida.Como disse António Feio antes de partir,também tão novo," aproveitem a vida,ajudem-se uns aos outros e não deixem nada para dizer nem por fazer".
    bjs amiga

    ResponderExcluir
  23. Enfrentar a morte é realmente algo muito difícil, mas creio que mais ainda pra quem fica com a ausência. Eu creio no que você não crê e, bem como você respeita a diversidade de opiniões, eu também respeito. Acho que assim fica mais fácil pra gente tentar lidar, entender e se acostumar com as saudades dos que amamos e que se foram.
    Espero que sua amiga tenha forças e fique bem, agora com um bebe a caminho e sem a presença do marido.

    Um xêro.
    Paty

    ResponderExcluir
  24. É complexo falar de crenças, religiões...
    cada um tem a sua e todos procuramos respostas...
    São mistérios.
    :)
    Vim lhe desejar boa tarde!
    Beijos
    "A vida é mais simples do que a gente pensa; basta aceitar o impossível, dispensar o indispensável e suportar o intolerável." (Kathleen Norris)

    ResponderExcluir
  25. Vc me fez pensar numa coisa q eu não havia pensado, sobre a morte ser o ultimo inimigo a ser derrotado por Deus!

    ResponderExcluir
  26. Oiê, ja comentei nesse post, e realmente sinto muito amiga, pelo seu amigo e amiga Rose!

    Agora estou aqui, pra divulgar o meu post de hj, no qual coloco a venda um telefone, daqueles antigão...estou colocando em prática um conselho da Fernanda Realli, de achar uma nova forma de complementar a renda familiar, então...daí, antei numa lojas de antiguidades hj, e achei 2 pérolas, uma postei hoje e custa 425,00 a outra mais baratinha de 225, deixei pra amanhã. Vai lá, quem sabe vc se interessa, ou conhece alguém que curte?!

    beijos

    Joana Campos

    ResponderExcluir
  27. "Tudo quanto te vier à mão p/ fazer,faze-o conforme as tuas forcas,porque no alem,p/ onde tu vais, não há obra,nem projetos, nem conhecimento,nem sabedoria alguma"Eclesiastes9:10.Se existe reencarnacão p/ que JESUS morreu? ELE venceu a morte, p/ termos vida eterna quando ELE voltar p/ buscar-nos.Este é nosso galardão e esperanca. Beijos..Arlete Leão

    ResponderExcluir
  28. @Mylla Galvão
    Como disse no post respeito a sua opini~]ao mas não concordo com ela, nem poderia.
    E não concordo também quando você diz que me contradigo.
    A doutrina reencarnacionista é muito romântica, fornece explicações fáceis para aquilo que não se explica, e só.
    Quando digo que fomos feitos para a eternudade me refiro à ressurreição; e ao lado de Deus não há limitação de espaço pois se centenas de milhóes já nasceram, imagine o dia em que o universo for povoado. Imagine o tamanho de todo o universo! Se apenas a via láctea já é imensa imagine todos os demais sistemas, com seus inúmeros planetas cada um... E o homem não conhece quase nada do universo. Então essa abordagem de que "não caberia todo mundo" é falha, não é mesmo?

    Mas entendo a postura de quem defende a fé que professa.Apenas não concordo de jeito nenhum.

    Beijos

    ResponderExcluir
  29. KKKK Elaine, acredita que estava lendo um post que a Fernanda Reali indicou no blog doces verdades editado pela jurubeba, e ví que vc respondeu pra ela uma pergunta que eu te fiz, no mesmo dia, quando te perguntei qual era sua profissão!? KKKKKK que loucura, acho que se enganou de Joana amiga!

    Mas valeu, fussando achei a resposta!

    Beijos
    Joana Campos - a outra é joana freire

    ResponderExcluir
  30. elaine concordo com vc quando diz que não é vontade de Deus tanto sofrimento,eu creio em ressureição.
    e Deus na sua infinita bondade restituirá tudo que perdemos.bjs


    Obs.eu acompanho seu blog e não te conheço mas te admiro muito.bjs

    ResponderExcluir
  31. Não entendo nada de html, mas você é um anjo (Ops), crês isto ?

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…