Estou em obras, desculpe o transtorno!

em 27 de agosto de 2010

image Podemos aprender muitas coisas na vida: aprender a ler, a escrever, a dirigir, a cozinhar… Tudo isso pode ser ensinado. E podemos aprender a conhecer-mo-nos a nós mesmos. E este é o aprendizado mais difícil.

Talvez a maior vantagem que a passagem do tempo trás seja justamente isso: conforme os anos avançam a gente vai aprendendo a entender a si mesmo. Eu estou aprendendo.

Hoje sei exatamente o que eu gosto e o que não suporto. Conheço meus limites, os limites da alma e do corpo. Sei onde vão me levar as coisas que sinto, sei onde podem me levar as coisas que falo.

Aprendi com o tempo que não vale a pena comprar todas as brigas, que às vezes é melhor deixar pra lá. Mas, me conhecendo, sei que raramente deixo pra lá. Ainda estou aprendendo… Afinal somos todos seres em construção, né?

Quando tinha 15 anos eu fazia contas de quantos anos teria no ano 2000 (aquele do qual não passaríamos, lembra?). Teria 28, uau! Seria velha, minha vida teria acabado… que boba!

Conforme mais mergulho em mim mais vejo que a vida está apenas começando… o aprendizado está no começo.

E se eu estou aprendendo imagino que o outro esteja também. Assim, eu quase nunca perco a calma com deslizes das pessoas à minha volta.

Eu erro muito, seja em atos, seja em palavras; se eu erro por que então o outro não pode vir a errar comigo?

Se espero compreensão com minhas limitações, é essencial que eu aceite e tolere as limitações alheias, se quero ser entendida e aceita então eu tenho que dar o primeiro passo.

Estamos todos em construção, todos nós, sem exceção!

Como sempre digo: o melhor ainda está por vir!

Afinal, talvez um dia a obra termine…

0446te2

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

36 comentários , comente também!

  1. Bom dia Flor do dia! Fiquei pensando que talvez essa obra jamais tenha fim, porque ao meu ver quando deixarmos de querer aprender então só nos resta esperar a morte... Somos na essência aprendizes, alguns vão conquistar um auto-melhoramento outros vão continuar tentando. Esse é o maior presente da vida, poder tentar sempre e aprender com os nossos erros e os dos outros.

    ResponderExcluir
  2. As suas palavras revelam bom senso, e a sua presença é fundamental no nosso percurso de vida...

    beijo :)

    ResponderExcluir
  3. Pois é,vivendo e aprendendo.
    Mas as vezes é tão difícil né?
    Eu achei que chegaria aos quarenta com o coração leve e sem maiores preocupações.
    Me ferrei,meus quarenta estão sendo meio confusos.
    Mas acho que no final das contas,sou melhor hoje do que aos vinte.
    Ainda falta um longo caminho.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Viver e aprender. Afinal, viver apenas como expectador pra mim não vale a pena.
    A luta é diária e o aprendizado também.

    Bjs
    Luka.

    ResponderExcluir
  5. Elaine
    Vai terminar!E vai ser do seu gosto
    A nosa casa do interior também está sendo reformada.
    Mas nossos irmãos é que estão palpitando. Nós só vamos lá quando terminar.
    Mas não vamos poder colocar defeito!
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  6. Oi, Elaine

    Estamos sempre em construção. O aprendizado de vida é constante, sempre aprenderemos com experiências novas e pessoas que atravessam nosso caminho, fazendo-nos crescer e ajudar o outro a crescer também.
    Fica bem, querida!

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  7. Muito verdadeiro seu texto.Mexe com a gente e dá uma vontade de conhecer realmente, (isto é na vida real não apenas na virtual) a pessoa que está por trás do texto. Conversar..., saber a idade..., ver seu sorriso etc e tal. Lindo e verdadeiro. Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  8. Oi. A vida é um constante aprendizado, nunca podemos saber que sabemos tudo pois sempre teremos coisas novas pra aprender, ainda vamos errar muito e aprender com nossos e com os erros dos outros, sem julgar nem criticar, apenas aprender, bj

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, Elaine!

    Um grande texto! Como é difícil lidar com construção. É sujeira, é caos, é ansiedade por vermos o fim da obra, enfim... assim é conosco, nesse processo contínuo de construção do nosso EU interior, da nossa reforma íntima.
    A comparação foi excelente. E os argumentos não poderiam ter sido melhores.

    Um grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  10. Olá Elaine,

    Estamos sempre e sempre em construção, aprendendo uns com os outros todos os dias!

    E creio que nunca terá fim...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Não sei... eu queria que a obra terminasse inacabada, ainda com umas arestas para aparar... sabe?
    Bem a minha cara... rssss.
    Eu sou totalmente algo inacabado, adoro mudar... por que não? rsss.
    E aprender os limites é saudável para qualquer um... evita tanta coisa!
    Beijos
    lelê

    ResponderExcluir
  12. É verdade. Estamos sempre em construção, nos reinventando a cada amanhecer.
    Triste são as pessoas que se estagnam, que se acham tão perfeitas que recusam a aceitar que a vida é sempre e sempre uma completa transformação.
    Gostei do post, concordo muito com isso.

    ResponderExcluir
  13. Oi Elaine, é verdade! eu tbém hj já me conheço bem tbém, mas já sofri muito. ui! toc toc toc esqueça!

    Menina, essa coisa de que o mundo iria acabar no ano 2000, vou te contar viu! e vou confessar, isso levou eu e algumas amigas cometer alguns pecados por conta disso asabia? veja o quanto a falta de preparo e de quem instrua nos atinge! agente pensava que tinha que aproveitar pois o mundo iria acabar e agente estaria no auge da idade, meu Deus! como as vezes nossas mães que estão presentes nos faz falta, pois mesmo presentes deixa agente na confusão dos ensinos alheios. Oro para ser uma mãe sempre presente sob todas as formas pra meus filhos.

    Bjs

    Joana Campos

    ResponderExcluir
  14. Sábias palavras e eu concordo com você
    :)
    Adorei o post tá lindo.
    Com o tempo aprendemos a nos dominar, a aceitar, a ser feliz...

    Uma linda tarde pra vc
    Beijos na alma!

    Pensamento:
    "Cada dia que amanhece assemelha-se a uma página em branco, na qual gravamos os nossos pensamentos, ações e atitudes. Na essência, cada dia é a preparação de nosso próprio amanhã."


    Psicografia de Francisco C. Xavier.
    Livro:- Indicações Do Caminho.

    ResponderExcluir
  15. É Elaine, somos realmente uma obra em constante reforma e manutenção, eu dos meus 29 anos, até hoje não me conheço profundamente, mas aprendi em meus quartos interiores, por assim dizer, revelar meus mistérios e conhecer também o que cada momento, pensamento e ação vai resultar. As vezes fecho pra manutenção também, kkkkkkkkk. Isso é importante, porque quando nos conhecemos e entendemos, fica mais fácil entender os outros e conviver bem. Beijos.

    ResponderExcluir
  16. É um paradoxo: a gente é rascunho, estamo sempre nos reescrevendo, mas a vida que vivemos não tem rascunho. Viveu, foi-se.

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Só essa certeza que estamos em constante aprendizado e construção, já é um bom caminho.Pois há os que já se acham prontos,não é? um beijo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  18. Plac,plac,plac...Estou batendo palmas para vc Elaine. Você esta em um grau de maturidade e conhecimento próprio, que eu almejo para mim. Faz uns três anos que comecei um trabalho de terapia e busca do auto conhecimento, e muitas coisas já mudaram em mim e consequentemente ao meu redor, porque asc oisas mudam primeiro internamente,para depois refletirem externamente. Este caminho é longo, difícil,prazeroso, mas as vezes doloroso. Mas os benefícios são incontavéis e levamos para a vida toda. Aprendemos a viver um pouco mais confortavelmente. Hoje sou muito mais feliz que a três anos atrás, mas reconheço que é apenas o começo, muito da minha personalidade ainda precisa ser desvendado por mim mesma.

    Posso dizer que como vc, tbm estou em obras, construindo um "ambiente mais confortável aqui dentro"...

    Bjão, virei sua fã.

    ResponderExcluir
  19. Ah, Elaine, faltou te dizer uma coisa: a obra não termina não...Ou melhor,termina sim,mas como isso só acontece quando passamos a viver de outro modo, esperamos que essa obra demore muito,muito mesmo a terminar...

    ResponderExcluir
  20. Nessas horas é que fico muito agradecida, por ter a oportunidade de olhar para trás e até rir de algumas coisas que fiz no passado e aprendi com o tempo. beijos

    ResponderExcluir
  21. Tenho percebido que a melhor e única coisa boa que tem no passar dos anos é essa experiência que a vida te traz. Esse não se importar tanto com o que é pequeno, dar valor ao que realmente importa. Só com a vivência percebemos isso... Não dá pra ensinar, nem aprender em pouco tempo... rs

    Eu também estou em obras, sempre... rs...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  22. Realmente estamos sempre em construção, o ideal seria sempre para melhor, mas alguns teimam ainda em piorar, fazer o que! Na minha opinião cho que não terminamos nunca a obra, e pra mim é esta a magia da vida. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  23. Elaine,
    A vida é um eterno aprendizado...feliz daquele que tem humildade suficiente para aprender com os erros e ensinar com os acertos..nunca saberemos tudo..sempre estaremos aprendendo , consequentemente sempre seremos um corpo e uma mente em construção.
    Bjs carinhosos
    Márcia

    ResponderExcluir
  24. Oi, Elaine.
    Essa é a mais pura verdade. Estamos todos em construção. A palavra de Deus diz que Ele aperfeiçoa a Sua mais bela obra (nós) até o último dia de nossas vidas para, a partir daí, vivermos na plenitude.
    Que assim seja!
    Beijokassss

    ResponderExcluir
  25. de tentativa e erro, é assim que chegamos a uma vida de acertos. O q foi erro deve ser deixado no passado, e carregar no presente o aprendizado, pra fazer certo e chegar ao futuro que se deseja, né? ;oD

    Xerinhos.
    Paty



    PS: Devo enviar sua encomenda na segunda, viu! ;oD

    ResponderExcluir
  26. E eu quando li o título da postagem, achei q vc tava mudando alguma coisa no layout do blog! E ia escrever que quem estava em fase de construção permanente era eu! rsrsrs! Aí leio seu post e descubro que vc também está em fase de construção! Não se preocupe: essas fases são eternas :)
    Bjks
    Alê

    ResponderExcluir
  27. Quem não fazia contas com o ano 2000´, né?

    Eu adorava!

    Mas parei com isso, agora chega tão rapido... que fico triste de não ter feito nada valioso...

    Por isso... bora trabalhar nisso!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  28. Elaine, querida!

    Lindo post!
    E concordo com as colegas tb... essa reforma nunca acaba! rs
    Ainda bem... pq é sempre bom se conhecer e poder melhorar!!!

    Ah, mandei o email, vc viu?

    Bj bj bj
    da Li
    e ótimo fds!!!

    ResponderExcluir
  29. Elaine, querida!

    Lindo post!
    E concordo com as colegas tb... essa reforma nunca acaba! rs
    Ainda bem... pq é sempre bom se conhecer e poder melhorar!!!

    Ah, mandei o email, vc viu?

    Bj bj bj
    da Li
    e ótimo fds!!!

    ResponderExcluir
  30. Querida Elaine, é preciso que a obra persista sempre. Nunca seremos perfeitos, somos de altos e baixos. Cada dia pode nos surpreender, mostrando-nos facetas que nem sabíamos que tínhamos.
    Falo por mim, pelo menos. Alguns anos a sua frente, em idade, me fazem lhe dizer que ainda não me conheço, ainda tenho raiva de me deixar abater por pequenas coisas e por pessoas imoportantes para mim.
    Mas só irão até onde eu deixar, não é?
    Então, construa-se a cada dia, a cada minuto, sempre em busca da perfeição, mas sem nunca parar a obra, viu?
    Beijos

    (Obrigada pela força lá no blog, sobre meus ânimos. Fase passageira. Também estou em obras...Bj)

    ResponderExcluir
  31. Oi amiga!

    O dia que eu estiver prontinha, toda reformada e parar de me reinventar e de estar em obras, eu morro, porque a estagnação é a pior das mortes!
    Bjs

    ResponderExcluir
  32. ELAINE QUERIDA...
    ainda bem que a obra não termina rápido, pois então seriamos um desastre só ,sem a possibilidade de aprimoramento...rsr
    cada dia aprendemos um pouco mais, tentamos nos aceitar com nossas fraquezas e limitações e então tentar entender nosso semelhante, mas é difícil a jornada .
    eu tb pensava, nossa; no ano dois mil eu terei 31 anos, imaginava que estaria velha e cheia de filhos, hoje tenho 40 e sei que nem comecei a viver ainda...
    que bom que podemos evoluir e crescer cada dia mais.
    não suportaria a estagnação do meu viver.
    ótimo post.
    bjuivos no coração.

    ResponderExcluir
  33. Eu acho que as obras não terminam nunca. Afinal, nunca é tarde pra mudar, melhorar e aprender.
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Com certeza estamos sempre aprendendo e mudando. Aos 51 estou vivendo uma fase emocional bem difícil onde estou tendo que reavaliar muita coisa por conta de uma simples frase que me foi dita outro dia. Como sairei dessa? Acho que melhor.

    ResponderExcluir
  35. Seu post me fez lembrar essa música, toma é para você:


    "Aos olhos do Pai
    Você é uma obra-prima
    Que Ele planejou
    Com suas proprias mãos pintou
    A cor de sua pele
    Os seus cabelos desenhou
    Cada detalhe
    Num toque de amor"


    Perfeita aos olhos do Pai.

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…