Uma caixinha chamada felicidade e uma tristeza minha

em 23 de julho de 2010

cx A Felicidade é uma caixinha pequena, que insistimos em guardar escondida, para um dia podermos usá-la.

Todos os dias acordamos pertinho dessa caixa, mas com nossos sonhos mais loucos vamos guardando a caixinha nos lugares mais altos, cada vez mais longe de nossas mãos.

Algumas pessoas andam com essa caixinha nas mãos diariamente e quando encontram o primeiro obstáculo amassam a caixinha com reclamações e choro de quem nem ao menos tentou lutar.

Outras pessoas carregam a caixinha da felicidade na bolsa, usam como arma. Na empresa, na escola e na rua com os amigos, descarregam a caixinha mostrando seu melhor sorriso, mas quando chegam em casa, na hora do convívio com a família, guardam a caixinha e fecham a cara; o mau-humor é a sua marca registrada em casa.

Existem pessoas que carregam a caixinha da felicidade e nem sabem que a possuem: são os verdadeiros amigos, a pessoa amada, filhos, ou o emprego do qual elas não se cansam de reclamar. Só percebem que possuíam a caixinha da felicidade quando a perdem, quando conseguem afastar todos de sua vida porque passaram o tempo todo correndo atrás do "ouro dos tolos".

E tem aqueles que buscam encher a sua caixinha com um monte de tranqueiras, numa corrida desesperada para encontrar em algum bem material  a sua paz.

Essas pessoas colocam na caixinha carros de luxo, apartamentos que nunca vão utilizar por completo, casas e mais casas em que nunca vão morar, bebidas caríssimas, roupas que valem 500 cestas básicas, anéis e colares que nem cabem na caixinha. Acabam indo para o "caixão" sem poder levar nada de bom, nada de eterno...

E você? Onde você guarda a sua caixinha da felicidade? Ela anda sempre com você, ou você a coloca sempre nos lugares mais distantes?

Paulo Roberto Gaefke

Quando selecionei este lindo texto para postar não imaginei o quanto eu estaria triste…

É que nesta madrugada aconteceu de novo… aqueles pressentimentos, sabe? Já falei deles aqui, aqui e aqui. Por favor leia para entender.

Pois bem, nesta madrugada eu não conseguia dormir. Mais de 1 hora da madrugada e eu agoniada, até comentei no twitter. A @mosana estava certa: nessas horas é preciso rezar. Então consegui dormir.

Hoje de manhã, quando marido ia saindo para o trabalho, ele me chamou com aquela voz.

Lembra do Pudim? Meu cachorrinho de 3 patinhas que eu mostrei aqui? Estava morto na casinha dele.

De um dia para o outro, sem aparentar doença, tudo como sempre. Um cheiro acre, sinais de vômito e a conclusão de quem já viu isso acontecer: envenenamento.

Meu cachorrinho… sempre vou lembrar do quanto você foi valente na luta para sobreviver. Fique com Deus, aí no céu dos cachorrinhos…

Desculpe, mas não consigo escrever mais.49

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

36 comentários , comente também!

  1. Ah Elaine!
    Que triste e que maldade... Tem gente q não tem coração não... Tem é uma pedra bem dura dentro do peito...
    Que Deus cuide do Pudim...
    Fica triste não!

    bjinho

    ResponderExcluir
  2. Ah! minha amiga entendo perfeitamente seu pressentimento e sua dor..Mas vai passar ficará a saudade, tente ter outro cachorrinho. Agora a maldade é demais..Envenenamento? Mas acontece, pode ter sido ocasional e não proposital é melhor pensarmos assim. Minhas orelhas arderam com a caixinha da felicidade...As vezes a luta diária nos faz trazer pra casa o mau humor...É horrivel quando acontece. beijos.

    ResponderExcluir
  3. Elaine, honestamente não sei o q te falar...
    Vc anda numa maré esquisita com os seus cachorrinhos... vc desconfia quem foi o safado, sem vergonha q fez isso com o bichinho???
    Essa pessoa sim devia ficar sem dormir à noite.
    Q absurdo.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Elaine

    Sinto muito pelo Pudim. Mas lembre-se de que ele foi um 'bravo' e te fez muito feliz.
    Agora se o envenenaram, ah eu acho que... nem quero pensar.

    Sabe, querida, esses dias acho que deixei minha caixinha da felicidade meio escondida de mim mesma, o que não é do meu costume. Meu bom humor vence sempre. Mas ontem, a coisa pegou. Chorei um monte e acabei postando sobre minha infância.
    Foi ótimo! Lavei a alma.
    Marido já chegou, e as dores... essas eu sempre tirei de letra.
    Obrigada pelo carinho!

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  5. Oi Elaine. Como vai?
    Seus textos sempre me fazem refletir sobre como posso aplicar ou desaplicar certas coisas em minha vida. Cada leitura é um prendizado.

    Espero que seu momento de tristeza tenha passado. Nessas horas devemos buscar mais dEle pa que nosso coração se sinta confortável.

    Um beijo pra você. Ótima noite e um belo final de semana.

    ResponderExcluir
  6. Elaine, deixo meu abraço. Já perdi alguns cães queridos.

    bjs

    ResponderExcluir
  7. @Vanessa
    E eu aceito com o mesmo carinho que foi dado.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  8. La Sorcière
    Desconfio sim, mas certeza não tenho. Infelizmente.
    Beijos, minha querida

    ResponderExcluir
  9. Envenenamento??? que coisa horrível! Difícil acreditar que alguém faça isso com um ser indefeso!
    Que triste.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  10. @Mylla Galvão
    Bem que eu gostaria de não ficar, Mylla, bem que eu gostaria...

    ResponderExcluir
  11. Sou sua nova seguidora.
    fiquei emocionada com seu desabafo
    Se todos usassem a caixinha para o bem, que bom seria,;
    Não fique triste, o mundo infelizmente não é tão doce, seu cachorrinho foi feliz enquanto contigo esteve, então amiga guarde somente os bons momentos....
    Beijos carinhoso

    ResponderExcluir
  12. Oi Elaine!
    Eu estou tão triste...chorando na verdade. Vc sabe o quanto eu amo os animais, eu sofro demais por eles. Não vou dizer para vc não ficar triste porque eu sei que isso é impossivel. Até eu que não conhecia o Pudim estou muito triste, imagino vc.
    Só não consigo me conformar com a maldade das pessoas. Não tem como vc impedir o acesso dessa pessoa aos seus bichinhos?

    Bjs e fica com Deus

    ResponderExcluir
  13. Oi...sinto muito...muito mesmo pelo seu cãozinho....eu tenho duas cachorrinhas e duas gatas....e amo tanto estes animais....que imagino o que vc tá sentindo....DEUS LHE DARÁ FORÇAS.

    Qto a minha caixinha....fiquei pensativa....acho que ando esquecendo dela...em lugares que ás vezes nem me lembro ...onde.

    bjos...fique em paz

    Zil

    ResponderExcluir
  14. Elaine,

    Que tristeza isso. Sei bem o quanto é sofrido, pois meu filho já teve vários gatos e cachorros assassinados assim.
    Mil beijos e fique com Deus

    ResponderExcluir
  15. Que texto interessante! Fiquei pensando tanto no que guardo na minha caixinha da felicidade! Certamente são coisas da alma, materiais são muito poucas, só as que me facilitam chegar as coisas da alma...

    Eu tive um relacionamento com um rapaz, que a vida dele era pensar em eletrônicos, celulares, TV, CDs, PCs, certamente a caixinha da felicidade dele estava repleta disso...

    Tadinho do Pudim, me dá um aperto na alma, e nem o conhecia. Mas perdi uma cadela por envenenamento e foi horrível, como eu gostava dela...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  16. Elaine... Quando comecei a ler teu post, logo pensei em comentar que o que enche grande parte da minha caixinha é o amor dos/pelos meus bichinhos; depois li sobre tua perda. Não consigo entender e aceitar que possam existir pessoas que sintam prazer em matar e destruir. Recebe meu abraço apertado e solidário.

    ResponderExcluir
  17. Estarei em prece por ti.
    Força.
    Abraço-te!

    ResponderExcluir
  18. Confesso que chorei ao ler o post. Pq sei o que vc sentiu.
    Tínhamos quatro cachorros em casa. Que amávamos muito.
    Um dia fomos passear. Qdo chegamos em casa encontramos os caes machucados, tontos, passando mal. A casa roubada. Claro q foi triste sofrer o assalto, mas o material recupera-se. Mas e nossos cães, que vimos morrer um a um. Essa ferida, aqui dentro de mim, até hj nunca se curou...

    meus sentimentos, de coração te digo

    ResponderExcluir
  19. Ah Elaine querida... Sofri com você agora. Eu sei que a dor de perder um grande amigo é muito grande... Afinal são eles que sempre estão ao nosso lado sem que sequer percebamos... Sinto muito.

    Não sei porque existem pessoas más que fazem isso com os animais. Mas com certeza vai pagar por tudo.

    Fica bem, viu? Se precisar, é só correr lá pro blog :)

    Beijos querida...

    ResponderExcluir
  20. Elaine,

    Quanta maldade! Por aqui também está acontecendo isso: algum vagabundo anda envenenando os cães, aparentemente sem motivo algum - não que qualquer motivo pudesse justificar o fato.

    Fica meu abraço.

    ResponderExcluir
  21. Meu anjo... em momentos assim, de dor e PRINCIPALMENTE revolta, naum ha o q ser dito, somente lamentado.
    Sinto mto, soh eu sei a dor q eh de um luto de um animal, o pior q poucos respeitam, eh o pior luto a se atravessar.
    Q Deus te de mtas forcas neste momento meu anjo.

    ResponderExcluir
  22. Oi,Elaine

    Que coisa mais triste, quando fiz o comentário sobre minha cachorra não imaginei que você passaria em pouco tempo pela mesma dor.
    Sinto muuuuuuuuuuito mesmo minha querida.


    Beijos....

    Silvia - Campinas

    ResponderExcluir
  23. @Bleeding_Angel
    Meu bem, muito obrigada.
    e você tem razão: é um luto pior porque nem sempre é entendido e compartilhado. E sofrer sozinha sempre é pior...

    ResponderExcluir
  24. @Alexandre Mauj Imamura Gonzalez
    Meu Deus! Que horror! Por que tantas coisas ruins, Alexandre? Por quê?
    eu não entendo...

    ResponderExcluir
  25. @Hérida Ruyz
    Sabe o mais engraçado e triste? Acabei de concluir a reforma e subi o muro, que agora tem mais de 6 metros. Tarde demais.

    ResponderExcluir
  26. Amiga, que coisa horrível... quem faz uma coisa horrível dessas? E seu pressentimento sempre avisando que "vem coisa por aí"...
    Puxa vida, sinto muito. Já perdi um amigo assim, e sei o quanto é doído!!! E também de repente... Imagino exatamente a sua dor! E seu texto apesar de "triste", é lindo! Você é uma pessoa abençoada e especial e tenha a certeza que Deus vai receber Pudim de braços abertos nesse céu dos cachorrinhos! Grande beijo nesse coração enorme!

    ResponderExcluir
  27. Elaine, é triste demais, mas você tem que descobrir quem fêz essa atrocidade. Ainda mais que não é a primeira vez. Isso é maldade pura, nada justifica. Nem que Pudim latisse demais, ou fosse bagunceiro, nada, nada, justifica.
    Porque não dá queixa na polícia? Isso é crime, tem que ser punido!
    Sei que seu momento não lhe deixa pensar nisso, mas tem que fazer alguma coisa, sim. Senão a impunidade vai continuar e poderá acontecer de novo.
    Ainda falr pra não ficar triste demais? Se puder, acalme-se e fique feliz por ter sido boa para ele e ele tê-la recompensado com carinho e amor.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. @Lúcia Soares
    Ele nem latia, Lúcia. Nem saía, pois era bravo.
    E aqui na vizinhança só há um gatinho pois todos morreram do mesmo jeito.
    E em frente minha casa há aquele centro comunitário desativado que virou ponto de drogas. Tá aí o problema: vive cheio de bandidos e eles não querem cães e gatos para dar alarme, entende?
    Obrigada por seu apoio, tá?

    ResponderExcluir
  29. Eu não tinha lido este post! Credo, que tragédia! Construa muros muito altos, pois pode acontecer de novo, proteja-se. Que triste perder um filhinho assim, pela maldade humana...
    Um abraço bem apertado, com carinho, de outra mãe de cachorros.
    bjs

    ResponderExcluir
  30. ELAINE QUERIDA...
    não sabia do acontecido ..
    Deus como pode haver tanta gente ruim no mundo??
    como podem envenenar um pobre animal que não faz mal a ninguém??
    estou muinto triste pelo fato, ainda mais por que me lembrei do meu Bruno, que foi assasinado pelo filho da vizinha, pra não dizer filho da outra....
    mas Deus tudo sabe e tudo ve, pessoas que fazem esse tipo de coisa terão seu sofrimento assinalado pela mesma dor que causaram.
    sinto muito minha querida e te desejo forças no coração e no espirito.
    fique bem Elaine, ore, tenha pensamentos positivos e tudo dará certo com a graça de Nosso Senhor jesus Cristo.DEUS É SEMPRE CONTIGO!!!!
    bjuivos no seu coração.
    loba.

    ResponderExcluir
  31. Minha caixinha de felicidade está em ver, fazer... os meus felizes. Mesmo se eu não estiver.


    Minha mãe tem um amor enorme por sua cachorrinha Nick, mas eu so vim a entender melhor esse amor, depois que te conheci.


    P.S
    Ah voltei la no post que vc falava sobre o Pudim, tadinho...


    Beijos
    Mah

    ResponderExcluir
  32. Imagino que não foi fácil, infelizmente a maldade existe...

    beijooo.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…