A mulher do tenente francês, de Jonh Fowles

em 12 de julho de 2010

image
Você talvez nunca tenha ouvido falar deste livro, mas senta e me dê uns minutos do seu tempo pois vale a pena conhecer.

O romance de John Fowles é ambientado na Inglaterra vitoriana. Conta a estória do encontro entre o cavalheiro Charles e a decaída Sarah, que depois de um suposto envolvimento com um estrangeiro de quem fora enfermeira passou a ser chamada na pequena cidade inglesa de Lyme Regis de A mulher do tenente francês. Isso quando falavam do caso para senhoras, pois entre homens o apelido era muito mais explícito: a rameira do tenente francês.

Charles está noivo da rica, jovem e absolutamente mimada Ernestina. Ao acompanhar a noiva à casa de uma tia ele é atraído pelo olhar triste e profundo de Sarah.
Nasce entre eles uma relação marcada pelas negativas (dele) e pela insistência resignada(dela).

Enfim, para resumir, Charles acaba tão proscrito quanto Sarah, quando desfaz o compromisso com a noiva na intenção de viver o amor que desabrochou por Sarah.

Mas as coisas se complicam; Sarah desaparece. Charles, desiludido, viaja pelo mundo e inclusive chega aos jovens Estados Unidos.

Eles se reencontram lá pelo final do livro, e o extraordinário John Fowles oferece ao leitor 3 possibilidades para o final. Eu escolhi a segunda…

Bem ao estilo de Machado de Assis, o autor às vezes conversa conosco, realizando uma bem-humorada ligação entre a ação e o leitor. Costuma também brincar com o fato de estar “perdendo o controle” sobre os personagens e, lá pela página 100, explica que está alterando o planejamento inicial do romance por causa dos personagens, que decidiram outra coisa.

Para completar, como já falei, dá ao leitor a chance de escolher entre três finais distintos. É um delicioso investimento ler estas 484 páginas.

Para os apaixonados por Jane Austen o livro cai como uma luva! São muitas as citações de obras da autora inglesa, assim como algumas citações do belo O morro dos ventos uivantes. Desta forma o autor ambienta bem o seu romance, evocando 2 grandes autoras do período vitoriano.

A mulher do tenente francês foi adaptado ao cinema, tendo a magnífica Meryl Streep e Jeremy Irons nos papéis principais.
filme

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

16 comentários , comente também!

  1. Elaine,sabes o que acontece? Estou rindo aqui...

    Tenho quase certeza que vi um filme assim, mas como tô véinha e caduca,rssr saio do cinema e já nem sei mais o nome do filme e os artistas entÃo!!! Não acreditas,sou assim...

    Parece que saio dali e desligo tudo e apago!

    Gosto na hora ou não gosto.Disso eu lembro, mais naDA! cREDO,NÉ? uM BEIJO,TUDO DE BOM,LINDA SEMANA,CHICA

    ResponderExcluir
  2. Elaine,
    Não vi o filme, mas o livro eu li e tenho ele até hoje, minto, agora é do meu filho, emprestei e ele não devolveu... e, sabe de uma coisa, não me importo, seu eu quiser ele me empresta. Mas o livro é ótimo, e a história é bem instigante. Lembro que gostei muito das descrições dos personagens e ambientes.
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  3. eu adoro o livro e o filme, maravilhosos! beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  4. Olá Elaine, já havia comentado e inaugurado sua página de premiados, mas fiz um novo comentário. Puxei o anterior e está lá guardadinho viu? Beijos e nao vi o filme , mas com os atores que admiro , vou tentar ver.

    ResponderExcluir
  5. Elaine,

    Tudo de que gosto, Machado, Austin e o Morro dos ventos uiavantes, mas falta tempo, porém fica a indicação.
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  6. oi elaine - bom eu como leitora veroz- terminei de reler matha Medeiros, e um outro livor que achei chato e agora stou à deriva, sabe quando falta algo- ..livro- não posso ficar sem - então vou lá nos pertences de filho e pego uns- mas a mioria jáli- aqui em casa - somos todos leitores-
    e com certeza - já anotei o nome deste - digamos drama- adoro! acho que vou reeeler martha medeiros enquanto não cair outro livro bom nas minhas mãos! eu leio até o que a inha filha tras da biblioteca d colégio dela- os juvenis- depois ficamos trocando figurinhas
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi, Elaine

    Não li o livre, mas vi o filme e amei.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  8. por acaso desconheço mas pelo pouco que li deve ser maravilhoso desculpe a minha ausência beijos de um bom dia

    ResponderExcluir
  9. adoro filmes ambientados na era vitoriana por causa da tematica de valores recorrentes neste periodo. adorei a dica de filme e vou (per)seguir seu blog.

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinho ouvido falar mas me interessei
    ...
    Vim por indicação do pelos caminhos da vida conhecer o seu blog
    adorei e vou te seguir
    :)
    Q vc tenha uma linda tarde
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  11. Elaine, já assisti sim, mas confesso ser como a amiga Chica, desmemoriaaaaada, rs.
    Vou até ver de novo só para não pagar mico.
    Meryl Streep já vale o ingresso sem dúvida, sou sua fã incondicional, assisti Pontes de Madson 4 vezes, e sempre consigo me surpreender com a qualidade de sua atuação.

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  12. Oi Elaine,

    Ótima resenha! E de quebra ainda indica outros autores maravilhosos *rs* AMEI!
    Adoro Jane Austen, Lua é apaixonada por Orgulho e Preconceito, menina de bom gosto *rs*, deixa eu te contar, uma vez loquei O morro dos ventos uivantes...Lua odiou! e eu toda apaixonada pelo livro: " Lua o filme é bom!" e ela irredutível. Um belo dia passou no Futura a versão para TV, assistimos e Lua gostou tanto que já está programando ler o livro...ai, ai!
    Bom, mas voltando ao A mulher do tenente francês, li em 1993 e como sempre gostei de fazer anotações dos livros que lia e leio, esse não foi exceção, amei o livro do começo ao fim. Agora vc me deixou com vontade de reler :]
    Tudo de bom pra vc!

    Beijos!

    Pati :)

    ResponderExcluir
  13. @Fátima
    Acredita que nunca vi As pontes de Madison? E tem o livro, que quero ler assim que as finanças permitirem.
    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Nunca li um livro q oferecesse um final opcional, quanto mais 3!!!
    O que o final 2 tinha de bom? Era o mais romântico???
    Bjks ;)
    Alê

    ResponderExcluir
  15. elaine querida...
    eu assisti ao filme, mas o livro eu não lí...
    deve ser muito interessante...
    valeu a dica.
    bjuivos no coração.
    to embolada na leitura...kkkkestou lendo quatro ao mesmo tempo, tá dificil pois ainda não acabou a famigerada reforma...socorro!!!!
    no mais deixo um bjuivo no coração.

    ResponderExcluir
  16. Nunca vi esse filme, mas na primeira oportunidade irei ler o livro.

    beijooo.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…