Julho 2010 - * Blog Elaine Gaspareto *

Laços de família

em 31/07/2010

Deixa eu te mostrar uma coisa muito linda?
Uma só não, muitas!
Relíquia de família, tá?
Para ver as fotos maiores clica que cresce!
PICT1402
Você pode não reconhecer, mas é o Luís Otávio mesmo!


Digitalizar0009




E aqui a Ana Laura com menos de 1 ano!


   Digitalizar0003

Meus dois queridos! Ela com 5 e o Luís Henrik com 4 anos… fofos.

Esta foto também é super importante pois mostra os meus sobrinhos pequenininhos com suas duas vovós. A vovó com a Ana Laura é minha mãe.


Digitalizar0001Essa foto é muito importante pois é uma das poucas em que meus sobrinhos estão com o pai deles…

E aqui olha como a minha bebezinha cresceu!
PICT1167 
Digitalizar0016_picnik
E para terminar uma foto rara: o dia do batizado da Ana Laura! Minha irmã (em 1º plano) estava grávida de 8 meses do Luís Henrik! Nem parece, né?

Faz quase 10 anos… e parece que foi ontem…

Falando em "parece que foi ontem" lembrei dessa canção linda para encerrar o post lindo e cheio de sentimentos importantes para mim:
Clique para ouvir e se emocionar com uma melodia que fala ao coração...

Você, com seus olhos tristes,
não fique desanimado
oh, eu imagino
que é difícil criar coragem
num mundo cheio de gente
você pode perder a visão de tudo,
e a escuridão dentro de você
pode fazê-lo se sentir tão insignificante...

Mas eu posso ver suas cores verdadeiras
brilhando sem parar
Vejo suas cores verdadeiras
e é por isso que eu te amo
então, não tenha medo de deixá-las aparecer
as suas cores verdadeiras
as cores verdadeiras são bonitas
como um arco-íris

Então, dê um sorriso pra mim
não fique triste, não me lembro
quando foi a última vez que eu te vi sorrindo
Se este mundo te deixar louco
e você já não agüentar mais,
ligue pra mim
porque você sabe que estarei ao seu lado

eu posso ver suas cores verdadeiras
brilhando sem parar
Vejo suas cores verdadeiras
e é por isso que eu te amo
então, não tenha medo de deixá-las aparecer
as suas cores verdadeiras
as cores verdadeiras são bonitas
como um arco-íris

Eu não me lembro
Da última vez que te vi sorrindo
Se este mundo te deixar louco
e você já não agüentar mais,
ligue pra mim
porque você sabe que estarei ao seu lado

eu posso ver suas cores verdadeiras
brilhando sem parar
Vejo suas cores verdadeiras
e é por isso que eu te amo
então, não tenha medo de deixá-las aparecer
Suas cores verdadeiras, cores verdadeiras
Cores verdadeiras estão brilhando sem parar
eu posso ver suas cores verdadeiras
e é por isso que eu te amo
então, não tenha medo de deixá-las aparecer
Suas cores verdadeiras,
Cores verdadeiras são bonitas,
como um arco-íris
QUERO LER O POST COMPLETO

Brasil: um país para todos, menos para nós

em 30/07/2010

Veja só como são as coisas:

Quer transar adoidado?
image O governo te dá a camisinha.


Transou e esqueceu o preservativo?
image O governo fornece a pílula do dia seguinte.


Engravidou?
image O governo dá o Bolsa Família.


Quer entrar na faculdade mas não tem (ou alega não ter pois conheço gente pobre de verdade que faz sacrifícios imensos e paga!) como pagar?
imageO governo te dá a vaga pelo sistema de Cotas. Basta alegar ser de uma minoria qualquer.


Tá desempregado e resolveu ser sem terra?
 image Esquenta não! Invade uma fazenda que o governo te dá umas terrinhas, mesmo que você jamais tenha sido agricultor na vida. Se seu bisavô foi, tá valendo…

E se ainda assim você decidir ser ladrão/assassino/traficante/estuprador…

image O nosso popular governo federal te dá o  bolsa- bandido auxílio-reclusão cujo teto é de mais de 700 dinheiros.


Mas experimenta estudar, trabalhar honestamente, ser cumpridor de seus deveres e andar dentro dos limites da lei:
image
image




A nós resta trabalhar. E muito! Há muita gente dependendo do seu trabalho para seguir vivendo folgada...


imageImagens pesquisadas via Google. Caso alguma delas seja sua e possua direitos autorais me avise e eu a retirarei imediatamente.

QUERO LER O POST COMPLETO

Das coisas boas das promoções e mais as delícias da Lu

em 29/07/2010

envelope A cada nova promoção que faço no blog eu aprendo mais e mais… Aprendi recentemente algo muito interessante:

Conforme o prêmio a ser sorteado os participantes variam. Claro que tem aqueles leitores assíduos do blog, que quando eu peço eles sempre participam. Esses estão em todos, graças a Deus, e fazem a alegria da minha vida!

Mas a alegria da minha vida inclui também os visitantes novos, que aparecem em época de sorteio e vão ficando, se tornando amigos, adquirindo intimidade…

Mas eu ia dizendo…
Quando o presente é um livro, predominam as leitoras dos blogs literários. Os retuítes vêm, na maioria, delas. E elas são as grandes divulgadoras quando é livro que tá na parada.

Mas desta vez, com a Promoção Nossa amizade, um tesouro! foi diferente! Predominaram as blog-arteiras, e também as blog-gateiras/cachorreiras.

Gente! É uma coisa deliciosa! Conheci tantos blogs de artes, que me deu vontade de ter algum talento! Cada coisa linda! Inclusive a minha próxima parceria arteira será com um blog lindo, de coisas lindas assim como é o Artes da Luci. A quem aliás eu deixo um obrigada muito grande por conta da amizade e do acolhimento que deu a mim e ao blog!
Luci, você mora em meu coração para sempre!
212
Agora firmei uma parceria com um blog de coisas gostosas, doces e lindas.image_thumb[1]
É um blog que conheci através do twitter cuja dona é doceira. E, sem ser clichê, ela também é um doce.

Estou falando da Luciana Luzio D´Agosto (Este é o meu trabalho: transformar açúcar em pequenas porções de carinho.) do blog Doces da Lu.

Daí então que ela será minha parceira na festa de 2 anos do blog. A parceira doce, sabe? Aquela que vai fazer para você a coisa mais gostosa em forma de doce que você já provou!

Então… estou falando com tanto conhecimento porque ela me mandou uma caixinha linda, com laço de fita e recheada de coisinhas gostosas.

Sim, saiu de São Paulo e chegou ao interiorzão! E aí está a saga!

Ela postou via SEDEX na sexta-feira dia 23. Deveria chegar no sábado. Esperei ansiosamente. Niente.

Daí a gente se falou pelo tuí e ela disse que chegaria na segunda-feira.
Acontece que segunda-feira foi feriado municipal. Ah, como sofro…

Mas enfim chegou! Daí corro para a câmera pois queria fotografar a caixinha tão bonitinha. Todas, eu disse todas as pilhas estavam descarregadas.
Não deu para esperar.... E abri a caixinha.

Gente! Que cheiro é esse??? Gostas de chocolate? Pão de mel beemmm recoberto? E brigadeiro que desmancha na boca? E beijinho de coco envolto em uma deliciosa e espessa casca do mais delicioso chocolate? Gosta? Sente só o cheirinho…

Só tenho 2 coisas a dizer:

1- Visite o blog Doces  da Lu. Sério mesmo! Clica aí e vai lá ver o quanto é lindo e caprichado tudo o que ela faz. E de repente você faz com ela um orçamento sem compromisso.

Ela faz de tudo: bolos, lembrancinhas, docinhos lindos e agora eu sei: deliciosos! Mas você vai se derreter mesmo é com os pães de mel. Vai por mim. Imagina o aniversário do seu amor com essas delícias e sem você se matar de trabalhar? Bom demais, né? Clica aqui e corre lá!

2- Logo, logo eu boto no ar a promoção de aniversário do blog. Com muitas surpresas.
Tem coisinhas gostosas da Lu. E mais 3 parcerias incríveis que fechei para esta festa! Serão presentes para todos os gostos!

Você quer, não quer?

E adianto que o aniversário de 2 anos do blog será uma linda festa! E em setembro também é meu aniversário!
 E você não imagina o tanto de coisas que estou planejando!
Você vem pra minha festa, né?
obrigada
QUERO LER O POST COMPLETO

Como ter mais comentários em meu blog?

em 27/07/2010

4o--UqSM2K_WGcEZ_sr0YkFvRB61PxR_f Muito se fala e se debate sobre os comentários dos blogs. E muitas perguntas são feitas, e muitas questões levantadas…

Então resolvi falar disso hoje:

Comentários no blog

Mas o tema é tão vasto, e as perguntas são tantas, que acho melhor ir por partes, certo?

Começando:

Para ler o artigo todo acione o botão!

Agora umas dicas que aprendi em quase 2 anos de blog:

a)Tente encontrar seu ponto forte ao escrever. E procure melhorar sua escrita para que os leitores compreendam sempre o que você quer dizer.

b)Lembre-se que existem milhares de blogs e encontrar algum assunto que você domine é essencial para se destacar e fidelizar seus leitores.

c) Forme redes, crie vínculos. Um blogueiro trás outro e assim a sua comunidade blogueira vai crescendo. Faça amigos, mais do que procurar leitores.

d) Seja generoso: aprendeu? ensine. Quer ser linkado? Linke primeiro. Assim sua reputação vai crescendo e daí os comentários virão.

E por fim, porém não menos importante:

Tenha um blog por prazer. Com dezenas de comentários ou não, faça por prazer. Daí o resultado virá. Pode apostar.

 

E aproveite para comentar e deixar sua marca neste post. Certamente há algo que eu esqueci e que você tem a acrescentar!

Ah, e vote na enquete aí na sidebar, tá?

>Sua participação é muito importante para mim…


fp8

QUERO LER O POST COMPLETO

A guerra de Clara, de Clara Kramer


Uma mescla de O Diário de Anne Frank e A Lista de Schindler. ssim a imprensa internacional define A Guerra de Clara, livro baseado no diário da judia polonesa Clara Kramer – escrito em plena Segunda Guerra Mundial, ao longo dos dezoito meses em que ela e os familiares viveram escondidos no porão de uma casa frequentada por soldados da SS nazista.
Seis décadas depois, a autora mergulha na memória para trazer à tona sua incrível história de sobrevivência ao holocausto.
E nos mostra, em cores vivas, um relato do triunfo da solidariedade sobre o horror.
21 de julho de 1942. O exército nazista marcha sobre a Polônia.
E a vida da pequena judia Clara Kramer, na pequena cidade de Zolkiew, toma um rumo insólito.
Enquanto todos os judeus da região são perseguidos, assassinados ou enviados a campos de concentração, Clara e sua família encontram uma tênue esperança de salvação na residência do rude senhor Beck, um beberrão “anti-semita” que acaba por assumir a tarefa de ocultar e proteger judeus no porão de casa.

Foi ali, durante dezoito meses de confinamento, medo e dificuldades, que Clara se armou de lápis e fé para escrever o diário em que se baseia este livro de memórias. Hoje octogenária, a autora retoma, com a ajuda do escritor Stephen Glantz, sua dramática trajetória em meio à insanidade do holocausto. Dos cinco mil judeus que habitavam Zolkiew antes da guerra, menos de sessenta sobreviveram – alguns, como Clara, para lembrar histórias que a Humanidade jamais deveria esquecer.


Este é o resumo de A guerra de Clara. Mas vou te dizer que não chega nem perto de expressar tudo o que este livro me fez sentir…
Não é o 1º livro autobiográfico sobre a 2ª guerra que eu leio. Li, há alguns anos, Holocausto e mais recentemente Resistência. Além do dolorido Diário de Anne Frank. E A lista de Schindler. Mas não sei ao certo o motivo de A guerra de Clara ter mexido tanto comigo.

Este livro nem é o mais rico em detalhes, embora seja de um realismo tétrico; nem é o mais dramático.
Mas talvez pela falta de apelo ele tenha me comovido tanto!

O livro todo é um relato real da maneira cada vez mais cruel  que os judeus eram tratados, conforme a guerra avançava. Um exemplo é o relato de uma menininha judia que “ousou” sair na rua sem sua estrela dourada costurada na roupa, e sorrir para um colega. Este mesmo colega olha para ela, avisa um oficial que a menininha não tinha a estrela, e o oficial simplesmente alveja a menina, ali no meio da rua, sem nem mesmo pensar.
Avança  até  a matança coletiva. Tudo com tamanha crueldade, que é difícil imaginar. Os judeus foram fuzilados, esfaqueados, queimados vivos, assassinados com gás venenoso, de fome, doenças…

Lendo o relato de Clara eu me peguei chorando muito, assustada e horrorizada com o fato de que uma nação culta e desenvolvida como a nação alemã pôde se deixar convencer por um louco a adotar o anti semitismo como ideologia!

Mas para além do fato histórico A guerra de Clara me fez pensar sobre a raça humana: como é possível que seres humanos façam tais coisas com outros seres humanos.

Nós, que lemos livros de terror, de suspense e que relatam assassinatos e ações de serial killers não encontraremos jamais em livro algum algo que se assemelhe ao horror nazista. Simplesmente não há paralelo para as atrocidades relatadas no livro, e em outros semelhantes. E é por isso que  A guerra de Clara é tão horrorizante, porque não é a estória que surgiu da mente criativa de um autor, mas sim porque é um relato real, contado por alguém que esteve lá. Alguém que viu e sentiu na carne.

Há umas cenas em A guerra de Clara que me fizeram sentir o coração falhar, de verdade.
Imagine a tensão: mais de 18 pessoas escondidas em um subsolo de uma casa habitada por uma família cujos hóspedes são soldados da SS. Sem ar, sem comida, sem espaço, sem perspectiva. Dependendo unicamente do estado nem sempre amigável do dono da casa.

Aliás este homem muito me ensinou. Ensinou que mesmo canalhas racistas têm salvação. E podem ser salvação.
Clara me conquistou o coração. Contra todas as chances ela sobreviveu.

E sobreviveu para contar um trecho da história que jamais alguém conheceria não fosse pelo seu diário mantido ao longo dos 18 meses em que ela e os outros viveram como cadáveres em um subsolo de terra e medo…

Dia 02 de setembro o mundo relembra o fim da 2ª guerra mundial. Faz bem em se lembrar.
Relatos como o de Clara Kramer deveriam ser lidos nas escolas. Professores deveriam falar do livro para seus alunos. Filmes deveriam ser produzidos exaustivamente.

Para que jamais nos esqueçamos do quão baixo pode descer a maldade humana. Para que estejamos sempre em constante alerta contra toda forma de preconceito e discriminação. Para que jamais deixemos que aconteça de novo…

Recomendo o livro. Não é leitura fácil, mas é leitura essencial.


QUERO LER O POST COMPLETO

Idosos ou crianças?

em 26/07/2010

Quem desperta mais sua compaixão, ou seu afeto, seu desejo de cuidar e proteger?
image
image Quem já viveu muito, e passou por muitas coisa? Que provavelmente sofreu e sentiu muitas dores e frustrações?

Ou quem ainda é tão indefeso que morreria de fome se ninguém o alimentasse?

Muitos idosos também ficam assim, quase como crianças… mas não despertam aquela vontade de por no colo e dar papinha…

Gosto de viver, mas não quero viver tanto que fique à mercê de outras pessoas. Se puder escolher gostaria de morrer ainda no gozo de minhas faculdades físicas e mentais. Deve ser duro demais sentir-se um fardo.

Tá, agora choquei você, mas é isso mesmo.

Penso que um velhinho deveria ser mais respeitado. Mas na sociedade ocidental os mais velhos têm pouco valor; são colocados no quarto dos fundos quando não são enviados para um “lugar mais calmo, onde cuidarão do senhor”.

Criança abandonada e sozinha é muito horrível, mas um velhinho sentado em um banco de asilo é ainda mais terrível, em minha opinião.

Porque ele já não espera mais nada. E a falta de esperança é pior que a morte. Quantos idosos também não vivem a sós porque cada filho seguiu sua vida?

Engraçado que quando o filho é pequeno os pais levam-no a todo lugar onde vão, mas quando os filhos criam asas não levam os pais velhos a parte alguma…
Não é crítica, é constatação. Sou assim com minha mãe, talvez pior. Bem pior. Por isso tenho medo de envelhecer e estar à mercê dos outros.

Já pensou nisso?
Quem desperta seus melhores instintos?
Hein?

E para todos os  vovôs ou vovós que passarem por aqui:
Feliz Dia dos Avós
fimdepost12
QUERO LER O POST COMPLETO

Indicação, sorteio e a vontade de ir além…

em 25/07/2010

cantinho da tayrine Uma das coisas que mais eu sinto vontade de realizar aqui no Um pouco de mim é tornar o blog útil.

Tenho algumas ideias que em breve vou compartilhar com você, mas pra que esperar se posso começar agora, né?

Estou falando isso porque há um blog que eu conheço há um tempo e cuja dona…

Peraí, deixa eu te apresentar!
Esta é a Tayrine:
image
Meu nome é Tayrine; tenho 21 anos, sou casada e moro em Monte Alegre de Minas. Criei este blog para mostrar todas as minhas criações e compartilhar um pouco do que sei e principalmente aprender , porque como dizem saber não ocupa espaço. E outra coisa muito importante que não poderia nunca esquecer: fazer amizades.

Então.
Ela edita o Cantinho da Tayrine, um blog simples, pessoal, que fala de coisas pessoais e também de coisas fofas e lindas. As leitoras arteiras vão se derreter com essa menina que, pasme! já está casada!

Acontece que a Tayrine anda passando por situações muito difíceis. Neste post aqui ela relata algumas dessas barreiras que ela e a família vêm enfrentando. Por favor, leia! Daí você vai entender.

Assim, depois de muito pensar eu decidi ajudar a divulgar uma rifa que ela está fazendo no blog. Para salvar a visão da irmã mais velha dela, a Keytima.

São prêmios simples, e a quantia a ser arrecadada não chega nem perto de suprir a necessidade médica da irmã dela. Que é de 8000 dinheiros!

Mas sabe o que eu penso? Penso que a Tayrine está sofrendo e precisando de apoio. Não é só a questão da grana, é mais! É não estar absolutamente sozinha, é encontrar apoio.

Tudo bem que até agora você talvez não a conheça, mas se aceitar meu convite vai clicar aqui e passar a conhecer essa menina que me comoveu com sua simplicidade e humildade.

Nunca endossei nada desse tipo pois sei que existe muita malandragem por aí, mas agora meu instinto me diz que ela é mesmo o que diz, além de ser uma leitora “antiga” do meu blog.

Sabe do que mais? Nem precisa adquirir nenhum número da rifa. Se preferir ajude na divulgação. Ou se você é arteira doe algo para ser rifado. Ou simplesmente diga olá para a Tayrine.

Há momentos em que uma palavra faz uma diferença brutal!

Nunca pedi, mas será que você não gostaria de arriscar e confiar em mim? Leia o relato da Tayrine e decida, tá?
barrinhas20_thumb[1]
Agora vamos ao sorteio que acontece todo último domingo do mês e premia um dos meus Top Comentaristas?

Neste mês são estes que mais interagiram com meu blog:
image

E o sorteado vai ganhar este presente para lembrar sempre de mim:

image Para saber o que eu achei do livro clique aqui.
 O primeiro sorteio entre os Top comentarista foi a Mahria quem ganhou e eu ainda não enviei porque fiquei doente do dente e da gripe e depois pintei minha casa e… não contei que acabei hoje de pintar minha casa? Ah, contei no tuí… acompanha aí: @elainegaspareto 
Agora chega, né? Envio na terça feira porque segunda é feriado aqui na minha cidade. I promisse…
E o presente deste mês vai para:
image

Cruzes! Agora leia o comentário que ela deixou quando do 1º sorteio entre os Top comentaristas:
image
Eu, hein! La Sorcière nunca me pareceu tão adequado!
Para participar do próximo sorteio de gratidão não tem segredo: basta estar sempre comigo, não me deixar e sempre dizer que me ama e não vive sem mim e comentar nas postagens que te motivarem a isso, certo?
   
E domingo que vem é dia de Indicação do Leitor!
Clique aqui
image e deixe seu pitaco. De repente seu blog preferido pode ser o próximo a ser homenageado!
barrinha10
QUERO LER O POST COMPLETO

Uma caixinha chamada felicidade e uma tristeza minha

em 23/07/2010

cx A Felicidade é uma caixinha pequena, que insistimos em guardar escondida, para um dia podermos usá-la.

Todos os dias acordamos pertinho dessa caixa, mas com nossos sonhos mais loucos vamos guardando a caixinha nos lugares mais altos, cada vez mais longe de nossas mãos.

Algumas pessoas andam com essa caixinha nas mãos diariamente e quando encontram o primeiro obstáculo amassam a caixinha com reclamações e choro de quem nem ao menos tentou lutar.

Outras pessoas carregam a caixinha da felicidade na bolsa, usam como arma. Na empresa, na escola e na rua com os amigos, descarregam a caixinha mostrando seu melhor sorriso, mas quando chegam em casa, na hora do convívio com a família, guardam a caixinha e fecham a cara; o mau-humor é a sua marca registrada em casa.

Existem pessoas que carregam a caixinha da felicidade e nem sabem que a possuem: são os verdadeiros amigos, a pessoa amada, filhos, ou o emprego do qual elas não se cansam de reclamar. Só percebem que possuíam a caixinha da felicidade quando a perdem, quando conseguem afastar todos de sua vida porque passaram o tempo todo correndo atrás do "ouro dos tolos".

E tem aqueles que buscam encher a sua caixinha com um monte de tranqueiras, numa corrida desesperada para encontrar em algum bem material  a sua paz.

Essas pessoas colocam na caixinha carros de luxo, apartamentos que nunca vão utilizar por completo, casas e mais casas em que nunca vão morar, bebidas caríssimas, roupas que valem 500 cestas básicas, anéis e colares que nem cabem na caixinha. Acabam indo para o "caixão" sem poder levar nada de bom, nada de eterno...

E você? Onde você guarda a sua caixinha da felicidade? Ela anda sempre com você, ou você a coloca sempre nos lugares mais distantes?

Paulo Roberto Gaefke

Quando selecionei este lindo texto para postar não imaginei o quanto eu estaria triste…

É que nesta madrugada aconteceu de novo… aqueles pressentimentos, sabe? Já falei deles aqui, aqui e aqui. Por favor leia para entender.

Pois bem, nesta madrugada eu não conseguia dormir. Mais de 1 hora da madrugada e eu agoniada, até comentei no twitter. A @mosana estava certa: nessas horas é preciso rezar. Então consegui dormir.

Hoje de manhã, quando marido ia saindo para o trabalho, ele me chamou com aquela voz.

Lembra do Pudim? Meu cachorrinho de 3 patinhas que eu mostrei aqui? Estava morto na casinha dele.

De um dia para o outro, sem aparentar doença, tudo como sempre. Um cheiro acre, sinais de vômito e a conclusão de quem já viu isso acontecer: envenenamento.

Meu cachorrinho… sempre vou lembrar do quanto você foi valente na luta para sobreviver. Fique com Deus, aí no céu dos cachorrinhos…

Desculpe, mas não consigo escrever mais.49

QUERO LER O POST COMPLETO

Aquecer-se no fogo do inimigo

em 22/07/2010

BXK2434_brasas-que-consomem-por-vitor800
Há uma passagem bíblica muito conhecida: Pedro, na noite em que Jesus foi preso pelos romanos, acompanha os passos dos soldados que aprisionaram o Mestre até o átrio do palácio de Pilatos.

A noite é fria. Há uma fogueira acesa, onde os soldados se aquecem enquanto se revezam na tortura que se seguiu à prisão de Jesus.

E, como a noite é fria, Pedro se junta aos que se aquecem em volta da fogueira. Neste cenário acontece o episódio conhecido como Negação de Pedro, onde ele por 3 vezes nega sequer conhecer Aquele com quem estivera caminhando e convivendo por quase 3 anos.

Seu amigo, seu Senhor, Aquele que o salvara das águas está sendo torturado e Pedro nega até mesmo que o conheça. E traindo Jesus ele trai a si mesmo, pois nega inclusive sua origem como galileu.

Sempre me perguntei por que um amigo, que horas antes jurava lealdade e amor ao Senhor, de repente foi capaz de negar categoricamente a relação. E reiteradas vezes!

Dentre todos os motivos que a gente poderia pensar um me explica profundamente o episódio: Pedro afastou-se do que era real, do que era importante e foi aquecer-se na fogueira do Inimigo. Aproximou-se demais do mal e o mal o alcançou. Simples assim.

E quantas vezes a gente também não acaba ferindo profundamente alguém a quem amamos por nos aproximarmos demais do perigo? Pode ser um amigo, pode ser o nosso amor…

Nós, que somos casados, sabemos muito bem onde mora o perigo da traição. Ninguém é ingênuo a ponto de ser pego desprevenido.

É uma amizade que vai ficando íntima demais, uma vontade de falar com a pessoa, saudade de ouvir a voz…  e aquele amigo ou colega de trabalho começa a parecer mais compreensivo do que seu marido, mais atencioso…

Se você é homem sabe do que estou falando: é o balançar dos cabelos, o perfume, e de repente aquela amiga começa a parecer mais interessante que sua esposa.

E então passamos a ver defeito em tudo o que ele/ela faz ou diz. Ou naquilo que não faz nem diz…
Tenho um amigo músico que diz que quando isso começar é melhor correr. Não dê uma de forte pois a tentação pode ser mais forte que você. Ele está certo.

Ser fiel ao nosso casamento é decisão de todo dia. E a grama do vizinho tem horas que parece mesmo mais verde. Mas como diz uma citação que agora não lembro de quem é: “De perto somos todos iguais.E se você duvida, aproxime-se das cercas que separam os quintais.”

E lendo a passagem bíblica a gente descobre que o fim da estória da negação de Pedro foram lágrimas amargas. No caso dele houve perdão pois Deus é perdão.

Mas seu marido ou sua esposa podem não perdoar e daí….
2720294_3qr2P
QUERO LER O POST COMPLETO

Top 10 remakes de antigos sucessos das novelas

em 21/07/2010

Estreou dia 19/07 a nova novela da 7 na Globo.
Tá, grande coisa. Mas tem algo me chamando a atenção faz tempo: toda vez que uma novela vai mal das pernas tentam uma fórmula de sucesso já testado na novela que substitui a “fracassada”. E a bola da vez é o remake de Tititi.

Estava passando roupa e tentando lembrar de outros casos. Lembrei.
Dica:
Exercitar a memória é bom para afastar o alemão.
Então, vamos recordar?

10- Ciranda de pedra:
image Não vi muito da 2ª versão, mas lembro remotamente da 1ª com a Eva Wilma arrasando como sempre. Acho que foi num Vale a pena ver de novo pois lembro de muita coisa, e eu era muito pequena quando passou pela primeira vez em 1981… Mas o livro eu li na escola e desse eu lembro muito bem. E lembro de Lucélia Santos como Virgínia, que aliás no livro é meio perturbada, assim como a mãe Laura.


9- Sinhá Moça:
image Com Lucélia Santos e Marcos Paulo nos papéis principais a 1ª versão era linda! Eu era adolescente na época e lembro de tudo! Lembro da cena deles no trem, com ele recitando lindamente a poesia Laço de fita para a sinhazinha. No remake a cena foi bonita, imagemas para mim não teve o impacto da primeira vez que vi.
Uma curiosidade: Patrícia Pillar, que na 2ª versão fez a mãe da Sinhá Moça foi a Ana do véu na primeira vez. A cena dela erguendo o véu e mostrando uma beleza incomum é inesquecível!

8- Cabocla:
Desta também eu lembro da 1ª versão: Glória Pires e Fábio Júnior e a música linda e perfeitamente encaixada de Nélson Gonçalves. Lembro de Roberto Bonfim e do quanto eu achava estranho a Zuca preferir o pálido Luís Jerônimo ao vigoroso Tobias…

No remake continuei com a mesma impressão: fala sério! Quem trocaria o Malvino Salvador pelo magrinho e com cara de menino do Daniel de Oliveira???

Uma curiosidade: Assim como na 1ª versão, nesta também o casal de atores que deram vida à Zuca e ao Luís Jerônimo se casaram. levando para a vida o amor da ficção.


7- Selva de pedra:image
Não vi esta, daí foi preciso pesquisa… com minha mãe.
A 1ª versão é de 1972, ou seja, a novela passando e eu na barriga de mamã.
 
 Tinha a talentosa Dina Sfat como a desequilibrada Fernanda e o ligeiramente canastrão Francisco Cuoco como Cristiano, além de Regina Duarte como Simone/Rosana.

Mas da 2ª versão eu lembro bem pois gostava muito da Cristiane Torloni e da Fernanda Torres. E lembro também do Miro, personagem que o Miguel Falabela interpretou tão bem. Na primeira vez foi Carlos Vereza quem deu vida ao “amigo” de Cristiano.

Uma curiosidade: foi a última novela da image Fernanda Torres. Lembro disso por conta de uma entrevista com ela que li, onde ela fala que nas cenas em que estava presa pela Fernanda ela sentia dores, chorava e pedia para que Daniel Filho encerrasse a novela. Mas os pedidos foram ignorados: a novela foi estendida devido ao enorme sucesso.

6- Paraíso:
Tá, vou falar: fui apaixonada pelo Zeca, o filho do diabo. Mas começou pelo Zeca vivido pelo Kadu Moliterno.


Gente, que era aquilo? Lembro de uma cena dele sentado na janela, com lágrimas correndo pela face, falando do quanto amava Maria Rita… que lindo, que poético!

Nesta 2ª versão me reapaixonei pelo peão, desta vez com o Heriberto Leão.
Basta dizer que uma das cenas mais bonitas e mais sensuais dos últimos tempos foi a cena do beijo dentro do rio entre ele e a Natália Dill, que fez a Maria Rita versão 2010. Ai, ai…

5- Éramos seis:image
Esta não é da Globo; acho que a 1ª versão fou exibida pela Tupi em 1967 e depois foi regravada em 77 pela mesma emissora. Tinha nesta 2ª versão a Nicete Bruno como dona Lola.

Mas eu lembro mesmo é da Irene Ravache na 3ª versão feita pelo SBT: linda demais, a novela era bem feita, e eu li o livro, que é simples e muito triste. As latas de doce de figo diminuindo ano a  ano são muito tocantes…

5- Anjo mau:image
Susana Vieira ou Glória Pires? Ambas deram vida à Nice, a babá que se casa com o patrão. Susana morre na 1ª versão, e houve mesmo essa especulação quanto ao final do remake.

Mas os tempos eram outros e a sociedade pode assimilar que alguém que começou como babá acabasse como mocinha. Na primeira vez damas da sociedade enviaram carta de protesto à emissora e a personagem morreu. Motivo? Medo de que as empregadas se inspirassem em Nice.

Sério, tive um professor de geografia humana que deu até aula sobre isso. Sabia que aquelas aulas ainda me serviriam para alguma coisa…

4- Mulheres de areia:image
Glória Pires de novo, desta vez assumindo os papéis que foram da Eva Wilma na 1ª vez.

Apenas que Guilherme Fontes a mim sempre me pareceu meio deslocado no papel, talvez pela comparação com Carlos Zara…

E o Tonho da lua de Marcos Frota era bom, mas de Gianfrancesco Guarnieri era insuperável!

3- Irmãos Coragem:image
Tarcísio Meira, Cláudio Cavalcanti e Cláudio Marzo: lembra? E Glória Menezes dando vida à instável e linda Lara, que virava Diana, que virava Márcia…

A cena onde João Coragem espatifa o diamante da discórdia é linda!
Engraçado, mas quase nem lembro da 2ª versão. Mas lembro da Letícia Sabatella dando trabalho como a atrevida Diana.

image2- Pecado capital:
Quando a censura vetou a exibição da 1ª versão de Roque Santeiro foi preciso criar outra novela a toque de caixa para preencher o vazio na grade. Surgiu então um dos maiores sucessos da Globo.

O taxista Carlão vivido pelo Francisco Cuoco e o mesmo personagem vivido pelo Eduardo Moscovis eram muito parecidos, né? Mas a Lucinha da Beth Faria dava de dez na insossa Carolina Ferraz.
Boa mesmo é a música do Paulinho da Viola… Dinheiro na mão é vendaval...

1- Escrava Isaura:image Na versão mais famosa e antiga Lucélia Santos deu vida à escrava branca e sofrida que era objeto de desejo do terrível Leôncio.
Anos depois a Record alcançou êxito e Bianca Rinaldi brilhou na pele da mocinha.

Assisti um pouco de ambas, e acho que a 1ª versão é imbatível, embora a produção da Record tenha sido muito boa.
E Rubens de Falco esteve em ambas, assim como Norma Blumm.

Ufa! Que post cheio de detalhes!
Mas é uma delícia relembrar, né?

Esqueci alguma?
fp17
QUERO LER O POST COMPLETO


Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários