Posso desabafar?

em 25 de junho de 2010

image Diz a apresentação deste blog:
“Este blog é sobre mim; sobre coisas que eu faço ou que fazem a mim, sobre coisas que eu digo ou que dizem a mim…Também é sobre aquilo que penso, quero, sinto…Sou a Elaine.Apenas isso.Prazer em conhecer!”
Então bora lá falar de mim…

Fui ao dentista ontem. Lembra que contei aqui sobre as minhas aventuras dentárias?

Então. Fui. E arranquei 3 dentes. Sim, 3 de uma vez. Foi uma das experiências mais terríveis da minha vida. Fiquei quase 2 horas tensa, sem me mexer, na cadeira de tortura do dentista. Que aliás foi muito habilidoso e gentil.

Doeu muito pois a inflamação impediu a anestesia de “pegar” completamente. Não que fosse impossível de suportar, mas senti cada movimento, e no último dente sentia bem mais que isso. Bem feito por ter sido tão idiota e relapsa comigo mesma. Não me cuidei e agora perdi algo importante. E ainda não acabou.

Já disse que não sei ser doente. Isso em parte é por conta da minha personalidade mesmo, pois detesto dar trabalho.

Mas também é porque não tenho a quem dar trabalho. É isso mesmo.

Na hora de ajudar todo mundo sabe onde a Elaine está, mas se sou eu a precisar, e olhe que eu quase nunca preciso, aí já é outra conversa.

Nem marido, nem irmã, nem ninguém. Pedi à minha irmã que viesse me ajudar a terminar um trabalho urgente hoje e ela até veio, mas em menos de 2 horas foi embora.

Ela tem feito parte do trabalho, que é responsabilidade nossa, em casa por que eu fiquei com pena de que ela tentasse colocar o Luís Otávio tão pequeninho em creche; melhor espera mais uns meses, né? Estou me desdobrando, trabalhando dobrado, me virando. Mas especialmente hoje eu precisava de ajuda aqui. Tenho compromisso com a fábrica para a qual trabalho.

Trabalhei até às 9 horas: rosto inchado, dolorido e eu muito irritada. Isso que deveria ter feito repouso… aff.

Marido parece ter duas mãos esquerdas quando estou doente ou precisando dele. Veja bem, ele é maravilhoso mas não é perfeito. Eu também não sou. Mas há coisas que eu espero dele sim, e ele não corresponde. Ele é inteligente, não é cego e eu sou humana, caramba.

Liguei para minha mãe para contar dos acontecimentos e a resposta foi: “Ah, mas doer mesmo dói a minha coluna”. Gente, eu lá quero ou preciso ouvir pela enésima vez mais uma lamentação?

Na boa: sempre ouço na maior paciência, mando entregar os remédios dela, consolo, etc e tal mas hoje eu não estou a fim. Será que dava para me ouvir ao invés de se queixar?

Sei que esse papo tá amargo até dizer chega. Estou cansada, com dor, temendo uma noite insone pela frente, com serviço atrasado, e sobretudo estou muito irritada.

E chateada. Tem horas que ser apoio dos outros é uma merda, especialmente quando a gente não encontra apoio recíproco nas raras ocasiões em que de fato precisa…

Mas para não terminar assim, e assustar você, tenho de dizer que a Menininha não desgruda de mim um só momento. Até no banheiro ela me acompanha; só dorme se eu durmo, enquanto estou trabalhando ela está ao meu lado e enquanto digito ela aproveita para tirar um cochilo aos meus pés.

Tá. Desabafei.
Afinal este blog é também para isso.

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

45 comentários , comente também!

  1. Gostei do desabafo, porque te dá uma proximidade muito grande com os leitores, dá intimidade, e a gente se identifica em uma série de frases (marido com 2 mãos esquerdas, mãe que não ouve e só se lamenta, irmãos que não corresponde às expectativas).

    Lembra disso: não espera nada dos outros, não adianta. Se a gente se decepciona, é porque criou expectativas, como diz Shinyashiki em A Carícia Essencial.

    Que bom que foste relapsa com os dentes. Pior seria se tivesses sido com os exames preventivos do câncer: de mama, de colo de útero, de ovário. Uma vez por ano, temos que fazê-los, para não sermos pegas em estágios avançados destas doenças.

    Vais ficar boa logo, em 24 horas tudo vai ter passado, confia.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Elaine, imagino como deve ser difícil, mas vai passar. Dá um jeitinho e descansa, deixa que o mundo desabe, mas descansa porque ninguém é de ferro. Rá!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  3. Você não faz idéia do quento eu entendo você :(
    Tou na lama e acabei de acabar com o Vida.

    beijo e espero que Deus lhe dê forças e consolo nesse momento. Só Ele mesmo.

    beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  4. Querida...a dor sempre nos deixa mais frágil...
    Feche seus olhos e sinta-se abraçada...(pena eu não poder ajudar-lhe em nada útil)
    Bjos de luz...
    Adriana (Ata/SP)

    ResponderExcluir
  5. Elaine, sim, blog é também lugar de desabafo. E depois de perder 3 dentes vc pode reclamar , tá com crédito na casa. Desejo melhoras, cuide-se bem.

    ResponderExcluir
  6. Amiga,somos duas.
    As pessoas devem pensar que eu sou um ser de outro mundo,sem necessidades,sem carência,aqui tbm é uma merda.
    Mas quer saber,a culpa é nossa.
    Cheguei a essa conclusão depois de sofrer um bocado.
    Por isso que de uns tempos pra cá o negócio ficou assim:
    só me chama se estiver a beira da morte,se puder andar ou falar,chama o resgate.
    Saquinho cheio idem.
    Melhoras e descança.

    PS:apesar de eu estar parecendo um bicho,se eu morasse perto,te levava uma sopinha.

    ResponderExcluir
  7. Oi amiga, nossa que coisa hein.
    Olha infelismente a vida é assim mesmo, qdo os outros precisam somos cabide e qdo nós precisamos somos carniça.
    É isso mesmo.
    Se estivesse próxima de você com certeza iria lhe ajudar.
    Mas vou rezar por você para que consiga passar por está tempestade.
    Bjs e se cuida tá.

    ResponderExcluir
  8. Que chato hein Elaine, qdo vc precisou de alguém, virou de um lado, virou de outro e ninguém à vista, é a gente se decepciona, te entendo e muito pois vivo levando isso na minha vida, sempre estou pronta para ajudar, socorrer, qdo preciso e olho em volta está euzinha sozinha, mas um dia a gente aprende, ah... e como aprende.

    Fique com Deus, esse tenho certeza de que não te abandonará.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  9. Querida Elaine,
    Torço para que melhores logo, se cuida viu? Descanse, repouse, tente ficar bem, por você!
    Como sei da sua generosidade, logo logo estará cuidando de todos novamente, mas agora é o momento de cuidar de você!
    Que Deus te dê força e tranquilidade nesse momento.
    Mando o meu forte abraço de apoio.
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  10. É Elaine, ser forte não é fácil, mas passei para desejar muitas melhoras para você, e muita paciência tb, pq não é fácil, e eu sei que arrancar dente dói mesmo... Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Nossa amiga, parece um desabafo meu... rsrsrsrs Não tem muito tempo eu postei alguma coisa assim mesmo lá no meu cantinho, pq eu sei bem o que é isso. A gente "por pena", faz de tudo na hora que os outros precisam... se doa... e quando precisa (e olha que tb detesto precisar... sou resistente pacas a dor, detesto dar trabalho). Já dizia minha avó: "é só venha a nós, e ao vosso reino nada!!!"kkkkkkkkkkkkkk Foi só pra descontrair amiga! Não fica assim não... e quando quiser desabafar, estamos aqui para isso, ok?
    Bjs enorme, se cuida!

    ResponderExcluir
  12. Oi Lindona, é muito chato mesmo quando a gente dá e não recebe tb, né? Toda relação é mão dupla e não mão única, mas enfim... fique bem e se cuide pra ter uma ótima recuperação...beijinhos e tenha uma ótima noite de decanso.
    She

    ResponderExcluir
  13. Rosario tb no desabafo24 de junho de 2010 23:29

    Oi Elaine, sei perfeitamente o que está passando, compartilho com vc este sincero desabafo.
    Estou enfrentando uma dificil fase em meu tratamento. Os tumores tomaram um rumo bastante agressivo. Tb tenho marido legal, duas filhas bacanas. Mas, sofro uma solidão enorme em momentos muito delicado.
    do tipo: tá chorando de novo?
    Onde está a toalha de banho?
    Sabe se o "cara" vem arrumar o chuveiro?
    Sabe se tem frios na geladeira mãe?
    Tem momentos que custo acreditar o que está se passando...
    Parece que eles não moram nesta casa?!!Desculpe a emenda do desabafo.
    Um beijo no baby, na sua menina e um abraço longo e apertado para momentos delicados.

    ResponderExcluir
  14. Aff, bonita, acho que sei o que é isso.. E por mais que a gente seja quase de aço e indestrutível, temos nossos momentos de humanidade sim. O ruim de sermos do jeito que somos é que as pessoas esquecem que somos tão de carne e osso quanto elas.
    E, olha, papo sério: deixa tudo de lado e faz o repouso. Mas é sério mesmo, Elaine. Como falei antes, tirei dois dentes e não repousei adequadamente. Ganhei uma mega inflamação no local aberto. O rosto ficou deformado e doeu horrivelmente durante uns dois dias. Deixa o trabalho atrasar, briga com o marido se for preciso, sei la.. mas faz o tal do repouso e das compressas de agua gelada.
    Beijas e melhoras, querida.

    ResponderExcluir
  15. Oi Elaine,

    Sei que parece clichê - e talvez seja - mas amanhã é outro dia e eu espero que você amanheça melhor.

    De resto... que pena que as pessoas a sua volta só sabem receber e não doar.

    Melhoras :)

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  16. Elaine,

    Entendo perfeitamente. Não é que fazemos as coisas para os outros com segundas intenções, fazemos porque gostamos e porque achamos que os outros merecem. Porém, nós também queremos um apoio vez ou outra e esperamos daqueles que podem contar conosco, o que seria lógico era poder contar com eles também, mas isso não funciona assim. Sabe o que é mais estranho? Continuaremos, depois de precisar de ajuda e não ter retorno, a ajudar os outros, pois achamos que é nosso dever. Me fiz entender? Beijos e estou por aqui

    ResponderExcluir
  17. Desabafar faz parte..! ;)

    Melhoras pra você, viu?

    Bjos

    ResponderExcluir
  18. Elaine, entendo perfeitamente você. Sei como é isso.
    Se cuida.
    Beijão

    ResponderExcluir
  19. Pelo amor de Deus...03 dentes....a algum tempo tive que arrancar um...e Deus me livre...foi uma cirurgia mesmo...sem duvida....quase nem dava conta de me mexer...e eu sou como voçê,eu não sei ser servida,levanto e faço...até quando fiz minha cesariana eu não dei trabalho.
    Me da uma tristeza com o ser humano as vezes....o egoismo...isso lá e hora de faltar com a irmã,a filha ou a esposa????....depois não adianta....depois dessa vou até dormir...fiquei descrente.....
    (Não estou dizendo amiga que ninguém e ruim ou abominavel,mas as vezes da vontade de chamar de egoista dá...).
    Deusa
    vasinhos coloridos

    ResponderExcluir
  20. Entendo completamente o que vc diz... Ser apoio cansa demais, ser firme cansa também, especialmente quando estamos com dor, a dor irrita nos tira a paciência e o que as pessoas fazem??? Evaporam, o maximo que nos oferecem é a droga do silêncio ou suas próprias queixas... Aff...

    Mas, a dor vai passar logo, o trabalho vai ser concluido, vai ficar tudo bem...

    Cherinho... Fico na torcida por vc!!!

    ResponderExcluir
  21. Puxa, Elaine

    Um é terrível, tirar três, nem penso na dor.

    E esse teu pessoal aí que não acorda? Desabafar é muito bom. E a Menininha é como a minha Mila. Também fica aqui comigo direto. Elas sim são companheiras.
    Se cuida!

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  22. Oi, Elaine.

    Também não tive uma semana fácil.
    Para piorar amigos bem intencionados deixaram pior o que já estava ruim...
    Opa! Olha Eu aqui desabafando também - rsrsr!!!
    Amiga de Boas Palavras, blogs e mais ainda quando são nossos, são para isso também. Bem-vinda a "BlogTerapia". Vai fazer dois anos que a pratico e me faz e trás um Bem...

    Beijos mil!!!

    ResponderExcluir
  23. Não achei amargo o texto não, Elaine. foi bem sincero, o blog é para desabafar. E vc colocou uma situação que vc está enfrentando. E quem sabe dá até uma luz para quem tiver que enfrentar algo parecido: coragem e encarar o que tiver que encarar.

    Espero que vc se recupere logo. Dente é complicado...

    e realmente tem gente que em vez de notar que vc tá precisando de um apoio, atenção, aproveita pra soltar ainda mais problemas em cima de vc. Como se sua dor fosse pequena e sem importância e a do outro gigantesca e insuportável.

    Bjs... estimo as melhoras!

    ResponderExcluir
  24. Aff Sei exatamente como se sente!
    Que pena eu estar longe, senão lhe daria uma força, mas vc teria que aguentar um titico de 2 anos acompanhando, pois esse não me larga, mas tbem é super educado e quietinho! hehehe

    Beijos
    Joana Campos

    ResponderExcluir
  25. Garanto que depois do desabafo já começaste a melhorar.è assim mesmo... Tomara que estejas melhor e infelizmente, temos um caráter muito forte e assumimos muitas coisas.De repente, nós precisamos ser cuidadas e da´[i??? è isso mesmo! beijos,fica bem!Te cuida.... do jeito que der!!!beijos,chica

    ResponderExcluir
  26. Estou vendo que pelo menos aqui no blog você não tá sozinha... rs... tem um monte de gente te dando apoio... rs

    Mas olha! Eu te entendo de montão. Eu odeio ficar doente, que é quando percebo essas coisas e quando percebo que a única pessoa que me dá uma mãozinha é minha mãe, mesmo que ela diga o tempo todo que a vida dela é uma merda e que a coluna dela dói demais... rs

    Eu sempre tenho a impressão que quando ficamos doente as pessoas meio que dão um tempo longe... Claro que tenho alguns amigos que me ajudam nos momentos mais críticos, mas ficar doente por dias, significa mesmo ter que encara a barra sozinha e mesmo quando tava casada era assim...

    Tb estou passando mals pedaços com o lance da minha voz e agora estou naquela fase que todos assimilaram que é o tempo que vai resolver e simplesmente sumiram... Enfim, é do ser humano ser assim.

    Reclame bastante mesmo! Você está no seu direito e blog tb serve pra esses momentos.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  27. Oi Elaine

    Que bom que vc foi no dentista e já resolveu o problema.

    Confie que não vai doer,as vezes o pensamento concretiza certos medos, então o melhor a pensar é que com certeza nada vai doer.

    Chico Xavier tinha uma frase pregada na cabeceira da cama dele: "Isso também passa"
    Sei q é dificil mas tente pensar nesta frase e conseguirá aguentar a dor se acaso ela vier.

    As vezes nos mostramos ou passamos a imagem de pessoas fortes,guerreiras... e as pessoas só conseguem nos enxergar desta forma, como um porto forte e seguro.
    Isso faz as pessoas pensarem que somos de aço e que jamais precisamos de ajuda...Principalmente quando a pessoa(igual vc) que é sempre prestativa,que ta sempre a disposiçao p/ ajudar,aconselhar...
    Talvez seja isso que aconteceu e todos a sua volta seguiram suas vidas achando que vc é forte o bastante para aguentar e fazer tudo sozinha...

    É uma pena que nw podemos estar ai p/ te dar uma mão...Mas sinta o carinho de todos nós que estamos aqui comentando neste post, vc é uma pessoa muito especial, e espero que vc se recupere logo tá!

    Bjs com imenso carinho.

    ResponderExcluir
  28. Oi Linda! Sei bem o que é isso. Cuido da família desde meus 19, isso já tem mais de 21 anos. Me preocupo com todos e me desdobro por todos, há algumas semanas descobri que estava doente e nem sabia, sabe tipo achar normal sentir dores pelo corpo "de cansaço". Então posso imaginar o quanto tem sido dificil pra você. Beijos, fique com Deus.

    ResponderExcluir
  29. Falar de nós ,desabafar faz bem, alívia a alma.
    Não estranho pois comigo acontece a mesma coisa,força e pensa positivo.
    Beijinhos, e as tuas melhoras

    ResponderExcluir
  30. Olha, nessas horas em que realmente se pode ver muita coisa. Na hora em que precisamos. Eu te entendo e sou solidária com você, mas quanto mais irritada você ficar, vai ser pior para sua melhora. O negócio é assim, trate os outros, como eles te tratam.
    Beijo e se cuide

    ResponderExcluir
  31. Oie queridona. Tu desabafa tão bonito que nem nos assusta como parece. E sim. Eu te entendo bem. Chega uma hora ma cherie que tens que dizer não. Melhor! Aprender a dizer não. No início todos vão se sentir ofendidos e te xingar. Dizer que é egoísta, desumana, insensível, uma desocupada e coisa e tal. Mas logo eles esquecerão que um dia te exploram [e fazem isso sem maldade ou percepção. nós é que permitidos que adotem esse comportamento conosco] e acharam outro ombro, passando a ver somente a tua pessoa, de verdade. Porém, na verdade, se decidir permanecer com a mesma postura, apenas tente não esperar nada em troca das pessoas. É muito difícil amar, respeitar, acaraciar, dedicar, ceder e tudo mais sem pensar que um dia pode precisar do mesmo e buscar apoio nessas pessoas a quem estendeu a mão. Porém, não podemos contar com aquilo que fazemos para os outros. Todos nós temos limites e defeitos. Respeitá-los também é um ato de amor. Por mais que nos dôa, a nós, o "desleixe" ofertado.

    Estimo tuas melhoras queridona. Força na peruca, sempre. Tu és uma mulher de coragem, não se deixe abater por 3 dentinhos. Hehehehe. [Sorry! Não quero menosprezar a tua dor, só te incentivar]. Bola pra frente, que nem o Brasil [tá difícil de trazer o hexa...]. Beijo no teu coração guria.

    ResponderExcluir
  32. Oi Elaine,

    Muita força pra vc, tudo já está se resolvendo, vc mesma está se cuidando, isso é o que importa.

    "O que não te mata te deixa mais forte."

    Beijos e melhoras!! :)

    ResponderExcluir
  33. Ai Elaine...
    Tenho esse mesmo problema aqui em casa...tudo igual...qdo alguém daqui de casa fica doente, eu corro feito uma doida, mas qdo é comigo, nem uma água pra tomar uma aspirina me alcançam...é minha amiga, a gente é para todos e ninguém é para nós!!!
    Aquele que se diz meu marido tbem só tem as 2 mãos esquerdas, e cerébro nadica de nada!!

    Mas confia em Deus, tu sabe a pessoa generosa que és, logo logo, tudo vai ficar bem, e tu vai voltar a fazer tudo pra todos de novo, assim acontece comigo...afeee como a gente é boba né???

    Bjos no ♥

    ResponderExcluir
  34. Oi Elaine, como te entendo. Sempre fui pau pra toda obra na minha família. Quando tenho algum problema, escondo pra não preocupar ninguém, vou pro banheiro chorar pra ninguém vir. Parouuuuuuuuuuuu! Querida o desabafo é teu, e eu enbarcando nessa. Força, mas bota pra fora, grita pro mundo que você quer carinho, colo, mimo muito mimo.
    beijim.
    Melhoras miga.

    ResponderExcluir
  35. sabe,fiz a mesma coisa no meu blog ontem e hoje. Desabafei!
    Tem dias que não dá pra passar despercebido. A gente se irrita com algumas coisas e não dá pra ficar quieta.
    Espero que esteja bem.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Pela descrição, devem ser dentes cisos, que são difíceis de extrair, normalmente.
    Seu dentista deve ter receitado analgésico, para conseguir suportar a dor inicial, e gelo na região afetada (do lado de fora, é claro).

    Esses são os procedimentos "físicos". Já os afagos mentais, eu não transmitirei, pois iria piorar sua situação.
    A pior coisa que se faz, eu entendo assim, é insistir em falar sobre um assunto que deve ser colocado em stand by, em esquecimento; é chamar a pessoa de "coitadinha".

    Tenho quase certeza de que, enquanto ficava digitando seu "desabafo", mesmo falando sobre as extrações, você deve ter amenizado a sensação de dor.

    Resumindo tudo isso: quanto mais se pensa no problema, mais ele se agrava.

    Cuide apenas para não mastigar grandes bocados de alimentos, de forma a preservar a zona afetada.

    Estimo melhoras.

    ResponderExcluir
  37. Elaine, ingratidão dói demais!
    Aproveita o fim de semana e repouse. Extrair dentes não é pouca coisa, é preciso cuidado mesmo.
    Deite-se e deixe o mundo girar.
    Ele não vai parar, viu?
    Cuide de você!
    Beijo e bom repouso!

    ResponderExcluir
  38. desejo que voce melhore logo! a maoioria dos maridos "adoece" junto com a mulher.... tente descansar um pouco e logo voce estará em forma! um abraço sissi

    ResponderExcluir
  39. elaine querida..
    nossa, não entrei nos blogs estes dias por falta de tempo e não sabia de vc minha linda.
    é realmente é difícil pra uma pessoa precisar do outro e não ter apoio, marido é complicado, pois quando se trata de doença parece que eles viram débeis mentais..coitados...não dá mesmo pra contar com esses crianções, mas quanto ao resto, faça-me o favor!!!!
    sabe amiga eu digo sempre que quando chega a minha vez...PULA!!!
    PELO VISTO COM VC É IGUAL.
    MAS VC VAI SE RECUPERAR EM TODOS OS SENTIDOS E COM CERTESA DAR CONTA DO TRABALHO...
    MELHORAS A VC DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO...
    AH! TOMAR BASTANTE SORVETE AJUDA MUITO E SE FOR DE CHOCOLATE AINDA MELHORA O HUMOR...KKK
    VAI POR MIM.
    BJUIVOS NO SEU LINDO CORAÇÃO CHEIO DE CARINHOS PRA VC.
    FORÇA NA PERUCA MINHA QUERIDA E BOLA PRA FRENTE QUE "NÓS NÃO TEMOS TEMPO A PERDER COM LAMENTAÇÕES".

    ResponderExcluir
  40. Esses dias eu comentava com uma colega no trabalho, o quanto é difícil quando agente precisa, ter alguém que realmente se importe com nossos problemas e nos der a mão.

    Eu amo servir.
    Faço sem interesse, por prazer e amor mesmo.
    Mas até que, graças a Deus, quando preciso tenho recebido e quando não recebo espontâneamente, sou cara de pau eu grito por ajuda meeesmo. Faça isso também, "mais minino" tanto que você faz pelos os outros...


    Beijos
    Vai dar tudo certo. Eu acredito tanto nisso.

    Mah

    ResponderExcluir
  41. É bom desabafar Elaine...
    Qdo tenho dor de dente, eu tomo um remédio para cólica mestrual que passa a dor rapidinho, mas não deve servir para vc...
    Tem família que apoia sempre... e tem família que não apoia nunca!!!

    Bom fim de semana!!!

    bjão

    ResponderExcluir
  42. Minha querida com raras exceções todo homem calça 40 e toda familia só quer arrimo,mas tem lá seus momentos solidários. Só muda o endereço, podes crêr. Valeu seu desabafo,mas não brinca com dentes e cirurgia requer repouso como outra qualquer. Ainda bem que tem um anjo ao seu lado. Fica bem.

    ResponderExcluir
  43. Ei, querida, como vc está? melhorou? Não sei se vc comentou o assunto em outro post e eu não vi, rs... mas enfim, espero que esteja melhor! :)

    Bjs

    ResponderExcluir
  44. Pena que sua cadelinha também não tenha podido te ajudar. Pelo jeito ia ser só ela que ia te valer nessa hora difícil, né?

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…