A arte de correr na chuva

em 28 de junho de 2010

image Antes de eu te contar o quanto este livro é lindo veja a sinopse:

Enzo é um terrier que vive em Seattle com seu dono, Denny Swift, um piloto de corridas. Amigos inseparáveis, Enzo acompanha toda a trajetória de vida de Denny, desde sua luta para se tornar um piloto profissional bem-sucedido até seu encontro com Eve, o enlace de ambos e o nascimento da filha do casal.
Frustrado por não poder falar, uma vez que não é humano, Enzo costuma acompanhar todas as corridas de Fórmula I pela tv, bem como tudo o que se passa à sua volta, até o dia em que uma fatalidade muda definitivamente a vida de todos.
Enzo é um cão com alma humana, que aprendeu tudo o que sabe assistindo aos programas de televisão e prestando atenção às palavras e ações de seu dono. É crítico, tem a postura típica de quem sabe o que quer e enxerga os problemas com muita clareza. E, além disso, tem uma missão essencial: ajudar Denny a superar as tragédias que assolam sua vida.
Como todo fiel escudeiro, Enzo é obstinado, mas não insensível ao mundo que o rodeia. Sofre com a dor dos humanos com os quais convive, e com a sua própria, decorrente de problemas de saúde que foram comprometendo sua integridade física. Apesar de tudo, guarda em seu íntimo um grande desejo: nascer humano em uma próxima encarnação.
Se você sempre quis saber o que se passa na cabeça de seu cão, este romance comovente e inesquecível de Garth Stein oferece a resposta.

Comprei este livro há um tempinho, e gostei tanto que preciso contar para você!

Já no primeiro capítulo o autor mostra um Enzo velho e doente, sofrendo dores e dificuldades para se locomover. Mas ele é muito amado por Denny, que cuida dele com carinho e atenção. Claro que chorei o capitulo inteiro. E pensei: “Se continuar assim vou desidratar!”

Logo depois Enzo começa a contar sua história e a de Denny, desde o dia em que foi comprado na fazenda, passando por toda a vida de alegrias, tristezas, indignação e traições e sempre juntos, uma equipe.

Sim, quem narra a estória é Enzo. E ele é um narrador fabuloso! Você já se flagrou tentando saber o que seu animal de estimação pensa? Pois em A arte de correr na chuva você vai desvendar esse mistério!

Mas o livro não é apenas lágrimas. Em alguns momentos Enzo me fez rir, me emocionou e me divertiu demais!

Uma das partes mais tocantes é quando Eve, a esposa de Denny, está começando a apresentar os sintomas de um câncer no cérebro. Enzo sofre pois ele é o único que sente o cheiro da doença, e por ser cachorro não pode falar a ninguém.

“Para mim, é frustrante não conseguir falar. Sentir que tenho tanto a dizer, tantas maneiras de ajudar, mas que estou preso em uma caixa à prova de som, em uma cabine isolada a partir da qual posso ver e ouvir o que está acontecendo, mas é como se tivessem tirado meu microfone e não me deixassem sair. É o tipo de coisa que pode levar uma pessoa à loucura. Certamente levou muitos cães à loucura…

A relação de Enzo com Zoe, a filha de seu dono, é linda! Mais lágrimas….

Enzo assiste muita televisão. Especialmente os programas da National Geographic. Foi assim que ele compreendeu que na sua próxima encarnação ele será humano.
Convicções religiosas à parte, veja a fala onde ele expõe sua certeza:

"Na Mongólia, quando morre um cachorro, ele é enterrado no alto de uma montanha para que as pessoas não possam andar sobre seu túmulo. O mestre do cachorro sussurra no ouvido do cão o seu desejo que ele volte como homem na próxima vida. Então, o seu rabo é cortado e colocado debaixo da sua cabeça, e um pedaço de carne ou gordura é colocado em sua boca para sustentar sua alma em sua jornada; antes de reencarnar, a alma do cão é libertada para viajar pelo país, para correr pelas planícies do deserto durante o tempo que quiser.
Vi isso num programa do National Geographic Channel, por isso acredito que seja verdade. Nem todos os cães voltam como homens, eles dizem; só os que estão preparados.
Estou preparado.”

O livro todo é uma delícia mesmo que você não seja, como eu, um apaixonado por cães. Mas se for simpático aos peludos vai se derreter ainda mais!

A propósito, uma curiosidade:
Para compor o personagem de Denny o autor teve conversas com Viviane Senna. Ele pesquisou a vida de Ayrton e inspirou o seu personagem  no grande piloto brasileiro. Você certamente se lembra que correr na chuva era uma das muitas habilidades do Ayrton.

Só isso já vale a leitura, né?
barra40

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

28 comentários , comente também!

  1. Parece bem lindo, ainda mais pra nós que amamos animais né?
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha tá cheia de emoção!
    Adorei!
    Mas... eu fujo de livros q me fazem chorar... sou manteiga derretida DEMAIS!
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Puxa, deve ser legal mesmo.Fiquei com água na boca!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Elaine, já estou com vontade de ler (e certa que vou me afogar ou me "desidratar" como vc!!! kkkkk)
    Nossa, deve ser linda a história mesmo, de todos os ângulos possíveis!!!! Vou procurar!
    Valeu a dica (pra variar!!!rs)
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ai Elaine... adoro seus posts sabia?
    Eles tem cara de café da tarde e biscoitinhos com uma amiga... vc fala o que sente, mostra suas emoções.... é tão bom isso nesse mundo fútil de hoje né? As pessoas sempre agradando os outros... sempre sendo corretas....
    Já peguei esse livro "n" vezes na livraria, mas ainda não tive coragem de ler... qum sabe me animo agora....
    Beijinho,

    Ana

    ResponderExcluir
  6. Oi amiga, tem mais um selinho pra você!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Elaine, faz quase dois anos que eu li este livro. Chorei, ri, tive todos os sintomas do "livro bom". Chorei na parte, que ele é atropelado e o Denny não tinha dindim para pagar.....
    Enfim, é um livro ótimo, recomendo!!!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. Elaine,

    Nem me empolguei com esse livro porque ainda estou sobre o efeito do vampiro Jack, rsrs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, Elaine.
    Ando um pouco afastada né?!...
    Mas não esqueci de ninguém mesmo, e muito menos de você.
    Obrigada por seu convite e lembrança.
    Adorei a indicação do livro "Correndo sob a chuva", e vou tratar de adquirir um exemplar.
    Maravilhosa sua resenha, e ainda, todo o significa de "levanta sacode a poeira e dá volta por cima", que prá mim tem sido uma constante, e acredito para muitos também.
    Vir aqui é sempre muito gostoso e gratificante.
    Quanto ao blog da Ana, pode deixar que o que estiver ao meu alcance, terei o prazer de divulgá-lo.
    No mais, espero que você se recupere o mais rápido possível.
    Muitos beijos para ti cheinho de energias positivas.

    Regina Goulart

    ResponderExcluir
  10. Elaine,muito interessante o livro,principalmente pq fala a respeito de um Terrier,com alma humana,adorei...obrigada pela indicação.
    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Amigo,pela amostra da única imagem exposta do grande fotografo José Manuel Ballester,deverá ser uma exposição imperdível.
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Elaine, confesso que não é o tipo de livro que me atrai mas daria um bom filme.

    beijo e boa semana

    ResponderExcluir
  13. Ai, já estou morrendo de vontade de ler... e aposto que vou chorar, muitão... Amei a dica! Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Esse livro tá na cabeceira da cama da minha irmã há anos e até hoje eu só admirei a capa, nunca parei pra lê-lo. Não sabia bem da sinopse e muito menos que era inspirado no Senna! Dar vontade deu, mas tenho ainda uma pilha da faculdade pra comer, então ele provavelmente ficará pra bem depois. Sendo apaixonada por cães, acho que tenho grandes chances de gostar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Gostei da sinopse, a capa é uma fofura, valeu a dica Elaine.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  16. Já vi várias resenha sobre esse livro, mas nunca me animei mto de ler... sei lá, acho meio estranho um cachorro narrador! ;)

    Bjos!

    ResponderExcluir
  17. Elaine

    A começar pelo título parece mesmo genial. Lendo a sinopse então, fiquei imaginando a viagem que se faz nessa leitura.
    Muito interessante o assunto. Vou atrás de mais esse.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  18. Elaine, li este livro ano passado gostei muito.
    Também recomendo a leitura. E olha que eu nem tenho cachorros. Quem tem vai amar muito mais.

    Beijokas.

    :o)

    ResponderExcluir
  19. Fiquei aqui ansiosa por começar a ler. Do jeito que gosto de leitura, começo e só paro quando acabar...rsrsr

    ResponderExcluir
  20. Elaine

    já estou eu aqui imaginando eu lendo este livro e chorando rios de lágrimas e me desidratando igual vc!

    Histórias com animais me emocionam,sejam elas boas com final feliz ou triste.

    Antes de amar eu respeito os animais...Vou procurar esse livro aqui no Japão para ler...
    Obrigado por mais esta dica compartilhada!

    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Laine, tudo bem?

    Menina, só escuto coisas bos sobre esse livro e agora vc.

    Boa semana

    Bjao

    ResponderExcluir
  22. Adorei a Sinopse,e suas indicações são sempre boas. Algum tempo atrás você indicou o livro Preciosa, li e gostei muito. Agora será a vez desse.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Eu gosto de livros que me emocionam, que me fazem chorar e você falou sobre o livro de uma forma tão apaixonada que até eu que sou somente simpática aos peludos sei que vou me derreter.


    Beijos
    Mah

    ResponderExcluir
  24. Esse livro parace ser muito lindo mesmo...
    Mas haja coragem pra ler... livros de animais me deixam muito chorosa... depois de Marley... penso e repenso antes de me empolgar a ler qualquer livro ou assistir qualquer filme do gênero...
    Marley... vc lê o livro... assiste o filme uma vez... e chora... e chora...
    Da segunda... nem nos momentos felizes conseguia rir mais... só de pensar no fim... aff... não dá... rsrsrs...
    Meu livro de cabeceira atual é o último do Dan Brown... intrigante... sem tmepo para pensar muito... he, he...;)
    Bjkas

    ResponderExcluir
  25. elaine..
    já chorei com a resenha... socorro..
    os peludões são tudo na vida da gente, não me imagino sem minhas meninas e meu velhinho...
    como diz o comercial: cachorro é tudo de bom...
    curiosidade, sou tarada por filmes com cães e macacos...piro mesmo!!!
    adorei a dica.
    bjuivos no coração.

    ResponderExcluir
  26. Olá Elaine!
    Este livro é lindo mesmo, me acabei de chorar rsrs
    E quero parabenizá-la pelo seu blog, é muito bacana, viu?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Já li esse livro, é simplesmente maravilhoso, emocionante ao extremo, li duas vezes, a primeira eu praticamente engoli o livro, pois é tão bom que você não consegue mais parar de ler, na segunda, como já conhecia a estória, li com calma pra poder viajar na leitura, amei...

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…