Quase amor de mãe

em 28 de maio de 2010

PICT1383 Domingo passado, dia 23, meu sobrinho Luís Otávio foi batizado. Eu e meu irmão fomos os padrinhos. Coisa mais deliciosa não há. Fico devendo as fotos pois ficaram na câmera da irmã. Mas qualquer dia eu mostro…

Aquele menininho me ama, sabe? Ele olha pra mim já sorrindo, no começo um sorriso assim meio de lado, tipo monalisa, sabe? Depois chega à gargalhada quando faço cosquinha na costelinha dele, uma risadinha tão gostosa que meu coração fica cheio. Bem cheio.

Ele dorme na minha cama, já come a papinha que eu faço pra ele e ainda leva “marmita” pra comer quando não vem aqui em casa. Tem umas borboletas de cristal penduradas na porta da frente daqui decasa que são a paixão dele; só de ouvir eu chamar a Menininha ele já começa a bater os pezinhos e os bracinhos de tanto que gosta dela.

Imagem 001 E com ela tem um fato curioso: desde o começo da gravidez da minha irmã ela cheirava a barriga. Todo santo dia ela enfiava o focinho e dava aquelas fungadinhas leves. Depois que o Luís Otávio nasceu nunca mais ela fez isso de cheirar a barriga da Lisa. Mas se contorce toda de contente quando sente o neném chegando aqui em casa, e fica um tempão deitada perto do carrinho. E gosta de dar aquela fungadinha de leve perto do bebê. Parece que ela sabia que na barriga tinha neném, e que agora o neném está do lado de fora.

 

Sobre o bebê:

Esta semana ele está doente, tadinho do meu amorinho. Infecção de garganta e de pele que não cedem. Agora o pediatra está tratando com antibiótico. Mas na madrugada de quinta para sexta-feira ele teve de ser levado às pressas para o hospital pois a febre não baixava e ele vomitava sem parar. Minha irmã me ligava de hora em hora, e eles só sairam de lá perto das 4 da manhã.

Se você pudesse ver! Ele estava muito desidratado, e tentaram colocar soro nele mas a enfermeira não conseguia pegar a veia; ele está com as mãozinhas e os pezinhos furados, roxos. Dormi chorando ontem, e hoje ele passou o dia comigo. Chorei tanto ao ver as marcas roxas…

Mas ele já está reagindo ao antibiótico e a febre só voltou uma vez hoje, e mais fraca. Louvado seja Deus!

Sei que o amor que sinto por ele (e por meus outros sobrinhos, e também pelo meu afilhado Gustavo) não chega nem perto do amor de mãe.

Mas acredite em mim: é amor demais da conta! Hoje abracei ele bem forte e pedi a Deus, do fundo do meu coração, que a dor dele passasse para mim. Sou adulta, aguento qualquer coisa, e ele é tão pequenininho…

Pode ser tolice minha, mas ele saiu daqui bem melhor do que chegou…

Daria minha vida pela dele. Sem pestanejar.

amor

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

23 comentários , comente também!

  1. Passei rapidinho aqui pra te desejar um bom fim de semana Elaine.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Elaine

    Mãe não é só aquela que pariu o filho. Acho que já te disse isso num post perto do Dia das Mães.
    Eu tenho toda a certeza de que vc tem um amor maternal muito grande.

    Nem toda mãe ama tanto seus próprios filhos como vc ama seus sobrinhos. Seu amor é incondicional, transparente, elevado, sublime.

    Como não dizer que este amor não não é de mãe?

    Sem falar no carinho que vc tem por outras pessoas, na tentativa para que todos tenham uma vida melhor.

    Eu chorei ao ler a segunda parte do seu post. Isso que vc escreveu é PURO, é amor de MÃE, sim senhora. Ame-os cada vez mais, com toda a força do seu coração.
    Isso se chama compensação Divina.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Elaine! Espero que esse nenê fofo fique bom bem depressa (tenho certeza que vai!) Acho que amor é um sentimento que não pode ser medido mas, não só pelo teu post de hoje, como por todos que tens feito sobre ele, sinto que o amor que sentes pelo teu sobrinho é tão infinito quanto o de uma mãe. Ele é um felizardo por viver cercado de tanto amor, humano e animal. Beijos mil e nos dá notícias do Luís Otávio

    ResponderExcluir
  4. Amiga

    Entendo perfeitamente seu amor e preocupação por que quando meus sobrinhos eram pequenos eu também era assim.

    Esse amor faz muito bem, tenha certeza, crianças são para serem amadas.

    Bjs enormes

    ResponderExcluir
  5. Oi Laine, vim qui te abracar. A crianca comeca a reagir 24 horas depois que comecam a tomar o antibiótico. Fica calma que ele vai ficar bonzinho e te dar muitos sorrisos. Seu sentimento é lindo em querer trocar com ele de lugar, mas essas têm que acontecer para o corpinho dele também ficar resistente, entende? Assim como vc e eu ficamos fortes, ele tb vai conseguir. Tenha fé, que eu sei que vc tem bastante.

    Linda a tua cachorra e com esse chamego todo com o bebezinho.

    Bjao e depois nos dê notícias por aqui, tá bom?

    ResponderExcluir
  6. Oi Linda! E você duvida que o que sente é amor de mãe? Não gerou o Otávio, mas coração tem coisas que não dá pra explicar. Beijos, e muita saúde para o nosso menino!

    ResponderExcluir
  7. Daria sua pele sem pestanejar. Isso não é amor de mãe?

    Beijos vc é linda.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia, Elaine!

    Vim divulgar meu post de hoje.

    Aí, quando leio o teu post, me derreto. Lindo e amoroso, que texto! E olha que eu nem gosto de crianças humanas, só das crianças caninas, hahah.

    Consegui sentir a tua angústia porque relembre tudo o que passamos. Os 3 primeiros anos do Guga foram assim, com alergia respiratória, vômito, emergência pediátrica. Muito ruim. Depois acertamos com um tratamento e nunca mais teve nada!!!

    Gabi sempre os amou, desde o berço, e até hoje são grudados. Veja a foto dos 3 dormindo aqui:

    http://fernandareali.blogspot.com/2009/11/exercicios-praticos-para-treinamento-de.html


    Desejo tudo de bom para teu afilhado!

    ResponderExcluir
  9. Só vou dizer uma coisinha procê: Isso é amor demãe sim, pois mãe não é parir, cê sabe disso, né?

    beijos mil pros dois!!!

    ResponderExcluir
  10. Esse amor é grande mesmo.Eles são muito lindos(o bebê e a cachorrinha). E tomara ele fique logo bom!Sei muito bem o que é ver crianças doente.Ficamos um caco, não? E ao mesmo tempo, temos que ser fortes,pois precisam de nós!beijos,melhoras!chica

    ResponderExcluir
  11. Oi Elaine!
    Que post mais lindo! Ai criança não deveria ficar doente nunca, né? Dá uma peninha danada! Lindo o seu amor, o seu carinho, o seu cuidado, adorei o post! Melhoras pra ele! Ele é muito lindinho e gostosinho! Ah o o lance do cachorrinho, que loucura! Um barato! Com certeza ele sabia sim do neném na barriga... muito bom!
    Bjo, bjo e um excelente fds!
    She.

    ResponderExcluir
  12. Amor de tia também é enorme mesmo, eu sei, rs, de tia e madrinha então... Bjs! Ótimo fds!!

    ResponderExcluir
  13. oi tens um coração maior que o mundo um dom lindo emocionas com as tuas palavras que vem da alma minha linda as melhoras do seu sobrinho que cada vez esta mais grandalhão e borrachão e não é tolice não rezar mesmo que seja coisa tão insignificante de doença estou sempre pedindo a Deus que olhe para meu filho é uma doçura e tia cheia de ternura beijos na alma bom fim de semana

    ResponderExcluir
  14. "Hoje abracei ele bem forte e pedi a Deus, do fundo do meu coração, que a dor dele passasse para mim."

    "Daria minha vida pela dele. Sem pestanejar".


    Eliane, isso EH, amor de mae. Parir naum singifik nada, qntas fzem isso e jogam no lixo. Amor de mae eh esse, trok sua vida pela vida do seu filho.
    Eu sei pq tenho uma mae q faria isso por mim e vc naum sabe o qnto sou grato e o qnto podemos sentir esse amor incondicional sem q vcs precisem proferir uma soh palavra.

    Um final de semana abencoado pra vc "mae de alma".

    ResponderExcluir
  15. Não é seu filho biológico mas é de coração! É isso que importa!
    Bjssss e bom final de semana

    ResponderExcluir
  16. Vc é mãe de alma, que tem mto mais valor e sentimento que mãe que apenas coloca no mundo um ser.
    O post foi muito bonito.

    ResponderExcluir
  17. olá desejo de coração que o bebê já esteaj bem de saúde! que lindo o seu amor por ele! com certeza vc é um pouco mae dele também! e sua cachorrinha? então ela também sabe dividir o afeto a moda dela né? tenham um abençoado fim de semana! sissi

    ResponderExcluir
  18. Oi Elaine, tenho ceteza pelo que vc escreveu que existe um amor incondicional entre vcs,curta, aproveite e se beneficie deste sentimento de amor que emana entre vc e seu afilhado.Vc fez um post iluminado, belo!
    Bjs meus

    ResponderExcluir
  19. Elaine gostei muito do seu blog. 1) porque fala de fatos e 2) pq vc é cachorreira...rs...rs quero dizer gosta de cachorro... eu tenho uma viralata parecida com a sua.

    Olha, seu sobrinho vai ficar bem, eu sou tio também e sei como é triste ver eles tão pequenos sofrendo.

    Lembro do meu sobrinho quando nasceu, chorava a noite toda de cólica, eu ficava revezando com minha irma com ele no colo...

    Não vou nem falar que as enfermeiras foram "barbeiras" porque como podem deixar um bebe todo roxo... bem! Espero que ele esteja melhor!

    Valeu!

    ResponderExcluir
  20. Elaine, veja este meu post, vai entender como eu consegui a filomena.

    http://meu-pitaco.blogspot.com/2010/04/adotar-uma-alegria.html

    bjs e amanha vou ler o seu novo post que ja esta tarde.

    bjs

    ResponderExcluir
  21. Esse post me emocionou bastante, me fez lacrimejar. Nós mães biológicas ou não, entendemos bem a dor de quando um filho adoece.
    Nós, seus amigos aqui acompanhamos desde o nascimento do Luis Otávio e sentimentos também ver ele assim, mas ele já deve estar melhor, com fé em Deus.

    Beijos grandes...

    Mah

    ResponderExcluir
  22. Ai Elaine, estou com os olhos rasos d'água aqui, chorando mesmo...
    Sabe? Toda pessoa tem o seu anjo da guarda... E com certeza Deus escutou vc... A sua prece por ele, não ficou sem resposta...
    E Mãe não é só aquela que tem a barriga, mas aquela que cuida...
    Que tem amor...

    Boa Semana!!!

    bjão

    ResponderExcluir
  23. elaine querida..
    sei bem do que vc está falando, como dói na gente ver a dor deles e não poder fazer nada..
    amor é amor e mãe é um estado de graça, vc é mais mae do que muitas que eu conheço.vc é uma maezona querida.
    sabe que vc falou da menininha e eu me lembrei de minha sofia, uma fila que eu tinha, já desencarnada..ele dormia comigo e com o edsinho e passou a gravidez(minha) com a cabeça enfiada na minha barriga, quando a bhasinha foi internada cada vez que eu chegava com as roupinhas dela do hospital a sofia rolava no chão cheirando as roupas e chorando...ela emagreceu muito e quase morreu no tempo que minha filha ficou internada, dava pena de ver..
    com o amor deles é verdadeiro, né???
    chorei de saudades...
    um cheiro grande na menininha.
    bjuivos em seu coração.
    melhoras pro otávio ele ficará bom com a graça de NOSSO SENHOR JESUS CRISTO.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…