Como treinar seu dragão, ops, marido.

em 14 de maio de 2010

image
Eu tenho uma experiência de vida que quero compartilhar com você. É sobre casamento, maridos e sobre como nenhuma mulher deve ser empregada do homem com o qual venha a se casar. Senta que o papo é importante.

Casei com 23 anos, e marido tinha 21. Ele jamais havia lavado louça, varrido ou limpado casa. Eu sempre trabalhei e sempre disse a ele como eu via o casamento. Concordamos.

Mas na prática a teoria é outra. Logo na primeira semana de casamento eu coloquei macarrão para cozinhar e fui tomar banho. Do banheiro pedi: “Amor, mexe o macarrão pra mim?”, ao que ele respondeu: “Ah, meu Deus! Pra qual lado que mexe?”.

Ele foi muito bem criado, mas para um mundo que não existe mais: a mulher em casa cuidando do lar enquanto o marido ganha a vida lá fora. As coisas mudaram, e casamento é parceria. Mudanças foram se tornando necessárias. Os atritos vieram.

Tem uma estória que ilustra bem o quanto ele foi criado para outros tempos, ou para outra mulher:
A 1ª máquina de lavar que tive ganhei da minha sogra. Uma Consul de 10 quilos! Acontece que eu tinha apenas um tanquinho, e um belo dia ela veio de visita e o filho dela estava… lavando roupa enquanto eu trabalhava. Horror! Horror! “Meu filho! Lavando roupa? Tadinho do meu filho!” Ao que eu, muito calma e educadamente respondi: “E depois ainda vai passar que este fim de semana é dele”. Dois dias depois a máquina chegou. Ensinei ele a programar.

Mas com o tempo e muita persistência da minha parte ele aprendeu. Aqui em casa tudo é dividido: eu cozinho e a louça é dele; ambos lavamos roupa; ambos limpamos casa. Eu faço a minha parte e ele faz a dele. Ponto. A grana é nossa, sem divisão. Tudo o que ganho é ele quem administra pois eu quase não saio de casa. Prefiro assim pois detesto bancos e afins. Nos entendemos. A vida é boa.

Esta é a minha experiência de vida que quero compartilhar com você. Talvez passe por aqui alguma menina em vias de casar, ou uma recém casada… vai por mim: Ninguém aguenta tanta carga sozinha. E é no começo do casamento que se definem parâmetros.

No começo tudo são flores, mas anos de marido folgado enquanto você cumpre jornada tripla acabam com qualquer afeto.
Casamento precisa ser parceria, senão você um dia, morta de cansaço e cheia de coisas para limpar, arrumar e cozinhar, corre o risco de se pegar odiando dicunforça o seu marido.

Ninguém quer isso, nem você menina nem você menino. Felicidade só é “feliz” se ambos forem felizes. E onde tem um folgado é porque tem um sobrecarregado.

Né?
 2720294_3qr2P

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

43 comentários , comente também!

  1. Concordo em tudo com vc. Minha mãe nos criou fazendo de tudo. Eu e irmão tínhamos tarefas desde crianças. Ela dizia prá mim: vc pode ter 20 empregadas, mas se não souber fazer, não saberá mandar. E prá ele dizia que se um dia resolvesse morar sozinho, não dependeria de ninguém e se casasse poderia ajudar a esposa. Minha cunhada não sabia nem fritar ovo, filha única criada sem fazer nada e foi ele quem ensinou.
    Meu primeiro marido a única coisa qu efazia era tirar o lixo toda manhã, pode isso?
    Hoje já vemos os maridos participando mais da vida doméstica e acho muito legal, pois tem mesmo que dividir.

    beijão

    ResponderExcluir
  2. hum, eu que to perto de casar, amei as dicas rssss
    Beijos amiga.

    ResponderExcluir
  3. A sobrecarregada em casa sou eu, marido qdo vem pra casa(trabalha em outra cidade) não ajuda a fazer nenhum serviço doméstico e com isso a filha foi aprendendo com ele e tb folgou e eu tou deixando pra ver até onde vai essa folga(só que já cortei muitas coisinhas que ela gosta), não me ajuda, não têm.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. kkkkk
    Elaine, não há como fugir dos fatos. Adorei tuas atitudes. Decidida, mulher de fibra.
    Aqui também é tudo dividido. Se a empregada não vem, marido entra em desespero e diz: vamos comer fora?
    Se depender da mãe dele é tudo dividido também, mas lá. Coitado do sogro que cozinha, lava louça e tudo mais. Só que filhinho, ai, ai., que dó, trabalha tanto... Mas aqui também não tem moleza, não. Se não sabe, aprende. E o que não quer fazer, ajuda a pagar, eheh

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  5. Bela receita para um casamento feliz! E seu marido foi bem legal de aceitar tudo isso, quebrando seus "paradigmas" e fazendo as coisas pra te ajudar!
    Que seu casamento seja sempre muito feliz, e iluminado!
    Felicidades! beijinhos

    ResponderExcluir
  6. You're simply the Best
    Começou a brincadeira
    Começou a enquete, avise seus amigos (as), faça uma postagem direcionada para o Blog http://simplythebest01.blogspot.com ,e peça seu voto , não deixe de participar , pois os outros concorrentes farão a mesma coisa e assim alem de divulgar seu Blog você terá oportunidade de conhecer outros ,
    O Blog The Best fez um selo especial para ajuda-lo , va pegar o seu
    Boa sorte !

    ResponderExcluir
  7. ah sim, namoro há 11 anos e sei que isso jamais se compara ao casamento, mesmo pq ainda não moramos juntos...
    mas ele faz muita coisa, tipo... eu cozinho e ele lava a louça!
    ele troca o garrafão, e outras coisas mais... :D
    acho que se depender da divisão de tarefas... nosso casamento dará certo!

    ResponderExcluir
  8. Concordo plenamente e assino embaixo!
    Seu post me fez lembrar da 1ª semana de casada, fiz 1 peixe assado delicioso, e qnd sentamos para saborear meu excelentissimo marido olhou pro prato,olhou pra mim e disse:-Tem espinhos? é que eu não como peixe com espinhos!Minha mãe tirava os espinhos!

    kkkkkkkkkkkkkkkk Adivinha! Eu fui comendo e mostrando pra ele como tirava os espinhos, ele mesmo tirou os espinhos,comeu,aprendeu e melhor:NW MORREU por fazer isso.
    Aqui tbm é tudo feito em parceria, e somos felizes!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Elaine! Acrescentaria que a mulher, explorada pela tripla jornada, muitas vezes ainda vem a ser trocada por outra sob a brilhante "justificativa" de que "vive cansada, não se cuida mais, etc." Também já ouvi muitos maridos falarem, cheios de orgulho que "ajudam" as mulheres, como se todas as obrigações domésticas fossem delas e eles ainda fossem "bonzinhos" em colaborar em alguma coisa. Realmente, teu post é um ótimo alerta para as "novatas". Beijos mil

    ResponderExcluir
  10. Oi Elaine, muito legal essa história.
    Olha sou casada a 14 anos e um dia qdo falei ao marido pra ele lavar a cueca no chuveiro a casa caiu.
    Sim caiu rsrs, ele me disse: MINHA MÃE SEMPRE LAVOU MINHAS CUECAS E VOCÊ NÃO VAI LAVAR??
    Bem pra não aumentar a novela virei as costa e sai.
    Ele faz alguns trabalhos qdo quer e eu vou fazendo o meu.
    Quando reclama de alguma coisa eu mostro o caminho do pano e da vassoura rsrs.
    Tenho dois filhos homens, ainda são pqns mas já estou ensinando que precisam ajudar.
    Bjs e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  11. elaine, sempre leio o seu blog mas raro comento. no entanto hj preciso fazer isso, pois seu post realmente é de um "serviço de utilidade pública" inigualável. eu namoro há muitos anos, tenho previsão de me casar mas na devida conjuntura $$$ não dá. no entanto meu namorado é igual ao seu marido, a mãe faz tudo, apesar de ele ser querido e cabeça aberta, sempre me preocupo em como vai ser a fase de "adestramento", rs... sou otimista em relação a isso e seu relato me deixou mais ainda! valeu! bjos!

    ResponderExcluir
  12. Olá Elaine que Post original! gostei e vc falou a verdadeeeee!
    e já que me sinto íntima (ui! me empurra não!) vc trabalha com o quê (em casa) mesmo? tipo assim qual é sua profissão?

    Bjs

    Joana

    ResponderExcluir
  13. Que bom que vcs se entendem assim!
    Eu pretendo me casarem breve... e lá em casa será assim tbm, tudo dividido!!!
    ;)
    beijinhus!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. Concordo plenamente... sabe que antes de casar, tive uma conversa seríssima com meu marido (que era bem filhinho da mamãe)... e acertamos desde o começo que tudo seria feito em parceria, e nunca tivemos problemas... a minha sogra não suporta esse tipo de situação e eu não me dou bem com ela... mas hoje meu marido se vira muito bem, cozinha inclusive tão bem quanto eu... ah, e gosta!!
    Uma amiga me contou uma experiência... logo que ela se casou, chegou em casa e o marido estava assistindo jornal... ela se sentou ao seu lado e começou a folhear uma revista... quando ele perguntou do jantar, ela virou pra ele e perguntou se ele tinha trabalhado bastante, se estava cansado... ao que ele respondeu que sim as duas perguntas... e ela falou que ela também... também tinha trabalhado o dia todo, estava cansada... e se ele podia se sentar no sofá e ficar sem fazer nada, ela também poderia... nunca mais tiveram problemas, ele passou a ajudar sempre...rss
    Também acredito que o que falta é treinamento...rss

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  15. Meu marido, no início era exatamente como o seu. Não sabia nada.
    Hoje ele sabe, mas a preguiça dele é absurda!!!
    Sabe o que fiz?
    - Ok! Não quer limpar? Não quer arrumar! Ótimo! Eu também não quero! Ou vc paga alguém para vir fazer ou vamos morar num chiqueiro!

    Ele se assustou e topou. Hoje ele paga.
    Mas eu cobro, brigo, boto para fazer, igual a criança.rs

    bj

    ResponderExcluir
  16. Elaine.

    Puxa, será que cheguei primeiro? Ou não? Risos...

    Lá em casa, marido ajuda apenas quando peço, essa é a triste verdade, mas ele lava louça bem melhor que eu e se arrisca a passar camisas e lavar o banheiro.

    Eu realmente não reclamo, haja vista que nos dias que declaro "greve" ele nunca ficou contrariado pela falta da janta ou uma camiseta que está suja ou amassada. Vivemos felizes desse jeito.

    Bjs e ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  17. Muito bom seu post. Já comecei a rir pelo título xD

    Eu concordo plenamente com você. Eu tive sorte, pois meu marido cozinha muito bem (aprendeu com o pai) e sempre me ajuda. Agora que estou desempregada fica mais fácil pra mim, mas quando estava trabalhando, nós chegavamos exaustos da faculdade e enquanto eu tomava banho ele fazia a comida.

    No final de semana ele também me ajuda. E é o que minha mãe sempre falava antes de nos casarmos: Os dois vão trabalhar e estudar, vão chegar cansados e um vai ter que ajudar o outro.

    E por enquanto não temos problemas xD

    P.S.: Foi muito engraçada a parte do "pra que lado mexe o macarrão?" hehe

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Pois é , casei com um marido assim como o seu, a diferença é que o meu é indomável. E olha que já mudou muito, comigo não tem mamata não, só que ele prefere cozinhar a lavar a louça, então trocamos numa boa, mesmo eu também gostando de cozinhar, mas prefiro dividir a ter que fazer tudo sozinha.
    Mas a santa mãezinha dele põe até café na xícara e entrega na mãozinha do pobrezinho, eu critiquei ele, perguntei se não tinha vergonha e a resposta mais discarada que eu tive foi: Deixa ela, ela gosta de fazer isso, vou tirar o prazer dela? Eu caí na risada, mas deixei muito bem claro NUNCA espere uma atitude nem parecida de mim....
    bjs

    ResponderExcluir
  19. Adorei o texto amiga , eu fiz isso no meu casamento , e hoje ensino meu filhos o serviço de casa , para que ele possa se virar sozinho e ajudar com quem ele for morar
    bjs

    ResponderExcluir
  20. Elaine, obrigada pela sua visita. Ainda não fui mto clara nos meus motivos de ter sido lagarta, mas em suma, foi por causa da depressão, ao longo do blog contarei mais detalhadamente, ou farei um post so pra isso... (será trsite de chorar!) Comecei recentemente a me aventurar nesse mundo!!! Mas já tem algumas informações...beijinhos! continue passando lá!

    ResponderExcluir
  21. You're simply the Best
    Começou a brincadeira
    Começou a enquete, avise seus amigos (as), faça uma postagem direcionada para o Blog http://simplythebest01.blogspot.com ,e peça seu voto , não deixe de participar , pois os outros concorrentes farão a mesma coisa e assim alem de divulgar seu Blog você terá oportunidade de conhecer outros ,
    O Blog The Best fez um selo especial para ajuda-lo , va pegar o seu
    Boa sorte !

    ResponderExcluir
  22. Isso é exatamente o que acontece lá em casa, somos só eu e o maridão, é tudo dividido... nós dois trabalhamos e estudamos, e a divisão de tarefas nos ajuda bastante... aproveitamos pra passar mais tempo juntos, rsrs!!!

    Bjos
    http://aesperadoape.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Morri de ri ao ler o titulo do post, e amei ler seu texto, excelente presente a todas nós mulheres casadas, e as q estao a caminho do altar então, nem se fale!

    ResponderExcluir
  24. Hoje em dia não existe mais isso que mulher cuida da casa e homem do trabalho. Ambos trabalham fora e ambos moram no mesmo teto, por isso precisam se unir e cuidar junto de tudo. Estou ensinando desde já o meu filho a se virar sozinho e cuidar de suas próprias coisas. E coitado dele se não se organizar..rrss
    Conheço mulheres na minha família que até hoje fazem o prato do filho na hora do almoço/janta e fico abismada pois são 2 garotões de 24 e 25 anos.
    Coitadas as suas esposas!! rrss
    Beijos e uma linda semana p/você!!

    ResponderExcluir
  25. eu também penso que tudo tem que ser dividido tenho filhos e desde já ensino eles os serviços de casa! meu marido muito me ajuda também, adoro seu blog! tenha um abençaodo fim de semana

    ResponderExcluir
  26. Oi Elaine,

    Vá entender essa raça... Ontem brigou comigo e falou que ia embora para a casa da mãe... Depois voltou e dormiu aqui em casa...
    E nós é que somos complicadas?
    JAMAIS!!! JAMAIS, um homem vai mandar em mim!!!

    bjão

    P.S.: Vc viu o assunto do Globo Reporter de hj? Sobre os animais?

    ResponderExcluir
  27. Realmente é um texto muito útil. E realmente que todas têm a sua razao. Lendo até parece fácil. Quando o marido fecha os ouvidos, vira a cara ao assunto... o que se faz? Muda-se de marido? Quais sao as dicas para realmente levar a mudar quem está muito bem acomodado na sua situacao!? Um abraco.

    ResponderExcluir
  28. Voltei para te dizer, que te indiquei para responder a um meme!!!
    Sinta-se a vontade para recusar...
    bjo

    ResponderExcluir
  29. Olá... vim elogiar seu post, e assinar embaixo.
    Estou em um namoro, de quase 1 ano, e quando meu "namorido" passa uns dias aqui em casa, já dividi tarefas... já que no inicio detectei esse lado abusado do ser humano nele..rs
    Tipo, assiste tv... senta na mesa ( no começo queria comer na sala com o prato na mao, cortei!) come, e volta a ver tv.. tipo, quem lava a louça?

    Não era maldade, era falta de noção, mas umas conversas, umas carinhas feias (inevitáveis)resolveram tudo.
    E paz no lar!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  30. Ah, esqueci!
    Do dinheiro quem cuidará sou eu...hehehe
    Tudo combinado já!
    +bjs.

    ResponderExcluir
  31. Eu não sou casada,mas devido a todos esses motivos citados acima,justamente hoje minha irmã está se separando do marido.
    Só que a burra,jumenta está saindo da casa que pertence a ela pra deixar o marido lá. EU não sei o que se passa naquela cabeça.
    Mas até acho que é por que ela não gosta mais dele e agora que arrumou um emprego, a única coisa que ela quer é ser livre novamente.
    Bom final de semana pra você!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Ótimo post, bem útil. Concordo com tudo, pois um relacionamento equilibrado requer doação dos dois lados, sejam casados, namorados, amigos, room mates. Conviver é difícil, então vamos facilitar um pouquinho de cada lado. Gentileza gera gentileza, né?
    Bjs

    ResponderExcluir
  33. Eu como noiva simplesmente amei esse post, e sempre pensei assim (o Ivo sabe) que tem que ser tudo dividido mesmo, não há pessoa que aguente fazr tudo sozinha... Bjs e bom fds, flor!

    ResponderExcluir
  34. Pelos comentarios q li aki, a real eh q a culpa do machismo vem de vcs msm, mulheres, q akbam edukndo os filhos assim. Dpois fik msm complikdo, naum sabem q estaum prejudikndo os proprios filhos q, msm se naum qserem ksar, teraum q um dia morar sozinhos a aprender a se virar? E dai?
    Acho q seria bom fzer um post de conselhos as maes tbm Elaine. Pq tudo comeca no berco.
    Bjos e otimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  35. Parabéns por sua sabedoria no início do casamento, a sábia constrói a louca destrói. Fui louca quando me casei, pensei que seria capaz de aguentar a carga sozinha, ninguém aguenta, já mudou alguma coisa, mas no começo fiz tudo errado e se no começo agente não define os parâmetros, depois fica muito muito mais difícil.

    Beijinhos
    Mah

    ResponderExcluir
  36. Rsrsrs. Gostei dessa frase: "onde tem um folgado é porque tem um sobrecarregado". Minha mãe também pensa assim, que tudo tem que ser dividido. Ela já tem 17 anos de casada e até hoje deu certo. Quantos anos você tem de casada?

    ResponderExcluir
  37. Adorei seu texto, tonta da mulher que aceita ser Amélia, aqui tudo é divido, até meu filho de 15 anos entra nessa divisão, pois lei Aurea foi assina a mais de 100 anos...rs
    Bjos

    ResponderExcluir
  38. aqui em casa é assim: de segunda a sexta, é responsabilidade minha: limpeza, pia, comida, roupas. mas no final de semana levo vida de paxá!!!! ô delícia! passo sábado e domingo sentada no sofá dando ordens rsrsrsrsrs

    e o dindim fica comigo porque eu que controlo as contas da casa. e perco a oportunidade de trapacear. eu digo: "bem, preciso de tanto pra pagar as contas". mas peço o valor certinho. da próxima vez vou incluir o valor de um vestido novo rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  39. Concordo em tudo, mas aqui em casa não é bem assim...
    Sou casada há 9 meses, e sempre soube que meu marido não cozinhava, ou melhor, nem gosta de entrar na cozinha. Ele ajuda em tudo, arruma casa, lava roupa, tira poeira, muito de vez em quando lava louças...
    Tento de todas as formas fazer com que ele faça algo pra gente comer, mas não rola.. O que fazer?
    Não quero entrar em atrito por conta disso.. Vou vivendo sempre com esperanças, quem sabe um dia né?!

    Adoro seu blog

    Bjs

    ResponderExcluir
  40. Texto muito bom! Tenho 2 anos de casada e, desde o ínicio, as coisas foram divididas assim: quem cozinha, não lava a louça!, o último a sair da cama deve arruma-la, quem separa a roupa para lavar não estende (mas quem sempre estende mesmo aqui em casa é o marido), quem tomou banho da uma olhada para ver o resultado, alagou? seca!, etc É uma lista de regras que está dando certo... Mas ainda existe aquele olhar... faça isso vc, é seu papel, de MULHER! Mas é acontecer pra eu sentar e conversar, conversar, conversar, infinitamente eu vou conversar e tentar mostrar o real significado das palavras parceria, individualidade, responsabilidade, cuidado... Acho que estamos no caminho certo.

    ResponderExcluir
  41. Aqui em casa sempr foi assim, tudo dividido nas tarefas da casa. Mesmo os dois trabalhando fora. Grana sempre foi conta conjunta. É necessário amor e comprensão para tudo dar certo. Muito legal, né?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  42. Concordo com tudo, meu esposo prefere que eu fique em casa e cuide dos filhos e das minhas tarefas.
    Veja...ele não me proíbe (e ele que tentasse)e nem se acharia diminuído acaso eu tivesse participação no sustento da casa, mas ele diz uma coisa que eu respeito:"o teu trabalho nas tarefas da casa, a educação dos filhos, as tarefas paralelas como: enfrentar fila de banco,reunião escolar,mercado, etc,já são muito pesadas, eu não queria estar no seu lugar e acho que é digno você ficar em casa e eu trazer o sustento, isso é companheirismo, não me importo de te sustentar, você já faz muito e eu admiro seu trabalho", no começo eu quis confrontá-lo mas eu entendi que para ele chegar em casa com o dinheiro do pagamento e dar tudo na minha mão e dizer" você sabe o que fazer" é uma questão de orgulho para ele, então eu respeito e teno fazer o máximo possível para retribuir essa confiança, e mesmo assim, quando ele percebe que estou meio atarefada ele mesmo vai lavando uma louça, batendo uma roupa, enfim , me ajuda mesmo! Tenho muito orgulho dele e vivemos muito bem, repeitando um ao outro e concordando desde começo do casamento.
    Lindo post Elaine, Deus te abençoe, beijos!

    ResponderExcluir
  43. Olá Eleane, se não for assim não têm jeito mesmo, eu também já tive junta não casada, ele era o menino da mamy, não sabia nem lavar um prato como você disse no inicio era uma mar de rosas depois veio o caos, ele melhorou mas pouco, essa foi uma das razões da separação.
    As divisões têm de ser mesmo separadas. Apoiado e assino em baixo.
    Beijinhos
    Alexandra Melo

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…