Se sou fiel no pouco…

em 29 de março de 2010

image

Esses dias eu recebi um email e sem querer acabei deletando o bichinho. Pena, pois queria postar aqui. Ele dizia que a gente reclama dos políticos mas em escala menor somos iguaizinhos. Concordei.

A gente acha normal ir ao supermercado ou à feira e roubar uma uva para provar. Acha certo estacionar em vaga reservada para idoso ou deficiente. Fura fila de banco, ou pede ao amigo para pagar aquele boleto já que ele está beemm mais à frente na tal fila. Acha que não é roubo levar uma caneta, um clipe, ou o que quer que seja, da empresa onde trabalha. Acha correto enrolar o serviço na sexta-feira depois do almoço. Acha que é correto enganar o motorista do ônibus sobre a idade da criança para que ela não pague passagem. Acha certo e esperto mentir que está doente para ficar em casa descansando. Paga por atestados médicos quando perde a hora do trabalho e não quer perder o dia…

A lista é enorme e com certeza a gente se identifica com alguns itens. Infelizmente.

Daí que não dá para ficar reclamando que o presidente, o deputado, o prefeito, e sei lá mais quem é ladrão e desonesto.

No fundo, no fundo, ficamos emputecidos porque nos reconhecemos neles…

Não é que eu seja certinha, longe disso. Mas uma coisa eu posso dizer: fico constrangida e sinto vergonha alheia se vejo gente furar fila. Já esperei por um ônibus 1 hora para devolver 1 real que veio a mais de troco. Já tive descontos enormes na folha de pagamento por faltar ao trabalho e falar a verdade: dormi. Jamais fiquei desempregada pois nunca roubei o patrão enrolando o serviço.

E isso não é mérito meu, não. É que eu sempre tentei viver na prática um ensinamento muito simples de Jesus:

Aquilo que quereis que os homens vos façam, fazei vós a eles.

E não é nas coisas grandes, não. Começa é nas pequenas, na uva do supermercado…

E para inspirar seu dia clique e ouça a canção linda, de uma das bandas católicas que eu mais gosto:

Que o Deus das promessas possa te abençoar imensamente neste dia!

06

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

28 comentários , comente também!

  1. concordo com vc.todo mundo diz é só um pouquinho não tem importancia.furar fila acho a pior coisa a fazer.. fico muito brava quando sou passada para tras. mas te confesso uva eu pego sim.. não resisto.. meu pecado.. confesso.. linda noite para vc..beijão

    ResponderExcluir
  2. Amiga, tb penso assim como vc.
    O importante é sermos fieis, a tudo, todos e principais a nos mesmos. Só assim receberemos de volta a fidelidade.
    Mas, mais importante que ser fiel, pra mim é ser leal.
    Uma linda semana pra ti, beijos.

    ResponderExcluir
  3. acho que li algo assim por esses dias... mas não lembro se foi email também.

    então... concordo... a honestidade começa em nós, porque assim influenciamos a quem nos cerca, nossa família e nossos filhos.

    Muitos produtos ganham o mercado por causa da propaganda "boca-a-boca"... e ainda assim o produto tem um custo... quanto mais a honestidade... que conseguimos praticar de graça...

    ResponderExcluir
  4. Elaine, vc falou tudo q estava embuchado na minha garganta. Isso me dá nos nervos, e o pior, se desculpam dizendo q agiram na inocência. Tudo bem, dos males não é o pior, mas depois não reclamem.

    Tbm penso e procuro fazer minha parte como vc, e não foram poucas as vezes que me chamaram "A politicamente correta". Não sou perfeita, mas como exigir lealdade dos outros se nós mesmos deixarmos passar o q reprovamos?

    Haja paciência...

    Bjos na alma, querida!

    ResponderExcluir
  5. Todos querem tirar a sua casquinha,achando que pequenos gestos nemfarão diferença.Grande engano! Lindo texto e reflexão!beijos, boa noite,chica

    ResponderExcluir
  6. Isso que é triste. A corrupção ocorre não só no poder, mas no cidadão comum. Dai vão dizer: são pequenos delitos, pequenas coisas. Pequenas, mas condizentes com o tipo de vida que leva cada cidadão. É corrupção no meio que vive, burlar regras, tirar "vantagem". Que vantagem, eu me pergunto.

    Para muitos, a sujeira grande é sujeira, mas a pequena é permissível. Triste visão de mundo.

    EXCELENTE POST!

    ResponderExcluir
  7. elaine querida..
    vc tem toda a razão, que nunca fez algo assim ou parecido que atire a primeira pedra..
    eu não sou certinha, mas tento errar o mínimo...
    acho que todos devemos refletir sobre isso e tentar modificar alguns maus habitos, né???
    amei o post.
    bjuivos no coração.
    boa noite linda.

    ResponderExcluir
  8. Ninguém é perfeito, todos temos falhas e cometemos errose nem que seja em pensamento.
    Nunca furei fila, nem enrolei no serviço pois gosto de ser prestativa e ajudar.
    Agora quando vou ao sacolão ou á feira eu peço para provar as uvas ou outra fruta antes de comprar, e sempre me deixam provar sem problemas, pois não adianta nada querer agir de má fé.
    Existe um olho que tudo sabe e tudo vê.
    Foi assim que aprendí desde criança.
    Tenha um semana especial.
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Pois e amiga disser que concordo com voce e pouco , eu assino em baixo
    maravilhoso texto
    parabéns
    bjs

    ResponderExcluir
  10. kkkk Verdade amiga,qual de nós,nunca roubou uma uva no supermercado? É com pequenos gestos,que se revela um grande homem
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eliane, eu também recebi esse email no ano passado e é a mais pura verdade e já discuti isso tb com muita gente que me acha muito certinha. Nao sou, tb pulo a cerca em muita coisa, mas se meu coracao gritar mais alto e me disser: Epa Georgia onde está a diferenca? Ai, penso no que ando fazendo.

    Desde que li um livro chamado: O que faria Jesus em seus passos?

    Nao sei se vc conhece, mas é maravilhoso. Pois, ele nos leva a fazermos essa pergunta todos os dias e ai o espírito Santo de Deus fala mesmo naquilo que precisamos mudar e nos podar.

    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  12. Elaine, concordo com você. è claro que não sou certinha e de vez em quando acabo deslizando, mas tento sempre fazer o melhor, nunca tento me "dar bem" as custas de outra pessoa e tento passar isso aos meus filhos.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Sabe Elaine! Para Deus não existe pequeno ou grande pecado! Para ele pecado é pecado e concordo com você sim, pois diariamente cometemos erros que muitas vezes passam até despercebidos por todos nós, principalmente se tratando de filas de bancos e mentirinhas pro "chefe" só pra não levar desconto no salário. Achamos isso normal, mas isso não é correto mesmo e temos que admitir que somos errados mesmo.
    Acho que o exemplo de boa conduta para nossos filhos deve sempre prevalecer, mesmo que sejamos prejudicados e afetados, mas o que é certo é certo!!
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  14. não é roubo pegar uma uva pra ver se gosta pra comprar. é roubo pegar várias sem a mínima intenção de comprar. eu penso dessa forma tb. falamos muito do governo, mas muita gente pega folhas de sulfite e canetas pra lista de escola do filho, q dirá qd é de alguma instituição pública e o controle é menor. eu nunca achei normal. meu pai sempre dizia q não devíamos levar uma única borracha do trabalho. falava q não gostava qd via outros funcionários públicos levando objetos. eu fui criada dessa forma. e sempre fui criada para respeitar aos mais velhos. eles sempre têm prioridades, muito antes de começar a conscientização dos direitos deles. concordo com vc, não sou certinha, mas se quero ser respeitada, eu tenho q respeitar. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  15. Não faço para os outros o que não gostaria que fizessem para mim, nunca furei fila, não espremento nada num supermercado, meu filho diz que sou muito certa.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  16. Elaine, vou ser muito sincera com vc, sempre te imaginei exatamente assim...

    A Mitti e a Lici, deram um tempo da blogosfera, as duas estao afastadas...mas não foi problemas aqui não, foi pessoal mesmo!

    Falo sempre com a Mitti por msn, orkut e e mail, ela tá linda, bem, loura e magra..rsrsr
    A Lici, falei poucas vezes..ultima vez foi no dia das mulheres q mandei uma mensagem pra ela e ela me respondeu por e mail!!!

    ResponderExcluir
  17. lindo texto! uma pena que a honestidade ande tão em baixa! uma vez devolvi um troco me foi dado a mais e a caixa ficou surpresa! falei prá ela q eu não ficaria em paz se não fizesse isso, mas é fazendo nossa parte que as coisas vão melhorar! um abraço e um bom dia

    ResponderExcluir
  18. lindo texto minha querida amiga
    essa é a mais pura e a coisa que mais acontecesse o engano das pessoas a falta de consideração para aquilo que lutamos tudo isso irrita o máximo o astral de qualquer um minha querida uma doce semana beijinhos fica bem

    ResponderExcluir
  19. uM BELO E LINDO TEXTO. FAZ COM QUE NUNCA ESQUEÇAMOS. SER EDUCADO, GENTIL, É UMA DE NOSSAS QUALIDADES.
    TODOS ESTÃO AQUI PARA SEREM RESPEITADOS. ERRAR É HUMANO. PERDAR TAMBÉM.. SABER O SEU LUGAR MAIS AINDA.

    COMO DIZ O DITADO: NUNCA FAÇA PARA O OUTRO O QUE NÃO QUEREMOS PARA NÓS.
    CARINHOSAMENTE,
    SANDRA

    ResponderExcluir
  20. Concordo total!!! Tive certeza disso na última reunião de condomínio que fui. É uma mini Brasília!!! Afe!

    Flor, eu tinha sumido geral da blogosfera....mil coisas aconteceram, mas eu to de volta, viu?

    ResponderExcluir
  21. Aff, pura realidade né.
    Vamos acordar e errar menos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. ah não! ah não! eu não estaciono em vaga pra deficiente e idoso não! e nem furo fila de banco kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  23. Vixe! Me identifiquei em "alguns" pontos...Mais não desisto de mim não, porém de políticos eu ja desisti.


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  24. Concordo contigo,
    a desonestidade já virou pandemia.
    Sempre tem alguém querendo tirar vantagem de alguma forma, e fazem de tudo para conseguir este feito.
    Linda tua mensagem, amei.
    Doce beijo...

    ResponderExcluir
  25. Concordo plenamente, Elaine! Não que eu seja perfeita e não faça nenhumazinha dessas coisas que você citou (ou qualquer outra que seja errada). Erramos, claro, mas temos que nos esforçar pra fazer o que é certo. Já tive uma boa discussão com a minha mãe por causa de gato em conta de luz. Não interessa se quando a gente se mudou pra casa ele já existia, não quero roubar energia de ninguém e pronto! Aos olhos de Deus, isso é tão errado quanto desviar milhões de reais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Elaine,

    é incrivel como tu escreve bem, como nos prende a cada linha, eu fico tentando fugir do restante do texto e qd vejo..lá to eu indo até o final. quanto talento dentro de casa....eu amo e me identifico cada dia mais com teus textos. procuro participar dos teus blogs e de tudo que me vem por email pq realmente são interessantes. queria que meu dia tivesse mais de 24 hs pra ter mais tempo de ficar só clicando em teus blogs. mas em relação a este texto, te digo que aqui em casa sou chamda de certinha pq primo pela honestidedade nas pequenas atitudes, desde da palavra até a material. e amei ler que isso é o que falta de verdade, cheguei a pensar que eu estava fora de moda e que ser honesta nos tornava pessoas chatas e metidas a certinhas e não simplesmente pessoas que querem tratar as situações como gostaria de ser tratada...com honestidade e lealdade.

    bjks

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…