Versinho de desabafinho

em 4 de fevereiro de 2010


Eu faço versos como quem chora
De desalento... de desencanto...
Fecha o meu livro, se por agora
Não tens motivo nenhum de pranto.
Meu verso é sangue.
Volúpia ardente...
Tristeza esparsa... remorso vão...
Dói-me nas veias.
Amargo e quente,
Cai, gota a gota, do coração.
E nestes versos de angústia rouca
Assim dos lábios a vida corre,
Deixando um acre sabor na boca.
- Eu faço versos como quem morre.
Manoel Bandeira

user


“Não te abras com teu amigo
Que ele um outro amigo tem.
E o amigo do teu amigo
Possui amigos também…”
Mário Quintana – Espelho Mágico
Porque tem dias em que a poesia diz tudo o que eu quero dizer…

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

15 comentários , comente também!

  1. Esse pequeno trecho do Mário...foi tudo. Adorei.


    abraços

    Hugo

    ResponderExcluir
  2. -Eu faço versos como quem morre.
    Manoel Bandeira mim copiou aff rsrs

    Sobre o segundo desabafinho:
    Se temos algum segredo, nao devemos confiar a nenhum amigo mesmo. Até nós próprios devemos fingir não saber-lo.

    P.S
    Ah maravilha, vc voltou a essa janela de comentários. Muito melhor eu acho.

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Elaine! Adoro Quintana; era um sábio(e continuará sempre sendo, pois poetas são eternos). Alguns acham que era muito amargo ou descrente; eu digo que era realista. Eu acho que, se há algo que não queremos de forma alguma que se espalhe, devemos esconder da nossa própria sombra. Como bem disse Quintana, uma "corrente de amizade" pode tomar proporções gigantescas, sem contar que, ao longo do caminho, ocorrem as deturpações. Espero que tenhas um lindo dia. Beijos mil

    ResponderExcluir
  4. Estes versos do Manoel Bandeira tenho memorizado e vez ou outra, eles veem à tona! Minha mãe recitava muito quando eu era criança.

    Agora, Quintana!! Que paulada! (rs*) não conhecia!!

    Beijus,

    ResponderExcluir
  5. Poesia é o espelho da alma!!!

    São lindos estes versos!!
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Oi Elaine,

    Como já deu para perceber adoro poesia! E Bandeira e Quintana arrasam sempre.
    Uma vez meu irmão, Geraldo, montou um recital de poesias com alguns amigos, uma delas era essa do M.B. e a nossa amiga que recitou colocou toda a alma na interpretação, ficou lindo demais.
    Vc me fez lembrar esses bons tempos, valeu!

    Beijos e ótimo fim de semana :)

    ResponderExcluir
  7. Esses versinhos são grandes e reflexivos poemas!Maravilhosos,Elaine!Parabéns pela postagem!Bjs,

    ResponderExcluir
  8. Como diria Fernando Sabino, 'no final dá tudo certo!'

    ResponderExcluir
  9. Lindos versos.
    Vim lhe desejar um bom final de semana.
    BJS

    ResponderExcluir
  10. Elaine
    O poeta e o sábio sabe traduzir em palavras os nossos sentimentos.

    O Mário Quintana tem razão no diz, mas mesmo assim prefiro acreditar que posso confiar em um amigo.
    Recebi essa missão e fui fiel, guardei o segredo, em mais de uma vez!
    bjs e um grande e acomchegante abraço

    ResponderExcluir
  11. Adoro versos e poesias, me encantam e dizem tudo...
    Tenha um maravilhoso final de semana abençoado por Deus.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Elaine, é incrível como algumas vezes o q vc escreve parece que foi só para mim... sei que é até meio egoísta, pq percebo claramente em seu post o quanto vc está se sentindo traída por alguém... mas é que a primeira poesia foi escrita para mim, só pode ser...

    ResponderExcluir
  13. muito lindo poema apesar de não conhecer muito bem o autor amei muto lindo beijos

    ResponderExcluir
  14. ELAINE..
    realmente a poesia fala por sí..
    amo Bandeira e Quintana nem digo nada sou completamente apaixonada por ele, tão gracioso e sagaz em seus pensamentos..
    lindo!!!!
    como seria boa a vida se a ganhassemos escrevendo poesia, não é???
    bjuivos no coração.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…