Quantas pessoas são necessárias para mudar o mundo?

em 27 de fevereiro de 2010

A Andréia, do blog Devaneios do Cotidiano está completando seu 1º aniversário e propôs uma blogagem coletiva para marcar a data. Como ela é uma querida que sempre me prestigia nas minhas invenções eu não poderia ficar de fora. Então, segue meu texto:
image
Há uma parábola muito interessante que eu quero compartilhar com você:
Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.
Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.

Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:
- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !!
A galinha disse:
- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.
O rato foi até o porco e disse:
- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira !
- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. Será lembrado nas minhas orações.
O rato dirigiu-se à vaca. E ela lhe disse:
- O que ? Uma ratoeira ? Por acaso estou em perigo? Acho que não !
Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.
A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego.
No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher... O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital.
Ela voltou com febre.

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.
Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.
A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral.
O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Moral da História:
Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco.
O problema de um é problema de todos!

Quando li esta parábola pensei imediatamente sobre as ações individuais que fazem efeito, seja positivo ou negativo, no mundo. Sei que nesta blogagem muitas pessoas falarão de coisas práticas, e isso é mesmo fundamental e importante.

Mas eu quero abordar um outro ponto sobre mudar o mundo à minha volta:
Cada gesto individual faz diferença. Nenhum de nós vive numa bolha, aquilo que afeta um afeta todos, cedo ou tarde. Palavras agressivas, gestos de raiva e maldades em geral são como praga: se epalham e contaminam tudo. Gentileza, educação e bondade também.

Então eu pergunto:
De que lado do muro você quer estar???

Não posso mudar meu vizinho. Não posso mudar meu filho. Não posso sequer mudar meu marido. A única pessoa que posso modificar neste mundo sou eu mesma, e o mundo só poderá ser modificado à partir das pessoas… e para mudar o mundo precisa de duas pessoas:
Eu e você…
Topa?
flor24


Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

33 comentários , comente também!

  1. Oi adorei teu post, é isso mesmo, não vivemos isolados, eu levo mto a sério a questão do lixo e acho que se aplicaria perfeitamente essa questão de cada um fazer sua parte cuidando do seu lixo pq o meu lixo pode ser problema meu mas apartir do momento que eu largo ele na natureza o problema passa a ser nosso, uma vez que o planeta não é só MEU e as pessoas parece que não acordam pra essa realidade.
    Bom, mas vim te visitar e já fiquei divagando sobre outras coisas, eu to na luta tbm contra a balança e tenho tu linkada lá no meu blog. Bjão flor!

    ResponderExcluir
  2. Olha, amei esta parábola!
    Amo essas histórias com moral no final...
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Amei a parábola, muito boa, e totalmente verdadeira. Ótimo post! :)

    ResponderExcluir
  4. Belíssima participação!
    Já votei, menina!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Elaine,
    Gentileza gera gentileza.
    Eu preciso acreditar nisso. Quantas vezes algumas palavras impedem pessoas de cometer loucuras ?
    Não fomos criados para viver isoladamente. E para viver em comunidade, precisamos nos importar um pouquinho que seja, com a coletividade, educação e carinho para com o próximo.
    Essse post foi muito legal.
    Mais uma vez, amei passar por aqui.
    Beijos
    Luka.

    ResponderExcluir
  6. Se cada um fizer a sua parte com certeza o mundo será melhor.

    Bom domingo Elaine.

    Bela participação.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  7. Amiga, seu post tá lindo demais viu?Amei. Sempre procuro ajudar as pessoas com seus problemas, ninguem sabe o dia de amanha né mesmo?
    Bom domingão, beijos.

    ResponderExcluir
  8. Bem legal a postagem...
    Meu voto já e seu...Passei la e votei
    boa sorte...Bom findi bjus

    ResponderExcluir
  9. Elaine minha querida,
    esta fábula caiu como uma luva neste tema!
    Se cada um fizer sua parte acabaremos por formar um todo e estaremos do mesmo lado do muro.
    Espero que não tenhamos de ter tantas ratoeiras para vermos que basta não sermos tão egoístas e partilharmos uns com os outros amor, bondade e solidariedade.
    Muito obrigada Elaine por estar comido hoje!
    Adorei tua presença e participação.
    depois vem ver a minha!
    Beijo na alma querida...
    Nós fazemos a diferença!

    ResponderExcluir
  10. ebaaa!!! eu votei!!!!
    e o texto eu to produzindo, tá?

    ResponderExcluir
  11. Oi Elaine...a essência do problema está no todo, mas a solução está no uno...esta constatação está sendo observada em quase todos os blogs pelo qual já passei e que estão participanndo da coletiva...
    Já conhecia esta estória do ratinho, uma lição e tanto...
    Fiz uma postagem meio utópica, improvisei...mas fiz de coração e alma para poder participar...
    Parabéns pelo blog e pelo conteúdo do mesmo...

    Umabraço na alma...bom domingo...bjo

    ResponderExcluir
  12. Foi perfeita a escolha dessa parábola para esta blogagem. Não a conhecia, gostei muito. Fazer a nossa parte é primordial.

    P.S
    Eita tenho que voltar com calma la na Vida Blogueira pra poder escolher. Porque amo amo ler o Eucaliptos na Janela, mas VOCÊ é VOCÊ né e agora? rsrs

    Bjinhos
    Mah

    ResponderExcluir
  13. Foi pensando nesse tipo de atitude que eu criei o meu texto para a blogagem!
    Parabéns pelo texto!
    Se eu fizer, se vc fizer, se todos fizerem a sua parte seremos não um mas um todo a conscientizar o mundo!!!

    Bom Domingo!!!

    Eu votei em vc viu???


    bjão

    ResponderExcluir
  14. Elaine,

    adoro essa história, e realmente se cada um fizer uma pequena parte, o mundo será um lugar bem mais bacana para se viver...

    beijão

    ResponderExcluir
  15. Adorei seu post e já votei em você!
    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Elaine,

    COncordo com você - a mudança deve começar em nós mesmos, uma vez que não podemos exigir dos outros aqulo que não fazemos.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  17. Elaine,
    Belíssima parábula!
    Ela diz tudo....
    Tudo que fizemos provoca um efeito, no outro...é muito interessante refletir sobre o assunto.
    Assim como no Filme "Efeito Borboleta", onde cada ação diferente, provoca uma reação diferente, mudando a vida do outro.(Assisti este filme mais de vinte vezes... com meus alunos - relacionado com o tema:ética).
    Beijinhos,
    Marise.
    Obs.:Voltarei a ativa somente em abril.

    ResponderExcluir
  18. Elaine,
    gosei muito do teu post,como sempre suas postagens,são preciosas,faço parte desta festa ,se puder brinde comigo tb.
    Boas energias
    Mari

    ResponderExcluir
  19. Olá Elaine, como vai? Gostei bastante da parábola, principalmente por minar o egoísmo que nos move por vezes. Está votado, que ler sua resenha!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  20. Acho simplesmente o máximo essa hiatoria! Obrigada por postá-la!
    Bj,

    ResponderExcluir
  21. Já conhecia esta fábula. E você fez bem ao utilizá-la na coletiva. O problema do mundo diz respeito a todos nós, pois, se o mundo é distruído todos os seres humanos também são.

    Também estou participando desta coletiva. Peço que veja meu post sobre o tema.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Nossa, eu não conhecia essa.
    Adorei!
    Parabéns, Elaine!

    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  23. O problema do outro é problema meu também. Não se pode viver sozinho.

    Ótimo texto!

    abraços!

    ResponderExcluir
  24. Brilhante sua participação.


    abraços


    Hugo

    ResponderExcluir
  25. Muito legal sua postagem de participação, adorei
    Amiga estou procurando na sua Dicas sobre barrinha que se coloca depois da postagem ( para separar um postagem da outra ) eu não achei pode me mandar o link da postagem ?
    bjs

    ResponderExcluir
  26. Oi amiga,
    é as pessoas são assim, como a galinha, o porco e a vaca...mas um dia qdo forem ver já será tarde.
    Já votei em você tá.
    Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  27. Parabéns pela bela Parabola. Essa eu ainda não conhecia.
    Veio bem de encontro com o tema proposto.

    Estamos aqui, novamente, lutando pelos espaços coletivos..Hoje, mais do que especial..Ajudar a trasnformar o Planeta..Preserver e cuidar dele.
    Eu também estou nesta luta.É só conferir.
    http://sandrarandrade7.blogspot.com/
    postei um pouco atrasada, mas, com o dever de tarefa cumprida.
    Se cada um fizer a sua parte, logo transformaremos tudo..
    A missão é grande..Mas a luta continua..São pequenos gestos que muda tudo.
    O desafio é muito Grande..Mas juntos venceremos..
    Carinhosamente,
    Sandra
    Aproveite para pegar seu selo..50 mil visitas é tudo de bom na Interação..
    Passe lá.

    ResponderExcluir
  28. Ei elaine. bom dia, gatona! quando puder, dá uma olhada no que sérvulo "aprontou" comigo. beijinho e ótima semana pra você!

    ResponderExcluir
  29. Elaine, o ser humano se sente tão superior perante os outros seres do universo, que dificilmente alguém age sem antes pensar no seu benefício próprio. A nossa sorte é que existem almas iluminadas e que interagem com a mãe Gaia, com respeito e sabedoria. A palavra universo já enseja por essa unidade e que a terra pulsa conforme circula positivamente o 'bem comum'.
    Adorei a parábola, ela é bem marcante e certamente todos que aqui vieram, se lembrarão dela antes de tomar qualquer atitude passiva.
    Boa blogagem! Beijus,

    ResponderExcluir
  30. Conheço este texto e ele realmente diz tudo né?
    Adorei seu texto!!

    Bj
    Beta

    ResponderExcluir
  31. ELAINE..
    amei a parabola do ratinho..
    é verdade o que afeta um, afeta a todos , afinal vivemos em sociedade e somos da mesma raça(alguns são vermes, rsr)humana...
    concordo que a mudança tem que ser dentro de cada um e em suas atitudes, pois se cada um mudar a sí, no final todos estarão mudados para melhor e a conseguencia disso será um mundo mais feliz, justo e bom de se viver...como deveria ser...
    bjuivos no seu coração.

    ResponderExcluir
  32. olá Elaine,

    adorei a parabola.....e é isso mesmo são as atitudes que ajudarão a mudar a nossa condição, a condição do mundo...só que como diz um ditado: uma andorinha só não faz verão....precisamos de todo o mundo.

    bjus e linda semana p ti

    ResponderExcluir
  33. Ola Elaine, uma bela fábula que demonstra o quanto o simples pode ser realizado.

    Forte abraço com muitas bençãos,

    Alôha,

    Hod.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…