Umas confissões…

em 18 de janeiro de 2010

menininha-solitaria-e-triste-146443-149-thumb-570 Um dos motivos de eu manter um blog é a necessidade que eu tenho de auto conhecimento. Seria bom fazer terapia, mas o blog tem dado conta do recado…

Então lá vai a terapia…

Neste fim de semana foi a festa de 10 anos da minha afilhada e sobrinha. Normalmente eu evito festa, especialmente de família, como quem evita a forca mas como era para ela eu não tinha como não ir. Então fui. E meu pai, que não fala comigo há 20 anos foi também. Mas para entender esse post você precisa  antes ler este aqui!

Agora imagine a situação: uma casa relativamente pequena onde as pessoas inevitavemente se trombam e nós sem nos falarmos. Fiquei pouco mais de 1 hora na festa, e essa 1 hora eu a passei com o Luís Otávio,Lisa2 039 no quarto da minha irmã.

Mas teve uma hora em que eu estava de pé, com o bebê no colo esperando ele arrotar e meu pai parou na porta do quarto, achando que era minha irmã pois estava tudo na penumbra. Foi triste, ele se deu conta que era eu, deu meia volta e fugiu como se tivesse visto fantasma…

Minha família é complicada, e essa relação minha com meu pai, ou a falta dela aliás,é muito triste. Ele não voltou para a vida dos meus irmãos por que quis, eles é que foram atrás e ele, mesmo estando errado, jamais deu o braço a torcer. Primeiro ele se aproximou do meu irmão pelas mãos da minha cunhada, que precisava de cheque emprestado e foi pedir a ele. Depois minha irmã precisou de dinheiro e, espantosamente, foi pedir a ele. Assim ele foi voltando, se impondo e ficando. Tem umas duas fotos dele com o Luís Otávio, mas com os meus dois outros sobrinhos não. Porque? Simples, eles são negros e ele não gosta de negros, mas o bebê é branco. E é menino, pois ele não gosta de meninas. E não gosta de animais

Que dizer? Não sei porque a minha vida com ele tomou esse rumo, e nem sei onde vai dar, mas somos muito diferentes em quase tudo. E temos uma semelhança: ele é orgulhoso, eu sou também. Não digo que estou certa, apenas sou assim. Sou amiga para qualquer hora, e movo o mundo para ajudar alguém mas se tiro uma pessoa da minha vida é prá valer.

Marido é que fica pasmo com isso, pois é muito apegado ao meu sogro e disse que jamais se imaginaria numa situação dessas…

barra14

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

45 comentários , comente também!

  1. É Elaine, minha situação é parecida, não de não se falar, mas há um clima... Bem, deixa isso pra lá. São coisas q não deveriam acontecer mas acontecem. Bjos na alma!

    ResponderExcluir
  2. Nossa amiga... no fundo eu tenho pena do seu pai...a pobreza de espírito dele me fez apenas sentir isso...pena...desculpa amiga.
    Mas o mundo dá muitas voltas e quem sabe um dia ele não vá justamente receber apoio e ajuda dos netos que hoje ele despreza...affee...
    Bjs carinhosos
    Márcia

    ResponderExcluir
  3. Elaine querida, nem sei o que falar... Acompanho essa sua relação complicada com seu pai e imagino o que vc passou na festa.
    Só queria dizer que quem perde é ele: perde conviver com a filha guerreira e inteligente que tem, com os netos lindos e multicoloridos:), com a família enfim...
    Bj grande

    ResponderExcluir
  4. Condordo com a Márcia, sabe-se lá o que possa vir acontecer no futuro. Quem é dono do nosso destino?? Nós?? Não, é Deus e a vida, claro temos o livre arbitrio, mas o que está escrito está!!!
    Acalanta teu coração, deixa ele brando, não cultiva maus sentimentos. Sei que isso mexeu contigo!! Caso contrário tu nem estaria falando isso aqui! Estou errada??
    Fica com Deus...

    Bjos no ♥

    ResponderExcluir
  5. Ele é quem perde por ser pobre de espírito e não ter aprendido nada na vida.Você conquista as pessoas pelo amor e dedicação, ele só comprando mesmo. Que Deus abençõe você sempre e a ele não desampare,que ainda de uma oportunidade para ele tornar-se humilde . O que importa é que você está feliz no seu lar. bjs

    ResponderExcluir
  6. Fiquei meio assim dpois que li seu depoimento pessoa. É família é isso msmo, neh! Mais, olha eu conheço uma alguém que muda tudo e um ser humano. E´ste é Jesus Cristo amiga, só ele pode curar a dor, as cicatrizes...Sabe lá o que teu pai não passou para se tornar este homem que hoje ele é..Sabe são transtornos psicológicos..talvez nem criado por ele, mais ensinado a ele. Sim, isto não é motivo a culpar o mundo não é! Mais é assim msmo, em oração pelo seu pai vc pode interceder...Dá uma dó ver gente assim..na minha família eu também sofri e sofro preconceitos dos mais diversos possíveis. Hoje eles não me magoam tanto, mais quando deparo frente a eles, dói imensamente. Como ontem por exemplo que liguei pra minha avó (que me criou, tenho ela cmo mãe), e ela me disse que ninguém além de outra filha dela liga pra ela, que éu tmbm não estou nem aí pra ela, sabe engoli seco. Os pais tem mta autoridade em nossas vidas, as vezes amigos, irmãos, podem falar algo pra ti e vc fica chateado e dpois perdoa...Mais um atitude se quer de nossos pais, dói imensamente. Como te disse eles tem autoridade sobre nossas vidas, e não é atoa que diz o mandamento de Deus: Honrai pai e mãe! Mais fique em paz com seu coração querida, vc tem um coração muito amável e justo. Porém peça a Deus por ele, que só Deus msmo para mudar alguém.

    Um grande abraço...e desculpa se faleu muito, ou falei algo q não gostastes!! Essas coisas de família é muito íntimo.

    Bjaum e uma ótima semana!!!

    ResponderExcluir
  7. Elaine. quanta tristeza ! sinto vontade de te abraçar só para demonstrar o quanto sinto por tudo isso. meu marido era agressivo assim. aconteceram tantas coisas que me doi ate hoje.. e ele morreu assassinado. a vida cobra nossos atos. e seu pai vai ser cobrado. amedida que damos recebemos.. fique com Deus querida..beijão

    ResponderExcluir
  8. Elaine, o orgulhoso aprende da pior maneira, não precisa fazer nada a vida ja fez, deu para ele amar, tudo o que ele dizia odiar, um dia a ficha cai, e ele vai chorar e se arrepender, ninguém é uma ilha. passei por muitas coisas, sei do que eu to falando. paz querida!

    ResponderExcluir
  9. Com um pai assim é melhor dizer que não tem(desculpe-me falar assim Elaine).
    Não tolero pessoas racistas, arrumo encrencas qdo me deparo com um.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  10. antes eu e minha irma nao amava meu pai ele era bom e ruim ao mesmo tempo mais aum ano ele teve esquizofremia o mdico disse q ele desde criança tinha essa doença hereditaria entao ele era ruim por isso no momento q recebemos diaginostico sofremos choramos mais mesmo pensando em um sentimento egoista acho q a doença veio pra nos amar nosso pai que esta totalmente diferente uma pessoa calma !pode ser q seu pai tenha um genio ruim ou talvez nao sabemos o q os traumas causaram na mente dele ele pode ser uma pessoa doente!nunca e tarde pra recomeçar, talvez ele perceba isso!ou vc! um bj Deus e com vc vc nunca e sozinha!

    ResponderExcluir
  11. passo por um problema muito parecido, o ambiente fica horroroso

    ResponderExcluir
  12. Elaine,
    Só o tempo e Deus...
    A minha irmã Márcia é casada com negro , meus pais aceitaram muito bem...mas os parentes sempre falam. Hoje, ninguém fala, todos adoram ele. Ela não poderia ter arrumado marido melhor e meus pais,um genro melhor.
    A vizinhança sempre falou da nossa família, que não ia sair nada que presta( palavras de uma professora - ex-colega da minha mãe), isto dói demais. Palavras que ferem,deixam marcas e também podem mudar uma vida.
    Mas graça a Deus todos formados e de bem com a vida.
    Um grande abraço,
    Marise.

    ResponderExcluir
  13. É, essas histórias de família são complicadas...
    Ótima semana!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Que triste isso, principalmente pq é dos nossos pais que esperamos carinho, apoio e compreensão mas nem todos eles tem isso pra nos oferecer.

    ResponderExcluir
  15. Puxa Elaine, hoje eu estava a fim de postar sobre algo que está acontecendo comigo e minha família, mas estava meio sem jeito. Depois que li sua postagem percebi que família é família sempre e em qualquer lugar.
    Criei coragem para contar minha historia, beijos

    ResponderExcluir
  16. Complicada esta situação mas o melhor q vc faz é ignorar nao se machuca tanto.

    Não sou boa conselheira mas acho que vc deveria continuar evitando as festas principalmente qdo esse cara que que contribuiu com sua vinda para nós " que na minha opinião não deve ser chamado de PAI" pois pai é um titulo forte para ser designado a uma pessoa que chama sua filha de puta.

    Coragem, muita luz e força.

    Bjo enorme

    ResponderExcluir
  17. Ah sinceramente lendo seu outro post fiquei chateada, revoltada e muitas outras coisas.

    bjos

    ResponderExcluir
  18. Elaine. Não faça nada que possa se arrepender depois. Vc já pensou que seu pai logo nao estará mais entre vcs? Sei que é difícil, mas nao sabemos de existem outras vidas, se teremos outra chance de abraçar, de perdoar, de demonstrar amor. Passe por cima disso tudo, deixe seu orgulho de lado, pelo menos com seu pai. Deve doer tanto isso tudo. Acabe com isso. Também sou orgulhosa, tbm tenho uma relaçao estranho com meu pai, mas procuro nao fazer nada que possa nos afastar, e relevo muita coisa, muitas palavras vindas dele que me magoam. Nao vai fazer diferença nenhuma guardar mágoa, e com a idade eles ficam mais difíceis ainda e nao mudam mesmo. Tem que partir de nós. Faça isso querida. Vc nao vai se arrepender.
    Beijos, fica com Deus.

    ResponderExcluir
  19. comentario OFF
    os pais, as pessoas dizem coisas sem querer.
    ele nunca vai deixar de ser seu pai.
    pense nisso. reze e peça a Deus uma luz, tenho certeza que Ele te ajudará.

    ResponderExcluir
  20. Imagino o q vc dev ter passado (e ainda está passando), mas fica bem amiga! Beijos e uma semana linda!!!

    ResponderExcluir
  21. oi Elaine, minha linda!
    Família é uma coisa complicada mesmo!
    É algo onde entramos sem escolher, não é mesmo?

    Acredito que amizade por muitas vezes é muito mais valiosa. Já que "amigos são famílias que nos permitiram escolher" (que vergonha não me lembro o autor)... e quando o assunto é família, problemas são inevitáveis...
    Mas, saiba que com ou sem orgulho, vc é muito amada, viu?
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oi Elaine!
    Relacionamento familiar é complicado mesmo. Eu tive uns probleminhas com meu pai na adolescencia, mas foi imaturidade. Agora, graças a Deus, está tudo bem.
    Alguém sempre tem que ceder, mas tudo tem seu tempo.
    Bjs no coração

    ResponderExcluir
  23. Eu só passei a conviver melhor o dia que consegui admitir para mim e para os outros que eu não amava meu pai. Nunca ficamos sem nos falar, mas sempre foi uma relação bem difícil. Senti falta de um pai na minha vida, porque ele não era.
    Imagino que vc gostaria que fosse diferente, mas não é né amiga? Há pessoas que conseguem matar qualquer sentimento em nós. Mesmo que entendamos porque eles são assim, não muda o que sentimos. Uma pena, porque não deveria ser assim.

    beijo com cafuné

    ResponderExcluir
  24. as relações de famílias são complicadas. eu não evito os parentes. alguns mantenho uma certa distância, mas não evito. evito confrontos pq cada um escolhe reger a sua vida de uma forma. por mais difícil q seja tento respeitar. se me incomoda muito o máximo q faço é ter uma única conversa, falar o que penso e depois não todo mais no assunto pra a pessoa não querer fugir de mim. bejios, pedrita

    ResponderExcluir
  25. Nossa que coisa...o que posso falar???
    Concordo com você, concordo com alguns comentários, discordo de outros...difícil.
    Perdi meu pai qdo tinha 08 anos, minha mãe muito nova foi trabalhar fora e minha avó cuidou de mim e meu irmão.
    Na maioria das vezes ela não tinha tempo pra falar com os filhos(eu e meu irmão). Sabe aquelas conversas de mãe e filha??? Não sei o que é...nunca tive.
    Meu irmão se achava o todo poderoso e dizia que eu seria uma mulher da vida..e eu dizia a ele: SE FOR NÃO VAI SER VOCÊ MEU HOMEM..HORRÍVEL ISSO NÉ.
    Me casei, tenho um marido maravilhoso e dois filhos lindos.
    Qdo conheci meu marido minha mãe dizia que ele era um gigolo e qdo estava no altar vestida de noiva ela veio me pedir desculpas.
    Com o passar dos anos minha mãe viu como meu marido me tratava(muito bem) e como ele era com a mãe dele(carinhoso) e veio me cobrar o carinho que minha sogra ganhava do filho dela.
    Sentei com ela, meu irmão e minha avó e disse a ela: NÃO COBRA DE MIM O QUE VOCÊ NUNCA ME DEU E NEM ME ENSINOU.
    Ela faleceu a dois anos, me arrependo sim de algumas coisas que deixei de fazer ou falar, mas o que fiz e falei ela mereceu.
    Ela queria deitar no meu colo e ganhar carinho...como eu poderia fazer isso se nunca tinha tido..
    Complicado.
    Agora essa história de que a pessoa sofreu qdo criança, foi maltratada e por isso é como é, pra mim não cola pois hj dou a meus filhos todo o carinho que não tive no momento certo qdo eu era criança.
    Minha mãe queria sim me dar carinho, mas eu já estava com minha familia formada, meus filhos e me sentia incomodada..tinha e tenho o carinho dos meus filhos e não aceitava que ela viesse me dar o que não me deu no tempo certo pois a unica coisa que eu queria fazer era dar aos meus filhos o carinho 100% que minha mãe deixou de me dar.
    Que DEUS a tenha em um bom lugar.
    Um grande beijo e PAZ em seu coração.

    ResponderExcluir
  26. As vezes eu me pergunto sobre o que diz a Palavra de Deus: Honrar pai e mãe. Ela não especifica qual tipo de pais devemos honrar. Meu pai não foi um mal pai ao extremo, como o sei. Mais foi um péssimo pai. Hoje ele se achega aos filhos, procura, visita... (não sei até que ponto é sincero) mas faz a parte dele e nós correspondemos, mais por obrigação do que por amor. Somos loucos por nossa mãe, que não fala com ele e detesta que nós falamos, é uma situação difícil, onde está um não pode estar o outro e assim os filhos vivem no meio desse fogo cruzado.

    O seu caso é bem distinto. Sinto tanto, por vocês. Mas com certeza ele é quem estar perdendo, como disseram, a vida dar muitas voltas. Se sua mágoa e orgulho não te permite uma aproximação, ore por ele. E deixe Deus agir. Você é uma pessoa boa Elaine, do coração enorme e Deus conhece os corações.

    Beijos
    Mah

    ResponderExcluir
  27. Essas coisas são bem complicadas né??
    Mas a vida se encarrega de colocar tudo no lugar!
    Força!
    Bj
    beta

    ResponderExcluir
  28. nossa,não sei nem o que falar,porque sou um pouco orgulhosa tmbm.
    boa semana Elaine
    beijos
    com carinho
    Cátia

    ResponderExcluir
  29. Desculpa, eu sei que é seu pai....mas uma pessoa ser preconceituosa com raça , não gostar de animais e nem de mulheres é, no mínimo, assustador.

    Afe!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  30. Oi Elaine... Ah se a gente pudesse escolher a familia a dedo... Não fique triste pela falta deste senhor em sua vida, tem gente que passa a vida toda errado e mesmo quando se dá conta não volta atrás apenas pra não pedir desculpas. Mas enfim nós gostamos muito de você e se te serve de consolo ia ficar muito feliz de ter uma irmão igual você e mais sobrinhos multicoloridos, porque a beleza esta na diferença e a sabedoria em aprender a respeitá-la. Beijos, fique em paz e que Deus te bendiga.

    ResponderExcluir
  31. É mesmo muito difícil para alguns aceitar as diferenças. Meu pai também é bastante impaciente com o fato de eu não gostar das mesmas coisas que ele, mas espero nunquinha ter que passar pela situação que você e seus irmãos tiveram. É triste imaginar tudo que nos relatou, mas talvez seja mesmo melhor para os dois a distância que se viu necessária.
    Um beijo, Elaine,
    Talita.

    ResponderExcluir
  32. Nossa minha amiga, que história!
    Imagino como te entristeceu, mas saiba que Deus é contigo e melhor está por vir... é difícil encontrar palavras para essa situação, pois só quem passa é que sabe!
    beijos

    ResponderExcluir
  33. Relacionamentos não são fáceis. Cada um carrega dentro de si muitas coisas e as vezes certas marcas são difíceis de serem esquecidas.
    Eu também tive muitos problemas com o meu pai. Mas hoje com a maturidade eu percebi o quanto ele precisa de nós filhos para aprender mais sobre a vida e o perdoei de tudo pois é incrível...vi e entendi o quanto crescemos e ainda somos tão crianças.

    Espero que entre vocês as coisas possam se acertar, para Deus nada é impossível!

    Um beijo muito carinhoso

    ResponderExcluir
  34. Oi lindinha, realmente é a 1° vez que vejo falar do seu pai, e te compreendo, quem sabe um dia ele seja tocado profundamente por Deus e se arrependa de tudo que fez, pois só ele mesmo que perde com tudo isso, esse pequenino na foto é lindinho, mas um sobrinho?? Minha linda eu ia lhe dizer que as vezes achamos que terapia é besteira, mas é o contrário, é essencial, eu fiz 6 anos de terapia, na minha adolescencia, e foi maravilhoso para mim, vejo muita mudança, hj eu faço de casal. Mas no seu caso, só um profissional mesmo para ver se é necessário, pois vc me parece bem resolvida. Se fosse para lhe ajudar, que eu sei que ajuda, vale a pena conferir né. Um super beijoooo e fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  35. Querida amiga , eu nem tenho palavras mas quero que vc se sinta-se abraçada , e muito triste sua situação por mais que a gente fale que pai e pai , no seu caso e diferente , sabe uma pessoa uma vez me disse que " mãe e mãe pai pode ser qualquer um "
    te adoro viu menina

    ResponderExcluir
  36. Oi lindinha, estou de volta, mas para dizer que acho que vc ainda não me segue, estou tisti, rsrs. bjssss

    ResponderExcluir
  37. Elaine,muito triste sua história de vida!Pena que não haja espaço no coração de seu pai para uma reconciliação!Muito comovente texto!Bjs,

    ResponderExcluir
  38. Elaine,
    Essa barra é pesada né?
    Tb tenho caso de racismos bravos na família...
    Mas... já houve mtas mudanças por aqui...
    Hj, meu namorado é negro e mesmo contra a vontade, ele é bem aceito aqui em casa...
    Seu pai é pequeno demais... E nessa pequenez dele, vai surgir o dia em que ele vai agradecer a Deus pela filha q ele tem e olha...vai pedir a sua ajuda...
    O orgulho é o pecado mais vil q o homem criou para o mundo...
    Que bom q vc não guarda raiva dele...
    Ele já tem o seu próprio orgulho para se afogar nele...

    Vc é 1000 amiga...
    bjão

    ResponderExcluir
  39. MOça,creio ser a terceira vez que visito seu blog.
    Ainda acho que terapia é sempre bem vinda. Tente,ok?
    Obviamente vc s esente mehlor colocandoa qui suas dores.
    Só te peço que não gaurde rancor algum. Quem perdoa é Deus,portanto vc não deve nada. Mas não fique com raiva,não vale a pena. Não desgoste,não odeie. Deixe ele pra lá,mas não fique martelando o lado ruim dele.

    ResponderExcluir
  40. Amada, acho que é por isso que podemos escolher nossos amigos, não é mesmo?? para contrabalançar a imposição da família que ganhamos... também tenho mesmos desconfortos familiares, sei como é... beijos na alma!!!

    ResponderExcluir
  41. Querida sei que é difícil e doloroso, pois tenho certeza que embora diga que o tirou de sua vida, no fundo gostaria que ele estivesse ai.
    Eu que passei tantos problemas com minha mãe, as vezes penso nela e em como seria bom se ela estivesse aqui e conhecesse os netos.
    Espero do fundo do coração que um dia ele veja o que esta perdendo, e você o perdoe e o receba de volta em sua vida e em seu coração.
    A vida ensina e se ele não aprender por bem, infelizmente aprenderá por mal, mas aprenderá tenha certeza disto.
    Beijo na alma...

    ResponderExcluir
  42. Algumas familias são assim né? Meio complicadas dificil de se entender porque. Minha relação com minha familia tbm é muuuuuuito complicada (Mãe, padrasto, e irmãs) o unico com quem tenho uma boa relação e o que pensa igual a mim com relação as atitudes tomadas pelos outros membros da familia é meu irmão. Já sofri muuuuuuito por issso já fiz terapia... até conhecer amigos( a familia que escolhemos) que me ajudaram a entender o verdadeiro sentido da palavra AMOR e com isso conheci meu marido com quem hoje formo uma FAMILIA como a que eu gostaria de ter tido qdo criança... claro não somos perfeitos mais na medida do possivel vamos tentando não errar na criação do nosso filho.
    Então entendo o que voce descreve.
    Que bom que voce encontrou no blog uma forma de desabafar pra ficar bem, porque ficar guardando esses sentimentos so nos faz mau, né?
    Fique bem.
    Beijos e abraços carinhosos.

    Edi

    ResponderExcluir
  43. Lamentável, Elaine! Na verdade não sei o que é pior: se perder o pai em vida, como aconteceu com vc, ou perdê-lo para a morte! Mas acho que ainda é bem pior o que ocorreu com vc, afinal quando os seres que amamos se vão, resta-nos uma saudade eterna, e é ela que nos conforta de alguma forma!
    Meu pai está em pleno processo de entrega, após o falecimento de minha mãe em maio/passado e confesso que a perda de ambos têm sido muito dolorosa pra mim e familiares... Sei lá, mas creio que além da perda de seres tão queridos, ocorre a perda de "verdadeiras intituições" dentro de nós... como se perdêssemos o chão e a nossa laje de sustentação! Sei lá se vc me entende, mas quem vivencia o processo e na idade em que me encontro, entenderia o que estou tentando dizer... Pelo menos eu acho! Confesso que tb perdi muito do meu pai na infância e adolescência, mas nem de longe perto da sua relação com o seu... Mas perdi sim, por vários outros motivos - tb nada agradáveis -mas que pesaram muito em minha formação!
    Mas mesmo assim, estou sofrendo com a decadência e possibilidade concreta de sua morte, sim!!
    Mas, c'est la vie, não é mesmo?
    Beijos, querida e desculpe pela ausência mas na verdade ando meio que sem tempo pra curtir a Blogosfera, como eu gostaria e vcs mereceriam!

    Helô

    ResponderExcluir
  44. ELAINE...
    LENDO ESTE POST PENSO NA POBRESA DE ALGUNS..
    NÃO DA POBRESA MATERIAL, MAS DA MORAL...
    TENHO PENA DELE , NÃO SABE AMAR..
    POR ISSO TEM TANTO RANCOR, PRECONCEITO, MALDADE E INFELICIDADE NA ALMA...
    ACHO QUE NÃO LHE FOI CONCEDIDO ESSE DOM E SE FOI ELE NÃO SOUBE RECEBE-LO.
    NÃO TENHA RAIVA MESMO, ELE TE DEU A VIDA E AOS SEUS IRMÃOS E FEZ SUA PARTE NESTE MUNDO, MESMO SENDO DESSA MANEIRA QUE É, FOI CAPAZ DE POR FILHOS TÃO DIGNOS E MARAVILHOSOS NESTE MUNDO...
    PESSOAS DE BEM E DO BEM...
    PENSA COMIGO...
    VCS SÃO A MELHOR PARTE DELE, SÓ ELE NÃO SABE....DEIXOU PARA SÍ, SÓ A AMARGURA E O NÃO AMOR.
    CAMINHO TRISTE O DELE.ELE DEVE SOFRER TAMBÉM COM ISSO.
    REZE POR ELE PAR QUE TENHA ILUMINAÇÃO E A PIEDADE DE DEUS.
    E VC QUERIDA..CADA DIA MAIS FORTE!!!
    TE ADMIRO PESSOA DO BEM.
    BJUIVOS NO SEU CORAÇÃO.

    ResponderExcluir
  45. Puxa!Como a vida nos coloca em situações,não? Imagino o constrangimento que pssaste. Mas...Um dia, quem sabe, o coração pode pedir...beijos, tudo de bom, e o bebe tá um amor!chica

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…