Uma triste estória de amor

em 16 de janeiro de 2010

32 A estória que publico hoje é muito triste. Pensei muito antes de postar mas quis fazer pois acredito que nem só de alegria e realização é feito um grande amor.

A dona da estória pediu para que eu não dissesse quem ela é e nem desse o link dos blogs dela. Claro, vou respeitar. Mas vou fazer a você o mesmo pedido que ela me fez: não a julgue. Cada um sabe a dor que sente e os motivos que tem…

32

Quando completei 14 anos meus pais conseguiram um apartamento num conjunto habitacional. Eu tinha um namorado que rompeu comigo por causa da distância que ficou do bairo onde eu morava para o novo ,mas tudo bem, já não gostava dele mais...

Então um dia, sentada pela manhã de um sábado,lendo um livro de romance destes de bancas , num bairro  quase fantasma (pois as pessoas ainda estavam sendo sorteadas) vejo um jovem passando lá na rua; ele me olha dentro dos olhos e eu pensei comigo: Que lindo rapaz! E ele seguindo a me olhar… Parou na rua de baixo vendo   alguns  rapazes jogar futebol,mas de lá podia sentir seus olhos...

Descobri que ele tinha namorada,fiquei triste, pensei: “Não vai rolar!” mas ele  terminou e se aproximou de mim. Foi ele quem dançou comigo na minha festa de quinze anos,me lembro como se fosse hoje: London,London do RPM…

O namoro durou 3 anos  e acabou de tanto desgaste,eu não podia sair, meu pai não deixava  e ainda obrigava a gente ir na igreja, obrigava mesmo! Se não fosse não deixava namorar.

Eu implorei a ele ,o persseguia, fiz de tudo mas ele ficou irredutível.

Então  conheci meu esposo. Engravidei quando tinha 18 anos! Foi com ele que entrei pela primeira vez na sala de um cinema. Na verdade eu queria era fugir  do meu pai ,então fui morar com ele. Me mudei pra outra cidade, mas o sentimento veio comigo. Meu antigo namorado também casou e hoje tem duas filhas.

Meu casamento foi um fracasso. Meu marido teve outras,me tratava muito mal, me  humilhava… Só nunca me  colocou a mão. Mas um dia ele adoeceu, doença crônica,hoje está sob controle  apenas, mas mesmo assim ainda é  um homem  grosso ,que por vezes me entristece...

Então um dia liguei para ele, para  o meu grande amor!  É, eu sei  que enlouqueci! Trocamos e-mail e  msn, convidei-o pra um encontro  e ele veio!

O que aconteceu não dá para descrever! Somente um vulcão se compara ao nosso encontro! Meses depois ainda conversávamos pelo msn até que sua esposa descobriu tudo!

E ele me disse adeus...

Nesse meio tempo meu marido adoeceu mais,e mudou completamente o jeito de ser, passou a se mostrar um homem apaixonado e eu nem sei o que dizer...me traz café na cama,faz o jantar,tudo que quero ,mais já não o amo mais...

Mas,  mesmo que  tenhamos escolhido as  nossas famílias e sacrifiquemos este amor ele sempre será um grande amor ,só que impossível!!!

 

Quer ver sua estória de amor contada aqui? Manda prá mim: elainegaspareto@hotmail.com

32

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

39 comentários , comente também!

  1. Amiga meu novo blog http://jakelinemagnaa.blogspot.com/

    se der para vc me seguir... bjssssss

    ResponderExcluir
  2. muito triste mesmo, nóssa! mais eu acredito que amor não acaba assim tão rápido, o relacionamento pode acabar mais o amor não!
    linda história.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Podemos controlar ações, mas sentimentos... por mais q ñ os sigamos, eles ficam cravados.
    Bjos na alma!

    ResponderExcluir
  4. Triste....um dia vou mandar minha história....e vc, tudo bem?? Aqui, as coisas estão entrando nos eixos agora. Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. Muito triste mesmo...
    Bem, eu tenho uma história parecida com essa, porém é "menos dolorosa" e sem filhos...
    Mas acho que enquanto se está vivo, deve-se procurar a felicidade e o amor de verdade (se é que este existe!).
    Ótimo final de semana, Elaine!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Quem ainda não teve ou tem um amor impossível assim?

    Bom fim de semana Elaine.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  7. Linda a História e triste.
    Imagino como deve ser viver com quem não se gosta, e saber que o amor da vida da gente está com outra! Mas fica tranquila o que tiver que ser será!! Deus é nosso mestre!!
    Fica com Deus..

    Bjos no ♥

    ResponderExcluir
  8. Oi, Elaine. Certamente não da pra julgar a pessoa, cada um sabe de si. Mas vale a pena ela tentar "descobrir" esse marido, ficar com o que tem, porque o outro não vai deixar a eposa, já deu pra perceber...Dificilmente um amor reeencontrado, quando ambos são casados, dá certo. Um dos dois, ou mesmo os dois, não quer a separação. Por causa de filhos, família, etc.
    Lá no fundo, ela deve ter um sentimento para esse homem que escolheu pra marido e se ele se modificou verdadeiramente, que ela usufrua do bom momento.O outro é passado.Beijo pra ela e que encontre seu caminho com paz.
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Nossa, Elaine, que história!
    Fiquei imaginando como não deve ter sido difícil pra essa nossa amiga, amar alguém e não poder conviver...
    Mas tudo tem um motivo... E ela merece ser feliz, como todos nós!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. nossa q triste! esperamos q ela esteja bem agora mais acho q sempre vai ter um buraco na vida dela ! bj elaine!

    ResponderExcluir
  11. Humm... que triste isso...e como voce ( e ela) mesmo disseram, cada um sabe a dor que sente e os motivos né? O que posso fazer é simplesmente desejar sorte e força a essa amiga, pois ela vive uma situaçao realmente difícil, porém, também quero dizer que não perca a esperança, pois esse mundo dá muitas voltas e ela ainda pode ser muito feliz.
    Bjs e lindo final de semana
    Márcia

    ResponderExcluir
  12. TRISTE E EMOCIONANTE ATÉ!BEIJOS,TUDO DE BOM NO FIM DE SEMANA,CHICA

    ResponderExcluir
  13. Oi Elaine
    O marido teve a oportunidade de cativar o amor, mas não o fez. Só alimentou mais a chama desse amor impossivel.
    É muito triste.
    BJs

    ResponderExcluir
  14. Ah, o amor de uma vida! Quem é que pode julgar? Eu não ousaria.

    É difícil demais, dividir o coração em duas partes: a do amor que se foi, e a do amor que se alimenta todos os dias na convivência e na união.

    Seja quem for, eu acho que compreendo essa pessoa. Não passei pelo mesmo, mas guardo no fundo do peito um amor que não deu certo mas que não morreu. E ali, mais a frente, guiando meu dia a dia, o amor pelo meu esposo que é que me move em nosso relacionamento.

    Para amar um não quer dizer que seja impossível enquanto não deixar de amar o outro, o ser humano é tão complexo que chega a ser capaz de amar assim, o passado e o presente ao mesmo tempo.

    Que Deus guie nossos corações e atitudes para o caminho que seja melhor para nós e para aqueles que amamos, porque nessa vida somente um amor nunca morre nem adormece, é o amor por Ele, o amor ao nosso Senhor e Criador.

    Fique com Deus amiga "desconhecida", e viva o seu presente!

    Bjos no coração

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Elaine
    Amiga! Que história!!!!
    Fiquei um tantinho ristinha.. snif, snif
    bjos no coração e fica com Deus

    ResponderExcluir
  17. Desencontros amorosos são constantes desde que o mundo é mundo, não é mesmo? Sofre-se, ama-se e assim vai girando o moinho dos sentimentos e da vida humana. Os dois fizeram escolhas, não cabe aqui dizer se foram erradas ou não. mas das duas uma: retomam o relacionamento que foi prejudicado no passado ou esquecem o que passou e seguem em frente.
    Um beijo pra você e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  18. Nossa...poxa vida viu. Postagem show.

    ResponderExcluir
  19. Elaine,

    Amores impossíveis... Qdo o vivemos, jamais o esquecemos...
    Mas tem pessoas q dão a sorte de viver este amor prá sempre...
    A sua amiga viveu ele enqto pôde... Pena q acabou né???
    Tb tive um grande amor... Mas nossas vidas tomaram rumos diferentes... Ainda guardo recordações dentro do coração... Decepções tb, mas a maior parte alegrias...
    Mas não acho q seja impossível vivê-lo novamente... A vida dá mtas voltas... Quem sabe um dia??? Quem sabe Deus não dá aos dois uma nova oportunidade?

    Bom domingo!!!

    Bjão

    ResponderExcluir
  20. Me comoveu! Espero que se o mundo dá tantas voltas que nessas voltas ela possa ser feliz.
    Nunca, jamais a julgarei ou a quem quer que seja, pois eu a compreendo muito bem.
    Beijos Tempestuosos!

    ResponderExcluir
  21. Elaine bom dia!
    Realmente é uma estória muito triste e no final a mulher se dedica a convver com uma pessoa por amizade.... e deixa de ser você mesma... quantas eu conheço que vivem um casamento por aparência... será que vale a pena?
    DEsejo a esta pessoa tudo de bom e muita energia positiva e que com a mudança das atitude de seu companherio possa vir a nascer uma luz que ilumine o resto de suas vidas.
    Beijos e um bom domingo

    ResponderExcluir
  22. Foi bom você publicar essa história, afinal está cheio de histórias tristes de amor por aí, fazem parte da vida.
    Não se pode julgar mesmo pois só quem sente sabe como é e do que é capaz quando sente.

    beijo e uma ótima semana!!

    ResponderExcluir
  23. Essa história de amor, assim desse jeito é mais comum do que se imagina e de certa forma tão compreensível.
    Louco é quem julga e joga pedra e eu não sou louca.

    Beijos
    Mah

    ResponderExcluir
  24. E olha minha querida amiga que historias como essa existe varias, para sair da frigideira caiam no fogo e triste,viver com um amor no peito
    bjs

    ResponderExcluir
  25. Olá Elaine,

    Infelizmente nem sempre o amor traz uma bela história junto.

    Vou voltar.
    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  26. Menina, estou saindo de viajem e nem sei quando volto para visitar todas! Então, deixo aqui meu beijo e o desejo de uma semana super light! bjus!

    ResponderExcluir
  27. Menina, estou saindo de viajem e nem sei quando volto para visitar todas! Então, deixo aqui meu beijo e o desejo de uma semana super light! bjus!

    ResponderExcluir
  28. ola Elaine nossa!!que historia!! nossa estou comovida ,triste ...mas que podemos fazer ? nem sempre a vida nos da rosas deixanos espinhos
    essa historia foi muito digna de ser contada por vezes nem sabemos onde vamos buscar tanta força..
    bem linda votos de uma boa semana ..ha postei o codigo da caixa e ficou otimo assim posso sempre alternar as legendas quando quero e sem muita confusão obrigada por tudo um beijo

    ResponderExcluir
  29. Triste mesmo...
    Espero que eles ainda possam se re-encontrar em algum futuro proximo!
    beijos

    ResponderExcluir
  30. às vezes fazemos escolhas das quais podemos nos arrepender futuramente, muitas vezes para fugir daquilo que achamos que é uma vida ou um momento ruim. Não a julgo, pois estamos todos prontos a cometer erros sempre.

    ResponderExcluir
  31. Pode parecer antipático o que vou comentar, mas eu jamais viveria com uma pessoa que me maltratasse. Filhos? Existe leis. O remédio é ir a luta. Ficar pensando no passado é regredir na vida. A solução é o novo. Abraço

    ResponderExcluir
  32. Elaine esta amiga Marcinha eu a conheço e a adoro.

    Deus haverá de colocá-la no caminho certo da sua felicidade!!!!!

    Bjs a vcs duas.... Cuide muito dela !!!!

    ResponderExcluir
  33. Oi Elaine,

    História comovente...
    Mesmo que não soubesse de quem se trata, estaria do lado dela totalmente.
    No fundo, ela é uma vítima de toda essa história que começou qdo o pai colocou obstáculos no primeiro namoro dela, no verdadeiro amor. O casamento foi uma fuga, a única que ela tinha á mão.
    Mas ela ainda é muito jovem, vai ter oportunidade de vivenciar este amor com todas as forças. Eu torço por isso.

    Elaine, vc não aparece....

    Saudades de ti,
    Um mega beijo prá ti.

    ResponderExcluir
  34. Linda e triste, mas os caminhos do coração nem sempre são repletos de alegrias.Te desejo um grande beijo, muita força e muita luz.Viva e seja bem feliz!

    ResponderExcluir
  35. ...é a vida do jeitinho que ela é.

    como diria Nelson Rodrigues.

    ResponderExcluir
  36. LINDA HISTÓRIA DE AMOR...
    CADA UMA DE NÓS, OU UM DE NÓS, TEM AS SUAS. SÃO EXPEIRÊNCIAS, QUE DE UMA FORMA OU DE OUTRA PASSAMOS. nÓS MULHERES, SEMPRE SOFREMOS MAIS. E AS CONSEQUÊNCIAS SÃO MAIORES.
    PARABÉNS PELA LINDA HISTÓRIA DE AMOR ELAINE. E TAMBÉM A PESSOA QUE ENVIOU.
    DEIXO AQUI A MINHA SOLIDARIEDADE A ESTA LINDA PESSOA, QUE LHE MANDAOU E A CORAGEM DE TER COMPARTILHADO.
    UM GRANDE ABRAÇO AS DUAS.

    JÁ PASSEI UM POR UMA MOMENTO PARECIDO COM ESTE.
    POR ISSO ENTENDO PERFIETAMENTE, O QUE ESTÁ SENTINDO.
    UM GRANDE ABRAÇO E MUITA FORTE NO SEU NOVO AMOR...
    APESAR DAS SITUAÇ~ES, QUE ESTÃO ACONTECENDO. MAS ESTAREMOS SEMPRE AQUI PARA LHE DAR APOIO.
    CONTE CONOSCO.
    SANDRA

    ResponderExcluir
  37. AMIGA!
    LHE ENVIEI UM EMAIL, PARA PARTICIPAR. SE NÃO RECEBER ME AVISE NO BLOG DA CURIOSA.
    SIM OU NÃO..
    AS VEZES O EMAIL DO HOTMAIL, NÃO CONSIGO ENVIAR.
    GOSTARIA MUITO DE PARTICIPAR.
    SANDRA

    ResponderExcluir
  38. TUDO BEM TOSSAN.. MAS AS VEZES, OS SENTIMENTOS FALAM MAIS ALTO. SABEMOS QUE AS LEIS EXISTEM..QUE ESTÃO AI PARA NOS PROTEGER, NOS AJUDAR E COLABORAR.. MAS SABEMOS, QUE MUITAS VEZES A JUSTIÇA DOS HOMENS, DEIXAM FALHAS. NEM SEMPRE AS COISAS SÃO BEM ASSIM. ME DESCULPE, MAS A INCENSIBILIDADE, FALOU MAIS ALTO..
    OS FILHOS NÃO TEM CULPA..
    SE O AMOR EXISTE MERECE O PERDÃO.
    SE O PERDÃO EXISTE, É PARA QUE AS PESSOAS, POSSAM SE RECONCILIAR. CLARO QUE SE NÃO HOUVE OUTRO GEITOM NEM EU FICARIA COM UMA PESSOAS DESSAS.
    MAS TEMOS QUE NOS DÁ UMA SANCHE A VIDA..E AS PESSOAS..
    UM GRANDE ABRAÇO..
    AS HISTÓRIAS SÃO AS REALIDADES DA VIDA.
    E MERECEM SEREM DISCUTIDAS, RESPEITADAS E DADO UMA NOVA OPOERTUNIDADES..
    UM GRANDE ABRAÇO.
    SANDRA

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…