Janeiro 2010 - * Blog Elaine Gaspareto *

Amor, esse amplo e misterioso sentimento…

em 29/01/2010

1227898377qrzwhja Quando me propus criar a coluna Um pouco de amor eu pensei primeiramente em relatar casos de amor românticos. Logo depois vieram os casos de amor inspiradores. E evoluiu para estórias de amor num sentido mais amplo, como este por exemplo. E hoje eu vou dar uma pausa nas estórias de amor tradicionais e falar um pouco de um amor diferente, que requer doação e generosidade, mas  em troca traz um mundo de satisfação e afeto sem limites. Quero falar do amor aos animais.
Se você é do tipo que não gosta, ou até mesmo tem nojinho e critica quem gosta, desculpe mas este blog, e especialmente este post não são para você. Não precisa ser apaixonado como eu, mas precisa respeitar a vida. Se você se encaixa nesse quesito único e básico, benvindo!
Eu amo animais. Por uma questão de empatia os cachorros entraram em minha vida, mas sou do tipo que evita pisar uma formiga, por exemplo, pois considero importantes e merecedores de viver todo animal. Já falei inclusive dos meus dilemas pessoais de consciência por conta disso.
Mas hoje eu quero falar do amor que faz com que pessoas se doem, se desgastem e se envolvam em ações por causa dos animais.
Quero falar para você da Nice, que doa seu pouco tempo livre para participar e ajudar em feiras de adoção. E que está sofrendo algumas contrariedades por conta de ter salvo da morte certa 4 gatinhos ainda bebês, que se não fosse por ela estariam mortos. E quem iria se importar? Apenas o amor faz com que a gente se importe quando não há possibilidade aparente de retribuição.
Quero falar para você da Flávia, que trabalha incessantemente pela causa dos animais maltratados. Seu blog está permanentemente precisando da sua ajuda!
Quero falar do trabalho da AUG, uma ong extremamente séria que recolhe, trata e encaminha para adoção gatinhos carentes.
E quero aproveitar para falar do novo blog da Raquel: Central latidos e miados. Se você acha que nada pode fazer para ajudar a acabar com os maus tratos e abandono porque não tem dinheiro, conheça a Raquel. Ela está desempregada, o irmão está doente e mesmo assim ela se dedica a ajudar como pode.
Faltaria espaço para falar da Ana e seus Anjogatos, do Amigão e sua Ana Carolina (a cachorra, não a cantora). Da Gisa, da Nana, da Nade e seu Scott, da Karin e sua Jade, da Claudinha e os moradores do beco, da Tânia e suas peças lindas que ajudam a custear tratamentos e castrações, enfim, de todas as amigateiras e cachorreiras que passam por aqui e enchem a blogosfera de ensino sobre como o amor pode ser abrangente, gratuito e profundo.
Mas agora, depois deste post grandinho, que tal você deixar aí nos comentários o nome do seu amor de 4 patas? Sei que cerca de 70% dos meus leitores têm ao menos 1 peludinho ou bigodinho e casa…
Diz aí, todo mundo quer conhecer seu bichinho!43
59
QUERO LER O POST COMPLETO

Anos 80, ahhh!!!

em 28/01/2010


Tem coisa mais anos 80 do que Cindy Lauper? Diz aí se você não dançou bem apertadinho com um gatinho...

Eu lembro de tudo dos anos 80. E tenho saudades, sabe? Claro, como não lembrar e ter saudade de uma época tão linda, ainda inocente de certa forma, época da adolescência, de bandas de rock, das boys bands, das roupas exageradas e sobretudo das músicas dos anos 80!

Mas chocante mesmo foi eu receber um convite de aniversário de 15 anos… festa temática anos 80.
E a menina dizer: Vai ser uma festa tipo de volta ao passado, com coisas daquela época e tals…
Daquela época!!! Como se fizesse mil anos!
Nunca me senti tão com 37 anos!
Não faz tanto tempo assim.
Faz?
QUERO LER O POST COMPLETO

Os 5 maiores vilões das novelas

em 27/01/2010


Semana passada, antes de começar a trabalhar e portanto com tempo para ver televisão,  me vi assistindo um capítulo inteiro(OHHH) daquela novela das 7, Tempos modernos.
E fiquei pensando que não se fazem mais vilões como antigamente… Tá, é exagero, mas que tem uns vilões em novelas passadas que faziam a gente se roer de raiva, ah tem sim!
Quer ver:

despedida
5- Sérgio Santarém:
Sim, porque vilão que se preze tem nome e sobrenome.
Este, interpretado pelo Marcos Paulo infernizou a vida dos 4 amigos de Despedida de solteiro.





4- Maria de Fátima:
A talentosa Glória Pires deu vida à vilã símbolo de uma geração: virou até adjetivo para qualificar filhas desnaturadas.
E olha que em Vale tudo não deve ter sido fácil se destacar.
Regina Duarte, Renata Sorrah, Beatriz Segal... elenco estrelado!

Haja maldade!




3- Renato Mendes:
Lindo demais, Fábio Assunção mais me dava vontade de rir do que qualquer outra coisa, mas sem dúvida complicou a vida de muita gente em Celebridade.
As cenas dele com a Cláudia Abreu eram ótimas!


2- Olavo Novaes:
Diz prá mim se Vagner Moura não roubou para si a novela?

E consegui isso mesmo com grandes atores em cena.
Seu “par romântico” com a prostituta Bebel é inesquecível!


1- Flora:
Sem sobrenome que eu me lembre, mas com umas cenas de arrepiar!
Claro que uma grande atriz ajuda, e Patrícia Pillar é excelente, mas o personagem é muito forte.

Nas cenas que vi me deu medo.
E tinha estilo, a vilã.
A cena em que ela aparece coberta de sangue e faz o personagem do Mauro Mendonça infartar é um bom exemplo do quanto a bela foi fera!




Agora vamos brincar? Complete a lista!
Vilão é o que não falta!

linebuster
QUERO LER O POST COMPLETO

Minha experiência com o tráfico de drogas

em 25/01/2010

1s Por esses dias eu vivi uma aventura e vou contar prá você.

Quase em frente à minha casa existe um Centro comunitário que foi erguido pouco tempo depois que eu me mudei. É uma casa grande, que foi usada para aulas de dança, ginástica, pintura e mais um monte de coisas antes que a Prefeitura abandonasse os projetos e o centro ficasse abandonado. Foi depredado, o mato cresceu em volta e virou ponto de consumo de drogas e de sacanagem em geral. Em frente minha casa, acredita?

Pois eu estava outro dia lavando a calçada, eram umas 7:30hs. e a rua deserta que só vendo, apenas eu e a Menininha na rua. Nisso me sai um rapaz de dentro do centro comunitário abandonado e vem calmamente em nossa direção:

“Dona, tem pobrema se eu dormir aqui?”

Respondi:

“Não sei dizer, não. Eu não decido isso. Por mim não tem problema não, mas não sou eu que decido.”

“Deve dar nada não, nem tem nada prá roubar”.

E foi-se. Passou a dormir no local. De repente a minha rua, calma e tranquila, começou a ter um movimento anormal, carros e motos indo e vindo, uma agitação daquelas. O orelhão em frente ao centro jamais esteve tão requisitado. E as mães nunca prenderam tanto as crianças em casa…

Claro, você já adivinhou: o rapaz era traficante. Pobre, maltrapilho, sujo e magro de dar dó. E me deu dó. Conversava com ele todo dia de manhã. Fez amizade com a minha Menininha. E a rua cada vez mais agitada…

Até que um dia uma comissão de vizinhas foi à rádio reclamar da presença dele no centro comunitário. A polícia veio, foi um horror. Tinha “cliente” no centro, era supre cedo, só eu e a Menininha na rua, camburão e homens armados para todo lado! Quando o levaram e desocuparam o centro ele tinha duas panelas velhas, um pedaço de espuma que servia de colchão e uns tijolos como fogão. Parece que o tráfico não deu lucro algum, só tirou a vida dele… Se você visse! Um menino, devia ter uns 20 anos, e parecia um velho sujo e maltrapilho. Sem casa, sem roupa, sem comida. A droga comeu tudo. Sinto um aperto no coração pois acima do fato de ser um traficante e portanto potencialmente perigoso, ele é um filho de Deus. E Deus sabe os horrores que ele passa por aí. Gostaria de ter ajudado de algum modo… Seria bom se uma pessoa que pensa em experimentar drogas conhecesse esse menino e visse o modo de vida ao qual as drogas o levaram…

Eu sou mesmo muito ingênua, como diz o marido. E as vizinhas estavam certas, claro.

Mas ele me lembrou um pitbull: a fama impede que alguém se aproxime. amorbar

QUERO LER O POST COMPLETO

Vamos celebrar?

jo15 Desde que comecei a trabalhar em casa, e lá se vão mais de 15 anos, que janeiro, fevereiro e março são meses sem trabalho. E julho também. Então, resumindo, eu trabalho muito cerca de 8 meses por ano, trabalho duro mesmo, cerca de 14 horas por dia, de segunda a segunda, mas em compensação tenho 4 meses em média de desemprego. Sempre foi assim. Mas este ano mudou.
Hoje, segunda-feira, em janeiro ainda, eu volto à minha rotina de 14 horas ou mais de trabalho. Assim, inesperadamente. Tava preparada não; ia inclusive começar a lixar as paredes da minha garagem para pintar…
Mas tá muito bom, tá ótimo na verdade.
Então, assim que você ler este post eu já estarei conhecendo a coleção outono-inverno…
E para começar bem o dia, quer dizer, para ficar ainda melhor, tem música:


Eu gosto de andar pela rua
bater papo, de lua e de amigo engraçado
Eu gosto do estilo do Zorro
o visual lá do morro e de abraço apertado
Eu gosto mais de bicho com asa
mais de ficar em casa e mais de tênis usado
Eu gosto do volume, do perfume
do ciúme, do desvelo e do cabelo enrolado
Eu gosto de artistas diversos
de crianças de berço e do som do atchim
Eu gosto de trem fora do trilho
de andar com meu filho e da cor do marfim
Tem gente, muita gente que eu gosto
que eu quase aposto que não gosta de mim
Eu gosto é de cantar
Vamos celebrar, celebrar, celebrar... Vamos celebrar
Vamos celebrar, celebrar, celebrar... Vamos celebrar
Eu gosto de artista circense
de astista que pense e de artista voraz
Eu gosto de olhar pra frente
de amar pra sempre o que fica pra trás
Eu gosto de quem sempre acredita
a violência é maldita e já foi longe demais
Eu gosto do repique do atabaque
do alambique badulaque do cachimbo da paz
Eu gosto de inventar melodia
da palavra poesia e de palavra com til
Eu gosto é de beijo na boca
de cantora bem rouca e de morar no Brasil Eu gosto assim do canto do povo
e de tudo que é novo e do que a gente já viu
Eu gosto é de cantar
Vamos celebrar, celebrar, celebrar... Vamos celebrar
Vamos celebrar, celebrar, celebrar... Vamos celebrar
Eu gosto de atores que choram ali por nós
e namoram ali por nós na TV
Eu gosto assim de quem é eterno
de quem é moderno e de quem não quer ser
Eu gosto de varar madrugada
de quem conta piada e não consegue entender
Eu gosto da risada gargalhada
da beleza recriada pra que eu possa rever
Eu gosto de quem quer dar ajuda e acredita que muda o que não anda legal
Eu gosto de quem grita no morro
que a alegria é socorro e que miséria é fatal
Eu gosto do começo do avesso
do tropeço do bebum que dança no carnaval
Eu gosto é de cantar
Vamos celebrar, celebrar, celebrar... Vamos celebrar
Vamos celebrar, celebrar, celebrar... Vamos celebrar
Eu gosto é de ver coisa rara
a verdade na cara é do que gosto mais Eu gosto porque assim vale a pena
a nossa vida é pequena e tá guardada em cristais
Eu gosto é que Deus cante em tudo
e que não fique mudo morto em mil catedrais
Eu gosto é de cantar
Vamos celebrar, celebrar, celebrar... Vamos celebrar
Vamos celebrar, celebrar, celebrar... Vamos celebrar


Se você puder, diga prá mim o que mais você gosta e quer celebrar hoje?
E aí? Vamos celebrar este dia?
Porque outro igual a este nunca mais haverá!!!

flower2
QUERO LER O POST COMPLETO

Cor de rosa…

em 23/01/2010

FotoFlexer_Animation Pense em um blog variado. Agora pense em uma blogueira variada, divertida, engajada, meiga, forte e que sempre tem uma palavra para deixar nos comentários do blog que visita. Pensou? Então agora eu quero apresentar essa blogueira e seu blog Cor de rosa choque…
Como a melhor pessoa para falar de nós somos nós mesmos, vamos conhecer a Lídia por ela mesma:
Lídia Ferreira
Sou uma mulher de 46 que conseguiu dar uma reviravolta. Uma mulher que aos 40 anos viu seu mundo mudar, viu o amor vira odio, o mais querido dos amigos se tornar um dos piores inimigo,e o inimigo se tornar um valioso amigo, vi nascer nos olhos da inocência à dor da realidade fria , e a realidade fazer da lagrimas o sorriso de felicidade ,a derrota se transformar em vitoria,vi meus filhos se tornarem homens na adolescência e vi o homem de caráter se transformar no pior dos canalhas Mas também vi a solidão se transformar e se perder no sorriso e no carinho de um novo amor, que apreende se renovar a cada nascer do dia. Aprendi a ser feliz novamente.
Conheci a Lídia por acaso, e a convidei para contar sua estória(leia, leia, leia!) na coluna Um pouco de amor. Foi uma participação bem impactante, e daí ficamos mais próximas. Não sei direito como classificar o blog dela, talvez justamente por ser um blog que desafia qualquer classificação. É bem variado, bem dinâmico e bemmm divertido. Mas também tem assuntos sérios, e muito engajamento em questões do dia a dia.
Mas é mais que isso… não sei ao certo o que é, mas o blog tem um clima gostoso, de casa de amigo, sabe? Aposto com você que se conhecer a Lídia, se fizer uma visita, ficará amigo dela. Ela é muito atenciosa, sabe? E num mundo tão superficial isso faz muita diferença…
E então? Topa dar um passeio comigo? Acho que será mais um blog na sua lista de preferidos…
lh6c
Importante!
A promoção de Ano novo do blog está indo muito bem, mas ainda vai melhorar!
Se você já postou e foi indicada mais de uma vez pode postar de novo e indicar mais 3 pessoas para participar.
E eu tenho uma novidade!
O blog chegou ao inacreditável número de 500 seguidores! Sem campanha, sem exigência e quase sem divulgação fora o próprio blog e as promoções aqui realizadas. Legal, né?
Para celebrar e agradecer eu vou aumentar o número de sorteados na promoção: ao invés de 2 serão 3 através de sorteio e ao invés de 1 por escolha da melhor frase serão 2!
Isso aumenta a sua chance em 50%!!!
Corre, leve o selo da promoção e poste em seu blog! O resultado sai dia 07/02!
orkut_483
QUERO LER O POST COMPLETO

Joice e o amor além da vida

em 22/01/2010

A estória de amor que publico hoje é uma das coisas mais sentidas que eu conheço. A Joice não é blogueira, e para falar a verdade quem disse a ela que exitem blogs no mundo fui eu. Ela é minha amiga há muitos anos e é uma das 5 pessoas que sabem que eu tenho um blog.
Prepare-se, pois a estória é muito impressionante…
amor_imagem Meu nome é Joice e moro em São Joaquim da Barra. Conheço a Elaine há mais de 20 anos e por isso estou escrevendo esta estória hoje. Vou contar a minha estória de amor.
Conheci meu marido quando tinha 16 anos. Meu pai mudou com a família para Uberlândia por causa de um emprego e lá eu conheci o Edgar. Ele era mais velho e no começo meu pai e minha mãe não queriam de jeito nenhum que a gente namorasse, mas com o tempo eles foram vendo que não adiantava separar, eu sempre dava um jeito de ver ele, estava muito apaixonada e disposta a tudo. Então, depos de 3 anos meu pai resolveu voltar para São joaquim e não teve jeito: casei com pouco mais de 18 anos, quase 19.
Meus pais voltaram e eu fiquei em Uberlândia, mas sentia muita falta da minha família, dos meus 2 irmãos, da minha mãe. Não dava para vir junto por causa do trabalho do meu marido, mas mesmo assim, com toda a saudade eu era muito feliz, tinha casado com o amor da minha vida. ^Pelo menos duas vezes por ano a gente vinha para São Joaquim ficar com minha família, e eu fui aprendendo a viver assim.
Em 2001 eu descobri que estava grávida. Foi uma alegria muito grande, não via a hora de ver minha mãe e deixar ela colocar as mãos na minha barriga para abençoar meu filho! Marcamos de viajar para a casa dos meus pais no começo de 2002, quando eu estaria com quase 5 meses e daria para viajar sem riscos.
Mas na viagem nosso carro foi pego por uma carreta carregada de sementes e fomos jogados fora da pista. Quem conhece a Anhanguera sabe que é uma pista boa, mas tem uns trschos perigosos e num desses, perto já de São Joaquim, o carro foi atingido.
Meu marido tinha 27 anos e morreu na hora. Eu tinha 19 anos apenas e já era viúva… Também perdi meu neném e fiquei com as pernas lesionadas depois do acidente. Na hora eu não vi nada, pois fui jogada longe cerca de 30 metros. Não sei porque não morri; quis muito que isso tivesse acontecido mas não aconteceu.
Já faz mais de 8 anos. Eu nunca mais tive nem um namorado, não sinto que esteja pronta. Voltei para São Joaquim e hoje trabalho numa fábrica de calçados.
Tem muita gente que diz que eu preciso arrumar namorado, sair, voltar a viver. Eu sempre digo que não quero, eu não quero um namorado. Tive um marido perfeito, que me dava flores toda semana, que me fazia todas as vontades, que me amou como só um homem bom pode amar uma mulher. E que eu amei com todo o meu coração e com toda a minha alma. Não quero outro, não preciso e nem sinto falta. Um dia vou encontrar meu marido e meu filho, eu sei que vou, e quando encontrar eu vou ser feliz de novo.
Não pensem que eu sou triste. Sou muito agradecida porque tive o que muita gente não tem: um amor verdadeiro que nem a morte apaga.
divider7mf4
QUERO LER O POST COMPLETO

Fora do ninho…

a1a Outro dia estava conversando com minha professora do primário e… peraí, deixa eu te apresentar ela: clique aqui e aqui e depois volta para ler o resto. Eu te espero…



Então, estava conversando com ela e ela me disse que havia um ninho de pássaros em sua varanda. Que ficou dias e dias observando o ovinho, depois o filhote quando nasceu, o vaivém da mãezinha para alimentar o pequeno… até que um dia o filhotinho aprendeu a voar. E voou… E ela chorou.
Fiquei pensando…
Será isso que sentem as mães  e os pais quando os filhos ganham o mundo? E toda vez que vêem um passarinho voar para fora do ninho lembram do filhote que voou?
Diz aí, você que é mãe ou pai…
…que esse é um assunto que eu não domino… daisy
QUERO LER O POST COMPLETO

Gordinhos…

em 21/01/2010

Sim, gordinhos!
O  bebê:
Lisa2 041   Esta foto é para as titias virtuais Maria do Rosário, Ana, Geovana e todas as que sempre perguntam pelo lindinho da titia rs

E o blog, mas este é gordinho de selinhos…
Vamos a eles?


Recebi este selinho
selinho__cafune_lidiada Lídia. Quero fazer o carinho para a Olívia e para a Giselle.




 


Este belo selo eu recebi da Sandra. selo-poderosaQuero presentear com ele a poderosa Alexandra(além das unhas, gosta de batom vermelho?) e a poderosa Sheila.





compartilhar - DoceVidaDura - 141209Este gatinho-selo veio do blog da Sandra Rossi. Quero presentear a gateira querida Ana e seus Anjogatos, e a Gisa com seus Miados mil.




Recebi este carinho da Valéria e quero presentear com ele duas queridas que sempre passam para dizer oi e das quais eu gosto muito: Tyna e Mahria
  Queridas, é meu, então é nosso...



Este selo lindinho eu ganhei da Kelly e quero dar de presente para a Carla, que além de livros tem cachorro... aliás praticamente toda pessoa sensível que gosta de livros gosta de animais por perto... E também quero presentear com este selo a Márcia, mãe do Roberto.


Este selo eu ganhei faz um tempão da   Carla. A regra: Indicar 15 blogs a quem vai ser atribuído o selo e dizer porque nos conquistaram! Vou presentear com ele a Irene, que tem um blog deliciosamente bem escrito.
E também vou presentear o Lukas. Você precisa conhecer A cela de um anjo caído: textos lindos e com uma profundidade que só mesmo alguém com o histórico do Lukas para conseguir garimpar!
 
Este prêmio eu recebi da Tyna e de mais pessoas, mas como faz tempo eu perdi os demais links... minforca?
Tem regras?
Tem!!!

  • Cada Superior Scribbler (SS) deve passar o prêmio para 5 amigos que tenham merecimento.
  • Cada SS deve linkar o autor e nome do blog de quem ele recebeu o prêmio.
  • Cada SS deve exibir o prêmio em seu blog e disponibilizar o link no post que explica o prêmio.
  • Cada SS é convidado a visitar o post que explica a atribuição do prêmio e adicionar o seu nome à lista de link.
  • Cada SS deve colocar essas regras no seu blog.

Primeiro precisei descobrir o que é Superior Scribbler. E fiquei feliz demais de saber que sou uma…
Agora que já sei, vou presentear a
Elaine Barnes, que é uma scribbler maravilhosa. E também quero homenagear a Mylla, pois só uma pessoa muito especial e que goste mesmo de escrever para conseguir manter tantos blogs!

Por hoje é só…

Mandem mais, tá? Este ano chego a mil selos!

br97




QUERO LER O POST COMPLETO

Direito de ser gay e direito de não ser

em 20/01/2010

igualdade Todo mundo sabe (eita exagero!) que eu não assisto Big Brother. Mas eis que em uma casa de 49 metros quadrados é impossível não tomar conhecimento, especialmente quando marido, a cada 5 minutos, fica relatando o que está acontecendo no programa. Daí que eu quero falar sobre preconceito homossexual.

Tá achando que vou falar dos gays assumidos que participam desta edição, né? Até vou, mas de um ponto de vista bem pessoal.

Estava vendo a edição de terça-feira e algumas coisas me chamaram a atenção no comportamento do Dicesar. Ele reclama muito da suposta homofobia do Dourado e que teria mais gente preconceituosa na casa, mas o mais preconceituoso tem sido ele próprio. Fez piada sem graça sobre a Angélica, que é lésbica, dizendo que “sapatão é assim mesmo, não pode ver um chinelo grande que já vai logo querendo pegar”. Implicou com a Tessália por achar que quem tinha de grudar no Sérgio era ele e não uma menina e implicou com a Elenita, que tem um longo histórico de militância em defesa do direito dos homossexuais.E tem outra coisa, e é aí que quero chegar.

Os gays têm direito de serem gays? Sim, têm. Não estou dizendo se é certo ou errado, não sou ninguém para decidir isso, mas que eles têm direito de serem e de mostrarem o que são eles têm.

Mas os heterossexuais também têm o direito de serem o que são. E têm o direito de não gostar de manifestações mais entusiasmadas da parte dos gays. Sem violência, com respeito à pessoa mas com direito de expressar a própria opinião.

Hoje há uma grande pressão sobre este assunto. Há projetos de lei que tramitam no Congresso que criminalizam  e punem manifestações consideradas homofóbicas. Isso seria bom, se não escondesse uma armadilha: caso a lei seja aprovada será crime você dizer que não concorda com o homossexualismo. Pais não poderão dizer isso aos filhos, padres e pastores também não e um gay poderá processar toda e qualquer pessoa baseando-se nessa lei. Caso a lei passe os gays serão uma classe privilegiada, pois viveremos em um país onde pode-se falar que discorda do Presidente, do Papa, do Senado, da polícia e das instituições em geral mas não poderá ser dito que não apoia o homossexualismo ou que não concorda com a prática homossexual pois será crime. E crime passível de penas duras, superiores inclusive à pena por racismo.

Hoje é famosa no mundo todo a Parada do orgulho gay. Caso essa lei passe e alguém tenha a ideia de realizar uma Parada do orgulho hétero isso será crime previsto no Código de direito penal. Entende o que eu quero dizer? Será uma perseguição sem precedentes, e toda brecha para perseguição me preocupa.

Eu não concordarei jamais com uma lei que cria uma classe “separada” de cidadãos, como se uns valessem mais do que os outros. E esse projeto de lei fere a Constituição que diz que “somos todos iguais perante a lei”.

Somos todos iguais, e não é certo tentar corrigir séculos de discriminação dando armas para que os discriminados de outrora sejam os perseguidores do futuro…

QUERO LER O POST COMPLETO

Como fazer selos para o blog?

em 19/01/2010

Antes de começar o post eu quero agradecer os comentários do post anterior; muito obrigada a todo mundo que deixou um conselho, uma palavra e especialmente os elogios rsrsrs. Agora voltamos à nossa programação normal…
FotoFlexer_Animation Uma das coisas mais úteis quando temos um blog para editar é saber manipular imagens e editá-las. Para isso existem muitos programas que realizam a tarefa mas a maioria deles têm o inconveniente de precisarem ser baixados no computador. E isso pode ser muito complicado para quem não domina completamente esse vasto mundo virtual(eu!). Então, o ideal seria um site onde a gente pudesse mexer nas imagens e confeccionar nossos selinhos sem grandes dificuldades. Ah, e que fosse de grátis, pois de graça tem mais graça… Será que existe?
Sim! Se você procura um jeito de fazer selos personalizados para seu blog, ou para presentear os amigos blogueiros ou ainda para divulgar promoções e campanhas em seu blog seus problemas siacabaram!
Quero te apresentar o FotoFlexer. Este site permite que você carregue imagens armazenadas em seu pc e edite conforme a sua necessidade. Pode adicionar efeitos, bordas, textos (inclusive em glitter!) e muito mais. Está em inglês mas é muito fácil de entender e a interface do site é muito simples. Vá mexendo e aprendendo, é uma delícia.
Veja no começo do post um exemplo, e aqui tem outro:FotoFlexer_Animation
E fui eu que fiz! Acredite, se eu consigo, você consegue!
x1pnprgmi5o52jbsqzqgxattag5wy7xxcztkdg3tu5awgawgm3txyvi5
Ainda no assunto montagem e edição de fotos e imagens tem este site aqui: MontaFoto. Tem tantos recursos que dá para ficar brincando um dia inteiro! Quando eu estava pesquisando para elaborar este post eu montei várias coisas legais:minhaFoto minhaFoto4



Você vai se divertir muito!
Agora é com você: use a imaginação e faça selos lindos! E não esqueça de mandar um prá mim quando conseguir!
x1pnprgmi5o52jbsqzqgxattag5wy7xxcztkdg3tu5awgawgm3txyvi5
QUERO LER O POST COMPLETO

Umas confissões…

em 18/01/2010

menininha-solitaria-e-triste-146443-149-thumb-570 Um dos motivos de eu manter um blog é a necessidade que eu tenho de auto conhecimento. Seria bom fazer terapia, mas o blog tem dado conta do recado…

Então lá vai a terapia…

Neste fim de semana foi a festa de 10 anos da minha afilhada e sobrinha. Normalmente eu evito festa, especialmente de família, como quem evita a forca mas como era para ela eu não tinha como não ir. Então fui. E meu pai, que não fala comigo há 20 anos foi também. Mas para entender esse post você precisa  antes ler este aqui!

Agora imagine a situação: uma casa relativamente pequena onde as pessoas inevitavemente se trombam e nós sem nos falarmos. Fiquei pouco mais de 1 hora na festa, e essa 1 hora eu a passei com o Luís Otávio,Lisa2 039 no quarto da minha irmã.

Mas teve uma hora em que eu estava de pé, com o bebê no colo esperando ele arrotar e meu pai parou na porta do quarto, achando que era minha irmã pois estava tudo na penumbra. Foi triste, ele se deu conta que era eu, deu meia volta e fugiu como se tivesse visto fantasma…

Minha família é complicada, e essa relação minha com meu pai, ou a falta dela aliás,é muito triste. Ele não voltou para a vida dos meus irmãos por que quis, eles é que foram atrás e ele, mesmo estando errado, jamais deu o braço a torcer. Primeiro ele se aproximou do meu irmão pelas mãos da minha cunhada, que precisava de cheque emprestado e foi pedir a ele. Depois minha irmã precisou de dinheiro e, espantosamente, foi pedir a ele. Assim ele foi voltando, se impondo e ficando. Tem umas duas fotos dele com o Luís Otávio, mas com os meus dois outros sobrinhos não. Porque? Simples, eles são negros e ele não gosta de negros, mas o bebê é branco. E é menino, pois ele não gosta de meninas. E não gosta de animais

Que dizer? Não sei porque a minha vida com ele tomou esse rumo, e nem sei onde vai dar, mas somos muito diferentes em quase tudo. E temos uma semelhança: ele é orgulhoso, eu sou também. Não digo que estou certa, apenas sou assim. Sou amiga para qualquer hora, e movo o mundo para ajudar alguém mas se tiro uma pessoa da minha vida é prá valer.

Marido é que fica pasmo com isso, pois é muito apegado ao meu sogro e disse que jamais se imaginaria numa situação dessas…

barra14

QUERO LER O POST COMPLETO

Por onde anda a blogueira que deveria estar aqui?

em 17/01/2010

A postagem de hoje é especial e muito importante para mim… E tem a ver com o motivo de não ter havido indicação de um blog neste domingo, como já é de praxe.
É que esta gatinha acaba de completar 10 anos:

a1
Esta foto eu imprimi na capa do dvd de fotos que foi oferecida como lembrança aos convidados da festa; bem que tentei um slide mas travei na hora de gravar…
Mas tudo bem, foram mais de 100 fotos, e ficou um vídeo lindo, lindo…
Veja mais algumas fotos:

Cópia de PICT1111  PICT1160
Cópia de PICT1124 PICT1156
Lisa2 133
Diz aí se eu não tenho três lindos e deliciosos motivos para não ter postado a indicação da semana hoje? Domingo que vem tem, tá? I'm promising…

076estrelinhas


QUERO LER O POST COMPLETO

Uma triste estória de amor

em 16/01/2010

32 A estória que publico hoje é muito triste. Pensei muito antes de postar mas quis fazer pois acredito que nem só de alegria e realização é feito um grande amor.

A dona da estória pediu para que eu não dissesse quem ela é e nem desse o link dos blogs dela. Claro, vou respeitar. Mas vou fazer a você o mesmo pedido que ela me fez: não a julgue. Cada um sabe a dor que sente e os motivos que tem…

32

Quando completei 14 anos meus pais conseguiram um apartamento num conjunto habitacional. Eu tinha um namorado que rompeu comigo por causa da distância que ficou do bairo onde eu morava para o novo ,mas tudo bem, já não gostava dele mais...

Então um dia, sentada pela manhã de um sábado,lendo um livro de romance destes de bancas , num bairro  quase fantasma (pois as pessoas ainda estavam sendo sorteadas) vejo um jovem passando lá na rua; ele me olha dentro dos olhos e eu pensei comigo: Que lindo rapaz! E ele seguindo a me olhar… Parou na rua de baixo vendo   alguns  rapazes jogar futebol,mas de lá podia sentir seus olhos...

Descobri que ele tinha namorada,fiquei triste, pensei: “Não vai rolar!” mas ele  terminou e se aproximou de mim. Foi ele quem dançou comigo na minha festa de quinze anos,me lembro como se fosse hoje: London,London do RPM…

O namoro durou 3 anos  e acabou de tanto desgaste,eu não podia sair, meu pai não deixava  e ainda obrigava a gente ir na igreja, obrigava mesmo! Se não fosse não deixava namorar.

Eu implorei a ele ,o persseguia, fiz de tudo mas ele ficou irredutível.

Então  conheci meu esposo. Engravidei quando tinha 18 anos! Foi com ele que entrei pela primeira vez na sala de um cinema. Na verdade eu queria era fugir  do meu pai ,então fui morar com ele. Me mudei pra outra cidade, mas o sentimento veio comigo. Meu antigo namorado também casou e hoje tem duas filhas.

Meu casamento foi um fracasso. Meu marido teve outras,me tratava muito mal, me  humilhava… Só nunca me  colocou a mão. Mas um dia ele adoeceu, doença crônica,hoje está sob controle  apenas, mas mesmo assim ainda é  um homem  grosso ,que por vezes me entristece...

Então um dia liguei para ele, para  o meu grande amor!  É, eu sei  que enlouqueci! Trocamos e-mail e  msn, convidei-o pra um encontro  e ele veio!

O que aconteceu não dá para descrever! Somente um vulcão se compara ao nosso encontro! Meses depois ainda conversávamos pelo msn até que sua esposa descobriu tudo!

E ele me disse adeus...

Nesse meio tempo meu marido adoeceu mais,e mudou completamente o jeito de ser, passou a se mostrar um homem apaixonado e eu nem sei o que dizer...me traz café na cama,faz o jantar,tudo que quero ,mais já não o amo mais...

Mas,  mesmo que  tenhamos escolhido as  nossas famílias e sacrifiquemos este amor ele sempre será um grande amor ,só que impossível!!!

 

Quer ver sua estória de amor contada aqui? Manda prá mim: elainegaspareto@hotmail.com

32

QUERO LER O POST COMPLETO


Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários