Tratar bem a quem amamos

em 26 de novembro de 2009

0122 “Certo dia correndo no trânsito da rua, trombei com um estranho e disse-lhe:
- Oh, me desculpe, por favor!
E ele disse:
- Ah, desculpe-me também, eu simplesmente nem te vi!
Nós fomos muito educados um com o outro.
Então, nos despedimos e cada um foi pro seu lado.
Mais tarde naquele mesmo dia eu estava fazendo o jantar e meu filho parou do meu lado tão em silêncio que eu nem percebi.
Quando eu me virei, eu lhe dei uma bronca.
"Saia do meu caminho garoto!"
E eu disse aquilo com certa braveza, e ele foi embora, certamente com seu pequeno coração partido..
Eu nem imaginava como havia sido rude com ele.
Quando eu fui me deitar, eu podia ouvir a voz calma e doce de Deus me dizendo:
“Quando falava com um estranho, quanta cortesia você usou!
Mas com seu filho, a criança que você ama, você nem sequer se preocupou com isso!
Olhe no chão da cozinha, você verá algumas flores perto da porta..
Aquelas são flores que ele trouxe pra você.
Ele mesmo as pegou, a cor-de-rosa, a amarela e a azul.
Ele ficou quietinho para não estragar a surpresa, e você nem viu as lágrimas nos olhos dele".
Nesse momento, eu me senti muito pequena e agora, o meu coração era quem derramava lágrimas.
Então eu fui até a cama dele e ajoelhei ao seu lado.
“Acorde filhinho, acorde. Estas são as flores que você pegou pra mim?”
Ele sorriu, "Eu as encontrei embaixo da árvore.
Eu as peguei porque as achei tão bonitas como você!
Eu sabia que você iria gostar, especialmente da cor azul”
Eu disse, "filho, eu sinto muito pela maneira como agi hoje.
Eu não devia ter gritado com você daquela maneira.”
E ele disse. "Ah mamãe, não tem problema, eu te amo mesmo assim!!”


Será que estamos tratando as pessoas que convivemos com o amor que realmente elas merecem? Já percebeu como a gente se esforça por ser agradável e simpático com (quase)estranhos e em casa a gente mostra nossa pior face?
Penso muito nisso… e não é de admirar que muitos adolescentes prefiram os amigos à família. Que maridos prefiram a companhia dos amigos. Que esposas prefiram as amigas.
Não deveria ser assim… eu deveria ser mansa com quem amo. E ser amável com quem me ama…
Não é?
lh6c

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

30 comentários , comente também!

  1. é desse jeito Elaine, precisamos mesmo olhar com mais cuidado para os nossos, belo texto.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. É, realmente, às vezes decontamos nossa ira naqueles que mais amamos, que estão mais próximos, e guaradmos nossas gentilezas para desconhecidos... para refletir...

    beijos!

    ResponderExcluir
  3. verdade.... adorei a postagem...

    bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Excelente texto, Elaine

    Realmente nos fez pensar em nossas atitudes e nada mais conveniente que fazer isso nesta época do ano.

    Um forte abraço, minha querida!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi...tudo bem???
    òtima postagem....

    Tenha um lindo dia..
    Fica com Deus.....
    Té +++

    ResponderExcluir
  6. Sim... não deveria nunca ser assim, muitas vezes tratamos a um estranho muito melhor que quem dizemos amar.

    Há que se fazer uma grande reflexão ao ler esse texto.

    Que cada dia que nasce,
    seja uma dádiva em seu destino!

    Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  7. É! Isso mesmo!

    E, depois daquela mensagem que postei lá no Leitura....tenho que dizer que tenho muita sorte.....porque sou cercada de pessoas que demonstram amor, carinho e admiração~o tempo todo. Só lamento que meu caso seja uma exceção....devia ser assim com todo mundo, né?

    beijinhos e amei seu comentário!

    ResponderExcluir
  8. Poxa Elaine, essa carapuça também serviu direitinho em mim. Quando eu chego a noite, os meus filhos ficam me rodeando p/contar as novidades do dia e nem sempre posso ouví-los, pois tenho que preparar o jantar. Quantas vezes mandei eles sairem da cozinha, se não iriam me atrapalhar...Quanta tolice! Um dia mais tarde,talvez vou querer vê-los ao meu lado na cozinha e eles não estarão mais lá, pois já terão seguido os seus caminhos...
    Essa correria não leva a nada e temos que aproveitar cada minuto ao lado daqueles que amamos e deixar o resto sempre pra segundo plano, pois um dia nos arrependeremos. Obrigada pelo texto e pelas dicas.
    Um beijão

    ResponderExcluir
  9. Que lindo!!
    Como você escreve textos profundos e verdadeiros!! Amo muito tudo isso!!

    Quanto minha história de amor, já começei a prepara-la, para vc e para Ju!

    É que estou preparando uma big surpresa para marido e ando enrolada, rs

    A ajuda que quero sua, e para proteger meu blog, não entendo direito... bjks

    ResponderExcluir
  10. Lindo isso! As crianças dão show! beijos,chica

    ResponderExcluir
  11. Oii, que coisa mais linda isso que você escreveu. É verdade mesmo, parei para pensar em quantos "bom dias" dou aos meus colegas de trabalho, ao frentista, aos vizinhos, mas não dei bom dia ao meu marido que acorda todo dia ao meu lado. Obrigado por me fazer pensar nisso! E seu filho deve ser um fofo!! Beijos, to te seguindo.

    ResponderExcluir
  12. Querida muito obrigado por este texto,,,corri lá dar mil beijos no meu menino q dei uma "bronca" por uma bobeira ontem,,,,
    Deus apareceu cedo aqui, neste texto para me mostrar q preciso rever como estou tratando eles,,,
    beijocas

    ResponderExcluir
  13. Sim, mas nem todos pensam e agem assim.
    Se cada um fizer a sua parte o mundo com certeza será melhor.

    Bom dia Elaine.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  14. Oi minha querida! Bom dia! Então você encontrou o meu "clone", heim? Rsrsrsrsr... É como eu disse lá: tem dois blogs que eu gosto muito, e que não aceitam comentários do Wordpress, então uso o Dois. Eu já pensei em migrar sim, mas eu gosto desse visual clean do meu. E quando eu fou mudar, até já sei quem é que vai me socorrer, você pode adivinhar?
    E quanto a tratar bem a quem amamos, coincidentemente amanheci pensando nisso, pode? Ontem perdi uma pessoa muito querida, mas que pelos corre-corres da vida, a gente mal se via já há um bom tempo, e agora não posso mais dizer a ela o quanto gostava dela... A gente (eu pelo menos) deveria cultivar o hábito de contar sempre até dez antes de perder a calma com que amamos, e mesmo quando estamos bem, lembrar de dizer "gosto de você" enquanto ainda há tempo.
    E por falar nisso, Elaine, EU GOSTO MUITO DE VOCÊ!
    Beijo e fica com Deus amiga!

    Elaine Maria.

    ResponderExcluir
  15. Voce vai ganhar. Já votei em voce. O texto é muito simpatico.
    Com carinho Monica

    ResponderExcluir
  16. Querida aiga Elaine,
    simplesmente belo este teu texto...
    É a pura realidade da vida!!!
    Adorei!!! Parabéns!!!

    Beijinhos de carinho e amizade,
    Lourenço

    ResponderExcluir
  17. Lindo isso q vc escreveu! E é a realidade, tratamos bem os demais e deixamos a família d lado... Bjsss

    ResponderExcluir
  18. Mas uma reflexão cheia de sabedoria feita aqui.

    Abraço!
    Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  19. Oi como prometi estou passando para avisar que o contador de histórias ocorrerá amanhã e sábado se quiser publicar seu conto. Depois passa lá me avisar ok? Bjos
    http://kriativa.zip.net

    ResponderExcluir
  20. Oi Elaine,
    Seu texto me levou as lágrimas... Agora nesse momento, eu estou com os olhos rasos d´água...
    Muito lindo mesmo... E mto verdadeiro tb!!!
    A gente se desmancha com um estranho e solta os cachorros em cima de quem amamos...
    E depois vamos pedir desculpas!!!

    Qto somos estranhos!!!

    Ah! Achei um filhotinho de passarinho q caiu do ninho e estou cuidando dele... Com conta-gotas de aveia e água...
    Ele come mto viu??? E ele é lindo!!!

    bjão

    ResponderExcluir
  21. Olá Elaine!

    Muito bom o teu texto!
    Sabes que me fez pensar!?
    Nós achamos que quem nos rodeia já consegue ler os nossos pensamentos e muitas vezes não dizemos "eu te amo", porque pensamos..., ah ele sabe que sim!
    Que disparate! Se para nós é bom ouvir, para os outros também!

    Um beijo minha linda... e vou votar de seguida!

    ResponderExcluir
  22. Faço de tudo par não descontar meus problemas profissionais na turma aqui de casa.
    Estou atolada de trabalho, nem li ainda sua postagem da blogagem coletiva (e não participei também, fiquei tão triste...mas tô abarrotada mesmo...)
    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Ótimo seu texto, Elaine!!! Realmente temos que ser mais gentis com quem amamos e com quem está tão próximo de nós, mas que às vezes só nos preocupamos com nossos problemas e assim nos tornamos agressivos. Esta é a segunda vez que entro no seu blog e só agora tive coragem de comentar, parabéns pelo seu espaço, seus posts são muito sinceros e vc transmite muito bem seus sentimentos.
    Bjos floridos

    ResponderExcluir
  24. Elaine..
    adorei o seu conto..
    muito instigante...sensual e bonito..
    parabéns!!!
    quanto a ser gentil , já diz o poeta ..gentileza gera gentileza..precisamos apenas parar um pouquinho as vezes ,e deixar de lado a intimidade, que nos dá a liberdade de sermos mal educados com quem amamos, para simplesmente, enxergar quem é que está ali na nossa frente.ver que é alguem a quem queremos tão bem...então por que não agir com carinho...
    beijus cheios de carinho em seu coração.
    loba.

    ResponderExcluir
  25. ''Parabéns!!! Seu blog está concorrendo ao The Best GB 2009. São 10 blogs participantes. Destes, os 3 blogs com maior quantidade de votos, serão premiados com o Troféu The Best GB 2009. A votação encontra-se na página principal da Gazeta dos Blogueiros e se encerra em 1 semana. Faça a sua campanha! Boa sorte!

    Gazeta dos Blogueiros ''



    Queridos amigos,



    Já que estamos concorrendo a esse prêmio, gostaríamos muito da sua participação votando na gente. Sempre é um prazer fazer parte de qualquer tipo de interação onde o prêmio é o reconhecimento daquilo que fazemos com amor.



    Pra votar:



    Clica aqui!




    -

    ResponderExcluir
  26. Elaine querida...

    Vim deixar um beijo.
    Precisar tratar bem quem amamos... Por isso estou aqui.

    ResponderExcluir
  27. Elaine querida...

    Vim deixar um beijo.
    Precisar tratar bem quem amamos... Por isso estou aqui.

    ResponderExcluir
  28. Esta situação acontece com todos... Realmente quando li o teu post me pus a pensar... refletir... É uma verdade, e agimos desta maneira no decorrer da convivência... Mas devemos mudar...
    Tratemos bem a quem nos faz bem...

    Uma linda noite de sonhos!

    Bjão!

    ResponderExcluir
  29. Ninguém é perfeito. Todo mundo uma hora "peca" trata mal, com grosseira alguem que ama, até mesmo o mais amado que é um filho. Mais tenho pouco esse problema, sou muito carinhosa, procuro tratar muito bem meus filhos, meus irmãos, meus pais, peço perdão, desculpas com muita facilidade.

    Beijinhos especificamente carinhosos

    Mah

    ResponderExcluir
  30. Bela lição, Elaine!

    Na realidade, acho que em casa nós mostramos nossa verdadeira face, que fica escondida na rua. Porque, de certa forma, acreditamos que os que nos amam continuarão amando mesmo quando somos rudes. Confesso que tenho um problema com isso, acho muito mais fácil demonstrar meus sentimentos para amigos do que em casa.

    Bjs

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…