Sobre o que as palavras realmente querem dizer

em 11 de agosto de 2009


Você sabe usar as palavras? Quando escolhe uma para dizer o que quer dizer ela diz exatamente o que você queria dizer quando a escolheu? Vixe que essa frase ficou confusa...vou tentar explicar o que estou pensando:

Quando a gente gosta muito, muito, muito de alguém ou de alguma coisa a gente tem o hábito de dizer: "Te adoro!" ou "Adoro sorvete de morango!" Sei que é uma maneira de falar mas adoração só é devida a Deus e qualquer coisa que a gente goste muito a gente só gosta e não adora. Mas como usamos a palavra a toda hora ela vai perdendo sua real dimensão.E tem outra coisa: amar. A gente diz amar com uma facilidade tal que o verbo acaba perdendo sua expressividade. Amamos o tempo bom, o carro, a praia no verão, o vestido lindo, as sandálias demaisss que vimos na vitrine, amamos a cor do esmalte, a tintura do cabelo, o gelado da coca-cola...E apenas gostamos de pessoas. Li esta frase outro dia e fiquei pensando:
Se as coisas são para serem usadas e as pessoas amadas então porque amamos as coisas e usamos as pessoas?
E eu completo que usamos também o gatinho, o cachorrinho, o passarinho, enfim, coisificamos tudo o que é vivo e que deveria ser amado e não usado e colocamos nosso coração naquilo que deveria ser apenas desfrutado pois é coisa. E o mundo hoje ensina a usar os sentimentos dos outros. E o mais triste é quando a gente usa os sentimentos de um amigo, do amor da nossa vida, dos filhos, dos pais... Usa para se dar bem, usa para se justificar....
Nossa, comecei falando das palavras e olha onde fui parar...
Você sabe usar as palavras? Ou acaba falando aquilo que não pretendia dizer?

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

26 comentários , comente também!

  1. Oi Elaine, é relmente fui eu que ganhei e soube por você, rsrsrsr
    Tinha acabado de chegar do trabalho. Fiquei muito feliz por participar desta brncadeira do Olavo ele é demais! Quanto a sua pergunta, eu nem sempre sei usar bem as palavras, tenho um problema sério em me expressar e quanto mais importante for a situação, mais me enrolo e não consigo traduzir em palavras meus pensamentos e sentimentos.
    Gostei deste teu texto! E porque amamos as coisas e usamos as pessoas? Por que somos humanos e o ser humano tem o infeliz dom de não dar valor as pessoas e sim as coisas etc...
    Obrigada pela visita amiga e tenha uma semana deliciosa!!!
    Beijinhos para ti..

    ResponderExcluir
  2. Olá Elaine!
    Confesso que estou aprendendo...
    Sou muito ansiosa e me enrolo toda pra contar uma história ou explicar uma situação por exemplo.

    Agora sobre a forma de colocar os sentimentos. Algumas palavras me assutam hoje.
    Já disse muito "Eu te Amo" e só depois de ser mãe soube seu real significado, porém, uma vez acho que estava certa em dizer rsrsrs...

    As palavras que antes achava lindas, hoje me assusta e muito, principalmente os "Pra Sempres" e "Nuncas" da vida rsrsrs....
    Os "Sem você eu não vivo" e outras mais.

    Qualquer palavra que ilude quem ouve e diminui quem as fala, tem que ser ouvidas com atenção, pois no calor da paixão por exemplo tudo sai e muitas vezes lá na frente não saberemos nem por que dissemos aquilo...
    Assim como as palavras que saem num momento de raiva, essas são tão más como as que saem no excesso da paixão, e palavra dita não tem mais volta, deixa marcas....

    Espero me lembrar disso num momento certo...


    Menina amei o tema, muitíssimo interessante.

    P.S. Desculpe o post!! rsrsrs




    Beeeiiiijjjjoooosssss

    ResponderExcluir
  3. Olá Elaine!
    Acho que não sei usar as palavras, ou melhor, eu as emprego do jeito errado: sou verborrágica demais!!!
    Exagero sempre, mas eu sou exagerada....na fisionomia, nas palavras, no perfume que passo, nos gestos ao falar.....mas se eu não for assim, também não sou eu.
    E eu passo o dia dizendo que amo e adoro isso e aquilo, porque vejo tudo de um jeito intenso, não me preocupo de ser assim, não sei ser diferente!
    Ia dizer que "amei" a reflexão que seu post me fez fazer....mas bateu uma vergonha....então, vou dizer que gostei!
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. De novo fiz a maior bagunça no seu blog....não acostumei em usar o notebook ainda....sorry!

    ResponderExcluir
  8. Xii Elaine, eu não sei.. olha com o tempo, eu fui me melhorando, sabe? A gente aprende que nem tudo deve ser dito. Eu tenho receio de falar, por trauma, já que qd menina falava mt rápido, genético, ganhei isso do meu pai, e embolava mt, por isso mesmo, evitava falar e tbm por isso, desde mt menina, tinha diários, o que eu não falava, eu escrevia. Nossa,isso daria um texto enorme meu, mas enfim, acho que sou melhor escrevendo do que falando,consigo colocar na palavra escrita as coisas que realmente quero dizer, ou quase todas.
    Agora vc tem toda razão, hoje em dia, amamos coisas e usamos pessoas, que frase boa e certeira.

    ResponderExcluir
  9. eu li uma vez que a clarice lispector gostava muito de escolher exatamente a palavra do qeu queria expressar. eu tb gosto, mas não tenho o conhecimento das palavras como ela tinha e nem sei organizar como ela sabia. mas volte e meia vou ao dicionário para ver se estou empregando corretamente uma palavra. não há problema não saber, acho que o maior problema é não querer se informar. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  10. Tenho muitos vícios de linguagem...se bem que eles aparecem mais na escrita do que qdo falo mesmo.
    "Adorar" é uma palavra que sempre uso.
    E volta e meio uso a palavra errada, ou no contexto errado, quero dizer uma coisa e a e pessoa entende outra.

    Obrigada pelas informações da Bete, eu ia deixar comentário lá, mas ela fechou os comentários, por isso perguntei pra ti.
    bjos

    ResponderExcluir
  11. Eu até consigo me expressar, mas o meu problema está no tom das palavras.

    Não sei lidar com o que é muito frágil, sou uma pessoa prática e forte, é difícil me magoar com coisas pequenas e não sei como agir com gente assim.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    As palavras são meu ponto fraco. Falo pouquíssimo e escrevo com um certo medo de não escrever bobagem. Mas vou levando. Palavras como, te amo, se tornaram banais porque o sentimento está se tornando assim.
    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  13. POxa, vim aqui toda animada para ler seu post sobre minha promoção... :(

    Promessa é dívida, hein? Me ajudaaaa!!!!


    Hahaha...brincadeirinha!

    beijão!

    ResponderExcluir
  14. Eu acho que hoje em dia falar sobre sentimentos tá muito banalizado. As pessoas namoram hoje e amamhã tão se adorando, se amando... isso deixa os sentimentos totalmente expostos, sem definição...

    adorei o post.

    ResponderExcluir
  15. Gosto muito dos seus texto. Você se expressa muito bem, viu? Seu blog sempre é um momento de reflexão no meu dia... obrigado!
    Ah! E obrigado também por ter feito o primeiro comentário no meu blog!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Elaine,
    minha linda, já fui beata ao extremo e achava um absurdo alguém dizer que adorava algo, sendo que eu sabia que podia adorar somente a´Deus ...
    Mas, com o passar do tempo não vejo pecado algum nós falarmos que adoramos algo, eu amo à Deus, adoro Deus e adoro outras coisinhas também ...
    Acho que o pecado maior está dentro da gente né? rs...
    Adorei sua comemoração marcante, e fico felicíssima em saber que o seu casamento foi súper bem sucedido, que Deus os abençoem muito e que esse amor seja eterno ...
    Um beijo grande com carinho,
    Gi

    ResponderExcluir
  17. Eiiii
    Muito lindo seu blog, estou te seguindo....rsrs Bjuuux

    ResponderExcluir
  18. Taí.
    Acho que eu falo demais, acho não, tenho certeza!
    TEnto controlar desesperadamente isso, mas às vezes escapa!

    coloquei seu banner no meu blog.

    Bjkas

    ResponderExcluir
  19. Ola amadinha...

    Eu tenho esse pessimo habito de falar demais.. e nao pensar no que falo (nao é por maldade.. mas minha boca anda mais rapido que meu pensamento, mas ja me disseram que tudo aquilo que sai pela boca passou pela cabeça!)

    Eu tbm acho que algumas palavras estao perdendo o sentido e ganhando outros, e esta dificil a gente saber qdo elas sao verdadeiras.. como vc mesma citou o TE AMO, esta se vulgarizando e nos faz pensar.. se qdo alguem nos diz que nos ama se é isso que a pessoa realmente sente..

    Otimo texto..

    ResponderExcluir
  20. olá, Elaine
    Antigamente... as palavras, as atitudes eram mais delicadas, puxando um pouco p/ o lado conservador... somente, as diziam
    quando realmente era propício...
    (tenho está conclusão, quando paro para ouvir, as pessoas mais experientes__que já viveram muito e possuem belas palavras para dizer...)

    eu sempre, me preocupo com as palavras...
    QUE pronúncio e com as que são pronunciadas...

    um abraço querida, fica com Deus
    cuide-se bem! tenha uma ótima tarde



    Att.: Daiane.

    ResponderExcluir
  21. A palavra "Adorar" tanto pode ser prestar culto a algo ou alguém, ter muito amor a algo ou alguém. Ou seja, não está errado quando dizemos: adorei você, adorei esta roupa...

    A palavra Amar também não é obrigatoriamente para pessoas. É gostar muito de alguém ou algo. É estar apaixonado.

    Ou seja, criou-se essa designação de que só se adora a Deus e que dizer que ama é quase um pecado. Eu gosto de dizer que amo, que gosto, que adoro, que me sinto bem com tal pessoa, em tal lugar... pra mim toda expressão de sentimento positivo é bem-vinda. Por mim diríamos "Amo Você" em vez de "Até Mais; Beijo; Abraço, etc.

    Ame ao teu próximo como a te mesmo...(algo assim)

    ResponderExcluir
  22. Oi, Elaine!
    Esta é uma boa questão, e não sei ao certo se uso as palavras adequadas para tudo. Sua argumentação está certíssima, e certas palavras que têm um peso maior deveriam mesmo ser mais economizadas. Mas posso te garantir que me esforço e me policio, só não sei se consigo sempre.

    Gostei do post porque traz um momento de reflexão em torno de algo bastante pertinente. Parabéns!

    ResponderExcluir
  23. Oi Elaine,

    Eu costumo dizer sempre o que sinto, sem pensar muito na intensidade, me deixo levar pelo momento e se amo, amo e digo, se adoro, adoro mesmo sabendo que adoração é à Deus, mas também adoro as pessoas que Deus colocou na minha vida!
    Resumindo, acho que faço bom uso das palavras!
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Tem um selinho especial para vc!!

    beijos

    ResponderExcluir
  25. Muito bom seu texto viu. Eu as vezes paro pra observar quando algumas pessoas dizem: Você especial em minha vida. Acredito que essa frase é cheia de palavras fortes e que na maioria das vezes, é uma frase usada sem olhar a sua grandeza.Ser especial na vida de uma pessoa, é muita responsabilidade.

    Parabéns

    Hugo

    ResponderExcluir
  26. Elaine,
    Tenho uma grande dificuldade para usar as palavras. Gostaria de poder usá-las de maneira mais nobre mas penso que ainda estou longe de conseguir.
    Quando escrevo posts no blog ou quando deixo comentário no dos amigos, quase sempre acho que não deixei claro o que queria dizer...
    Acho que a única maneira de me aprimorar é continuar escrevendo e tentando e tentando....

    Quanto a outra parte que vc se referiu é uma grande verdade. Tava pensando sobre isso por esses dias.Tá tudo muito embaralhado na cabeça da maioria das pessoas, né?
    Tudo bem confuso...
    bjs

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…