Blogagem Coletiva: Minha comemoração marcante

em 10 de agosto de 2009


Em 1995, mais precisamente no dia 22 de dezembro eu fui a um casamento lindo, com um noivo muito jovem, lindo e vestido de branco que estava muito nervoso no altar esperando uma noiva que entrou na igreja sozinha e extremamente sorridente. Fui ao casamento por que a noiva era eu.
Depois da cerimônia (sobre a qual falarei outro dia) nós fomos direto para a casa da minha sogra, onde iríamos morar numa parte nos fundos. Na casa da minha sogra estava preparado um jantar para parentes e padrinhos e a festa só terminou por volta das 4 horas da manhã. Então tiramos a montanha de presentes de cima e caimos na cama. Dormimos ouvindo as risadas dos parentes que vieram de longe para o casamento e ficaram para passar a noite. Acontece que o dia seguinte, um sábado, era ante-véspera de natal e a família foi ficando...Resumindo: mesmo nos cômodos do fundo era impossível um momento que fosse a sós, e daí já era Natal. Então, no dia 25 eu tive uma crise de gastrite que me deixou de molho por 4 dias e então, adivinhe? Já era praticamente ano-novo e a casa estava cheia de novo. Mas desta vez toda a família iria passar o ano-novo na casa do irmão mais velho do marido e nós dois decidimos não ir. Foi uma reclamação só: a família vai inteira, onde já se viu, vão ficar sozinhos, e por aí ia-se desfiando um rosário de reclamações...Mas marido ficou firme e eu então, só faltei desabar de alívio quando o último parente de foi...
Jantamos juntos naquela noite, pela primeira vez sozinhos depois de casados: ainda lembro nítidamente da mesa posta com as louças brancas de borda vinho, do champanhe que eu bebi praticamente sozinha já que marido é abstêmio, da casa silenciosa e do medo imenso que eu sentia de que alguma coisa desse errado...
Então, depois de quase 10 dias de casados, numa noite de ano-novo linda e infinitamente especial, com fogos de artifício pipocando pela cidade toda e a cabeça meio altinha pelo champanhe...
Ahanm!!! Achou que eu ia contar detalhes, né? Esqueceu que sou uma menina discreta? Digo apenas que marido tinha na época 21 anos, era (ainda é) lindo, alto, moreno de cabelos bem negros e os olhos castanhos mais quentes que eu conheço... E que a família retornou dia 2 de janeiro de 1996 para encontrar a mesa do jantar de ano-novo ainda posta...
Quando o Olavo propôs essa blogagem coletiva para celebrar o aniversário do blog dele eu pensei: Eita 1996! Aquilo sim foi começar um ano com o pé direito!

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

37 comentários , comente também!

  1. Com fogos pipocando e tudo!!! Rs, isso que foi estreia. Beijos Elaine, linda semana, muita paz e principalmente muita saúde.

    ResponderExcluir
  2. Olá Elaine

    Quando comecei a ler o texto me veio a mente os episódios Comédia da Vida Privada lembra?
    Eram muito bons, e olha que essa tua história poderia até virar um daqueles ...
    bjo e uma ótima semana !!

    ResponderExcluir
  3. E mesmo. Está parecendo a história do Fantástico.
    Será que estes convidaos não tinha simancol?
    Com carinho Monica

    ResponderExcluir
  4. Uau...que ano novo agitado hein!hahaha
    Belíssima participação minha querida...adorei!
    Também estou nessa comemoração de 1aninho do blog do Olavo...bjs.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo!!!!!
    E que bom que vcs tiveram firmeza na decisao de terem o dia so pra vcs!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  6. Isso aí, moça!!!!!

    Adorei a sua história! Espero que vc tenha muitos outros momentos felizes (e interessantes) como esse!

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  7. Também estou participando desta brincadeira do Olavo =D

    Ahh... a sua história é linda,
    é bom que fiquemos apenas na imaginação hihihi

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. que lindo elaine.... essas pequenas coisas fazem valer a pena! adorei ler issso, pqimagino como sera qnd chegar a minha vez! beijos

    ResponderExcluir
  9. Ahhh Elaine!
    Que participação fabulosa,sem detalhes amiga... fica a imaginação!!!
    O que eu ri a ler você hehehehe...
    Adorei!

    Beijinhos
    "Sonh@dor@

    ResponderExcluir
  10. Amiga, como diz um conhecido, família é bom longe, pois dá saudades...rs!
    Que loucura hein, bem na época de casados, parentes em casa? Deus me livre, rs!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Tembém estou nessa.
    http://sandrarandrade7.blogspot.com/
    estou participando da brincadeira do Olavo. Passe lá
    Com carinho
    Sandra

    ResponderExcluir
  12. Que legal essa postagem coletiva...viu

    Abraços

    Hugo

    ResponderExcluir
  13. Isso é que é enredo de novela mexicana, mas ainda bem que teve final feliz.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Elaine,

    E que comemoração hein, com certeza tem mesmo muitos motivos para considerá-la marcante.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Que noite heimmm?!

    Nem precisa de detalhes, dá para imaginar com a quantidade de fogos!!!
    hahahahhaa
    beijos e boa semana"!

    ResponderExcluir
  16. Oiê
    Vim retribuir a visita. Que lindo seu blog e esse post tá uma delícia. Puxa, que história legal.

    Sobre o texto lá do blog, pois é menina, quando iniciei o blog ficava me questionando o por quê de não receber comentários, seria meu jeito de escrever, meus assuntos, enfim, conquistar pessoas vai muito além disso, não mesmo?

    Voltei mais vezes, prometo que farei o mesmo.
    Um forte abraço

    ResponderExcluir
  17. adorei compartilhar um pouco da historia da sua vida....muito legal.
    um beijo

    ResponderExcluir
  18. Olá,
    Quando vi a proposta do Olavo para a blogagem pensei no dia de meu casamento também. Imagina, ir a um hotel, já pra estar a sós, e dar de cara com um grupo de amigos. E olha que outras coisas marcaram este dia. Me diverti com tua postagem.
    Abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  19. Muito legal ler aqui. rs
    amei...
    bjs,
    Chris

    ResponderExcluir
  20. Elaine,
    Gostei do seu momento...
    Um dia eu pensei comigo mesma que eu nunca iria me casar... não dava para a coisa, não saberia conviver com outra pessoa...
    Hoje eu penso diferente... Mas ainda não sei se quero casar... Talvez mais para frente... quem sabe???
    Convivo com alguém... em casas separadas mas estamos sempre juntos... um casamento moderno, eu diria...

    Belo post...

    bjão

    ResponderExcluir
  21. Elaine, adorei o blog de postagens coletivas que vc me indicou, já até comecei a participar.

    Adorei ler sua história! Felicidades para vcs! ^^

    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Obrigada por dividir este momento tão especial conosco!!!!
    Achei lindo...
    Bj

    ResponderExcluir
  23. Que bonitinho, Elaine!

    Ô família que não se toca, hein? Compra um garrafão de "semancol" pra esse povo. huahuahua...

    Que bom que tudo deu certo e que foi tão especial e tudo mais que vc, que é moça discreta, não quis revelar.

    Beijokas!

    :o)

    ResponderExcluir
  24. Existe uma máxima que diz que aquilo que a gente faz na noite do reveillon é o que faremos durante todo o ano.
    Eu acho que no reveillon de 95 e eu estava bebado e nos outros também.
    Você fizeram a melhor escolha.

    boa noite!

    ResponderExcluir
  25. Ah, linkei teu blog lá no meu. Assim fica fácil te acompanhar.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  26. Bem que dizem que casamento é com a família toda né? rsrrsrs... No caso a família segui ao pé da letra..
    rsrs...


    Adoro mês de Dezembro, bonita data para se casar..

    Mudando de assunto, tem presentes pra você

    Aqui ó

    Como disse lá digo aqui, ofereço os selos como forma de carinho,mas, fique a vontade em recusar, ok? Sem constrangimentos...

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. O importante é que a data realmente marcou e ficará para sempre...o mais elgal as vezes numa coisa combinada são os imprevistos, esses sim acabam gerando estórias diferentes, divertidas e surpreendentes, saindo do cotidiano, da normalidade e sendo assim, fazendo a diferença, por isso mereceu destaque na blogagem coletiva...um abraço na alma...apareça...bjo

    ResponderExcluir
  28. Elaine,
    Então valeu os 10 dias de espera !
    Pq qdo se ama de verdade, pode-se esperar e lua-de-mel é prá toda vida.
    Gostei muito de tua história.

    Abços.

    ResponderExcluir
  29. Nossa, Elaine, que história linda.=D
    Agora, ninguém merece a parentada,hien? Se´rá que ninguém sacou que vocês precisavem ficar sozinhos?? (rs) Mesmo assim correu tuudo bem.

    Linda história e vc é um anjo.
    Beijos é ótima semana.

    ResponderExcluir
  30. Elaine que participação magnífica! Mas gente esses parentes nunca tomaram aquele famoso chá de simancol, rsrsrsrsr
    Poxa lua de mel é lua de mel hein!
    Mas to brincando, linda tua história e no final foi como um conto de fadas, com direito a fogos de artíficios pipocando por toda cidade! Bom demais...
    Beijinhosss...

    ResponderExcluir
  31. Desculpe a demora para passar..meu tempo esta apertado esses dias..
    Olha pelo que li valeu a pena esperar..rs..mas da proxima vez coloque a vassoura atras da porta para ver se esse pessoal vai embora logo rs

    beijão

    ResponderExcluir
  32. hauhauaha ah que lindo! adorei, adorei! simples e bonito!

    ResponderExcluir
  33. kkkkk legal,eita povo sem noção,e os dois loucos pra ficar sozinhos né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. rs... vc conta tudo com uma graça, uma doçura que encanta.

    Demorou, mas foi especial, não é? Fogos de artifício, jantar especial... muito romântico.

    que bonito
    bjs

    ResponderExcluir
  35. ELAINE QUERIDA..
    ainda não tinha lido esta e adorei..
    nossa isso que foi entrada de ano novo não..
    lindo tudo isso e esse amor tão doce e cumplíce de vcs.
    que sejam infinitos os anos-novos de suas vidas.
    bjuivos no coração dos dois.
    loba.

    ResponderExcluir
  36. kkkkkkkkkkkkkkkk... Sei não sempre gosto de ouvir essas histórias, especialmente quando são contadas por gente que sabe contar!!!!

    ResponderExcluir
  37. Parece aquelas historias de romance Sabrina q líamos na adolescencia. bjs e feliz natal

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…