Os estragos que o tempo faz

em 14 de julho de 2009











Acontece com todo mundo. A gente está andando pela rua e de repente topa com uma pessoa que não vê há muito tempo. Pode ser um colega de escola, ou um antigo namorado/a. Pois bem, aconteceu comigo. Encontrei um antigo colega de escola, que eu não via há mais de 20 anos. Um colega que foi um namoradinho, sabe? Eu fiquei pensando...




Quando éramos adolescentes ele era tão bonitinho, cabelo claro, um jeitinho tímido e retraído... Trocamos um olhar na rua. Ele estava caindo de bêbado, mal conseguia ficar de pé, nem muito menos conseguiu me encarar. Nem eu, aliás. Sabe quando os anos parecem não ter existido e a gente lembra exatamente de como foi, de como era, da aparência que tinha, o quanto era mais magro, mais jovem, mais bobo? Olhamos um para o outro e eu pensei em como ele estava envelhecido. E como estava parecendo mesmo muito mais velho do que os seus prováveis 40 anos. Passamos um pelo outro...




Não costumo ter saudade dos meus tempos de adolescente, e não trocaria a mulher que sou hoje pela garota que eu fui, mas é claro que o tempo faz estragos...Se você tem algo em torno dos 40 anos vai concordar comigo que o tempo modifica a gente. Modifica a pele, o cabelo, o dorso das mãos...Olhei longamente no espelho e vi não o meu rosto de hoje mas sim o rosto de 20 anos passados e pensei que eu também envelheci. Que ele deve ter pensado a meu respeito o mesmo que eu pensei dele. Não voltaria no tempo nem se pudesse, pois sou mais eu agora. Mas as ruguinhas em torno dos meus olhos estão aparecendo. Pela primeira vez na vida eu percebi que estou envelhecendo...




Alguém aí tem um Renew para me presentear?

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

17 comentários , comente também!

  1. Elaine,
    comigo já é o contrário, quando encontro as "gostosonas" da minha adolescência eu estou tão melhor que elas que a situação acaba virando o meu Renew. Agora tb tem a vantagem de ser da raça negra, a idade demora a aparecer.(metida eu?)
    Bjs querida.

    ResponderExcluir
  2. Eu, depois de alguns anos, voltei para o lugar onde vivi quando adolescente. Vejo as crianças de ontem como homens e mulheres hoje. Realmente é complicado ver o tempo passando.
    Abraço!!

    ResponderExcluir
  3. passei por isso um tempo atrás, numa foto que minha mãe me enviou, fiquei olhando e pensando onde foram parar aqueles olhos, aquele olhar, onde foi que eu os perdi, triste constatação.

    ResponderExcluir
  4. Relaxa...

    melhor vc assim agora, não é?

    Beijocas e vê se aparece no meu blog, tá?

    ResponderExcluir
  5. Oi Elaine,
    Olha voce tocou num assunto muito interessante pra mim nesse momento, tendo em vista que estou aqui no brasil visitando minha familia e sexta feira eu tive um encontro que pra mim ficará guardado pro resto de minha vida.
    Uma amiga que fez primário comigo, que por acaso eu encontrei no orkut através da comunidade da escola, resolveu reunir alguns amigos daquela época dos quais ela ainda tinha contato e marcou um encontro na casa dela na sexta feira. Eu estava tão ansiosa por esse encontro... rever amigos de mais de 30 anos sem ver,,,voce já imaginou?
    O encontro foi uma das coisas mais emocionantes que eu já vivi em toda minha vida. Eram 23 amigos(as) que se encontravam depois de tantos anos sem nem mesmo sabermos um nada a respeito do outro.
    Elaine, quando eu cheguei todos praticamente já estavam lá...fui olhando um por um para ver se os reconhecia...o passado foi voltando e eu fui reconhecendo um a um...nós naquele momento percebemos que o tempo tinha agido na vida de cada um de nós, envelhecemos, nos tornamos pessoas diferentes, porém a essência de cada um era a mesma, pois pudemos perceber isso durante o longo tempo de conversa que pudemos ter... uns estavam mais acabados, mais velhos fificamente, mas em certa altura, já não estavam ali os quarentões, mas aquelas crianças lindas, sorridentes e felizes de antigamente...já não reparavamos mais os cabelo brancos de uns, a barriga do outro, enfim, saimos de lá 23 crianças que eram amigas e felizes no primário do colégio Antonino Messina.
    Amiga, me perdoa por eu ter escrito tudo isso..cometário enorme, mas eu senti tanta vontade de escrever que não pude resistir.
    Essas ruguinhas são os sinais de que nessa sua trajetória voce adquiriu sabedoria é inevitável minha amiga, porém não se preocupe com elas pois o que importa é o seu interior e isso podemos ver que é lindo e jovem.
    Bjs e linda semana pra você.
    Marcia

    ResponderExcluir
  6. Que coincidência, amiga, ontem encontrei-me com alguém que conheci há 38 anos atrás. Também foi um namoradinho. Acho que ele envelheceu mais que eu, mas nos divertimos muito. Almoçamos juntos, relembramos velhos tempos, até fomos ao teatro à noite. Olha, Renew eu não tenho, mas tenho Jafra (conhece? ... faz verdadeiros milagres; se interessar...). Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oi.. obrigada pelo comentario.. e passei para retribuir..
    Gostei do seu blog.. vc escreve bem.. =)
    Beijos e boa semana.. te add no msn ^^

    ResponderExcluir
  8. Eu nunca importei em envelhecer! A mamae também é assim!
    Mas eu tinha vontade de rever minhas colegas de escola e ver como estão. Acho que não as reconheceria.
    Com carinho Monica

    Agora que a gente leva um susto quando encontra. Isto é verdade!

    ResponderExcluir
  9. Sabe, os amigos antigos são o nosso verdadeiro DNA.
    Eles que sabem nossos segredos, nosso jeito, sabem pq somos assim hoje.
    O tempo vai passando mas a nossa essencia não muda nunca.

    ResponderExcluir
  10. Elaine, quando encontro alguém da minha "época" na rua, e este alguém está acabadinho, é inevitável pensar "será que estou assim também"?
    Infelizmente não há como negar...os tempo é mais cruel(esteticamente falando) com as mulheres do que com os homens.
    Beijão

    ResponderExcluir
  11. é meu bem vira e mexe eu me deparo com uma cena dessas... e é por essas e outras q eu tenho uma comunidade no orkut "o tempo faz monstros" kkkk akele gatinho do colegio hj é akele barrigudo cachaceiro pai de 3 filhos kkkk akela patrcinha que recolava hj é akela desmanzelada feiosa inacreditavel! beijos

    ResponderExcluir
  12. serve o da loreal???

    tem selo Pra Você la blog!

    ResponderExcluir
  13. Bem, sou de pele chocolate, rsrs... não tenho muito esse problema. Passo por 19, 20 anos mole mole.kkk!

    É engraçado quando encontro um amigo muuuito mais novo e vejo q estou bem, mas beeem melhor que ele.

    Beijão Elaine. Adoro vc.

    ResponderExcluir
  14. Menina, nem me fale de mudanças fisicas. Depois que adoeci acho que envelheci por demais.Fiquei careca 2 vezes, e agora meu cabelo é bem feinho. Minha pele está fininha. Os cilios foram embora, uso bengala, uma coisa viu! Mas se o preço é este pra se viver ... eu pago! Mas como disse Cazuza ... o tempo não para... enão vamos aos cronos da vida! Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Fugindo um pouco do post, olha que o renew é bom!! Comigo dá certo!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Mas compra o seu, tá?? rsrs Bjsss

    ResponderExcluir
  16. Sou viciada em cremes, adoro.

    Era pra ser só Madame. Depois pensei em vários Madame "Alguma Coisa".
    Mas como falo basicamente sobre minha pessoa no blog, deixei Madame Mim, meio sem querer.
    Que aliás é o nome daquela bruxinha da Disney, amiga da Maga PatalogiKa.
    Mas não foi ela minha inspiração, se bem que tem dias em que acordo e meu cabelo tá daquele jeitinho, rsrsr.
    bjos

    ResponderExcluir
  17. Quantos potinhos você quer, rsrsrs
    Taí uma coisinha da qual nenhuma de nós escapa, querida!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…