Carência

em 12 de abril de 2009

Em alguns momentos da vida a gente comete erros. E em muitos desses momentos nossos erros são motivados por uma coisinha muito sorrateira e muito traiçoeira chamada carência afetiva.
Quem nunca teve momentos de extrema carência afetiva que atire a primeira rosa despetalada...
Foi por carência que eu engoli o primeiro e único chifre que levei em toda a vida. Foi por carência que eu deixei passar falta de educação, falta de sinceridade, falta de amor. Foi também por carência que eu passei anos e anos acreditando que tudo o que me diziam era a mais pura expressão da verdade. E também foi por carência que eu perdia horas e horas ouvindo besteiras de gente tipo sanguessuga, sabe? Foi. Eu disse foi. Já há um bom tempo não é mais. Hoje eu sou mais eu. Não sou carente, e não tenho paciência com gente chata. Prontofalei. Aff!

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

9 comentários , comente também!

  1. Olá Elaine boa noite..
    espero que sua páscoa tenha sido muito linda tenho certeza que foi.
    em muito tempo de blogueira nunca um comentario tinha me emocionado tanto,um dos mais bonitos que já recebi com certeza ele (Jesus) morreu e ressuscitou levando sobre sí todas as nossa dores...e a sua dor também vai passar minha amiga.
    E é claro que pode copiar o post.
    mil beijos e volte sempre a porta da casa estará sempre aberta.

    ResponderExcluir
  2. Eu sei exatamenteo que é isso!
    CARÊNCIA
    Já vivi isso(ou será que vivo?) e sofri(ou ainda sofro?) um bocado com as escolhas erradas que fiz diante deste sentimento.
    É estranho,feio,bobo,chato e o pior disso tudo é que mesmo que a gente o mande embora ele sempre teima em voltar...

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Não sou carente e nem tive essa crise um dia... Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  4. Carência é fogo. Quando estou me sentindo assim, prefiro ficar sozinha. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Isso é verdade, a carência move muito de nossas vidas. É preciso estar muito atenta...e até consentir algumas vezes.

    Belo blog! Obrigada por sua visita. Volte! Eu voltarei ^^

    Meu beijo

    ResponderExcluir
  6. Oi Elaine, acho q vou morrer fazendo besteiras por carencia, sou vitima disso. Minha vida e um buraco infinito de carencias. Me vi separada da minha mae que eu tanto amava qndo tinha apenas cinco anos de idade, alguem pode me culpar por eu me sentir assim?

    ResponderExcluir
  7. Oi, Elaine!
    Gostei muito deste post.
    Ele serve de alerta para nossas fraquezas.
    beijinho,
    Neli

    ResponderExcluir
  8. Estou terminando uma amizade com uma amiga, de dez anos, porque a grossura dela chegou no limite do intolerável, mas foi assim também, eu aguentei esses anos todos porque ela era a única amiga que eu tinha, então eu negociava que nem mulher que fala: ele é um traste mas pelo menos eu tenho marido. Eu era assim com essa amiga, uma pessoa rancorosa, sem misericórdia, intolerante, estúpida, e eu aguentando, aguentando. AFFFFF

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…