As curas e os milagres

em 15 de março de 2009


Como todo mundo sabe eu sou atualmente coordenadora de um Grupo de Oração. Há muito tempo eu quero postar mais sobre como é a minha vivência da fé e acredito que uma boa maneira de começar é contando alguns testemunhos. Fiquei então pensando por onde começar a contar as bênçãos que Jesus derramou em minha vida ao longo desse tempo de caminhada. Sim, foi preciso pensar pois são tantos milagres para contar que seria preciso um livro para caber tudo e talvez ainda faltasse espaço. Então vou contar três curas que Jesus operou em minha vida.Em 1990 eu participava há algum tempo do grupo de oração. Nesse ano apareceram no meu dedo indicador e no anelar direitos olhos de peixe; quem tem, teve ou já viu o que é sabe o quanto dói, ainda mais que eu, sendo auxiliar de produção na época, precisava dos meus dedinhos em forma.Seria preciso fazer cauterização, não uma mas várias vezes, até que os tais dedinhos ficassem bons de novo e eu era (ainda sou!) medrosa até falar chega. Então, um dia no grupo, o pregador estava conduzindo a oração e pediu que a gente rezasse uns pelos outro e a pessoa que rezou por mim pediu a Deus a minha cura, sem nem saber que na segunda-feira eu ia fazer a tal cauterização; os dedos estavam horríveis, enormes e sangravam com a ‘ferida” bem aberta, doía de verdade. Pois bem, eu não fiz a cauterização porque na segunda-feira eles tinham desinchado, não sangravam mais e em três dias não sobraram nem cicatriz nem sinal nenhum e hoje eles são perfeitinhos. Glória a Deus!

Em 1992 eu tive um problema de alergia psicossomática em função de alguns problemas pessoais e familiares: meu corpo parecia uma ferida só, cheio de bolhas vermelhas que coçavam, descamavam e sangravam, isso até no rosto, imagine só que situação. Nesse estado eu fui participar de um aprofundamento de oração com o Padre Schustter, no começo de setembro daquele ano. Fui chorando de dor e olha que eu sou dura na queda, como diz a minha mãe. Daí que eu voltei na noite de domingo, depois de três dias de oração maravilhosos e não tinha mais nada, nadinha de coceira, nem cicatriz ficou depois de um tempo.

Em 2002 eu já trabalhava em casa e haviam três meninas trabalhando comigo na época: a minha irmã, a Miriam e a Mônica. Eu sempre tive cachorro e nesse dia a porta do corredor abriu de repente e daí foi um desastre: os cachorros que ficavam no quintal conseguiram sair e deram de cara com o cachorro maior que ficava na garagem, imagina o tamanho do problema, cachorro brigando a dentadas e as meninas no maior medo, um caos! Para separar os dois que ainda estavam se matando eu puxei o maior pelo rabo e segurei na maçaneta do portão com firmeza; o cachorro deu um puxão mais forte e na virada brusca que eu dei o meu corpo foi para um lado e o joelho direito foi para o outro, deu um estalo, virou 180 graus e eu caí no chão com uma dor que , meu irmão, era insuportável, Fiquei mais de meia hora estirada no chão, aos prantos, com a Mônica segurando a minha mão e orando, a minha irmã controlando os cachorros e a Miriam tentando me ajudar a levantar. Desse dia em diante eu vivi dias de dor intensa, fui ao médico e soube que só uma cirurgia para amenizar o problema e que cura era quase impossível. Havia dias em que eu trabalhava chorando e em outros até para ir ao grupo amigos me buscavam em casa pois eu não conseguia me mexer de tanto que doía. Então houve um encontro de oração aqui em São Joaquim com o Roberto Tannus e eu fui para servir, mancando mas fui. Aliás mesmo em meio às crises de dor eu nunca deixei de pregar ou dirigir o grupo quando chamada e teve dias em que foi com muita dor mesmo. Pois bem, eu fui nesse encontro e num determinado momento o Tannus estava conduzindo uma oração de cura e eu estava atendendo um menino que viera fazer o encontro e estava se sentindo mal. Estava com um ouvido na oração e outro no menino quando o pregador disse: -O Senhor está curando você que teve uma torção no joelho direito e que vem sofrendo muito com isso, e sempre essa torção se repete e a dor é cada vez maior( verdade, eu às vezes estava andando ou mesmo parada, ia mudar o passo e o joelho virava de novo e lá ia eu para o chão). Mas o Senhor está te curando hoje e a partir de agora nunca mais essa torção vai se repetir e a cada dia que passar o seu joelho vai ficando cada vez melhor! Irmãos, eu testemunho isso com toda a gratidão ao Senhor pois foi exatamente o que aconteceu: as torções que eram constantes nunca mais aconteceram e eu sinto como se tivesse sido operada, sabe aquela sensação quando muda o tempo e a gente tem uma cicatriz de cirurgia? Então, eu tenho essa sensação de “cirurgia” no joelho porque o Senhor me operou e me curou bem curada! Como eu falei no começo se eu fosse contar tudo daria um livro! Glória a Deus! Louvado seja!

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

10 comentários , comente também!

  1. Amém querida!!! Lindos os testemunhos!!! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Elaine,

    Que bom saber das tuas curas feitas pelo Senhor! Que Deus te abençoe muito, querida!

    Obrigada pelo carinho em meu blog!

    Estou aproveitando estes dias que estou em casa para ser mãe em tempo integral. ;-)

    Beijos mil

    ResponderExcluir
  3. Elaine,
    olha como Deus é maravilhoso...na sexta-feira eu estava comentando com uma colega de trabalho que NUNCA poderei me tornar atéia, porque as glórias de Deus são muito presentes da minha vida. Graças a Deus!!!
    E olha aí outra glória quando a gente acha uma amiga pela internet com tamanha fé e Deus no coração.
    Ele abençoa a gente todos os dias...pena que muitas vezes atribuímos isso ao acaso ao invés de agradecer a Deus!
    Fiquei muito contente com o post.
    Deus abençoe sempre você!!! Boa semana.

    ResponderExcluir
  4. Graças a Deus!!! Que bom ouvir isso!

    As pessoas, realmente, recisam ter mais e mais fé. Se dependermos dos homens, sucumbiremos!

    Beijos enormes e saudades!

    ResponderExcluir
  5. Elaine!!


    Deixei um selinho para coleção no meu blog!(risos)
    Vai lá e pega!!

    Beijos
    Elaine

    ResponderExcluir
  6. Elaine!!

    Deixei um selinho para coleção no meu blog!(risos)
    Vai lá e pega!!

    Beijos
    Elaine

    ResponderExcluir
  7. Oi Elaine, bom começar o dia lendo seu testemunho, já perdi há muito a fé na humanidade, porém Deus é maior e é o que sempre me faz ter vontade de prosseguir apesar de tudo. Beijinhos, a rifinha já está rolando lentamente mais tenho fé.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Acredito ser muito importante uma religião, uma filosofia de vida.. Hoje em dia, as pessoas querem só ter e não ser... Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  9. Também tenho muitos milagres em minha vida, mas lembro bem de um que considerei especial.

    Minha colega de trabalho não compareceu numa sexta-feira pq a mãe estava muito mal na UTI. No sábado, entrei na igreja por nada e tinha um grupo de mulheres rezando o terço e me convidaram a participar. Disse que não tinha terço e não sabia rezar, mas elas insistiram em me ensinar. A cada terço, uma pessoa do grupo fazia uma prece em voz alta e a minha foi para a cura da mãe de minha colega. Fui pra casa e esqueci o asssunto.
    Na segunda-feira, ao perguntar à minha colega sobre a mãe, ela disse que sábado, a mãe melhorou bastante e estava bem, fora de perigo.
    Nunca falei a ela da minha oração, me achava pretenciosa pq todos da família deveriam estar orando também, mas sei que minha oraçã contribuiu e foi um milagre.
    A oração era para Jesus e Maria,mas pra mim basta pessoas se reunirem para pedir algo bom a Deus que o milagre acontece.

    Abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Vale a pena confiar e depender de Deus, todos os dias e em todas as circunstâncias!

    Seja Deus louvado em tua vida!

    Beijokas!

    :o)

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…