Receita gratuita para cuidar da tristeza

em 28 de fevereiro de 2009



O poeta é um fingidor;

Finge tão completamente

Que chega a fingir que é dor

A dor que deveras sente...

Fernando Pessoa.



Eu canto porque o instante existe;

E minha alma está completa.

Não sou alegre nem triste;

Sou poeta...

Cecília Meireles.



Não sei ...se a vida é curta ou longa demais para nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas
Cora Coralina

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas."
Olavo Bilac

Cântico da Esperança
Não peça eu nunca para me ver livre de perigos, mas coragem para afrontá-los.
Não queira eu que se apaguem as minhas dores, mas que saiba dominá-las no meu coração.
Não procure eu amigos no campo da batalha da vida, mas ter forças dentro de mim.
Não deseje eu ansiosamente ser salvo, mas ter esperança para conquistar pacientemente a minha liberdade.
Não seja eu tão covarde, Senhor, que deseje a glória solitária no meu triunfo, mas apertar a tua mão no meu fracasso!
Rabindranath Tagore,

Porque tem dias em que a poesia basta.

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

12 comentários , comente também!

  1. Olá Elaine,

    Primeiramente, obrigada pela visita em meu blog. Gostei mto do seu comentário e concordo com vc. Tenho certeza que ainda existe uma fé, um acreditar na minha religião que apenas está adormecido dentro de mim.Concordo tb que devemos não levar ao pé da letra td que lemos na bíblia, que temos que interpretá-la. Qdo redigi meu post comentando a discussão sobre evolução, ciência, Gênesis e criação do mundo etc etc, não estava querendo levar aquilo td ao pé da letra, acho que não me fiz entender corretamente. Enfim,não vou entrar em detalhes pq já me estendi bastante tb, saiba que gostei bastante do que disse.

    Beijão!!

    ResponderExcluir
  2. Estou passando para deixar alguns esclarecimentos sobre a blogagem coletiva:

    A blogagem coletiva gira em torno de um tema central que é "Inclusão Social", dentro desse tema há muito o que ser falado sobre as minorias marginalizadas, sejam elas moradores de rua, favelados, deficientes físicos, vítimas de racismo, vítimas de violências domésticas, viciados, etc... Você poderá postar um texto de sua autoria dando sua opinião, ou colocar texto de outros autores, escrever uma poesia, colocar vídeos, enfim, vc escolhe a maneira como vai postar.

    Todos os participantes irão postar no mesmo dia, que é dia 09/03. Se houver algum problema de postar nesse dia, postar antes e deixar para que os outros participantes possam ver sua postagem e comentarem. Todos irão visitar uns aos outros. A idéia é essa conhecermos novos pensares e novas pessoas.

    Todos postarão em seus respectivos blogues. E se possível, colocar o selo da blogagem coletiva no lado direito de seu blog para ajudar na divulgação.


    Coloquei uns sites em meu blog que ajudarão na pesquisa,


    Abs,

    ResponderExcluir
  3. oi bom dia...Elaine tenho estado aqui no seu blog..a ler coisinhas bonitas
    .....este blog tem paz..amizade e amor...
    e deixe já um comentario e agora vai ser este......
    é assim quando estamos por cima..
    é facil ver pessoas a baterem-nos nas costas.. BRAVO..parabens..muito bom...muito
    quando infelizmente as coisas nao nos correm...só vimos alguns os verdadeiros os reais amigos...
    que nos dizem .......
    Tem calma.. paciencia..vais conseguir...Anda dai.. quero te ver sorrir...Tudo se resolve...

    estes sao os melhores amigos do Mundo............ sei que voce concorda comigo..
    bom fim de semana..muita paz na sua vida........
    Um beijinho para si.. é verdade
    adoro jazz.....oica Norah jones
    e vai adorar...
    Rui

    ResponderExcluir
  4. Oi, moça!

    Amei os trechinhos de poesia que vc pôs aí... são encantadores mesmo, apesar de eu preferir a prosa.

    Mas, existe um que, às vezes, me expressa perfeitamente:



    Lisbon Revisited (l923)

    NÃO: Não quero nada.
    Já disse que não quero nada.
    Não me venham com conclusões!
    A única conclusão é morrer.

    Não me tragam estéticas!
    Não me falem em moral!

    Tirem-me daqui a metafísica!
    Não me apregoem sistemas completos, não me enfileirem conquistas
    Das ciências (das ciências, Deus meu, das ciências!) —
    Das ciências, das artes, da civilização moderna!

    Que mal fiz eu aos deuses todos?

    Se têm a verdade, guardem-na!

    Sou um técnico, mas tenho técnica só dentro da técnica.
    Fora disso sou doido, com todo o direito a sê-lo.
    Com todo o direito a sê-lo, ouviram?

    Não me macem, por amor de Deus!

    Queriam-me casado, fútil, quotidiano e tributável?
    Queriam-me o contrário disto, o contrário de qualquer coisa?
    Se eu fosse outra pessoa, fazia-lhes, a todos, a vontade.
    Assim, como sou, tenham paciência!
    Vão para o diabo sem mim,
    Ou deixem-me ir sozinho para o diabo!
    Para que havemos de ir juntos?

    Não me peguem no braço!
    Não gosto que me peguem no braço. Quero ser sozinho.
    Já disse que sou sozinho!
    Ah, que maçada quererem que eu seja da companhia!

    Ó céu azul — o mesmo da minha infância —
    Eterna verdade vazia e perfeita!
    Ó macio Tejo ancestral e mudo,
    Pequena verdade onde o céu se reflete!
    Ó mágoa revisitada, Lisboa de outrora de hoje!
    Nada me dais, nada me tirais, nada sois que eu me sinta.

    Deixem-me em paz! Não tardo, que eu nunca tardo...
    E enquanto tarda o Abismo e o Silêncio quero estar sozinho!

    Álvaro de Campos - pseudônimo de Fernando Pessoa


    É forte... é que existem certos dias... não concorda?

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  5. Realmente, há dias em que poesia basta, isso é fato.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. São todas muito lindas... amo poesias, contos, poemas. Me transmite paz, me passa lições, me faz refletir!
    bjos, querida!

    ResponderExcluir
  7. Oiiee...
    Nossa.. recebi um selinho e é a sua cara... BLOG ALEGRE E CRIATIVO.. é o seu.. tá lá.. é só buscar! hehe

    Amo poesia..
    Meu preferido e Fabricio Carpinejar.

    ResponderExcluir
  8. Oiiee...
    Nossa.. recebi um selinho e é a sua cara... BLOG ALEGRE E CRIATIVO.. é o seu.. tá lá.. é só buscar! hehe

    Amo poesia..
    Meu preferido e Fabricio Carpinejar.

    ResponderExcluir
  9. Oii amada..
    Esqci de dizer q tem um selinho pra vc no meu blog.. :)

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!
    Hoje sinceramente é um dia em que só a poesia basta... Acho que ando com a sensibilidade à flor da pele e digo que é ótimo se sentir assim...
    Adorei sua visita e convido a voltar sempre por lá!
    Um ótimo fim de semana...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. na primeira aula de literatura da minha vida, a minha mestra escreveu o princípio desse poema de pessoa. eu nao conhecia pessoa e nao li nada dele até que eu comecei a estudar português, mas fiquei com ganas desde aquel o poeta é um fingidor

    venho de parte da elaine, da otra elaine, pelo selinho

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Trouxeste poetas geniais ,lindas escolhas e Tagore é sensacional.beijos,chica

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…