O livro da minha vida

em 17 de fevereiro de 2009


Se você olhar meu perfil aí ao lado verá que eu amo livros. Desde a 2ª série, motivada pela melhor professora que uma criança poderia ter, eu amo livros. Fui apresentada a eles através de Meu pé de laranja-lima, do José Mauro de Vasconcelos e daí em diante li toda a sua bibliografia. Quando terminei passei a ler tudo o que me caía nas mãos, de pedaços de jornal a bulas de remédio. Mas o livro da minha vida não é um dos clássicos, nem algum romance nem nada parecido. O livro da minha vida, que me mudou para sempre e continua me formando até hoje é, sem dúvida, a Bíblia.

Surpresos? Eu também. Acontece que a Biblia na verdade não é bem UM livro, são vários. A palavra biblia deriva do original grego biblos e que dizer, mais ou menos, livros. Lembra de biblioteca? Então.

Tomei contato com a Bíblia quando fiz 14 anos. Claro que já sabia o que era, fiz 1ª comunhão com 9 anos mas a catequese católica era e ainda é muito superficial. Quando eu completei 14 anos ganhei do meu padrinho de batismo o primeiro e único presente que ele me deu em toda a vida: dinheiro. Claro que não lembro quanto foi mas sei que fui a uma livraria que nem existe mais e comprei uma bíblia. Nem me pergunte por que. Era uma bem pequenininha, capa dura marrom e com as letrinhas bem miudinhas.

Nessa época meu pai ainda era meu pai e não autorizava que eu pusesse os pés fora de casa, nem mesmo para estudar. Eu explico: Como comecei a trabalhar muito cedo a opção era estudar à noite, certo? Errado, pois ele não permitia, dizia que não precisava estudar, que mulher não precisava de escola e que não queria filha perdida por aí, chegando em casa tarde. Como resultado dessas idéias eu fiquei sem estudar dos 12 aos 16 anos. Mas essa é outra história e eu estava falando da leitura. Pois bem, como não podia sair de casa, eu li a bíblia toda em menos de 6 meses. Quando eu digo toda, quero dizer toda mesmo! Li como um livro só, sem parar, sem método, sem entender quase nada. Então acabei e lembro de ter pensado:

É só isso? Falam tanto e é só isso? Tão chato, palavras que eu não entendo, vou começar de novo.

E comecei, desta vez com um dicionário do lado. E fui bem devagar, tentando entender, parando e voltando, lendo rodapé, indo à biblioteca pegar livros de referência, fiz de tudo. Sozinha. Sem pôr o pé na Igreja. Então o tempo passou e meu pai se mandou, daí quem acompanha o blog já sabe um pouco do que foi a minha vida(não sabe? Qualquer dia eu conto um pouco mais;volta aí, tá?).Então eu, que tinha um namorado na época, fui convidada a conhecer um grupo de oração pertencente à Renovação Carismática Católica e lá eu fui descobrindo muitas coisas, fui dando espaço para Deus me curar as feridas e me mostrar o quanto eu era amada por Ele. Então entendi que todo o tempo Ele havia estado comigo, desde antes do meu nascimento Ele já me conhecia e me chamava pelo nome, já me formava e tecia. E quando eu lia a Bíblia sozinha, muitas vezes chorando pois passar pela adolescência sozinha não é fácil, Ele estava comigo. E que o tempo em que eu me dediquei a ler e tentar compreender a Bíblia não foi de modo algum perdido, mas sim uma chance única de conhecer Aquele por quem eu iria me apaixonar para sempre. Desde o primeiro dia num grupo de oração até hoje já são quase 20 anos e é por isso que eu disse que a Bíblia continua me formando até hoje. Minha fé molda a minha vida e minha fé, por sua vez, é moldada pela palavra de Deus expressa na Bíblia.

Sei que muitos não pensam assim, que consideram a Bíblia um livro meramente humano, escrito por homens. Parafraseando Padre Fábio de Melo eu digo: claro que foi escrita por homens, queria que fosse escrita por cavalos ou por pássaros?

Mas foi INSPIRADA por Deus, como se tivesse sido ditada mesmo. Tanto que o estilo de cada escritor bíblico é perceptível claramente em seus escritos, mas a essência é a palavra de Deus, sim! Não vou aqui entrar no campo da ciência, que tem feito muito para confirmar( mesmo sendo desnescessário para mim) a veracidade da Bíblia mas sim me ater à questáo que me move: a fé.

E neste quesito, não há discussão, certo?

Assim sendo, posso afirmar sem receio que:


  • eu não seria quem sou hoje se não tivesse usado aquele único presente para comprar uma bíblia;

  • ler sozinha, sem orientação, é arriscado pois pode-se desanimar ou ter interpretações confusas mas para mim foi maravilhoso;

  • lendo a Bíblia eu li mais sobre sociologia, história, geografia, português, pois queria entender o que lia e daí lia mais;

  • se não tivesse conhecido o amor de Deus naquele período da minha vida eu teria pirado e a Bíblia me auxiliou demais nesse processo;

  • tudo o que eu penso, faço, creio, vivo e pratico tem fundamento na Bíblia. Aliás eu aprendi muito mais no quesito respeito à vida e ao próximo lendo a Bíblia do que em qualquer outro lugar.

Para terminar esse post gigante, deixo um trechinho que está entre os meus favoritos:

" Para os montes levanto os olhos: de onde me virá socorro?
O meu socorro virá do Senhor, criador do céu e da terra.
Ele não permitirá que teus pés resvalem; não dormirá aquele que te guarda.
Não, não há de dormir, nem adormecer o guarda de Israel.
O Senhor é teu guarda, o Senhor é teu abrigo, sempre ao teu lado.
De dia, o sol não te fará mal; nem a lua durante a noite.
O Senhor te resguardará de todo o mal; ele velará sobre tua alma.
O Senhor guardará os teus passos, agora e para todo o sempre. " Salmo 120


Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

17 comentários , comente também!

  1. Elaine, parabéns!! Confesso que ando meio afastada de religião, muitas dúvidas têm passado por minha cabeça, mas enfim, não pude deixar de me emocionar quando li um dos trechos que você mais gosta(Salmo 120). Era exatamente ele que eu lia todos os dias quando estava vivendo aquele inferno na prisão. E me acalentava.
    beijão

    ResponderExcluir
  2. Hey Elaine!

    tbm acho que a Bíblia é um livro e tanto, sempre presente, e em qualquer hora vc pode encontrar ali um acalento ao coracao indescritível, e ler com um dicionário foi interessante, rsrs, apesar de exitirem coisas ali que nem dicionário ajuda, já notou??? tem coisa que tem que vir do alto mesmo, de uma sabedoria extra.

    isso só Deus fornece.
    Ontem mesmo eu li algo como: "se vc se mantém próximo de Deus, Ele estará sempre ao seu lado mas se se distanciar, Ele tbm se manterá a distância" Deus me livre de ter Deus longe de mim...

    Bj pra ti querida

    ResponderExcluir
  3. Moça, é isso aí.. Sem a bíblia eu não daria conta de recomeçar a vida todos os dias...
    E vc disse tudo... tudo pela fé!

    Que Deus te abençoe ainda mais... e oh.. me inclua em suas orações ando precisando de um pouco mais de paciência com a minha estoria presente.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Elaine, querida! Por tudo que você passou, ainda sou muito grata pelo enorme coração que você tem! Uma pessoa linda por dentro e por fora! Muito obrigada por existir! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá Elaine

    Conheci seu blog através da blogagem coletiva de hoje, da qual também participei, e devo dizer que gostei muito.

    Ni início também tive um pouco de dificuldade com a leitura da Bíblia, mas hoje em dia me habituei, e o Salmo 22 faz parte de minhas horações.

    Um grande abraço, que Deus te ilumine sempre.

    ResponderExcluir
  6. Oi Elaine,
    É sempre um prazer conhecer novos blogueiros. E conhece os livros de sua vida então, está sendo uma experiencia deliciosa. Independente da religiosidade de cada um, a Bíblia é sem dúvida, um livro completo. Cheio de histórias, passagens, situações e muita emoção aliado a um grande ensinamento de vida. Parabéns!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Elaine, este livro mudou a minha vida há 28 anos, entendo bem o que vc diz.

    Um abraco

    ResponderExcluir
  8. Olá Elaine
    Eu não teria dito melhor! realmente a Bíblia é o livro dos livros.
    Excelente escolha!
    Parabéns pelo blog

    Uma boa tarde

    ResponderExcluir
  9. Emocionante seu post! fiquei arrepiada! Parabéns.

    Faça-me uma visita.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, boa tarde!
    Meu nome é Patrícia e trabalho com divulgação na empresa Zymboo.com.
    Hoje temos um portal de conteúdo que abrange notícias nacionais, internacionais e regionais (www.zymboo.com).
    Gostamos muito do seu blog e gostaríamos de convidá-lo a escrever para a página de cidades da Zymboo.
    Estamos lançando um novo portal em que o internauta vai ficar por dentro de tudo o que acontece em sua cidade: notícias dos principais jornais e revistas, turismo, atrações, história, memória, cotidiano, esporte, diversão, curiosidades, serviços e muito mais! Não é apenas um portal de notícias, é um portal onde o cidadão vai interagir, opinar, enviar notícias, vídeos e imagens, colocar seu blog, indicar eventos, sugerir melhorias ou criticar aspectos do município. Participe do site você também, blogueiro, seja nosso Repórter Cidadão!
    Basta enviar seus textos para serem publicados na Zymboo: falacidadao@zymboo-inc.com
    Conheça também nosso blog: http://zymboocidades.blogspot.com/ 
     

    ResponderExcluir
  11. oi querida, na infância eu li vários do josé mauro de vasconcelos e nunca me esqueço do coração de vidro. meu pai achava que no período escolar eu só podia estudar e tb não deixava sair, vai ver que é por isso q hj eu saio tanto. e não me conformei qd vc disse q em sua cidade não há cinema. não me conformo que muitas cidades brasileiras não tem um único cinema, um único teatro. muito triste. vc que teve tanta dificuldade a ter acesso a informação sabe o que eu digo. eu não sei o que seria de mim se não fossem as bibliotecas gratuitas que utilizei por anos. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  12. Comovente sua história! Parabéns pela coragem de expô-la na blogagem!

    A Bíblia não é um livro, é O livro, não pode concorrer com os demais, é concorrência desigual. Não há como não ser transformada por sua leitura,

    bjs,

    ResponderExcluir
  13. MEnina.. o que ta acontecendo? eu nao leio o seu novo post... e nao consigo entrar aqui... que coisa de louco!!

    ResponderExcluir
  14. Linda escolha! Eu não leio a Bíblia com frequência, mas "converso" sempre com Deus.
    Abraços,
    Ana Paula

    ResponderExcluir
  15. "Se tão somente eu tocar na orla do Seu manto
    eu sei que a cura sobre mim virá
    Se tão somente eu tocar em Ti,
    Se tão somente eu Te contemplar
    Diante de Tua face, ó Deus, me rendo, me rendo
    Chegou a hora de me abrir de vez
    Não há como esconder de Ti quem sou
    Não posso mascarar a minha dor

    Pode mudar o que preciso for
    pode mexer no que tiver que ser
    Hoje, eu decido estar completamente em Tuas mãos
    O grito de minh'alma agora eu dou
    Curado e liberto em nome de Jesus, eu sou

    A decisão em mim é radical
    Vou me lançar no sobrenatural
    eu quero a revolução do Teu poder em mim, Senhor

    A cura, hoje, em mim se faz real
    Eu tomo posse, exerço minha fé
    E te adoro, meu Jesus, por tudo, tudo o que Tu és " (A cura - Ludmila Ferber - procure no youtube)


    Obrigada pela visita, sua história é muito intensa e bela, parabéns pela superação.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. oi,o salmo que vc postou me ajudou a acalmar o espirito.

    ResponderExcluir
  17. Muito lindo texto, também li quase toda bíblia faltou livo de números.
    Ai consegui criar minha casa na rocha.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…