Fevereiro 2009 - * Blog Elaine Gaspareto *

Receita gratuita para cuidar da tristeza

em 28/02/2009



O poeta é um fingidor;

Finge tão completamente

Que chega a fingir que é dor

A dor que deveras sente...

Fernando Pessoa.



Eu canto porque o instante existe;

E minha alma está completa.

Não sou alegre nem triste;

Sou poeta...

Cecília Meireles.



Não sei ...se a vida é curta ou longa demais para nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas
Cora Coralina

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas."
Olavo Bilac

Cântico da Esperança
Não peça eu nunca para me ver livre de perigos, mas coragem para afrontá-los.
Não queira eu que se apaguem as minhas dores, mas que saiba dominá-las no meu coração.
Não procure eu amigos no campo da batalha da vida, mas ter forças dentro de mim.
Não deseje eu ansiosamente ser salvo, mas ter esperança para conquistar pacientemente a minha liberdade.
Não seja eu tão covarde, Senhor, que deseje a glória solitária no meu triunfo, mas apertar a tua mão no meu fracasso!
Rabindranath Tagore,

Porque tem dias em que a poesia basta.
QUERO LER O POST COMPLETO

Liberdade, sexo ou Como ser um dalith no Brasil

em 27/02/2009


Uma vez me disseram que as posições que eu defendo no blog, as coisas que eu escrevo e a maneira como eu me expresso limitam muito os meus possíveis leitores.

Então bora lá limitar ainda mais...

No último dia do Retiro de carnaval eu conheci uma menina linda, cabelos loiros, olhos amendoados, pele branquinha, uma coisa de bonita. Parecia ter 12, 13 anos no máximo, mas na verdade tem 16. E tem uma filha de 4 meses. Quando começamos a conversar ela me disse que engravidou sem querer, que o pai da bebezinha dela é mais velho e que ele acionou a justiça requerendo a guarda da menina, trazendo imenso sofrimento para ela, mãe, e para os avós da pequena. Conversamos e ela me disse que ter engravidado foi o maior erro de sua vida, que sofre muito por ter jogado tantas oportunidades fora e que temia nunca mais arrumar um namorado que a respeitasse, que acolhesse a filhinha dela.Disse também que estava feliz pois estava começando um namoro durante este retiro, com um menino que eu conheço e que é super gente boa, que me disse que vai amá-la como ela merece. Tomara, ambos merecem.

Estou contando essa estória para dizer algo que eu disse a ela: o mundo hoje empurra para as meninas a ideia de que sexo com o namorado é legal, que tudo pode, importante é usar camisinha, é se cuidar. Acontece que a camisinha é falível, a pílula também e não existe método contraceptivo 100% eficaz. Só que este governo tão liberal que aí está não diz isso em suas campanhas institucionais, não diz também que há inúmeras controvérsias sobre a pílula do dia seguinte ser ou não abortiva; e ainda que não houvesse dúvida nenhuma de que seja abortiva, as propagandas não avisam da imensa, brutal descarga hormonal que é despejada no corpo da mulher que faz uso dessa bomba chamada pílula do dia seguinte. E tem outra coisa: camisinha até pode proteger(em certa porcentagem) da gravidez indesejada mas eu pergunto se protege a alma, o coração. Pois o que eu mais vejo são meninas com o coração ferido por se sentirem usadas e descartadas. Ter um filho sozinha não é o mesmo que brincar de casinha... E vem o governo com esse papo furado.

Mas voltando à menina da minha estória eu disse a ela algo que diria a uma filha, se tivesse uma, e direi à minha sobrinha quando chegar a hora: só tem um jeito de não passar por isso de novo, de não engravidar e não desagradar a si mesma e a Deus: não dar. Não dê, minha filha, não dê antes do casamento. Busque um homem que saiba amar você e esperar o tempo certo. Quem ama espera, sim. Namoro é namoro, noivado é noivado e vida sexual é uma dádiva para ser desfrutada no casamento, quando ambos estão comprometidos um com o outro. Claro que eu não sou ingênua a ponto de não saber que casamentos fracassam, que canalhas também se casam e que tantas outras coisas podem dar errado mas o que é importante é tentar agir o mais acertadamente possível. Sei que esta opinião contraria um montão de gente e pouco me importa, eu sou assim e pronto.

Não quero doutrinar ninguém, só expor meu ponto de vista no meu blog. Até porque palavras, se não veem acompanhadas de postura na vida, não convencem ninguém. Digo isto pois recebo muitas críticas e nem publico a maioria pois acho que não vale a pena. Este blog é para fazer amigos e não criar desafetos.

Mas vivemos no mundo atualmente uma época estranha pois, ao mesmo tempo em que se vive uma era de liberdade como nunca se viu, paralelamente a essa pretensa liberdade se vive um período em que ser diferente é crime.

Quer saber como é ser um dalith sem ir à Índia? Seja cristão, católico ou não, diga aos seus amigos que é contra o aborto e o uso de camisinha, diga que sendo solteiro busca viver a castidade e sendo casado é fiel, que você vai ver o que é ser um intocável, um bicho estranho e ultrapassado. Conheço pessoas de todos os credos, com todos os pensamentos possíveis, e sempre procuro respeitar todos, sem excessão. Mas uma pessoa que se omite por medo de desagradar os outros não é verdadeiramente livre. Eu sou livre, e você?
QUERO LER O POST COMPLETO

Verdades, mentiras ...

em 26/02/2009




Fui indicada pela Ana para responder a esta brincadeira. Eis as regras:



a- Você diz 9 coisas aleatórias a seu respeito, não importando a relevância.



b- Sendo 6 verdades e 3 mentiras.



c- Quem receber o meme, deverá postar nas suas respostas as 3 mentiras do blogueiro que o convidou.



d- Quem indicou revela depois (ou não)!



e- Não tem regras específicas para quantidade de blogueiros!



Minhas respostas?






  1. Nunca matei nada em minha vida;



  2. Não falo com meu pai há 19 anos;



  3. Fiquei 8 anos sem cortar o cabelo;



  4. Não sei nadar e morro de medo de água;



  5. Pintei o cabelo pela primeira vez aos 25 anos;



  6. Não gosto de viajar;



  7. Já fiz terapia;



  8. Conheci pessoalmente o Rolando Boldrin(quem?)



  9. Moro na mesma cidade desde que nasci.



E as mentiras da Ana são:


Adora peixe-será? Pode ser...


Legendas em espanhol-se fosse, porque não tem uma palavrinha que seja em espanhol por aqui?



Adora música alta-com gatinhos em casa eles iam ficar nervosos, ou será que não?


E repasso para:


Andréa, Elaine e Renata.
QUERO LER O POST COMPLETO

Segredos de diva (sendo que a beleza está nos olhos de quem vê).

A Karin me passou esse meme que vem com selo:
  • Escrever 7 segredinhos de beleza seus;
  • Convidar 7 parceiros(as) de blogs amigos para responder;
  • Comentar no blog de quem nos convidou;
  • Comentar no blog dos convidados(as), para que saibam da “convocação”;
  • Linkar o blog que te convidou, no seu blog (no post em que você responder à perguntinha);
  • Mencionar as regras.
E o selo:

Então vamos lá?
  1. 7 segredos de beleza:
  • nunca faço chapinha e evito ao máximo usar o secador;
  • só uso shampoo neutro;
  • uso baton com filtro solar;
  • nunca durmo de maquiagem, não importa o quão cansada eu esteja;
  • não bebo;
  • não fumo;
  • uso hidratante em gel pois minha pele tem tendência à oleosidade.

E os indicados são:
Steph
Karine
Lila
Para variar um pouco, vou quebrar as regras e indicar só estes, certo?






QUERO LER O POST COMPLETO

Estação Mogiana e os cães de rua ou Como uma pessoa pode fazer a diferença...

em 25/02/2009


Como acontece em muitas cidades do interior de São Paulo que foram servidas pela antiga estação ferroviária Mogiana aqui em São Joaquim da Barra restou, depois de desativada a estação, o prédio de onde partiam e para onde chegavam os trens e a casa do chefe da estação.

Em praticamente todas as cidades por onde a Mogiana operou as contruções seguiam um mesmo padrão e a casa do chefe da estação também.

Após a suspensão das atividades ferroviárias A Mogiana viu-se com duas construções desativadas e que não podiam ser simplesmente derrubadas ou coisa assim. Então as prefeituras desapropriaram os prédios e estes passaram a ser patrimônio público.

Toda essa volta ao passado é para dizer que em minha cidade a antiga estação, com seu calçamento de paralelepípedos e fachada tradicional foi transformada em terminal de ônibus circular(oficialmente) e pouso para andarilhos e indigentes de um modo geral(extra-oficialmente). E esses andarilhos têm cães. Muitos. E a esses cães com donos ajuntam-se muitos outros abandonados, e vagam pela estação-terminal. Isso na única e movimentada avenida da cidade, que aliás foi construída bem sobre os trilhos do trem de ferro. Quando os andarilhos vão para suas andanças pelo mundo deixam no terminal muitos desses cães abandonados.

Então eu e o marido fomos ao supermercado no sábado de carnaval e depois paramos no terminal para esperar o ônibus. Não gosto muito de estar lá pois o ar é de desmazelo total, muita sujeira e o pior: tantos cachorrinhos sem lar...Se pudesse ficaria com todos...

Então, de repente pára um carro e desce dele uma moça. Os cães se aglomeram em torno dela, uma festa de caudas balançando, focinhos gelados e latidinhos de alegria.

Ela coloca comida e água em vasilhinhas, espalha todas e brinca com cada um dos bichinhos. Depois entra no carro e vai embora. Os cachorros comem, tomam água e continuam a arriscada brincadeira pela grama dos canteiros centrais da avenida.

Enquanto isso o palco está montado para mais uma noite de carnaval de rua. Comenta-se que o custo desse evento ultrapassa os 300.000 reais. Numa cidade de menos de 40.000 habitantes, os quais a maioria nem de carnaval gosta...

Tudo bem, tem quem goste mas até crime de morte acontece nesse evento. Não é a paz que a prefeitura tenta nos convencer que é; tem briga demais, violência demais, álcool demais...

E depois a prefeitura diz não ter verba para recolher, cuidar e abrigar os animais de rua. Grifo bem os termos pois já teve vereador espírito de porco que propôs extermínio de cães para resolver o problema. Agora a prefeitura colocou out-doors pela cidade divulgando uma lei municipal que promete punir com multa e prisão em caso de reincidência a quem abandonar animais em via pública. Mas até hoje não soube de ninguém que tenha sido sequer advertido...

E deixo aqui a minha admiração pela moça que eu vi alimentar os cães do terminal. E por outra protetora, a Neuza, pois foi graças à luta dela que muitos cachorrinhos hoje tem um abrigo. Mesmo criticada e chamada de louca, desocupada e muitas outras coisas, ela nunca desistiu, chegando a abrigar 80 cães em sua casa antes que amigos e pessoas de coração generoso a ajudassem a construir o abrigo. Para mim fica a lição de amor a de respeito à vida. E para você?
Para concluir:
Dizem que houve uma grande inundação numa praia do México. Com o excesso de água o mar jogou para a praia centenas de milhares de estrelas do mar. Um pescador do lugar começou a recolher as estrelas e arremessá-las de volta ao mar, uma a uma. Um turista que observava a cena disse ao pescador:
"-Você é muito bobo; olha a quantidade de estrelas que forra a areia da praia! Você nunca vai conseguir tornar o destino delas diferente!"
O pescador não respondeu; abaixou-se, apanhou mais uma estrelinha e a devolveu ao mar. Então disse:
"-Para esta eu fiz a diferença."
QUERO LER O POST COMPLETO

Construir com palavras

em 24/02/2009



Já me perguntaram diversas vezes por que não tem foto minha na sidebar, nem no perfil nem em lugar nenhum. Acontece que não tem foto minha em nenhum lugar mesmo!!! Gosto de fotografar os outros mas fujo de fotos. Também não gosto muito de me expôr e semana passada eu quase tenho um treco quando topo com um professor amigo meu e ele me diz: Li seu blog! Fiquei sem saber o que dizer... E o motivo principal é que eu quero fazer amigos que me conheçam pelas minhas ideias, que me conheçam "por dentro", além de acreditar que as palavras nos definem e nos revelam muito mais do que a aparência física.


Também quero conhecer os outros assim...por dentro. Superficialidade não é comigo.
QUERO LER O POST COMPLETO

Imagens do Carnaval

em 23/02/2009

Durante os dias de carnaval, enquanto o país parece cair inteiro na folia, eu passo o período no Retiro de carnaval.



Durante o intervalo fotos das minhas bonitinhas... São em média 40 crianças...


A cada dia o número de pessoas varia, já que neste ano o evento está sendo aberto.
Mas em média são 200 pessoas por período(tarde e noite).
Neste ano eu sou responsável pela praça de alimentação. E como tem trabalho, meu Deus!!!

E quando eu dou uma passada em casa para ver os bebês, olha o fim de tardel!!! E essa luz? Linda!!!


Tenho ou não motivos para trabalhar para Deus e louvá-Lo?


QUERO LER O POST COMPLETO

1ª promoção do blog! E com selo de qualidade!

em 21/02/2009










Num post aí atrás eu disse que queria um selinho para o blog; pois bem...


Diz a Bíblia que "quem tem um amigo tem um tesouro; semelhante ao das pérolas é o seu valor."


A Bel, que além de inteligente em cada texto que escreve ainda é de um talento e criatividade incríveis fez para mim, de presente, este selinho em duas versões!


Então, para você, que dá mais alegria a este lugar eu ofereço meu selo. Gente, olha que luxo: MEU SELO!!!
Ofereço em especial a cada amigo que me acompanha!
E eu quero também fazer uma pequena brincadeira no blog: cada pessoa que passar por aqui, deixar um comentário neste post que você está lendo e levar o selo para casa vai participar de um sorteio aqui neste bloguinho. Eu não tenho jeito nenhum para trabalhos manuais mas...Tenho uma irmã linda, fofa, meiga e que pinta, borda, faz crochê e tudo o mais que a sua imaginação mandar; então o nosso sorteado vai ganhar, à sua escolha, um chinelo bordado parecido com estes aqui:E sevocê, um menino, for o sorteado, pode presentear uma mulher que seja importante para você!


E quero deixar aqui um agradecimento e uma dica: o agradecimento é para a Bel, minha querida que me fez tão felizinha com o seu carinho e a dica é para quem deseja ter um selo personalizado, bem feito com carinho e beleza como o deste blog: a Bel faz para você e por um precinho bem camarada. Vale a pena, pode crer!

Entra lá no blog dela e diz o que você quer que ela faz.
Regrinhas para a participação:
Então, tá combinado? Deixe seu comentário aqui, leve o selinho para seu blog, indique mais 5 pessoas para recebê-lo e já estará participando do sorteio, que será dia 1º de março. E pode espalhar por aí, quanto mais gente passar por aqui, mais alegre este blog ficará!

Ah, e o sorteio será da forma mais simples possível: você deixa seu nome, eu faço os papéizinhos e gravo tudo. Daí posto o vídeo. Pronto.
Vamos espalhar o selinho por aí?
QUERO LER O POST COMPLETO

As profundezas da alma humana ou Como se lascar na Suécia

em 20/02/2009

Claro que todos já leram ou ouviram pelos telejornais a estória da brasileira Paula na Suécia.
Desde que a notícia se espalhou eu fiquei pensando: será?
Mas tudo parecia "bater", a versão dela era plausível, afinal todos sabemos a onda xenófoba que assola a Europa desde muito tempo. Não só a Europa, aliás. Todos sabemos, repito, e ela também. Ela, vivendo lá, sabe o quanto a União Européia se esforça para dar o ar mais civilizado possível a todos os países que a compõem e o quanto demonstrações de racismo e xenofobia são ruins para os negócios.
E ainda mais juntando-se a pungência de bebês gêmeos perdidos em função da violência sofrida... O Brasil apiedou-se, Brasília entrou em ação e eu pensei: que rapidez!

Então vamos nos aprofundar: li que o pai dela é assessor parlamentar, o que teoricamente explica a presteza do Itamaraty. Daí descobre-se que ela tem um visto de trabalho temporário que estaria para expirar e se quisesse permanecer definitivamente no país o casamento seria uma opção a ser considerada. E talvez uma gravidez apressasse as coisas. E mais: o governo sueco seria responsabilizado caso a agressão fosse comprovada e ela poderia ser beneficiada com uma considerável indenização, ainda mais por causa da suposta gravidez de gêmeos. De gêmeos, note bem o drama...

Então veem à tona as imagens de ultrassom "plagiadas" via Google e enviadas a amigos, uma doença que supostamente a torna instável e uma série de mentiras contadas ao longo do tempo e que foram sendo reveladas uma a uma...
Então eu pergunto: por mais que ela precise de tratamento psicológico, será que é tão impossível assim que possa se tratar de um golpe? E se ela fosse filha de um, vejamos, gari de uma cidade do interior perdida no mapa, será que Brasília seria tão ligeira em comprar a história dela? E as emissoras de televisão, seriam tão unânimes em vendê-la como vítima? Aliás, que imprensa é essa que sai divulgando uma notícia dessas sem a devida checagem?

Muita gente por aí, nos blogs inclusive, dizem que uma pessoa não se feriria assim propositalmente. Quem assim pensa e diz parece desconhecer as profundezas da alma humana, ou vocês não se lembram de caso de gente que chegou a decepar a própria mão tentando fraudar o seguro? E o detalhe é que os ferimentos da brasileira são superficiais, aparentemente.

Em tempo: você já leu A mulher do Tenente Francês, de John Fowles?
Pois para quem acha que uma pessoa não feriria si própria o autor relata neste romance, à guisa de pano de fundo para compor a personagem principal Sarah, casos reais ocorridos na Inglaterra vitoriana que demonstram bem onde pode chegar alguém quando tem um objetivo(ainda que obscuro) a cumprir.

Quando a estória se propagou, Lula exigiu providências e até mesmo um pedido formal de desculpas por parte do governo sueco. E agora, quem vai pedir desculpas a quem???
QUERO LER O POST COMPLETO

Socorro!!!


Será que algum filho de Deus que passa por este humilde blog sabe fazer selos? Quero muito aprender mas não tenho o neurônio que faz selos pois eu não faço idéia( acentuada, sim, apêgo antigo) de como confeccionar um.É que quero comemorar as 2000 visitas ao blog ... Que aliás já são mais de 2000, louvado seja Deus!Alguém me acode?Please!!E fazer link para espalhar o bloguinho por aí?É que eu aprendi a montar e desmontar o blog sozinha mas agora eu travei...
Às vezes um blog parece a foto acima: um emaranhado. De rosas, mas emaranhado!
QUERO LER O POST COMPLETO

Para não dizer que eu só falo de cachorros...

em 19/02/2009

Mesmo sem ter tanto leitinho,
Mesmo estando com as tetinhas machucadas
Mesmo estando castrada
Mesmo com as crianças pentelhando o dia todo...
A Cidinha não deixa de ser mãe...... eles só dormem juntos...
Esta família tão linda está sob os cuidados da D.Daniela e ela precisa urgentemente de pessoas de bom coração e que amem gatinhos para adotá-los.
Claro que não precisa ser o pacote todo e a mamãe já está castrada. Os filhotes têm 30 dias e são as coisinhas mais fofas deste mundo.
Se você puder ajudar, por favor, dê uma força pois a Daniela precisa de ajuda e a Mamãe Aparecida também. Clique aqui para ver mais sobre essas fofuras e saber onde estão.
Please! Pessoas queridas que passam por este bloguinho, acudam a Dani!
QUERO LER O POST COMPLETO

Um modo de esquecer...


Você tem boa memória?



Eu tenho. Para o bem e para o mal...



Consigo guardar números de telefone numa boa, seja fixo, celular, o que for;sei de cor a data do aniversário de praticamente todos os meus amigos e até de conhecidos nem tão íntimos assim; lembro de coisas que me disseram há 10, 15, 20 anos atrás; lembro a roupa que eu usava em cada momento mínimamente importante; lembro receitas de cor; sei de cor até endereços eletrônicos; até páginas da Bíblia eu sei de cor...



E isso às vezes é um horror...



Lembra de uma música do Guilherme Arantes que diz assim:



"Daria tudo por um modo de esquecer..."



Então, eu também...



Marido diz que é um mistério caber tanta informação(a maioria inútil) num cérebro só.

Às vezes eu custo a conciliar o sono, fico com imagens e palavras rodopiando em minha cabeça.

Preciso fazer uma limpeza no meu HD. Tem momentos da vida que, para continuar vivendo é preciso "deletar" algumas coisas...

E você, qual a capacidade da sua memória?

Quer ouvir a música do Guilherme Arantes? Tão linda e tão esclarecedora... Clica aqui!
QUERO LER O POST COMPLETO

O livro da minha vida

em 17/02/2009


Se você olhar meu perfil aí ao lado verá que eu amo livros. Desde a 2ª série, motivada pela melhor professora que uma criança poderia ter, eu amo livros. Fui apresentada a eles através de Meu pé de laranja-lima, do José Mauro de Vasconcelos e daí em diante li toda a sua bibliografia. Quando terminei passei a ler tudo o que me caía nas mãos, de pedaços de jornal a bulas de remédio. Mas o livro da minha vida não é um dos clássicos, nem algum romance nem nada parecido. O livro da minha vida, que me mudou para sempre e continua me formando até hoje é, sem dúvida, a Bíblia.

Surpresos? Eu também. Acontece que a Biblia na verdade não é bem UM livro, são vários. A palavra biblia deriva do original grego biblos e que dizer, mais ou menos, livros. Lembra de biblioteca? Então.

Tomei contato com a Bíblia quando fiz 14 anos. Claro que já sabia o que era, fiz 1ª comunhão com 9 anos mas a catequese católica era e ainda é muito superficial. Quando eu completei 14 anos ganhei do meu padrinho de batismo o primeiro e único presente que ele me deu em toda a vida: dinheiro. Claro que não lembro quanto foi mas sei que fui a uma livraria que nem existe mais e comprei uma bíblia. Nem me pergunte por que. Era uma bem pequenininha, capa dura marrom e com as letrinhas bem miudinhas.

Nessa época meu pai ainda era meu pai e não autorizava que eu pusesse os pés fora de casa, nem mesmo para estudar. Eu explico: Como comecei a trabalhar muito cedo a opção era estudar à noite, certo? Errado, pois ele não permitia, dizia que não precisava estudar, que mulher não precisava de escola e que não queria filha perdida por aí, chegando em casa tarde. Como resultado dessas idéias eu fiquei sem estudar dos 12 aos 16 anos. Mas essa é outra história e eu estava falando da leitura. Pois bem, como não podia sair de casa, eu li a bíblia toda em menos de 6 meses. Quando eu digo toda, quero dizer toda mesmo! Li como um livro só, sem parar, sem método, sem entender quase nada. Então acabei e lembro de ter pensado:

É só isso? Falam tanto e é só isso? Tão chato, palavras que eu não entendo, vou começar de novo.

E comecei, desta vez com um dicionário do lado. E fui bem devagar, tentando entender, parando e voltando, lendo rodapé, indo à biblioteca pegar livros de referência, fiz de tudo. Sozinha. Sem pôr o pé na Igreja. Então o tempo passou e meu pai se mandou, daí quem acompanha o blog já sabe um pouco do que foi a minha vida(não sabe? Qualquer dia eu conto um pouco mais;volta aí, tá?).Então eu, que tinha um namorado na época, fui convidada a conhecer um grupo de oração pertencente à Renovação Carismática Católica e lá eu fui descobrindo muitas coisas, fui dando espaço para Deus me curar as feridas e me mostrar o quanto eu era amada por Ele. Então entendi que todo o tempo Ele havia estado comigo, desde antes do meu nascimento Ele já me conhecia e me chamava pelo nome, já me formava e tecia. E quando eu lia a Bíblia sozinha, muitas vezes chorando pois passar pela adolescência sozinha não é fácil, Ele estava comigo. E que o tempo em que eu me dediquei a ler e tentar compreender a Bíblia não foi de modo algum perdido, mas sim uma chance única de conhecer Aquele por quem eu iria me apaixonar para sempre. Desde o primeiro dia num grupo de oração até hoje já são quase 20 anos e é por isso que eu disse que a Bíblia continua me formando até hoje. Minha fé molda a minha vida e minha fé, por sua vez, é moldada pela palavra de Deus expressa na Bíblia.

Sei que muitos não pensam assim, que consideram a Bíblia um livro meramente humano, escrito por homens. Parafraseando Padre Fábio de Melo eu digo: claro que foi escrita por homens, queria que fosse escrita por cavalos ou por pássaros?

Mas foi INSPIRADA por Deus, como se tivesse sido ditada mesmo. Tanto que o estilo de cada escritor bíblico é perceptível claramente em seus escritos, mas a essência é a palavra de Deus, sim! Não vou aqui entrar no campo da ciência, que tem feito muito para confirmar( mesmo sendo desnescessário para mim) a veracidade da Bíblia mas sim me ater à questáo que me move: a fé.

E neste quesito, não há discussão, certo?

Assim sendo, posso afirmar sem receio que:


  • eu não seria quem sou hoje se não tivesse usado aquele único presente para comprar uma bíblia;

  • ler sozinha, sem orientação, é arriscado pois pode-se desanimar ou ter interpretações confusas mas para mim foi maravilhoso;

  • lendo a Bíblia eu li mais sobre sociologia, história, geografia, português, pois queria entender o que lia e daí lia mais;

  • se não tivesse conhecido o amor de Deus naquele período da minha vida eu teria pirado e a Bíblia me auxiliou demais nesse processo;

  • tudo o que eu penso, faço, creio, vivo e pratico tem fundamento na Bíblia. Aliás eu aprendi muito mais no quesito respeito à vida e ao próximo lendo a Bíblia do que em qualquer outro lugar.

Para terminar esse post gigante, deixo um trechinho que está entre os meus favoritos:

" Para os montes levanto os olhos: de onde me virá socorro?
O meu socorro virá do Senhor, criador do céu e da terra.
Ele não permitirá que teus pés resvalem; não dormirá aquele que te guarda.
Não, não há de dormir, nem adormecer o guarda de Israel.
O Senhor é teu guarda, o Senhor é teu abrigo, sempre ao teu lado.
De dia, o sol não te fará mal; nem a lua durante a noite.
O Senhor te resguardará de todo o mal; ele velará sobre tua alma.
O Senhor guardará os teus passos, agora e para todo o sempre. " Salmo 120


QUERO LER O POST COMPLETO

A arte da gratidão...

em 16/02/2009

Seguindo a lógica da vida:
se você acolhe,

alimenta,

se preocupa,

cuida de alguém,

Um dia, quando você precisar, esse alguém lhe ajuda, certo?

Seria, mas só funciona com cães e gatos. Com gente a conversa é outra...



"Se você pega um cachorro faminto e o torna próspero ele não o morderá; essa é a principal diferença entre um cachorro e um homem."

QUERO LER O POST COMPLETO

Precisam de mim( e eu deles...)

em 15/02/2009

Em close... Eis porque os meus dias são alegres! Com essa carinha, impossível não se render...





Minha pit-lulu...



Então eu já estou super bem de novo, e podendo cuidar do meu malvadão...


E ainda tem a minha Loirinha, que está quase completando 12 anos.

QUERO LER O POST COMPLETO

Uma triste história...

em 14/02/2009


Depois de quase dez dias de solidão e dor e decepção eu estou de volta, e desta vez para ficar.

Vou contar uma história:

Para quem não sabe eu sou atualmente coordenadora de um grupo de oração. Para quem não é católico ou não é muito ligado em lance de religião um grupo de oração é uma parte da Igreja, um grupo de pessoas que se reunem semanalmente para orar. Pois bem, o grupo que eu participo completa este ano 20 anos de vida e é uma das coisas mais importantes da minha vida. Coordeno este grupo há quase 5 anos, já estou no fim do segundo mandato.

A dinâmica de um grupo de oração é muito semelhante a um culto evangélico, com música, oração espontânea e muita alegria e liberdade no Espírito Santo; tudo isso, claro, com a espiritualidade católica.

Toda essa digressão é para situar quem não está habituado a essa realidade. Agora conto a história.

Dentro da equipe que é responsável pelo grupo tínhamos um músico, baixista aliás. Além de ser um homem de muito tempo de caminhada era também meu amigo pessoal, de quem eu sou madrinha de casamento. Pois bem, ele é casado há 13 anos e no ano passado, depois de várias dificuldades com a esposa ele decidiu se separar. A Igreja não obriga e, claro, nem poderia obrigar ninguém a viver junto quando isso se torna impossível mas sempre orienta para que sejam esgotadas todas as possibilidades de manter o matrimônio. Neste caso específico nós seguimos esse posicionamento desde o início, apoiando e amparando o casal, na esperança que eles se entendessem. Como é de minha responsabilidade eu falei com ele várias vezes. Como coordenadora mas principalmente como amiga e irmã de caminhada. Disse que sempre o apoiaria enquanto ele fosse honesto conosco e consigo mesmo, já que pela doutrina católica o matrimônio é indissolúvel. Ele, ainda que estivesse separado era casado e deveria ser fiel a esse estado, e se achasse que não era justo que buscasse orientação pois poderia ser que este matrimônio fosse nulo. Também deixei claro que o manteria com músico desde que não houvesse nada que o comprometesse. Tudo claro e explicado, eu passei a defendê-lo diante de quem quer que o criticasse ou falasse mal dele, especialmente por conta da amizade de quase 20 anos.

Então o tempo passou, eu me indispus com muita gente por causa dessa minha posição, cheguei a trocar palavras ásperas com o nosso antigo pároco por causa dessa situação, sempre acreditando em tudo o que esse moço me dizia.

Quando foi semana passada cai no meu colo uma história chocante: ele anda de caso com uma menina de dentro do nosso grupo de oração, envolvimento esse que começou há quase um ano. Ah, esqueci de dizer que ele voltou com a esposa há algum tempo e mesmo assim manteve o rolo com essa menina do grupo, que à propósito é menor de idade. Ele tem 35 anos. Fiquei arrasada. E pensar que eu comprei tanta briga por ele, defendendo quando diziam que ele era malandro, que tinha rolos por aí. Sempre confiei na palavra dele e ele me trai desse jeito. E ainda descobri muito mais, muitas outras conquistas e eu feito uma idiota defendendo-o. E todo mundo sabia desses casos e achavam que eu apoiava.Não só eu mas toda a equipe de pessoas responsáveis pelo grupo de oração. E como sofremos! E a menina eu coloquei dentro da minha casa, trabalhou comigo, sabia que ele é casado e ainda assim se enrola nessa história. Como se não bastasse todos os ataques que a Igreja já sofre e todas as críticas de que somos alvo! Quando falei com a menina ela confirmou tudo, deu detalhes e tudo. Quando falei com ele, negou tudo a princípio, e conforme a conversa prosseguiu foi confirmando algumas coisas, negando outras. Mas o essencial ele próprio confirmou, chorou, disse que não sabe explicar, pediu perdão. Do momento eu que eu soube de tudo até a hora em que falei com ele eu não derramei uma lágrima mas depois quase inundo São Joaquim de tanto chorar. Por isso a crise de gastrite que me deixou de cama.

Mas o pior mesmo foi tudo o que eu disse a ele. Nunca havia sido tão dura com alguém, tão magoada eu estava. Ainda estou.

Como pude me enganar tanto? E por tanto tempo! Talvez quem ler este desabafo não vá entender mas isso tudo mina um grupo de oração, as pessoas de fora não compreendem e não aceitam, acabam se afastando. Penso que basta de escândalo na Igreja.

Era isso que eu queria contar, uma parte pelo menos.

Disse a ele que não perdoo mas hoje no grupo de oração eu já perdoei. E ainda o amo, era meu amigo e é meu irmão. Mas não quero falar com ele por enquanto. E agora vou tentar conter o incêndio... No grupo de oração estamos todos tristes, muito mesmo.
QUERO LER O POST COMPLETO

Queridos e queridas!Voltei!!!

em 10/02/2009

Alô pessoas queridas:


  1. eu não morri ( mas quase!)

  2. eu não abandonei o blog ( nem vou, Deus me livre!)

  3. estou morrendo de saudade de todo mundo!

Acontece que, primeiro eu fiquei com uma crise de gstrite que quase me mata; daí quando eu melhoro a ponto de conseguir digitar meu nome de novo o pc funde e simplesmente trava. Então estou eu aqui, perdendo mais uma virgindade na vida: entrei numa lan house pela primeira vez em 36 anos de existência pacífica.
Mas amanhã o técnico-que-só-me-enrola-nessa-vida disse que o pc estará de volta.E minha vida então retornará!
E tem mais:nessa semana aconteceu algo que me fez ficar ainda mais triste: perdi um amigo de mais de 20 anos de amizade. Não, ele não morreu, mas de certa forma para mim foi tão triste, doeu e dói tanto que mesmo agora eu não consigo falar a respeito sem chorar e eu não posso cair no choro na lan house, né? Quando tudo estiver no seu devido lugar eu conto tudo, prometo.
A todos os meus queridos e queridas eu peço perdão pelo sumiço, pela ausência nos blogs que eu amo tanto mas eu vou compensar, prometo. Todas as postagens dos últimos 9 dias já estavam programadas, mas é triste nõ poder ler vocês.Só de e-mails tinha mais de 100!!!
Se o pc não voltar amanhã, eu vou pegar o livro que estou lendo, me encher de paciência e sentar na loja do técnico enrolador e não saio de lá sem o meu pczinho querido!
Assim que puder eu volto.
Fiquem com Deus!
PS: Nunca pensei que ia sentir tanto a falta de vocês!
QUERO LER O POST COMPLETO

25 motivos para ficar muito brava!

em 08/02/2009


01- Você tem que experimentar um óculos de sol com aquela etiquetazinha de plástico pendurada no nariz;
02- A pessoa atrás de você no supermercado bate com o carrinho no seu tendão;
03- O elevador pára em todos os andares, e não entra ninguém;
04- Tem sempre um carro quase entrando na traseira do seu carro quando você está andando devagar, procurando um endereço;
05- O anel se solta antes da lata se abrir;
06 - Aquela fitinha vermelha da embalagem de Band-Aid nunca funciona com você;
07- Você não consegue colocar as coisas de volta do mesmo jeito na caixa em que vieram;
08- Três horas e três reuniões depois do almoço, você olha no espelho e descobre um pedaço de alface preso no seu dente da frente;
09- Você corta a língua fechando um envelope;
10- O pneu do seu carro que perde a metade da pressão enquanto você está tentando calibrar;
11- A estação pega muito bem enquanto você está perto do rádio, mas chia, diminui e some quando você se afasta;
12- Tem sempre um ou dois cubos de gelo que se recusam a sair da fôrma;
13- O carro atrás do seu desanda a buzinar enquanto você espera o pedestre acabar de atravessar;
14- Um pedaço do papel laminado do bombom dá aquele choque quando você morde o recheio;
15- Você regula o despertador para as sete da noite em vez de sete da manhã;
16- A rádio não te diz quem cantou aquela última música;
17- Você passa creme nas mãos e não consegue segurar a maçaneta para abrir a porta do banheiro;
18- O pessoal todo que estava atrás de você na fila passa na sua frente quando o caixa ao lado abre de repente;
19- Os óculos escorregam para frente assim que você começa a suar;
20- Você não consegue saber, no dicionário, como se escreve corretamente uma palavra, porque você não sabe como se soletra esta palavra;
21- Você tem que explicar a, no mínimo, cinco vendedores diferentes de uma mesma loja que está "só olhando";
22- Você não consegue achar aquele lápis que estava na sua mão há um minuto atrás. (e as chaves, então?);
23- Você abaixa para apanhar uma coisa que caiu debaixo da mesa e bate com a cabeça na volta;
24- Você esta num engarrafamento e sempre a fila em que você está anda mais devagar (mesmo se você troca de fila);
25- Tem sempre um e-mail enorme que demora uma hora pra chegar, e quando você vai ver, é igual a outro que já recebeu antes. (santo Speedy!!)
Obs.: Na verdade eram 30 motivos, mas eu fiz uma censura prévia.



Tirei a idéia daqui
QUERO LER O POST COMPLETO

Afilhado

em 06/02/2009

De todas as coisas que já me aconteceram na vida, nada me encheu mais de orgulho e medo do que ser madrinha de batismo. Tenho dois afilhados, a Ana Laura e o Gustavo. A Ana Laura ainda por cima é minha sobrinha, primeira criança que fez de fato parte da minha vida, primeira(e uma das poucas)criança que eu amei. Mas esse post é sobre o Gustavo. Ganhei ele como afilhado do jeito mais inesperado deste mundo: eu conhecia os pais dele e éramos amigos há anos, mas havíamos perdido o contato, sabe como é, casal sem filhos(eu e marido)e casal com filhos(o Nilson e a Weraney, já com o Gabriel)acabam tendo programas e passeios diferentes . Resumindo, o contato se perdeu até que um dia me aparece, assim de repente, a minha querida Weraney com um bebê fofo, branquinho, gordinho, recém-nascido,sendo que eu nem sabia que ela ia ter outro bebê. Então fui informada que o bebê era meu afilhado, assim, desse jeito. Dá para ter idéia do que eu senti? E o marido? Batizamos o bebê dia 26 de setembro de 2003, ele todo lindo, vestido de marinheiro.Quer dizer, quase vestido de marinheiro porque o meu Branco nunca gostou de roupa apertando, nem sapatinho fechado, então lá pelo meio do batizado ele estava só meio vestido.Todo mundo diz que ele parece muito mais meu filho do que da Weraney, que é morena, magrinha, calminha e doce que só ela enquanto o Gustavo é bem branquinho, gordinho, cabelo claro e com uma brabeza que , não sei, me lembra alguém, assim tipo EU.Peço a Deus que sempre me ajude ser uma boa madrinha. Meu pequeno bem que merece!
A propósito, na foto quem faz companhia ao meu pequeno é a Sofia, outra queridinha, filha de amigos do Grupo de Oração.
QUERO LER O POST COMPLETO

Selinhos...

em 04/02/2009






Recebi dois presentinhos da minha xará praieira e nem preciso dizer que fico toda, toda, né?



E tenho o direito de repassá-los para cinco pessoas.
E os selinhos vão para:
  1. Karin Juliana, que anda meio tristinha e merece toda a alegria;
  2. Iana, que acabei de conhecer mas é gente boníssima;
  3. Renata, meiga e super bem informada(tem hífen aqui, Renata?)
  4. Josimar, meu amigo do lado de cá da tela;
  5. Bel, que deixa a gente sempre com vontade de ler mais.

Na verdade eu poderia indicar mais alguns mas, para variar ,uma vez na vida eu vou seguir as regras...

QUERO LER O POST COMPLETO

Com sono, em várias versões

Esperando alguém ir finalmente dormir para eu ir junto...


Dormindo em pé..

Toda encolhidinha...

Lutando contra o soninho...

Em dia de frio...

Em dia de calor...

Apoiada na parede...
"Será que eu estou grávida, mamãe?"
QUERO LER O POST COMPLETO

Sol ou chuva

em 02/02/2009

Quando o sol brilha é assim...

Quando chove é assim...


Lindo, né?
Qual o mais bonito?
QUERO LER O POST COMPLETO

Selos e meme

Recebi a indicação para este meme e ganhei este selo da Karine. Tem regras:

  • Linkar quem te indicou;
  • Responder 6 coisas aleatórias sobre você;
  • Indicar mais 6 pessoas para a brincadeira e para o selo;
  • Comentar nos blogs delas avisando do selo e da brincadeira.
Então vamos lá. E sim, eu já fiz esse meme algumas vezes mas como tem selinho e eu sou doida por um selinho...
Sobre mim:
1-Quando tinha 15 anos fiquei 8 sem cortar o cabelo;
2-Sou apaixonada por saia longa, vestido longo, arrastando no chão mesmo;
3-Eu mesma pinto a minha casa;
4-Parei de usar batom rosa porque marido diz que eu fico ainda mais pálida;
5-Nunca em minha vida usei amarelo, não que eu me lembre, claro, pois quando pequena vai saber,né?
6-Não sei fazer escova, nem passar chapinha nem fazer trança nem prender bobs(ainda usa isso?)
E eu repasso para:
  • Vanessa, do belo Fio de Ariadne.
  • Laine, minha xará divertidíssima.
  • Steph, uma linda e meiga recifense.
  • Flávia, do importante Adote um focinho carente.
  • Daniela, que tem um blog cheio de dicas para donos de focinhos e bigodes.
  • Ana, dona de um blog cheio de textos lindos.
Porque o mundo precisa conhecer gente do bem!
QUERO LER O POST COMPLETO


Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários