Fugindo à regra...

em 2 de janeiro de 2009



Já assistiu Dança comigo?

A gente fica pensando o tempo todo que o Richard Geere vai largar a esposa e ficar com a J.Lo, mas no final o amor de 19 anos com a esposa vence o que foi uma tentação que pelo visto só existiu na nossa cabeça acostumada ao adultério no cinema ( e na vida). O filme é lindo, dá prá assistir sem susto. E às vezes temos a ilusão de que pelo fato de ser casado(a) não há solidão, ou que se há, é porque o amor não existe mais.Não é bem assim e o filme, ao menos para mim, toca nessa questão. Mesmo havendo amor, às vezes há solidão e necessidade de ter um tempo para ser feliz só consigo mesmo, buscar algo que nos faça mais inteiros.
Mas o filme vale uma espiadinha. Sem adultério só para variar...

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

3 comentários , comente também!

  1. Obrigada por comentar no meu blog. Minha intenção foi desabafar e compartilhar histórias. Sei que não fui a única a passar por isso, mas o sofrimento foi inevitável.
    Vou ficar aguardando vc contar a sua história!
    Bom ano pra vc!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Olá querida, vim dizer que tem novidades na sala de concusos do site, venha ver e faça sua inscrição ta? será muito bom se vc participar. Bjs de mel

    ResponderExcluir
  3. Também esperei o adultério. Mas ainda bem que o amor prevaleceu né!?
    Ainda tenho esperanças...
    Beijos,
    Lila Cassini

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…