Dor

em 10 de dezembro de 2008


Acabei de ver no tele-jornal da minha região(Ribeirão Preto) a terrível história de um pai que, inconformado em ter que pagar pensão à ex-mulher, apanhou o filhinho de dois anos do casal e assassinou o menininho,sufocado!
Meu Deus,é inacreditável a capacidade que o ser humano tem de praticar maldades! 
E o assassino não demonstra o menor arrependimento...
O que dá para esperar desse mundo meu Deus?
Pobre mãe,a desse menininho...
Enquanto eu via a reportagem lágrimas escorriam tanto de meus olhos quanto dos do marido,só que ele tem uma reação mais assertiva:eu matava esse monstro,disse.
Eu penso justo o contrário:que Deus tenha misericórdia dele,pois dificilmente nesta terra ele vai encontrar redenção.
E oro principalmente pela mãe do pequeno.
Tenha compaixão dela,Jesus!
Ninguém neste mundo deveria passar pela dor de ter um filho assassinado,ainda menos por alguém a quem um dia ela amou e com quem viveu...

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

Um comentário , comente também!

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…