* Blog Elaine Gaspareto *

Como colocar bordas automaticamente e com diversos estilos nas imagens dos posts?

Como colocar bordas automaticamente e com diversos estilos nas imagens dos posts?

Uma das coisas mais legais que eu vejo em blogs bem feitos é o cuidado com as imagens, com as dimensões das imagens, com a qualidade delas e também com alguns efeitos que podemos aplicar às imagens do blog, em especial às imagens dos posts.
Tempos atrás eu publiquei um tutorial sobre isso, sobre efeitos nas imagens do blog.
Relembre:


Também mostrei como colocar aquele efeito legal de zoom nas imagens, relembre:



Ambos são tutoriais muito bons, e você pode fazer que com certeza darão certo.
Hoje, porém, quero te mostrar um jeito ainda mais personalizado de inserir efeitos nas imagens dos posts.
A vantagem em relação ao primeiro tutorial que linkei acima é que com esse código as bordas não serão aplicadas a todas as imagens dos posts automaticamente.
As bordas serão aplicadas apenas nos posts que você definir.
Isso pode ser interessante para destacar e diferenciar alguns posts apenas e não ter o mesmo efeito em todos os posts do blog.
Você pode ver a demonstração de como fica exatamente nesse post; olha a imagem que está no começo. Ficará assim.

Tem outro exemplo, com borda estilo groove. Veja:


Demonstração do tutorial



Outra vantagem é que você pode usar um estilo e cor de borda em cada post, se preferir.
Para fazer isso é bem simples. Comece acessando a página com o código que faz o efeito ser aplicado:


Copiar o código


A seguir faça seu post normalmente, carregue suas imagens normalmente, deixe tudo pronto.
Assim que terminar clique em HTML no alto do editor de postagens, ali mesmo onde você escreve seus posts.
Essa ação reverterá seu post para o modo HTML.
Cole então o código que faz o efeito acontecer ao final de seu post.
Clique em Visualizar. Dando tudo certo o efeito já aparece.
Clique então em Escrever para voltar o editor ao normal e publique seu post normalmente.
A mágica acontece!
Legal, né?


Explicando o código:


1px é a espessura dessa linha; Se desejar mais grossa altere o valor.
solid é estilo da linha. Solid corresponde a essa linha reta, mas você pode usar qualquer estilo de linha: dotted, dashed, etc...
#ffffff é a cor. Para trocar a cor da borda basta substituir o ffffff pelo código da cor desejada. Aqui no blog tem uma tabela de cores seguras para web.
Outline-offset corresponde à distância que essa linha vai ter em relação à borda.
Tenha em mente que valores positivos levam a linha pra fora da imagem e valores negativos levam a linha pra dentro da imagem.
E é justamente o valor negativo que faz esse efeito de moldura. Quanto maior for o valor negativo mais "pra dentro" a borda ficará.



Dica-bônus para você!



Mas pensa que acabou? Cabou, não!
Acesse esse site que gera os códigos CSS de vários tipos, cores e formatos de borda.

Quando achar um que te agrade copie o código gerado e substitua o código padrão que forneci pelo código CSS que você gerou no site.
Assim você tem centenas de opções diferentes de personalização das bordas de suas imagens dos posts.

Apenas não esqueça de que o CÓDIGO CSS deve sempre ser colocado entre os comandos que controlam o efeito.
Assim:

<style type="text/css">.post-body img {AQUI OS CÓDIGOS QUE DEFINEM O ESTILO }</style>

Exemplo de código CSS para borda branca, sólida:

<style type="text/css">
.post-body img {
outline: 1px solid white;
outline-offset: -12px;
}
</style>

Note que marquei em vermelho o CÓDIGO CSS.

Se quiser borda groove marrom e laranja:

<style type="text/css">
.post-body img {
outline-style:groove;
outline-width:7px;
outline-color: #FF8D3C;
outline-offset: 4px;
}
</style>


E assim, sucessivamente, com qualquer estilo que desejar usar.
Deixei os códigos todos abertos na página de códigos, ok?
No site que gera os códigos você pode brincar, testar estilos e cores, se divertir.

Para finalizar, uma dica extra:
Vamos supor que você, assim como eu, prefira usar só um estilo de borda em todas as imagens dos posts, automaticamente, sem precisar inserir manualmente em cada post.
Tem jeito, claro!
Basta colar este código:



Acima da tag ]]></b:skin> de fechamento de seu template e salvar. Deixei tudo pronto para copiar e colar na página de códigos, tá?

Simples e coloca a mesma borda em todas as imagens, de todos os posts, automaticamente.
Tem a imensa vantagem de que, se um dia enjoar, basta apagar o código de seu template e as bordas sumirão.
Não é magia, é tecnologia rsrsrsr



QUERO LER O POST COMPLETO

Bolo de laranja, com casca e tudo!


Já havia visto rodando pela internet afora esse bolo de laranja feito com a casca e sempre quis testar pra ver se ficava bom.
Olha, fica, viu?
Não segui nenhuma receita específica, juntei algumas coisas que vi e mais meu dom natural pra testar e eis o resultado, que compartilho contigo.
Quer ver como fiz? Eu te conto tudinho! Vem!!!!

Ingredientes:
2 laranjas maduras grandes, cortadas em quatro, sem sementes e sem a parte branca interna das casas;
1 copo de óleo de boa qualidade;
3 ovos inteiros, grandes;
1 e 1/2 xícara das de chá de açúcar;
2 xícaras das de chá de farinha de trigo peneirada;
1 colher (das de sopa) de fermento em pó bem cheia;

Modo de fazer:
Unte uma forma média (a minha é a forma de pudim normal)  e pre-aqueça o forno em 180 graus.
Lave bem as laranjas e as corte em 4 partes. Retire as sementes e aquela parte branca do meio e mantenha a casca.
Eu escolhi laranjas bem maduras, casca amarelinha. Creio que foi por isso que a massa do meu bolo ficou dourada por cima.

Laranjas preparadas? Bata o óleo, os ovos, o açúcar e as laranjas no liquidificador até formar um creme espesso e bem batido.
Tire do liquidificador e despeje em uma vasilha.
Acrescente aos poucos a farinha de trigo peneirada (sim, faz diferença) e vá mexendo para incorporar. Fica uma massa densa.
Assim que estiver bem homogêneo acrescente o fermento, mexendo delicadamente, de cima pra baixo pra incorporar bem.
Despeje na assadeira untada e leve ao forno para assar.

Estará pronto quando ficar dourado e ao enfiar um palito no bolo e esse palitinho sair limpinho.
O tempo de forno varia de forno para forno mas em média leva uns 30 minutos.
Em meu forno levou nem isso pois ele é bem potente.
Não abra o seu forno antes de começar a dourar, tá? Se entrar ar frio no forno quente seu bolo pode abaixar e morrer solar.

Apesar de ir casca e bagaço não fica nada disso na massa, mas precisa bater bem, tá? Se sentir a massa muito densa pode acrescentar uns 100 ml. (mais ou menos) de suco de laranja fresco mas se os ovos forem grandes nem precisa.

Simples, sem complicação e bem gostoso! Precisa mais pra ser feliz?
Ah, comi acompanhado de chá de camomila quentinho numa tarde de chuva, frio e eu com gripe.
Tava bom.... nham-nham...
QUERO LER O POST COMPLETO

10 sites com recursos gratuitos para seu blog + pack de imagens grátis para baixar e usar

10 sites com recursos gratuitos para seu blog + pack de imagens grátis para baixar e usar
Olá, querido leitor!
Hoje quero compartilhar com você uma seleção de sites que oferecem recursos variados gratuitos para usar em seu blog tais como imagens, fontes, ícones, etc...

Ao final do post preparei um presente pra você: uma seleção que fiz ao longo do tempo e que muito me ajudou enquanto eu trabalhei com personalização de blogs.
São fontes variadas e imagens em alta resolução perfeitas para ilustrar os posts ou usar em suas redes sociais
Espero que seja útil pra ti!
No fim deste post eu explico como baixar e usar, tá?

Vamos  conhecer os sites que fornecem recursos gratuitos para você usar em seu blog?
Vem comigo!



10 sites com recursos gratuitos para seu blog 


1- Freepik:
Meu preferido da vida. Tem imagens boas mas o forte do site são os vetores. Qualidade excelente, dá pra usar em montagens de cabeçalhos, criar logos, montar imagens para posts e muito mais!
Olha 2 exemplos de logos feitos com arquivos Freepik:





Abaixo estou disponibilizando alguns cabeçalhos para blogs. São feitos usando arquivos do site Freepik (exceto as bonecas).
Clique sobre a imagem para abrir em tamanho real; salve-a em seu computador, edite com o nome de seu blog e use. Espero que goste:










Caso queira usar algum cabeçalho ou logo em seu blog baixe a imagem e salve-a no formato png para preservar o fundo transparente.


2- All Free Stock Photo:
Este site é uma mão na roda para blogueiros!
E um agregador com os mais diversos sites que disponibilizam imagens para uso livre. Lá você encontra quase tudo: imagens de uso livre, fontes lindas para baixar e usar, vídeos, música livre de direitos, e muito mais.

3- FreeJPG:
Mais de 10 mil imagens para uso comercial e editorial. O site também tem um blog com dicas de fotografia.

4- Angie Makes:
Angie é um designer que em seu blog  compartilha muitos recursos gratuitos para melhorar seus projetos: clipart de flores, cabeçalhos para blogs ou templates Wordpress gratuitos.
Olha que lindo o template Mary Kate (para Wordpress) que ele disponibiliza de graça:

Para baixar clique na imagem; ela leva direto ao post para download.


5- Dribbble & Behance best design freebies:
Se o que você precisa são ícones, este é o seu lugar! Tem uma grande variedade para todas as necessidades e também oferece muitas fontes livres e outros elementos gráficos como vetores, por exemplo.

6- Flaticon:
Milhares de ícones para baixar e usar. Dá pra escolher o formato, a cor, o tamanho. Um achado, muito útil!

7- Freebiesbug:
Um diretório que compila muitos freebies disponíveis na internet.

8- Designcuts:
Este site tem imagens pagas mas também possui um grande lote de recursos como fontes, clipart ou mockups.

9- GraphicBurger:
Embora tenha alguns recursos pagos a maioria é gratuita.
Tem texturas, backgrounds, fontes, ícones, imagens, etc...

10- Befonts:
A maioria das fontes que baixo e uso em minhas edições são desse site. Tem muita coisa linda lá, garimpando você encontra!



Como baixar o pack de imagens e fontes gratuitamente


Como eu disse no começo do post fiz uma seleção com mais de 200 imagens e algumas fontes que gosto para você, querido leitor.


Para baixar o pack com as imagens e as fontes que selecionei é muito simples:
Escolha abaixo em qual rede social quer compartilhar esse post.
Clique no botão da rede escolhida.
Vai abrir o link para descarregar o pack de fontes.


Compartilhe em uma dessas redes sociais para descarregar o arquivo







Quando abrir a página do Mediafire clique no botão verde e faça o download.
Escolha onde salvar e para concluir descompacte o arquivo. Suas imagens estão separadas por pasta (Viagem, Comida, Flores, Workspace, etc) e prontas para serem editadas e usadas m seus posts.
As fontes estão prontas para serem instaladas e usadas pois já deixei os arquivos delas descompactados!

Espero que seja útil pra ti, para deixar seus posts ainda mais bonitos.
Aproveite, selecionei tudo com carinho!
E se você gosta dessas seleções diga nos comentários se deseja mais conteúdo assim aqui no blog!
Enjoy!

QUERO LER O POST COMPLETO

E quando a gente fica doente? Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão


Já percebeu que nós, pessoas humanas, temos a curiosa tendência de valorizar pouco aquilo com o qual estamos muito habituados?
Não tá entendendo, né? Eu explico.

Essa semana eu estou doente.
Peguei aquela gripe anual, sabe como é? E a bunita não veio sozinha, trouxe consigo algo que fazia anos eu não tinha: dor de garganta.
Pense numa pessoa que está a semana toda tossindo, à ponto das costelas doerem até pra respirar. Até a fome eu perdi... vou morrer?
Não consigo dormir porque não consigo respirar. E se durmo acordo logo porque a tosse me domina... E a tosse me faz sentir dor em cada pedaço de mim... #sofro rsrsrsr

Eu cresci ouvindo que a gente não pode deixar a gripe "montar"... minha mãe falava muito isso, que tem que reagir, que não pode só ficar deitado, que precisa reagir...
Não sei por quê mas sempre que fico gripada lembro disso pois acho um absurdo.
Eu não quero reagir, eu quero me encolher debaixo do edredom e tomar chá quentinho, e dormir no escuro rsrsr
Não quero reagir, quero me entregar rsrsr


Faço graça mas a verdade é que foi uma semana sofrida porque ficar doente, mesmo que seja apenas gripe e garganta inflamada (tô sem falar, #mimata) é muito ruim.
E só quando estamos assim, doentes, é que percebemos o quanto a saúde faz falta quando falta...
Concorda comigo?

Eu raramente penso em como é motivo de gratidão estar sempre bem.
Claro que não estou sempre bem, mas em geral as dorzinhas que sinto não me afetam tanto, mas quando a coisa fica séria é um sofrimento.
Quando tenho crise de coluna, quando  meus pés doem por causa da fascite plantar aguda ou quando tenho gripe como essa semana... penso muito em como sou grata por não ficar doente muito amiúde...

Houve um tempo em que eu precisava sair da cama antes do sol nascer, e ir trabalhar, doente ou não. Se não trabalhasse não conseguia pagar as contas, etc...
Saía com chuva, com frio, uma vez fiquei com tanta febre que assustei as pessoas na fábrica onde trabalhava.
Hoje não é mais assim, e isso é motivo de muita gratidão porque eu sei que a maioria das pessoas não tem o privilégio de "curtir" a gripe numa cama quentinha.

Crédito da ilustração

Sinto uma imensa gratidão pela saúde, me sinto grata porque estar doente é exceção pra mim...
Também me sinto grata por ter remédio se precisar. Fico pensando como era no passado... as pessoas morriam de gripe... deve ser muito ruim, né?
Tem dias, mig@s, que um analgésico e um chá quentinho são nossos melhores amigos...
Não é?


Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!




QUERO LER O POST COMPLETO

Como fazer uma festa infantil incrível em casa

Como fazer uma festa infantil incrível em casa
As festas infantis mudaram muito, nas últimas décadas, né?
Tava pensando nisso, e falando sobre isso sábado passado, no aniversário do irmão mais velho do meu marido.
Nós, todos na casa dos 40 ou 45 anos, mais meus sogros, ficamos lembrando de como as festas eram "antigamente".
Você se lembra?


A mãe da criança (ou a tia, irmã, madrinha...) fazia o bolo... lembro claramente das festas na casa de uma das minhas tias.
Os bolos enormes, glace de gordura vegetal... a decoração que mais lembro era aquele coco ralado tingido de verde imitando graminha, o bolo era um campo de futebol... com bonequinhos pequenininhos pra simbolizarem os jogadores...
Pãozinho pequeno, doce, recheado com molho de carne moída... suco em uma suqueira imensa que meu primo mais velho fez com um tambor de margarina reaproveitado... tinha uma torneirinha, a gente se servia, achava o máximo!

Não tinha o "glamour" que vejo hoje em dia, decoração contratada, salão impecável... enfeitado pra olhar (sim, porque dá até medo mexer). Não sei, era tudo mais simples, feito em casa, e talvez por eu ser criança, me parecia naquela época mais divertido.
Me pergunto se as crianças realmente mudaram ou se os adultos é que "adultizaram" as festas infantis...

Acho que é lindo um salão decorado com capricho, mas ainda sinto que como quase tudo na vida, pode ser mais simples, mais handmade, sabe?
Sim, mig@s! Uma boa festa, linda de ver e divertida de participar, pode sim ser feita mais ou menos como era no meu (e talvez no seu) tempo de criança.
Basta aquela vontade de fazer que as mães/tias/madrinhas/irmãs/avós sempre têm, e alguns bons acessórios para festa, e voilà! eis a festa!


No Pinterest, por exemplo, a gente encontra muitas referências de festas infantis incríveis.
Olha o painel que eu estou montando com dicas e ideias garimpadas lá:



Nesse painel eu separei ideias de decoração e sugestões de cardápio.
Vou deixar aqui algumas, mas me segue lá no Pinterest pra ver centenas de ideias!


Comidinhas para festas de aniversário



Um dos meus preferidos é algo que sempre fazemos nos aniversários do meu afilhado mais novo, os mini lanchinhos e mini-pizzas. Simples de fazer, simples de servir...

Pão com carne? Coisa mais deliciosa do mundo!

Mini pizzas? Sim, queremos!

Mini hamburguer, além de uma delícia, são lindinhos, né?

Aqui tem várias receitinhas de mini hotdog para fazer em casa. Aproveita!



Bebidinhas para festas de aniversário



Outra dica que já experimentamos foi a suqueira. Que refrigerante que nada, a meninada ama se servir de suco! Sério, até eu fiquei surpresa porque, né... geração coca-cola...
Veja as ideias:

Crédito da foto


E pra te ajudar aqui tem um passo a passo de como fazer sua própria suqueira. Incrível!


Mas se não abrir mão dos refrigerantes (eu!) olha que ideia boa:




Docinhos para festa de aniversário


E os docinhos?
Não sou assim a maior apaixonada por doces, mas festa de aniversário infantil tem que ter, né?
Preparada/preparado para salivar?






Bolos de aniversário para festa infantil


Bolo... existe festa sem ele?
A moda hoje em dia é ter o bolo fake, né?
Acho lindo e tal, mas eu gostava mesmo era daquele bolo que ficava na mesa a festa toda, fazendo vontade nas crianças...
Olha algumas inspirações (tudo do Pinterest, tá?)










Deu vontade de fazer uma festa de aniversário em casa, com comidinhas, bebidinhas, docinhos, bolo e acessórios para festas incríveis pra deixar tudo mais lindo, personalizado e bem  mais em conta?
Se joga, mig@!
De repente tem uma festeira dentro de ti!



QUERO LER O POST COMPLETO

Como usar fontes personalizadas baixadas da internet no blog?

Como usar fontes personalizadas baixadas da internet no blog?

Tempos atrás eu publiquei um tutorial aqui no blog que ensinava como usar qualquer fonte baixada da internet no blog.
Recorde: Como usar qualquer fonte (baixada da internet) no blog?

Ele funcionava que era uma maravilha mas ano passado o site que gerava um dos códigos saiu do ar e aí o tutorial perdeu a validade.
Mantive o post no ar por questões de SEO mas fiquei devendo uma outra opção para usar no blog as fontes lindas que encontramos, baixamos mas que só podíamos usar em edição de imagens e não no blog em si, em títulos por exemplo.

Hoje vou mostrar como usar qualquer fonte que desejar no blog usando a propriedade @font-face.
Vamos lá?


Escolha a fonte mais linda e gere um kit com os formatos dessa fonte


Antes de mais nada você precisa encontrar a fonte que deseja usar, baixa-la em seu computador, descompactar o arquivo caso ele esteja zipado e salvar em uma pasta qualquer de sua preferência.
Caso já tenha a fonte em seu computador pule para o próximo passo.

A seguir você precisa gerar um kit com todos os formatos necessários da sua fonte escolhida.
Mas, Elaine, pra que precisa disso?
Simples, querido leitor!
Existem diversos navegadores e cada leitor de seu blog pode navegar usando o navegador que prefere: Firefox, Chrome, Explorer, Safari, Opera, etc...
Há quatro formatos de fonte: WOFF2, WOFF, EOT e TTF
E cada navegador suporta as fontes especiais em um formato.

Formatos de fonte e navegadores compatíveis:
Para Chrome: TTF e WOFF
Para Safari, Opera,Android e IOS: WOFF2
Para Internet Explorer (versão anterior ao Edge): EOT
Firefox: WOFF2, WOFF  e TTF

Então, para que a fonte linda que você escolheu seja exibida corretamente em todos os navegadores, dos mais antigos aos mais modernos, é preciso especificar no código todos os 4 formatos.
Esse é o motivo de precisarmos gerar o kit com todos os formatos da fonte antes de seguirmos.
Entendeu?
Então, sigamos.

Para gerar esse kit com todos os formatos da fonte acesse Webfont Generator do site Font Squirrel (que aliás tem centenas de fontes para baixar e usar!).
Veja na imagem abaixo como deve ficar:


1- Faça o upload da fonte que deseja;
2- Clique em Expert para selecionar os formatos;
3- Selecione os formatos conforme a imagem acima;
4- Marque a caixinha conforme indicado;
5- Clique no botão para baixar seu kit;

Assim que a fonte estiver pronta e você tiver clicado na caixinha como na minha imagem aparecerá um botão de download.
Clique nele e baixe seu kit. Será um arquivo compactado, precisa descompactar, ok?
Quando descompactar aparecerá na sua pasta um monte de coisas. Delete o que marquei na imagem pois não são necessários para nosso propósito.
Veja o meu exemplo, com a fonte Melancholight Regular que escolhi:



Mantenha apenas os 4 formatos da fonte.
Agora vamos hospedar cada formato da fonte pois precisamos do link desses formatos.


Como hospedar a fonte em seus 4 formatos para usar a @font-face?



Você pode usar o serviço de hospedagem que preferir; existem alguns pagos, outros com versões gratuitas.
Exemplo?
Dropbox. Ele é gratuito (tem upgrade pago se precisar de mais espaço) e é bem fácil de usar.
Mas tem um problema: se seu tráfego for intenso ele simplesmente bloqueia seus links. Já aconteceu muito comigo, de alguns scripts dos meus tutoriais saírem do ar por causa do tráfego alto...


O pulo do gato
Mas vou ensinar aqui um jeito bem 'maneiro' de hospedar esses arquivos que é usando o Tumblr.
Para fazer isso você precisa criar uma conta Tumblr.
Clique aqui e crie a sua conta Tumblr. Não leva nem um minuto. Confirme a criação da conta clicando no link que será enviado ao email cadastrado ao criar a conta.

Conta criada?
Clique aqui para acessar seu painel.
Na tela que abrir clique em Editar HTML.
A seguir clique engrenagem que aparece no alto da lateral esquerda. Assim:


No menu que expandir clique em Recursos do tema.
Aí clique em Adicionar um arquivo. Adicione, um a um, cada um dos 4 arquivos da fonte.
Espere carregar. Mantenha a página aberta.

Vá ao painel de seu blog e clique em Modelo. A seguir clique em Editar HTML e dentro da caixa do código-fonte de seu blog localize ]]></b:skin>
ACIMA dessa tag de fechamento cole este código:


Copiar os códigos


Agora volte ao Tumblr e copie o link de cada arquivo que você hospedou. Para fazer isso basta parar o mouse sobre o nome do arquivo e clicar com o botão direito do mouse. Selecione Copiar endereço do link (é assim se estiver no Chrome).
Agora, no código-fonte de seu blog, complete o código que forneci com os endereços dos arquivos hospedados.

Veja como fica com minha fonte de exemplo:

@font-face {
    font-family: 'melancholightregular';
    src: url('http://static.tumblr.com/dhipdgr/c2Vorcnty/melancholight-webfont.eot');
    src: url('http://static.tumblr.com/dhipdgr/c2Vorcnty/melancholight-webfont.eot?#iefix') format('embedded-opentype'),
         url('http://static.tumblr.com/dhipdgr/vMRorcnu8/melancholight-webfont.woff2') format('woff2'),
         url('http://static.tumblr.com/dhipdgr/THForcnu4/melancholight-webfont.woff') format('woff'),
         url('http://static.tumblr.com/dhipdgr/4d4orcnu0/melancholight-webfont.ttf') format('truetype');
    }

A maior atenção é colar os endereços no local correto de cada formato, aí não tem erro, ok?
Veja o resultado em meu blog de exemplo:


Demonstração do tutorial


Como faço para usar a @fonte-face no blog?


Agora vem a parte final: usar a fonte instalada no blog.
Antes de mais nada defina onde quer usar a fonte; a seguir localize no seu código-fonte área que "comanda" o item que deseja mudar. Explico:
Vamos supor que você queira usar a fonte especial no título dos posts.
Localize então o comando que define os títulos dos posts.
Em geral é a tag h3.
Nos templates nativos do Blogger (Designer de Modelo) é assim a tag que define os títulos dos posts:
 h3.post-title {

Aí você verá, provavelmente, algo assim:

/* Posts
----------------------------------------------- */
h3.post-title {
  margin-top: 20px;
}

h3.post-title a {
  font: $(post.title.font);
  color: $(post.title.text.color);
}

h3.post-title a:hover {
  text-decoration: underline;
}

Para usar a fonte personalizada altere assim (lembrando que estou usando a minha fonte como exemplo):

/* Posts
----------------------------------------------- */
h3.post-title {
  margin-top: 20px;
font-family: 'melancholightregular';
    font-size: 58px;
text-align: center !important;
}

h3.post-title a {
font-family: 'melancholightregular';
    font-size: 58px;
  color: $(post.title.text.color);
text-align: center;
}

h3.post-title a:hover {
font-family: 'melancholightregular';
    font-size: 58px;
text-align: center;
  text-decoration: none;
color: $(link.color);
}


Se quiser trocar a fonte dos títulos dos gadgets da sidebar procure por:

 /* Headings
----------------------------------------------- */
h2 {
  font: $(widget.title.font);
  color: $(widget.title.text.color);
}


E altere assim:

/* Headings
----------------------------------------------- */
h2 {
 font-family: 'melancholightregular';
font-size: 30px;
  color: $(widget.title.text.color);
}



Caso seu template seja baixado da internet tem que procurar basicamente isso: h3 para títulos dos posts e h2 para títulos dos gadgets.


Dicas extras importantes


1- Use as fontes especiais para títulos e destaques. Evite usar fontes assim para texto pois elas pesam mais que as fontes padrão e se forem cheias de detalhes dificultam a leitura.

2- Não apague os arquivos hospedados no Tumblr. Reserve esse template para hospedar arquivos. Mas não se preocupe, uma vez hospedados os links não somem da web.

3- Pode usar mais de uma fonte especial por blog? Sim, pode. Basta repetir o processo de escolher a fonte/gerar o kit/hospedar a fonte nos 4 formatos/inserir o código @font-face e definir onde usar.
Mas atenção!
Evite excessos pois pode comprometer o tempo de carregamento do blog.

4- Deixei todos os códigos, nativos e modificados, no meu blog de códigos. Consulte, use, enjoy! Mas não republique este tutorial em seu blog, ok?


Sim, o tutorial é longo, levei mais de 6 horas pra fazer. Mas é simples e bem fácil de executar, basta ler com atenção.
Então não desanime.
Leia, releia, em menos de 1 hora você faz tudo, vai por mim.

Gostou do tutorial?
Então me ajudaê, querido leitor! Curta, compartilhe, comente no post...
QUERO LER O POST COMPLETO

A maturidade... ah, a maturidade... Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão


Dia desses eu fui almoçar com marido em uma cidade vizinha daqui.
Sentamos, eu comecei o almoço e ao levantar a cabeça vi uma pessoa que fazia anos não via.
Não era apenas uma conhecida, era alguém de quem fui bem próxima no passado, tanto que é minha madrinha de casamento, uma das madrinhas.
Ergui a cabeça, olhei pra ela, abri o sorriso e... nada. Ela abaixou a cabeça e continuou almoçando.
Pensei: não me viu, restaurante lotado, né? Mesmo estando à menos de 10 metros de mim.

Levantei, fui até a mesa dela, que estava com mais 3 pessoas. Toquei em seu ombro, sorri e cumprimentei. Coisa que faço muito raramente pois sou tímida, não gosto de me impor de forma alguma.
"Oi, fulana, tudo bem?" - eu, a entusiasmada rsrsr
Ela ergueu os olhos, me olhou, respondeu:
"Sim, vamos levando" assim, sem fogo rsrsr
Só isso. E baixou os olhos para o prato.

Eu fiquei ali, de repente sem ter onde botar tanto braço e tanta mão rsrsrsr.
Sim, foi inesperado e constrangedor, claro. Durou meio segundo.
Sorri, desejei bom almoço e voltei pra minha mesa.
Almocei tranquilamente, feliz como estava antes, papeando com marido como sempre fazemos... sem me sentir mal como teria me sentido anos atrás.
Depois, em casa, fiquei pensando...
Que dádiva é a maturidade, né?

Não me refiro à idade, que pode ou não trazer consigo a maturidade.
Me refiro à esse sentimento de estar confortável consigo mesmo, esse sentimento de não se abalar por algo tão corriqueiro. Essa coisa de não deixar que nada externo abale a gente por dentro. Estar no domínio de si.

Tempos atrás e eu nem almoçaria direito, ficaria arrasada, triste em ser ignorada, em ser tratada de modo tão blasè...
Sim, já aconteceu antes eu ser ignorada, já aconteceu da pessoa estar acenando pra outra pessoa e eu achar que era pra mim, já aconteceu de eu cumprimentar sorrindo e a outra pessoa não responder... #quemnunca?
Já fui maltratada, ignorada, mal falada...
E eu fiquei semanas me sentindo mal. Inclusive deve ser por isso que sempre fico na dúvida se cumprimento ou não alguém, se espero a pessoa se manifestar...
São resquícios de quando a maturidade, essa linda, ainda não tinha chegado rsrsrs

Mas enfim...
Todo esse papo é pra dizer apenas isso: sinto uma imensa gratidão por ter chegado à uma certa maturidade na vida.
Sinto uma imensa gratidão por não me sentir mais o cocô do cavalo do bandido por causa de opiniões ou comportamentos de outras pessoas.
Sinto que, depois de caminhar por quase 45 anos nessa terra, eu aprendi que a opinião sobre mim mais importante do mundo, pra mim, é a minha.
Às demais pessoas eu quero sim agradar porque essa é a minha natureza, gosto de viver de bem com todo mundo.
Mas se não rolar, paciência... antes de qualquer coisa eu quero agradar à mim mesma.

Também me sinto muito grata por ter aprendido em tempo de usar pra vida que nem tudo é sobre mim.
Muitas vezes a outra pessoa não está bem, não me viu, não me reconheceu, não tava a fim de falar, etc...
O mundo não gira (ou pára) por minha causa. E, francamente?
Quando entendi isso foi como tirar uma tonelada de peso dos ombros.

Maturidade é quando a ansiedade é menos ansiosa...
Fafá de Belém

Para encerrar o assunto do almoço:
Mais ou menos meia hora depois que sentei ela, minha madrinha de casamento, veio até nossa mesa. Conversou, falante como eu me lembrava, falou da mãe, etc...
Não me pergunte o que foi que houve antes, as pessoas são assim, essa coisa nem sempre muito fácil de entender.
E aceitar isso também é coisa da maturidade. Aceitar que as pessoas são como são, que coisas bobas acontecem, que nem sempre têm a ver com a gente e que tudo bem se algo constrangedor rolar.
É da vida... e ponto.
Maturidade, sua linda... por que você não chegou antes????


Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!



QUERO LER O POST COMPLETO

E o filme da Mulher-Maravilha, hein?


Assisti ontem, em plena quarta-feira, ao lançamento cinematográfico (eita que chique dizer lançamento cinematográfico) mais comentado do ano:Mulher-Maravilha.
Última  sessão no cinema, saímos de lá já passava da meia-noite. O cinema em questão fica num shopping, e onde moro não tem shopping, o que significa que foram 80 quilômetros pra ir e outros 80 quilômetros pra voltar pra casa, já de madrugada.
Aí você pergunta:
Não é muita aventura pra ver um filme?
Sim, é.
Mesmo sendo longe, mesmo sendo relativamente caro (bom seria se a gente pudesse usar cupons de desconto no cinema, né?)
E mesmo assim valeu a pena?  você pergunta de novo.
Sim. Bota simmm nisso.

Antes deixa eu te falar a ficha técnica do filme (caso você tenha estado em outro planeta por esses dias e já não esteja sabendo tudo sobre o filme de cor e salteado (que frase antiga, meodeos...)

Ficha técnica:
Data de lançamento 1 de junho de 2017
Duração: 2 horas e 21 minutos
Direção: Patty Jenkins
Elenco:  Gal Gadot, Chris Pine, Connie Nielsen, Robin Wright, David Thewlis, Danny Huston, Elena Anaya, Ewen Bremner e Saïd Taghmaoui
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia
Nacionalidade: EUA

Sinopse:
O filme conta a origem da Mulher-Maravilha mostrando Diana (Gal Gadot), princesa das Amazonas, sendo treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível. Criada em uma paradisíaca ilha afastada de tudo chamada Themyscira, Diana descobre por meio de um piloto americano cujo avião cai na praia da ilha, que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo (a Primeira Guerra Mundial) e, certa de que pode parar o conflito por julga-lo obra do deus da guerra, Ares, decide deixar seu lar pela primeira vez. Travando 'uma guerra para acabar com todas guerras', Diana toma ciência do alcance de seus poderes e de sua verdadeira missão.

A história se concentra, com exceção de uma pequena conexão com Batman vs. Superman, na apresentação da origem da heroína. Estabelecendo suas raízes e explicando o motivo pelo qual ela irá aparecer no futuro, o roteiro segue a protagonista desde os seus primeiros dias na ilha em várias fases da vida, até o momento em que conhece o piloto Steve Trevor (Chris Pine) e parte com ele para lutar na Segunda Guerra Mundial. E matar Ares, o deus da guerra que no passado assassinou todos os outros deuses do Olimpo.

Veja o trailer:



Agora preste atenção, querido leitor!
O botão abaixo oculta spoilers importantes do filme.
Se você não curte spoilers NÃO CLIQUE NO BOTÃO.
Se clicar, é por sua conta e risco, ok?


O filme todo é lindo, emocionante, e teve uma cena que me fez chorar.
A cena é esta:


A cena linda mostra o nascimento da Mulher-Maravilha.
Sair das trincheiras, ser o alvo das metralhadoras, tudo para libertar um povoado preso entre as linhas inimigas, a Terra de Ninguém.
A cena é de arrepiar, e sim, eu chorei.

Parafraseando um tuíte que vi ontem:
"Dá pra entender porque os homens se sentem tão poderosos, com tanto filme de herói que existe. Eu vi um único filme de heroína e me sinto capaz de salvar o mundo".
Sim, bem isso.
Mulher-Maravilha é inspirador.


Tem Steve Trevor... 


"Um homem acima da média", responde Steve quando uma inocente Diana pergunta, ao  vê-lo pelado, se ele pode ser considerado um exemplar de sua espécie/sexo...
E de fato Chris Pine está no domínio total de seu Steve Trevor. Humano, divertido, lindo, heroico...


"Você vai salvar o mundo. Eu vou salvar o dia".
Lágrimas...


Além de Steve Trevor, tem os amigos que a ajudam a chegar na zona de guerra.
Se você assistiu Batman vs. Superman provavelmente lembra dessa foto:


Pois ela é a ligação entre ambos os filmes e estabelece a ligação entre Diana e Bruce Wayne no filme atual. Batman aparece sem aparecer, entende?


E as amazonas?


Robin Wright, apesar de pouco tempo de tela, impressiona como a General Antíope, tia de Diana e responsável por treinar a princesa.



E a Rainha Hipólita...


Connie Nielsen arrasa, e é dela uma das frases mais verdadeiras do filme:
"Tome cuidado Diana. Eles não merecem você."


Tem personagens legais e surpreendentes:


Etta Candy, melhor pessoa!


Sir Patrick... quem diria...


E tem vilões:


Doutora Veneno, vilã clássica da Mulher-Maravilha.


General Erich Luddendorff

E o vilão Ares?



Prepare-se pois nem tudo é o que parece... mas eu meio que "matei a charada" na primeira aparição dele.

Fim dos spoilers, tá?

E tem Gal Gadot...


A Diana Prince de Gal Gadot é poderosa e destemida, corajosa e divertida. Seus momentos na Londres tomada pela guerra, descobrindo aquele mundo novo e estranho, é engraçado de um jeito quase infantil. A pureza que ela tem nesses primeiros momentos junto ao mundo dos homens, admirando-se ao ver um bebê na rua ou achando curiosa a maneira como as mulheres se vestem, experimentando sorvete pela primeira vez...
Fonte da citação


Então, resumindo o que achei de Mulher-Maravilha:

1- O filme é muito bom, vale o ingresso (e no meu caso, a aventura) com certeza.
Só ficaria melhor se pudesse usar cupons de desconto pra comprar ingresso e combo do filme (comprei e ganhei um broche rsrsrs)

2- Gal Gadot nasceu pra ser a Mulher-Maravilha. Gerações vão relaciona-la a personagem. Perfeita, carismática, incrível nas cenas de ação, e quanto mais olhamos mais linda ela fica... quando sorri a tela se ilumina.

3- O roteiro é bom, bem escrito e quase sem furos.  A direção é primorosa e apenas no terceiro ato ela destoa um pouco, fica "grandiosa" demais. Mas não compromete o filme.  A trilha sonora é incrível!!!

4- Tem romance mas tão bem colocado que a gente suspira sem se dar conta...
Tem aventura, tem humor inocente, tem bons atores, tem imagens de arrasar...
e tem muito girl power, do jeito que, in my opinion, pode mesmo surtir efeito em nós e nas gerações futuras.

Ou seja:
Corre pro cinema, mig@s!


QUERO LER O POST COMPLETO


Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários