Feitos um para o outro Feliz Dia das Mães! Aqui o texto que desejar
1 2 3 4

Como conseguir cidadania italiana? Saiba se você tem direito à ela!

no dia 27 de julho de 2015

Como você sabe meu sobrenome de solteira é Gaspareto, e tem origem italiana (ah, vá, sério? rsrsr).
No passado, por causa das guerras mundiais e outros períodos difíceis que a Europa enfrentou, milhares de italianos imigraram para diversos países do mundo, e hoje somente no Brasil estima-se que somos cerca de 38 milhões de brasileiros com direito à dupla cidadania.

Meus avós foram imigrantes italianos no começo do século 20, fugindo com os pais da fome, pobreza e dificuldades que grassavam pela Europa após a 1ª guerra.
Vieram para o Brasil, aportaram, foram levados para as fazendas de café e algodão do interior paulista.
Aqui ficaram, nenhuma das crianças Gaspareto (meu avô) ou Bolsoni (minha avó) retornou para a Itália.
Nem mesmo na época da 2ª Guerra, quando a vida para imigrantes italianos se tornou ainda mais dura por conta das perseguições do governo Vargas.
Seja nos campos de café paulistas ou nos vinhedos do Sul, aqui ficaram, e fincaram raízes...

Crédito da foto
Fizeram a vida no Brasil, mas por gerações o amor à Itália foi passado de pai para filho, e mesmo eu, que nem conheci meus avós, sinto esse amor, esse laço.
Sou mezzo italiana, capisce?
E isso não é modo de falar, é real.
Tão real que eu, se quisesse, poderia requerer cidadania italiana.
Vou te falar mais sobre isso.


Todo descendente de italianos tem garantido por lei, de acordo com a legislação italiana, o direito à cidadania.
Na verdade a lei italiana diz que todo descendente de italianos é italiano.
Basta apenas comprovar a origem, e a cidadania é concedida.
Ao contrário do Brasil o principio da cidadania italiana é “Juris Sanguinis”.


Isso quer dizer que é italiano todo filho de italiano.
Portanto todo filho, neto, bisneto ou tataraneto de um cidadão italiano é italiano, independente do país onde tenha nascido.
Existe uma exceção, que é conhecida como cidadania via materna, onde a mulher italiana casada com um estrangeiro antes de 1948 (data de entrada em vigor da constituição)  perdia automaticamente a cidadania e sendo assim não passava aos seus filhos e etc.
Esse é um problema que hoje é resolvido de maneira fácil.


E ser cidadão italiano abre as portas para a Europa, por causa da União Européia.
Um cidadão italiano é europeu, claro.
Pode entrar e inclusive trabalhar em qualquer país na zona do Euro, sem necessidade de visto. E também no Canadá, Austrália e nos EUA.
Devido à todos os benefícios dessa cidadania são muitos os brasileiros de descendência italiana que a buscam.

O processo para conseguir reunir a documentação necessária, entrar com o pedido, acompanhar o processo até a concessão e finalizar com a cidadania pode levar até 15 anos se for feito daqui do Brasil, em especial se for sem assistência alguma.
Para ter essa cidadania reconhecida a pessoa precisa apresentar as certidões de nascimento, casamento e óbito de todos os ascendentes até chegar ao italiano nascido na Itália.

Essas certidões têm que ser traduzidas e legalizadas, seja pelo consulado italiano e/ou pelo Ministério do Exterior brasileiro e depois disso apresentadas ao consulado ou diretamente em uma prefeitura na Itália.
Muita gente não sabe preparar o processo, precisa conseguir a certidão de nascimento do ascendente italiano e como o processo no consulado italiano no Brasil demora cerca de 15 anos contra os 2 meses se feito diretamente na Itália, muitos brasileiros preferem fazer todo o processo com a ajuda de agências estabelecidas na própria Itália.

Movendo a ação lá, com assessoria e acompanhamento de pessoas in loco o processo todo pode ser concluído em cerca de 2 meses.
Demais, né?

Eu tenho uma amiga e cliente em meu serviço de personal-blogueira que realiza esse acompanhamento de brasileiros ao requererem cidadania italiana.
Ela trabalha com isso, faz todo o trabalho: assessorar os diversos passos necessários para esse reconhecimento, procurar documentos, assessorar na preparação e seguir todo o processo diretamente na Itália.
Desde a chegada da pessoa até ela receber a cidadania, e toda a documentação italiana (certidão de nascimento, carteira de identidade, CPF e passaporte).


Você ficou interessado em saber mais? 

Vou te dar os contatos da Dany Lacerda!
Tire suas dúvidas, faça perguntas e de repente, se tiver direito à cidadania italiana pode ser uma boa oportunidade de vida!
Já pensou?

Dany Lacerda - Contatos

Blog Raízes Italianas
Raízes Italianas no Facebook
Whatsapp: 0039 342 1923414
Email para contato



Eu não penso em mudar de país, mas vou confessar que depois de ler, pesquisar e conversar com a Dany me deu uma vontade imensa de fazer o processo todo e requerer cidadania italiana.
É parte de quem eu sou, e eu amaria ser corajosa o bastante para quem sabe, um dia, entrar em um avião e conhecer a terra que meus avós morreram desejando rever...

Arrivederci, amici!!! 


http://loja.cozinhadoquintal.com.br